ALTAIR FERNANDES CARVALHO é um trovador bissexto: sua atuação mais constante sempre foi na prosa, notadamente o conto. Mesmo assim, nas  poucas vezes que se aventurou no terreno da Trova, sempre o fez com muito brilho. Nascido em Pindamonhangaba no dia 29 de setembro de 1956, filho de Francisco Carvalho e Olívia de Jesus Fernandes Carvalho. Ex-policial militar, abraçou o jornalismo a partir de 1986. Sempre colaborou com a UBT Pinda, na elaboração dos concursos de trova para estudantes.

Cultivar ressentimento...
Atividade infeliz!
É querer que o ferimento      (17º lugar - Menção Honrosa em Sete Lagoas - 1997 - Tema Livre)
dure mais que a cicatriz!

Brasil, torrão quinhentista!
Entre as brumas dos teus mares      (3º lugar em Taubaté - 2000)
o trovador ainda avista
caravelas seculares...

Naquele mil e quinhentos,       (21º lugar em Petrópolis - 2001)
no plantar da grande cruz,
o maior descobrimento
fez o índio, foi JESUS!

Bom marujo não se entrega      (Menção Honrosa em São João da Boa Vista - 1996)
nem gosta de calmaria,
pois sabe que é na refrega
que se molda a valentia.