Academia Mageense de Letras  (25 anos elevando a cultura de Magé/RJ)
Fundada em 26 de agosto de 1988
Utilidade Pública do Estado do Rio de Janeiro (Lei n.º 2058/93)

 

TEMA: ACADEMIA (L/F)
 
1.º LUGAR
Deus proteja a Academia
e seus nobres beletristas
que exibem, com euforia,
um Jubileu de conquistas!!!
JOSE OUVERNEY – PINDAMONHANBAGA – SP
 
2.º LUGAR
Que glória para a cidade
ter a sua Academia:
- sinal de que a sociedade
cultiva ainda a poesia!
ANTONIO AUGUSTO DE ASSIS – MARINGÁ – PR
 
3.º LUGAR
Na Arte da Sabedoria –
Escrita em Dez Mandamentos...
A vida é uma Academia,
Perpétua em todos momentos...
ANA MARIA GUERRIZE GOUVEIA – SANTOS – SP
 
4.º LUGAR
É o mundo globalizado
um deserto sem mesura
e a Academia, a seu lado,
um oásis de cultura!
RENATA PACCOLA – SÃO PAULO – SP
 
5.º LUGAR
Fértil templo do cultivo
das letras e probidade,
a Academia é um arquivo
da Cultura da cidade!
EDMAR JAPIASSU MAIA – NOVA FRIBURGO – RJ
 
6.º LUGAR
Academia é cultura
ou saber, em movimento,
que se aprende e que perdura
no livro do pensamento.
ANTÓNIO JOSÉ BARRADAS BARROSO – PAREDE – PORTUGAL
 
7.º LUGAR
O dono da funerária,
bom de prosa e de poesia,
fez-se em vida literária
o imortal da academia...
NILTON MANOEL – SP
 
8.º LUGAR
Vida longa à Academia
na nobre missão de ser:
seu viver para a poesia
faz a poesia viver.
DULCIDIO DE BARROS MOREIRA SOBRINHO – JUIZ DE FORA – MG
 
9.º LUGAR
Na sala da academia,
fonte da literatura,
jorra emoção em poesia,
para a sede da cultura.
VANDA ALVES DA SILVA – CURITIBA – PR
 
10.º LUGAR
Tens, Ó nobre Academia
por teus feitos culturais,
a glória da confraria:
a láurea dos Imortais!
FABIANO DE CRISTO MAGALHÃES WANDERLEY – NATAL – RN
 
TEMA: TREM (H)
 
1.º LUGAR
Olho grande?!... Diz Francisco
igual mineiro não tem,
pois se cair no olho um cisco
ele diz: Caiu um trem!!!...
GIOVANELLI – NOVA FRIBURGO – RJ
 
2.º LUGAR
É certo que prometi
Ir contigo nesse trem,
Mas quando te conheci
Ele partiu sem ninguém.
OLÍVIA ALVAREZ MIGUEZ BARROSO – PAREDE – PORTUGUAL
 
3.º LUGAR
No vagão superlotado
É tanto o calor no trem
que quem se abana, sentado,
abana os troços de alguém!
EDMAR JAPIASSU MAIA – NOVRA FRIBURGO – RJ
 
4.º LUGAR
Com muito orgulho, dizia,
lá na Central, a mocinha:
“Eu pego o trem todo dia
pra mostrar que ando na linha!”
MARIA MADALENA FERREIRA – MAGÉ – RJ
 
5.º LUGAR
Ante o acidente de trem,
O luso quebra um trenzinho
E se explica para alguém:
- Mato enquanto é filhotinho!
RENATA PACCOLA – SÃO PAULO – SP
 
6.º LUGAR
Por assédio à passageira,
o maquinista apanhou!!!...
Na maca, diz pra enfermeira:
- O meu trem... descarrilhou...
THEREZINHA DIEGUEZ BRISOLLA – SÃO PAULO – SP
 
7.º LUGAR
Rebolando num vaivém
que esbanja provocação,
sempre que ela entra no trem,
leva os homens da estação!
JOSAFÁ SOBREIRA DA SILVA – RIO DE JANEIRO – RJ
 
8.º LUGAR
Sempre que o trem apitava,
rompendo na madrugada,
o casalzinho acordava,
e aumentava a filharada!
CAMPOS SALLES – SÃO PAULO – SP
 
9.º LUGAR
Sogra Maria-fumaça
Foi o “trem” que Deus me deu,
Fumar é sua desgraça,
Quem leva fumo sou eu.
FLÁVIO FERREIRA DA SILVA – NOVA FIBURGO – RJ
 
10.º LUGAR
A prudência nos ensina
que a boa escolha faz bem!
Por isso, desde menina...
não embarco em qualquer trem!
DIVA MARIA DE MORAES – NOVA FRIBURGO – RJ
 
Comissão Julgadora: acadêmicos Ailson Cardoso de Oliveira, Antônio Seixas e Tassélio de Souza Pereira.
 
Presidente da Academia Mageense de Letras: acadêmico Paulo José Lopes
Coordenador do concurso: acadêmico Antônio Seixas.
 
Observação: a entrega dos diplomas foi efetuada na sessão solene comemorativa dos 25 anos de fundação da Academia Mageense de Letras, dia 26 de agosto de 2013 (segunda-feira), às 19h, no auditório da OAB-Magé (rua Dr. Domingos Bellizzi, 155, Centro, Magé, RJ – em frente ao fórum da cidade).