www.falandodetrova.com.br/ablopesribeiro

A. B. LOPES RIBEIRO, 

, de Paraisópolis/MG, deixou um livro de trovas: "Quadras em Profusão". 
Segundo Aparício Fernandes, "sua poesia possui uma melancólica beleza, que evidencia não apenas as amarguras e desilusões da alma do poeta, como também sua resignação cristã diante dos dissabores, alentada pela fé que depositava na Divina Providência".

Deixa que eu sofra sozinho
as penas que Deus me deu:
no céu existe um cantinho
para quem sofre como eu.

Agora vivo descrente,
de tudo perdi a fé!...
Vida? É boa... enquanto a gente
não sabe o que a vida é!...

Se a mocidade soubesse
como é bela a mocidade,
talvez não se envelhecesse
com tanta facilidade.

Procuro o que me conforte
nesta existência dorida:
não tenho medo da morte,
mas tenho medo da vida.