XI ENCONTRO DE TROVADORES DE PETRÓPOLIS  -  1993
 
TEMA:  “MONARQUIA”
 
1º lugar:
Sentou, de noite, no trono
ao sonhar com a monarquia.
E foi rei durante o sono,
sendo vassalo de dia...
DORIVAL COUTINHO - SP
 
2º lugar:
Entre a paixão e o reinado
o Monarca se rendeu...
E o sangue azul foi cruzado
com a cor do sangue plebeu!
HELOISA ZANCONATO PINTO – Juiz de Fora
 
3º lugar:
O nobre amor, que eu vivia,
findou quando ela partiu...
De que vale a monarquia,
se meu império ruiu?
EDMAR JAPIASSÚ MAIA - RIO
 
4º lugar:
Da gana levando a marca,
por falso e breve regalo,
quem faz do ouro monarca
torna-se dele um vassalo!
PEDRO ORNELLAS - SP
 
5º lugar:
Quem faz, potente e seguro,
da monarquia o seu brado,
quer que o País do Futuro
siga de volta ao passado!
SÉRGIO BERNARDO – Nova Friburgo
 
 
6º lugar:
Tu a Rainha, eu o Rei,
nossa infância, que alegria!
Era um reinado sem lei,
nossa ingênua monarquia!
ZAÉ JUNIOR - SP
 
7º lugar:
Servidão sempre querida
é aquela em que o servidor
aprisiona a própria vida
à monarquia do amor.
ADÉLIA V. FERREIRA - SP
 
8º lugar:
Rei tu és e eu sou rainha,
quando o amor laços estreita...
nosso lar, feliz, aninha
a monarquia perfeita!
C AROLINA RAMOS - Santos
 
9º lugar:
Desces do trono... e, depois,
deixas coroa e fulgor,
para vivermos, nós dois,
a monarquia do amor!
LAVÍNIO GOMES DE ALMEIDA – B. do Piraí
 
10º lugar:
É monarquia!  Sonhei!...
E, despertando depois,
tu eras rainha e eu rei,
num reino só de nós dois...
J. STAVOLA PORTO - Niterói
 
11º lugar:
Viva o Rei, viva a Rainha,
do trenzinho da saudade!
Se o Brasil ficar na “linha”
ninguém perde a majestade!
JOÃO ELIAS DOS SANTOS – SP
 
12º lugar:
Teu desprezo causa a dor
que decreta esta verdade:
na monarquia do amor
jamais serei majestade!
VANDA FAGUNDES QUEIROZ – Curitiba
 
13º lugar:
Desproclame essa República
no plebiscito de abril
e restaure a moral pública
do monárquico Brasil!
FERNANDO L. A. SOARES - BH
 
14º lugar:
Monarquia!... Quando o povo
falar, pelo plebiscito,
sentirá Pedro, de novo,
a sorrir lá no infinito!...
HERMOCLYDES SIQUEIRA FRANCO - RIO
 
15º lugar:
De riqueza estar cercado
e viver na solidão,
é como ter conquistado
a monarquia de Adão!...
APARECIDO ELIAS PESCADOR - SP
 
 
 
 
&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&
 
 
TEMA:  “COLONO”
 
1º lugar:
Se colono me mantinhas
fingindo amor, queimarei
as lavouras que são minhas
sobre um chão que não terei!
ADÉLIA V. FERREIRA - SP
 
2º lugar:
Na terra, de metro em metro,
em árdua faina, o colono
faz, de charrua, seu cetro,
faz da lavoura, seu trono!
HELOISA ZANCONATO PINTO
 
3º lugar:
A esperança do colono
de sol a sol é cativa...
mas seu patrão não é dono
dos anseios que cultiva!
ZAÉ JUNIOR
 
4º lugar:
Pela vida, à semelhança
de um colono, sigo eu,
plantando nova esperança
onde a esperança morreu!...
JOSÉ TAVARES DE LIMA
 
5º lugar:
A mão do colono encerra
tanta esperança na lida
que, abrindo o ventre da terra,
sua enxada encontra... VIDA!
AMÁLIA MAX – Ponta Grossa
 
6º lugar:
Dorso curvado, sofrendo,
sob um sol ardente, a pino,
vai o colono fazendo
os sulcos de seu destino...
LUIZ M. STABILE – Uruguaiana / RS
 
7º lugar:
Nos cafezais do sertão
colono moureja o dia.
Farta a mesa do patrão,
enquanto a sua esvazia.
ALÍSIO ALFREDO SILVA – Juiz de Fora
 
8º lugar:
Declara o colono, austero,
no seu orgulho sem preço:
- Se planto tudo o que quero,
colho mais do que mereço!
HELVÉCIO BARROS – Bauru / SP
 
9º lugar:
Com suor puro e divino
sobre a terra ressequida,
o colono peregrino
molha a floresta da vida.
ANTONIO BISPO DOS SANTOS - NITERÓI
 
10º lugar:
O colono dedicado,
às seis horas, no sudeste,
reza, sozinho, ajoelhado,
para chover no nordeste.
JORGE MURAD - RIO
 
11º lugar:
Mora em meu peito um colono
que, amargando a dor sofrida,
colhe os frutos do abandono
no campo agreste da vida!
PEDRO ORNELLAS - SP
 
12º lugar:
Ao vê-la presa num gancho,
solitária na parede,
chora o colono, em seu rancho,
a solidão de uma rede!...
EDMAR JAPIASSÚ MAIA
 
13º lugar:
Por ser belo e bom colono
das terras da linda Estela,
por amor, tornou-se o dono
de tudo e... até mesmo dela!...
GERALDO P. MORAES – S. J. Campos
 
14º lugar:
Morto de fome outro filho
depois que o colono o enterra,
finca a cruz – dois pés de milho
que a seca deitou por terra!!!...
DARLY O. BARROS - SP
 
15º lugar:
O colono enxuga a testa,
alegre em sua missão,
pois tudo tem ar de festa
ao toque de sua mão.
NÍDIA IAGGI MARTINS – Nova Friburgo