ABÍLIO BARRETO  nasceu em Diamantina/MG, em 22 de outubro de 1883. Historiador, além de poeta. Publicou, entre outros: "Matizes" e "Cromos".

Por que me negas um beijo,
usurária de meiguices?
Se fosse teu meu desejo,
dar-te-ia quanto pedisses...

Ser feliz... Em que consiste
da vida o anhelado bem?
Acaso existiu ou existe
feliz, na verdade, alguém?

Duas pérolas - teus seios -
com dois rubis engastados.
Num desvario de anseios,
hei de possuí-los, roubados...