ADA REGINA GUIMARÃES, filha de Nelson Macieira Guimarães e Diva Paulo Guimarães, nasceu na cidade do Rio de Janeiro em 27 de fevereiro de 1951. Já em 1966 publicou: "Quinze anos... Quinze trovas...".
Foi esposa, em segundo casamento, durante vinte e dois anos, do célebre jornalista Roberto Porto, pai do narrador Roby Porto. E é mãe do "advogado do Fluminense" Mário Bitencourt. 
Faleceu no dia 30 de novembro de 2010, depois de uma luta de quinze anos contra o câncer.

Que a ternura do Natal
induza o povo a pensar
que o mundo todo é igual   (Jornal Correio da Manhã 1968)
e juntos somos um lar.

Tens tudo e não és feliz,     (Jornal Correio da Manhã 1970)
mas eu nunca te invejei,
pois tive tudo o que quis
nos sonhos que alimentei.

Os teus olhos são tão belos,
teu olhar tão sonhador,
que eu diria que são elos
prendendo-me ao teu amor...

Na última despedida,
no rumo da eternidade,
não sofre quem deixa a vida,
mas quem fica com a saudade...

Amanhã eu tenho prova,
mas estudar, qual o quê!
Só consigo fazer trova
e me lembrar de você!