Você está aqui

Início

Menssagem de erro

Notice: Undefined index: localized_options em menu_navigation_links() (linha 1861 de /home/digit527/public_html/falandodetrova.com.br/includes/menu.inc).

As Melhores Trovas de 2009

BALANÇO FINAL DO CONCURSO “AS DEZ MAIS”, PROMOVIDO PELO SITE

www.falandodetrova.com.br 

 

PARA APURAR AS MELHORES TROVAS DO ANO DE 2009

 

 

                                                  IDEIA

 

            A idéia surgiu a partir de um texto de Pedro Mello, no qual, ao citar o “Troféu Lilinha Fernandes”, que contempla os trovadores mais laureados durante o ano, sugeria à UBT Nacional a criação de um ranking também para as melhores trovas.

            O principal objetivo desta iniciativa é justamente demonstrar que a Entidade Nacional que comanda a Trova nesse País pode sim, adotar a idéia  que o Pedro vislumbrou, comprovando que sugestões e críticas possuem um lado bom, de onde sempre se haverá de extrair algo proveitoso.  E, a partir daí, criar um concurso nos moldes de “AS DEZ MAIS”, porém, com a chancela oficial.

 

                                   AGRADECIMENTOS

 

            Meus agradecimentos comovidos aos 33 trovadores que, de forma desprendida e graciosa, durante todo o ano de 2009 avaliaram 579 trovas de 42 concursos levados a efeito em 19 localidades.

 

    NOMES DOS IRMÃOS TROVADORES QUE AVALIARAM  NA 1ª FASE:

 

A. A. DE ASSIS – Maringá = 12 concursos avaliados
ADEMAR MACEDO – Natal = 07

ANTONIO DE OLIVEIRA – Rio Claro = 14

CARMEM PIO – Porto Alegre = 06

DIVENEI BOSELI – São Paulo = 06

DOROTHY JANSSON MORETTI – Sorocaba = 16

ÉLBEA PRISCILA DE S. E SILVA – Caçapava = 11

ELIANA DAGMAR – Amparo = 12

ELISABETH SOUZA CRUZ –  Nova Friburgo = 03

FRANCISCO GARCIA DE ARAÚJO – Caicó = 04

FRANCISCO PESSOA – Fortaleza = 09

GISLAINE CANALES –  Camboriú = 06

GERSON CESAR SOUZA – São Mateus do Sul = 12

ISTELA MARINA GOTELIPE LIMA– Bandeirantes:14

IZO GODMAN – São Paulo = 02

JOÃO COSTA – Saquarema = 10

JOSÉ FABIANO – Belo Horizonte = 15

JOSÉ LUCAS DE BARROS – Natal/RN = 08

MARCELO HENRIQUE – Amparo = 04

MARISA OLIVAES –  Porto Alegre = 13

OLGA AGULHON – Maringá = 09

MILTON SOUZA – Porto Alegre = 13

NEWTON VIEIRA – Curvelo = 19

OLYMPIO COUTINHO – Belo Horizonte = 16

PEDRO ORNELLAS – São Paulo = 06

REJANE BARROS – Fortaleza = 04

RENATO ALVES – Rio de Janeiro = 02

THALMA TAVARES – São Simão = 15

THEREZA COSTA VAL – Belo Horizonte = 07

VANDA FAGUNDES QUEIROZ – Curitiba = 07

WANDA DE PAULA MOURTHÉ –  B. Horizonte = 03

  

/////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////

                                       

                                         FINALÍSSIMA

 

    Na finalíssima a Comissão Julgadora foi formada pelos seguintes trovadores:

 

            ANTONIO DE OLIVEIRA, NEWTON VIEIRA, ELIANA DAGMAR, ÉLBEA PRISCILA, GERSON CESAR SOUZA, THALMA TAVARES e, pela vez primeira, ANTONIO CARLOS TEIXEIRA PINTO, de Brasília. 

 

OBSERVAÇÕES: 

 

1ª) Todos os concursos foram avaliados de forma cruzada, com absoluta isenção.  Na apuração das finalistas os julgadores convidados obedeceram aos seguintes critérios: a) não ter trovas de sua lavra entre as finalistas; b) não ter tido concursos realizados em seu município; c) nenhuma das trovas finalistas ter, como autor, alguém de seu município; d) serem, todos, competentes no julgar e idôneos no proceder.

2ª) As trovas de minha autoria, mesmo selecionadas na fase anterior, por uma questão de ética não foram consideradas na avaliação final, para que não se ponha em dúvida qualquer questão.

3ª) Como em todo e qualquer concurso que envolva julgamento, dúvidas surgirão sobre as trovas vencedoras, ou não, mas, quanto à honestidade e a transparência, assino e assumo, em meu nome e em nome de todos que colaboraram de forma gigantesca para que esse trabalho fosse levado a bom termo.
4ª) Foram avaliadas todas as trovas premiadas nos concursos de Guaxupé, Nova Friburgo, Ribeirão Preto, Maringá, Pindamonhangaba, Caicó, São Paulo, Cambuci, Porto Alegre, Bandeirantes, Niterói, Taubaté, Natal, Cantagalo, Belo Horizonte, Juiz de Fora e Maranguape.

 

 

                                               RESULTADO FINAL

 AS DEZ MELHORES  TROVAS LÍRICAS/FILOSÓFICAS NO BRASIL EM 2009

  

1º lugar:  CAMPOS SALES - SP

Lembro o sertão, seu encanto,
a lua cheia tão minha;
sem nada eu ter, tinha tanto,
naquele nada que eu tinha!

Concurso de São Paulo

 

2º lugar:  MARIA LÚCIA DALOCE - Bandeirantes

Entre os véus da noite, imerso,
insone em meu travesseiro,
escrevo apenas um verso
e a
saudade... um livro inteiro!

Concurso de Nova Friburgo

 

3º lugar:  DARLY O. BARROS - SP

Pobres racistas, insanos,
é a
insensatez que os impele
a julgar seres humanos
a partir da cor da pele!...

Concurso de Guaxupé

 

4º lugar:  SÉRGIO FERREIRA DA SILVA - SP

Escrito de próprio punho,
mas na gaveta guardado,
o meu
amor é um rascunho
que nunca foi publicado!

Concurso de Nova Friburgo

 

5º lugar:  MARINA BRUNA - SP

Na insensatez da paixão
que me pega, e não tem cura,
deixo de lado a razão
e dou razão á loucura!

Concurso de Guaxupé

 

6º lugar:  EDUARDO TOLEDO – Pouso Alegre

A paixão se descontrola
e a saudade em mim se inflama,
quando encontro a
camisola
sem ela... na minha cama!

Concurso de Guaxupé

 

7º lugar:  OCTÁVIO VENTURELLI – Nova Friburgo

Senhor de emoções serenas,

Pai, em qualquer circunstância,

Deus está de nós apenas

a uma oração de distância!

Concurso de Porto Alegre

 

8º lugar:  MARTA Mª O. PAES DE BARROS - SP

Saudade, mágoa sentida,
barco distante do cais;
pedaço da própria vida
que a gente não vive mais ...

Concurso de Nova Friburgo

 

9º lugar:  FRANCISCO PESSOA - Fortaleza

Quando a seca nos acossa

e o rio mostra seu leito,

a tristeza que há na roça

roça com força em meu peito.

Concurso de Maringá

 

10º lugar:  MARINA BRUNA - SP

Tua mão acariciando
o meu corpo, em leve afago,
é como a
brisa encrespando
a superfície de um lago...

Concurso de Caicó

 

         AS DEZ MELHORES  TROVAS HUMORÍSTICAS NO BRASIL EM 2009

 

1º lugar:  IVONE MARQUES MOREIRA – N. Friburgo

- Suspira o velho... sonhando,
e a velhinha, já nervosa:
- Você sempre me acordando
com propaganda enganosa!

Concurso de Nova Friburgo 

 

2º lugar:  PEDRO ORNELLAS - SP 

Tomou medida extremada
por
ciúmes e entrou bem!...
Mandou embora a empregada
- e o marido foi também!

Concurso de Nova Friburgo

 

3º lugar:  MILTON NUNES LOUREIRO - Niterói 

Ante a noiva bem nutrida,
o  
cinqüentão fica louco :
- Ela só pensa em comida
e  cinquentão come pouco...

Concurso de Nova Friburgo 

 

4º lugar:  GILVAN CARNEIRO DA SILVA– São Gonçalo

Depois que a consulta passa,

pergunta o doutor, sem jeito:

- O senhor bebe cachaça?

E ele prontamente: - Aceito!!!

Concurso de Maranguape

 

5º lugar:  MARTA Mª O. PAES DE BARROS - SP

Diz o cinquentão vaidoso:
 - “Eu sou madeira de lei!”
 E, a mulher, em tom jocoso:
 - “Então deu cupim...que eu sei !”

Concurso de Nova Friburgo 

 

6º lugar:  EDMAR JAPIASSÚ MAIA - RJ

Tropeça e cai na avenida

a passista... que revés!

Por estar “desprevenida”

o júri deu nota...DEEEZ!

Concurso de Porto Alegre

 

7º lugar:  ARLINDO TADEU HAGEN - BH

A madame era tão chique

e de tão fina linhagem

que até pra ter um chilique

retocava a maquiagem!

Concurso de Bandeirantes

 

8º lugar:  MAURÍCIO CAVALHEIRO - Pindamonhangaba

Faxina pra lá de boa
ela faz por
cinquentão:
limpa a casa da patroa
e a carteira do patrão.

Concurso de Nova Friburgo 

 

9º lugar:  HÉRON PATRÍCIO - SP

Sai do bar – e já sem prumo –

tropeçando, cuca em brasa,

pergunta, todo sem rumo:

- Onde mora a minha casa?

Concurso de Porto Alegre

 

10º lugar:  CLENIR NEVES RIBEIRO – N. Friburgo

Na “blitz” a velhota abusa

e tropeça na revista:

bastou levantar a blusa

que a droga ficou à vista!

Concurso de Porto Alegre

 

/////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////

 

  DEMAIS TROVAS QUE CONCORRERAM NA FINALÍSSIMA (humorísticas)

 


PEDRO CLETO – Nova Friburgo

Cinquentão, gordo, gabola,
suspirando, num sussurro,
pergunta pra jovem: - Rola?
E ela: - Deita que eu empurro!

Concurso de Nova Friburgo 

 

PEDRO ORNELLAS - SP

Fato estranho e repetido
deixa a madame
enciumada:
sempre que beija o marido
a babá fica emburrada!

Concurso de Nova Friburgo 

 

THEREZINHA DIEGUEZ BRISOLLA - SP

Foi o bebum “muito esperto”
como
eremita... e está crente
que, no calor do deserto,
o oásis é de água... ardente!!!

Concurso de Ribeirão Preto 

 

IZO GOLDMAN - SP

A coitadinha é um planeta,
com dez filhos orbitando,
pois o marido é um cometa
que passa... de vez em quando...

Concurso de São Paulo

 

CAMPOS SALES - SP

Tem o bebum certa graça
quando ele diz pela rua:
- Sou do
planeta cachaça,
mas tô no mundo da lua!

Concurso de São Paulo

 

MILTON S. SOUZA – Porto Alegre

Gatos miam no telhado,

mas ela nunca reclama:

o som abafa o “miado”

do ‘gato’ da sua cama!

Concurso de Porto Alegre

 

ALBERTO PACCO - Maringá

Promoveu grande arruaça
o marido da vizinha,
ao vê-la abraçada a um “praça”
lá no banco da pracinha.

Concurso de Bandeirantes

 

IZO GOLDMAN - SP

O coitado do eremita
vive esta dúvida eterna:
quando vê mulher bonita,
só pensa em... sua caverna...

Concurso de Ribeirão Preto

 

NEOLY VARGAS – Sapucaia do Sul

Eu conheci um “gatão”,

gato mesmo!  É brincadeira.

Só pegou na minha mão,

já me “filou” a carteira!

Concurso de Porto Alegre

 

MARIA MADALENA FERREIRA - Magé 

Preso em flagrante arruaça,

diz, num sonoro impropério:

“Prendam também a cachaça,

que é quem me tira do sério!!!”

Concurso de Maranguape

 

-------------------------------------------------------------------------------

 

 

       DEMAIS TROVAS QUE CONCORRERAM NA FINALÍSSIMA

                                   (líricas e filosóficas)

 

 

Mª HELENA OLIVEIRA COSTA–Ponta Grossa

Na saudade eu julgo ver
uma inversão de caminhos:
água passada a mover
os meus internos moinhos ...

Concurso de Nova Friburgo

 

JOANA D’ARC DA VEIGA – Nova Friburgo

Nosso amor é tão intenso
e a confiança entre nós
fala tanto que o bom senso
deixa o
ciúme sem voz.

Concurso de Nova Friburgo

 

PAULO SÉRGIO – Nova Friburgo

O ciúme é vento frio,
lança cravada no peito,
sentimento de vazio,
ao ver vazio o meu leito!

Concurso de Nova Friburgo

 

OCTÁVIO VENTURELLI – Nova Friburgo

Quando, à noite, a chuva canta
e as lembranças tomam cor,
a saudade se levanta
e acorda o meu velho
amor!

Concurso de Nova Friburgo

 

RODOLPHO ABBUD – Nova Friburgo

Contemplo o céu para vê-las
com um respeito profundo,
pois na
raiz das estrelas,
eu vejo o dono do mundo!

Concurso Nacional “Intersedes” 

 

IZO GOLDMAN - SP

Cigano eu vou pela vida,
e minha tenda é montada,
não com a lona estendida,
mas, com a noite estrelada...

Concurso de Ribeirão Preto

 

PAULO ROBERTO SILVA - Caicó

Meu coração em bonança,

diante da aurora deduz

que predomina a esperança

onde há prenúncio de luz...

Concurso de Caicó

 

FLÁVIO R. STEFANI – Porto Alegre

Brinquedos de guerra, não,

pois quem brinca de matar

amanhã - de arma na mão –

vai matar para brincar!

Concurso de Porto Alegre 

 

JOSÉ VALDEZ C. MOURA - Pindamonhangaba

Ao reler as suas cartas
reavivando a esperança
bendigo as lembranças fartas
que a minha
tristeza alcança!

Concurso de Pindamonhangaba

 

JOSÉ TAVARES DE LIMA – Juiz de Fora

Se em minha vida de mágoa
houve
alegrias,por certo
foram raros pingos d água
na imensidão do deserto...

Concurso de Pindamonhangaba

 

VANDA FAGUNDES QUEIROZ - Curitiba

Se ausência é cena vazia,

guarda, invisível, latente,

a marca de algo que, um dia,

ali já esteve presente.

Concurso de Bandeirantes

 

THEREZA COSTA VAL – Belo Horizonte

Esperança... quero tê-la
mantendo acesa a ilusão.
Esperança é... ver
estrela
em noite de escuridão!

Concurso de São Paulo

 

ALMERINDA LIPORAGE - RJ

Tanta paixão me intimida;
para tudo há dose exata:
o
sol que é fonte de vida,
em excesso também mata.

Concurso de São Paulo

 

ANTONIO JURACI SIQUEIRA - Belém

Quanta gente em devaneios,

buscando instantes risonhos,

vive dos sonhos alheios

e esquece dos próprios sonhos!...

Concurso de Bandeirantes

 

IZO GOLDMAN - SP

Se disseres que, hoje em dia,
vivo no “mundo da
lua’,
depois de um beijo, eu diria:
- Vivo sim! E a culpa é tua!...

Concurso de São Paulo

 

MAURÍCIO CAVALHEIRO - Pinda

As medalhas com que cobre
o seu peito de vaidade
mostram que falta a mais nobre:
- a medalha da humildade.

Concurso Confraternização Trov. Paulistas

 

EMÍLIA PEÑALBA - Portugal

Poeta não é quem nasce

e se expressa em forma breve:

mas quem vibra, ama e renasce

em cada verso que escreve !

Concurso de Cambuci

 

OLYMPIO DA CRUZ COUTINHO - BH

Eu creio na honestidade,

na justiça clara e reta,

no fim da desigualdade ...

não sou louco ! ... Eu sou poeta.

Concurso de Cambuci 

 

ADALTO MACHADO - Cantagalo

Lavrador...  solo adubado,

a plantação logo é feita

e o trabalho é premiado

na fartura da colheita.

Concurso de Niterói

 

JOSÉ MESSIAS BRAZ – Juiz de Fora

O além da vida é segredo,

mas minh’alma aventureira

na crença em Deus vai sem medo

de atravessar a fronteira!...

Concurso de Niterói

 

LUIZ ANTONIO CARDOSO - Tremembé

Meu pai forte... a velha enxada...

nosso sustento plantado...

linda aquarela pintada

na tela do meu passado!

Concurso de Taubaté

 

ADEMAR MACEDO - Natal

Queria ao fim da jornada,

na manhã do meu adeus,

ver o brilho da alvorada

na luz dos olhos de Deus!

Concurso de Taubaté

 

MARA MELLINI GARCIA – Caicó

Minha família, sem teto,

repartia o mesmo pão...

mas sobrava sempre afeto

no final da divisão...!

Concurso de Natal/RN

 

DEUSDEDITH ROCHA - Fortaleza

Foi desprezando a razão,

nos idos tempos de moço,

que a doçura da paixão

levou-me ao fundo do poço.

Concurso de Maranguape

 

A. A. DE ASSIS - Maringá

Sonho um mundo onde o respeito

recupere o seu valor

e onde o amor pelo direito

gere o direito do amor.

Concurso de Belo Horizonte 

 

THEREZA COSTA VAL - BH

Sofro - amarga e já descrente -

com teu desprezo  velado:

vives de corpo presente,

mas tão ausente, a meu lado!

Concurso de Belo Horizonte 

 

DARLY O. BARROS - SP

Não somos um par perfeito,

mas, nas rusgas entre nós,

a batuta  do respeito

rege   sempre o tom da voz...

Concurso de Belo Horizonte 

 

FRANCISCO ARAÚJO GARCIA - Caicó

Sou sertanejo e não nego,

crestei meus pés neste chão.

Nestas marcas que carrego,

carrego o próprio sertão!

Concurso de Cantagalo

 

ÉLEN NOVAIS FÉLIX - Niterói

Malgrado a graça suprema

que o nosso olhar incendeia,

a juventude é poema

que a vida escreve na areia.

Concurso de Maranguape

 

WANDA DE PAULA MOURTHÉ - BH

Sejam fome e guerra extintas,

não mais violência e opressão:

nutram-se as bocas famintas,

não a boca do canhão!

Concurso de Natal / RN

 

///////////////////////////////////////////////////////////////////////////

 

NOTA = Eu: José Ouverney, coordenador do concurso, Pedro Mello, assistente de coordenação e José Ouverney Junior, responsável pelo site, sentimo-nos orgulhosos e felizes pelo êxito da promoção, agradecemos a todos que colaboraram de forma abnegada e graciosa e parabenizamos os autores das trovas contempladas ao final de todas as avaliações.

   Pindamonhangaba, 25 de fevereiro de 2010.


Comentar

Filtered HTML

  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.