AMILTON MACIEL MONTEIRO, advogado, professor, poeta e prosador, domiciliado em São José dos Campos desde 1959 mas nascido em Guaratinguetá, em 25 de julho de 1931.

 

Nossa vida é mesmo assim,
qual um rolo de papel...
quanto mais perto do fim,             (
Menção Especial em Natal, 2008)
mais dispara o carretel!

 

Quem quiser bem conhecer
alguém em profundidade
basta só lhe conceder
um pouco de autoridade...

 

Aprendi, vendo um faquir,
algo que ninguém me disse:
é importante saber rir
com a própria caduquice!

 

Pachorra não é fobia
de trabalhar obrigado;
penso que seja mania
de se achar sempre cansado.

 

Sinal de maturidade
de alguém em qualquer momento
é manter serenidade,
se lhe assalta o sofrimento.

 

De bom exemplo um só grama
vale muito, muito mais,
que uma arenga que se inflama
com mil conselhos banais.

 

De fato, não há ciência,
pois é caso constatado,
somos todos conseqüência
do que fomos no passado.

 

Procure a felicidade
que sempre existe em doar-se
a quem tem necessidade.
Mas sem alarde. Disfarce...

 

A natureza agredida
não se defende e nem xinga,
mas no decorrer da vida
cedo ou tarde, ela se vinga.

 

O medo é perturbador
e afeta a nossa razão;
faz que coisas sem valor
pareçam mais do que são.

 

Se amamos todos a vida
(ninguém deseja ser morto...);
que estupidez essa lida,
dos que defendem o aborto!

 

Um casamento feliz,
sem danos ou dissabores,
é feito, como se diz,
de dois bons perdoadores.

 

A beleza da floresta

é tamanha aos olhos meus

que ao fitá-la, só me resta,

dar muitas graças a Deus!

 

Onde o chão tem muita pedra

é difícil cultivar;

o que se planta não medra

e nem adiante adubar!

 

Ainda bem que a Ecologia

está educando a gente

e, mais dia, menos dia,

só haverá gente decente!

 

Inteligência apurada

tem o meu cão lavrador;

só olho, sem dizer nada,

e ele pára ao meu dispor!

 

O porte de uma palmeira

me fascina e até me assombra,

pois apesar de altaneira

a ninguém ela faz sombra!

 

Qual vertente transbordante

sob os fortes temporais,

meu peito não é bastante

à enxurrada de seus ais!

 

Vate sem inspiração

é igual à faca sem corte,

pior que braço sem mão

e riqueza após a morte!

 

Inteligência maior

que eu possuo é a do meu corpo;

sempre me aplica de cor

qualquer tipo de anticorpo!

 

Todo dia nós chegamos

mais perto da eternidade

e deixamos nossos ramos

formando a posteridade!

 

Minha maior alegria

foi saber que Deus me ama!

Isso é tudo o que eu queria,

para por fim ao meu drama!

 

Eu oro a Deus todo dia

pedindo paz em meu lar

e muita sabedoria

em meu agir e falar!