ALFREDO ALISSON E. VALADARES, de saudosa memória, nascido em Sete Lagoas a 21.01.1945, foi um dos pilares da seção da UBTde Sete Lagoas. Bacharel em Direito e graduado em Letras, paralelamente às suas atividades profissionais - ele que era um renomado e respeitável professor - além de grande trovador, foi também um incansável pesquisador de música popular brasileira e colecionador de discos.
     Por 25 anos produziu e apresentou o programa "Difundindo a Boa Música", na Rádio Cultura de Sete Lagoas. Começou a colecionar discos em 1962, chegando à incrível marca de 13.000 volumes, em sua maioria LPs. Lutou pela criação do Museu da Imagem e do Som de Sete Lagoas, tendo sido seu primeiro presidente quando o museu foi inaugurado em 1997. Como pesquisador, desenvolveu atividades também no campo literário e jornalístico. Além da União Brasileira de Trovadores, foi também membro da Academia Sete-Lagoana de Letras e do Clube de Serenata de Sete Lagoas.

 
Hoje, velhinhos que somos,
são nossos olhos em festa,
um santuário onde pomos
toda a ternura que resta.

Só quem amou compreende
este ditado exemplar:
a mulher que a dois pretende,
a três deseja enganar.

Eu, muitas vezes absorto,
esta verdade constato:
quanto gente enxerga torto
sem ser zarolha de fato!

Em meio às paixões fictícias
de minha vida agitada,
comprei milhões de carícias
e continuo sem nada.

Quebrado o grilhão do agravo
o júbilo então me invade.
Porém continuo escravo:
escravo da liberdade.

TROVAS DE BOM HUMOR

Cai a velha na lagoa                      (trova vencedora em Bandeirantes/PR em 2002)
sendo a custo resgatada,
mas seu genro não perdoa:
– tanto barulho por nada?!!!              

Sofre o carteiro, na mata,
um arranjo repentino.
Muita carta, nessa data,
não chegou ao seu destino...

Um carteiro dedicado,
em um dia de atropelo,
acabou sendo chamado
de relaxado, sem sê-lo!