VI CONCURSO DE TROVAS DA ACADEMIA MAGEENSE DE LETRAS - 2008

Âmbito Nacional Vencedores TEMA: PÃO

Primeiro lugar:
Pobre pai, desempregado,
perde a fé, perde a razão,
ao ver seu filhinho amado
chorar por falta de pão.
Argemira Fernandes Marcondes - Taubaté/São Paulo

Segundo lugar:
Como dói ver um irmão,
num país com tanto fruto,
morrer por falta de pão,
debaixo de um viaduto!
Éderson Cardoso de Lima - Niterói/RJ

Terceiro lugar:
A sala foi escolhida!
Durante a ceia, presente,
Jesus se fez pão da vida
num mistério transcendente!. . .
Alfredo de Castro - Pouso Alegre/Minas Gerais

Quarto lugar:
O pão que sobra na mesa
de todo rico safado,
foi tirado com certeza,
da boca de um pobre honrado.
Nazareno Tourinho - Belém/Pará

Quinto lugar:
Só Deus conhece a tristeza,
de um pai que lutando em vão,
vê a fome rondando a mesa,
e a mesa faltando o pão!
Campos Sales - São Paulo - São Paulo

MENÇÃO HONROSA

O faminto, desvalido,
uma lei divina cobra:
todo pão, bem dividido,
dá para todos – e sobra!
Heron Patrício - São Paulo/São Paulo

Deus nos dá o pão cada dia;
Dá-nos paz, amor e luz.
Vivamos com alegria:
O pão da vida é Jesus!
Clayr F. Malty - Brasília/Distrito Federal

Se você reparte o pão
com quem de fome padece,
mostra a face do cristão
num gesto de amor... de prece.
Relva do Egypto Rezende Silveira - Belo Horizonte/Minas Gerais

Dele vem o meu sustento,
reconheço comovida.
Ele é sólido alimento;
Jesus Cristo é o pão da vida.
Walma da Costa Barros - Niterói/Rio de Janeiro

Me põe os cabelos brancos,
e corta o meu coração,
ver as fortunas nos bancos
e tanta gente sem pão!
Campos Sales - São Paulo/São Paulo

Peço a Deus, que em nosso lar
tenhamos sempre alegria
de nunca vermos faltar
nosso pão, de cada dia.
Amael Tavares da Silva - Juiz de Fora/Minas Gerais

O pão que alimenta o pobre
custa muito sacrifício;
mais triste é que se descobre
noutras mesas desperdício!!!
Alba Helena Correa - Niterói/Rio de Janeiro

MENÇAO ESPECIAL

Pão e vinho simplesmente
Cristo, num gesto profundo,
tornou-se Corpo Presente
na Maior Ceia do mundo!
Maria de Fátima Soares de Oliveira - Juiz de Fora/Minas Gerais

Ter sempre o pão sobre a mesa
para alimentar o filho,
é mais que uma luz acesa
enchendo a casa de brilho...
Amael Tavares da Silva - Juiz de Fora/Minas Gerais

Quantos banquetes regados
a vinho, trufa e salmão;
quantos irmãos relegados
sem água, sem luz, sem pão!
Francisco José Pessoa - Fortaleza/Ceará

Dinheiro, não tenho tanto
para os seus luxos “bancar”.
Mas o pão nosso, garanto,
Deus não vai deixar faltar!
Analice Feitoza de Lima - São Paulo/São Paulo

Dá quem pode . . . Não desminto . . .
Mas por ser tão negra a fome,
quem nega um pão ao faminto
não merece o pão que come!
José Tavares Lima - Juiz de Fora/Minas Gerais

Nos trigais do sentimento
que contra o vento eu transponho
cozi o pão sem fermento
no forno quente de um sonho.
Francisco José Pessoa - Fortaleza/Ceará

Vou lhes dar um pedacinho,
do pão que minha mãe fez
pois foi feito com carinho
para comer com vocês.
Neiva Fernandes - Campos//RJ

==============================================

Âmbito Nacional TEMA: “MICO”

Primeiro lugar:
“Paga mico” o jardineiro
que vive galhos podando,
e em sua casa, o leiteiro
outros “galhos” lhe plantando...
João Paulo Ouverney - Pindamonhangaba/SP

Segundo lugar:
Pagou um mico o prefeito,
quando o irmão gêmeo morreu!
Pôs uma placa no peito:
“O defunto não sou eu!”
Josafá Sobreira - Rio de Janeiro/RJ

Terceiro lugar:
O meu vizinho – o Alfredo,
é metido a valentão
mas “paga mico” de medo
ante a agulha de injeção.
Djalda Winter dos Santos - Rio de Janeiro – RJ

Quarto lugar:
Um casal tão agitado
no sofá com namorico,
parecia ter tomado
um banho de pó-de-mico!...
Roberto Tchepelentykyt - São Paulo/SP

Quinto lugar:
Por agir sem ter cautela
um grande mico eu paguei,
investi numa donzela
que na verdade era um gay!...
Ademar Macedo - Natal/RN

MENÇÃO HONROSA

Chega atrasado ao velório
do amigo, há pouco enterrado,
pagando mico, o simplório:
foi velar defunto errado.
Maria de Fátima Soares Oliveira - Juiz de Fora/MG

Pulava de galho em galho,
o mico, de olhos fechados,
e, bem alto, num atalho
não viu que foram cortados...
Lucilia A. T. Decarli - Bandeirantes/Pr

Pagou mico ao discursar
no dia da formatura:
para seu imenso azar
lhe caiu a dentadura!
Flávio Ferreira da Silva - Nova Friburgo/RJ

No escurinho do cinema
um grande mico eu paguei:
ao beijá-la. . . que problema!
foi a sogra que eu beijei.
Nei Garcez - Curitiba/PR

Ao ler “FAZ-SE PRÉ-NATAL”
pasmo, o guri solta o mico:
- “Caraca! é num hospital
que Papai Noel faz bico!”
Cleber Roberto de Oliveira - São João de Meriti/RJ

O chão do quarto molhado. . .
A sogra pagou o mico
após seu grito abafado:
- Meu Deus! errei o penico!!!
Roberto Tchepelentyky - São Paulo/SP

Não paga mico a vizinha,
pois quando o marido sai,
sabendo que está sozinha,
vai pra rua. . . e vai que vai! Bessant - Pindamonhangaba/SP

MENÇÃO ESPECIAL

Estando muito “apertado”,
não notei a porta errada..
Paguei um mico danado
aos gritos da mulherada.
Ruth Farah Nacif Lutterback - Cantagalo/ RJ

Que mico: o cara, simplório,
até por falta de assunto,
pôs-se a contar, no velório,
anedotas de . . . defunto!...
José Ouverney - Pindamonhangaba/SP

“Pagou mico” e foi vaiado
ao vestir a fantasia
com o adorno inesperado
de chifres, na alegoria!
Giva da Rocha - São Paulo/SP

Pagou um “mico” o compadre
no baile de fantasia;
foi “cantar” logo a comadre
que contou para a Maria...
Lucilia A.T Decarli - Bandeirantes/PR

Por ganhar a aeromoça,
diz ser Major Fuzileiro.
Pagou mico, quando a moça,
pegou, lavando o banheiro.
Francisco Neves de Macedo - Natal/RN

Pagar Mico? Infelizmente,
devendo além do cangote,
até Mico, o inadimplente
não paga: - passa calote! ! !
Regina Célia de Andrade - Magé/RJ

Sem dinheiro, o pobre luso,
pede desculpas, pois não,
pago o “mico”, não recuso,
mas se for a prestação?
Istela Marina Gotelipe Lima - Bandeirantes/PR