XII JOGOS FLORAIS DE AMPARO/SP = 2002

ÂMBITO NACIONAL = TEMA “FOME”
(Comissão Julgadora: Domitilla Borges Beltrame, Héron Patrício, José Ouverney e Renata Paccola)

VENCEDORES (por ordem de classificação)

A fome não há quem dome...
E o pobre, ao fim da jornada,
vai dormir com sua fome, e
a fome... fica acordada!
EDMAR JAPIASSÚ MAIA – Rio de Janeiro

Num mundo de ódio repleto
há tanta fome de amigo
que um pequeno grão de afeto
vale por mil grãos de trigo!
ANTONIO JURACI SIQUEIRA – Belém

Ao bem nutrido não cabe
julgar as crises da vida;
quem passa fome é que sabe
que falta faz a comida!
HELOISA ZANCONATO PINTO – Juiz de Fora

Ajuda sem ver o nome,
porque a fome é coisa séria...
Certidão dos que têm fome
traz um só nome: Miséria!
EDMAR JAPIASSÚ MAIA

A fome... o pedido... o “Não”!
Dois carentes, na verdade:
ao primeiro falta o pão;
ao segundo... caridade!
REGINA Célia de Andrade – Magé

 

MENÇÕES HONROSAS (por ordem alfabética)

Ao ciúme que te consome
devias ficar atento...
Só um tolo passa fome
tendo amor por alimento!
JOAQUIM CARLOS MOREIRA DA COSTA – Nova Friburgo

Sofrendo todo o rigor
da saudade, que maltrata,
eu sei, com fome de amor:
- fome de amor também mata!...
JOÃO FREIRE FILHO – Rio de Janeiro

As revoltas não têm fim
e explodem cada vez mais,
que a fome acende o estopim
das convulsões sociais!
JOÃO FREIRE FILHO

Olhando tanta fartura
nos vem a constatação,
de que a fome se estrutura...
nos pilares da omissão!
REGINA CÉLIA DE ANDRADE

Crianças de rua!... Vêde.
- Fora da escola... sem nome.
No saber, morrem de sede...
No corpo, morrem de fome!...
RODOLPHO ABBUD – Nova Friburgo

 

MENÇÕES ESPECIAIS

Esse é o pior dos horrores
que excede qualquer lembrança:
- Ver a fome ao vivo e em cores
nos olhos de uma criança.
ALMERINDA LIPORAGE – Rio de Janeiro

Sentindo a fome que espreita
eu me comovo e enraiveço
ao ver queimada a colheita
para um controle de preço.
ALONSO ROCHA – Belém

O Poeta o peito escalavra
e, em seu secreto labor,
oferta o pão da palavra
aos que têm fome de amor!
ANTONIO JURACI SIQUEIRA

Não pode haver raciocínio
quando a miséria, sem nome,
invade qualquer domínio
e o domina pela FOME!...
HERMOCLYDES SIQUEIRA FRANCO – Rio de Janeiro

Se com fome estende a mão,
a criança mais procura
junto ao pedaço de pão,
uma sopa de ternura.
JOSÉ HENRIQUE DA COSTA – Magé

Curvado, sulcando a terra,
o colono vai, sem nome,
travando uma dura guerra
contra a injustiça e a fome.
LUIZ MACHADO STABILE – Uruguaiana

A fome que me consome,
só não chega a me vencer,
porque, acima dessa fome,
há uma fome de viver!...
MARCELO ZANCONATO PINTO – Juiz de Fora

Quem mata a fome de alguém,
mais que um ato de bondade,
entrega, a quem nada tem,
um quinhão de dignidade!
MARISA VIEIRA OLIVAES – Porto Alegre

Nenhuma fome é sadia,
mas, se “justiça” é seu nome,
e “paz” sua estrela-guia,
bendita seja essa fome!
NEWTON MEYER DE AZEVEDO – Pouso Alegre

Na rua, a infeliz criança
vagando, entre outras sem nome,
jamais provou a esperança,
mas sabe o sabor da fome.
THEREZA COSTA VAL – Belo Horizonte

..................................................................................

ÂMBITO ESTADUAL = TEMA “PAZ”
(Comissão Julgadora: A. A. de Assis, Arlindo Tadeu Hagen, Orlando Brito e Rodolpho Abbud)

VENCEDORES (por ordem de classificação)

Falamos muito de paz
mas, às vezes, esquecemos
que todo bem que ela traz
é todo o bem que fazemos.
JUDITE DE OLIVEIRA – Taubaté

Embora anseio profundo,
qualquer esperança some:
- não pode haver paz no mundo,
enquanto houver ódio e fome!
CAROLINA RAMOS – Santos

A paz se faz com amor
e o que mais nos desafia
não é plantar uma flor,
mas regá-la todo dia!
JOSÉ OUVERNEY – Jambeiro

Brigamos, mas a tormenta
em instantes se desfaz;
um grande amor sempre inventa
um arco-íris de paz!...
DOMITILLA BORGES BELTRAME – São Paulo

Quando vejo uma criança
brincando ao léu, algo faz
que um sorriso de esperança
me mostre a face da Paz
JOSÉ MORGADO – Pindamonhangaba

 

MENÇÕES HONROSAS (por ordem alfabética)

Muda, meu peito e, depressa,
não percas mais tempo, é urgente:
- a paz no mundo começa
dentro do peito da gente!
DARLY O. BARROS – São Paulo

Olho a tapera habitada
e em minha fé me concentro:
- Feita de restos de “nada”!...
- e quanta paz tem por dentro!!!
ERCY MARIA MARQUES DE FARIA – Bauru

Se existisse em cada face
mais amor, menos desdém,
talvez o Mundo encontrasse
a paz que anseia... e não tem.
JOSÉ OUVERNEY

A vida se faz contente,
em qualquer tempo e lugar,
onde haja a paz inocente
de uma criança a brincar.
SEBAS SUNDFELD – Tambaú

Sem ódio... sem armamento...
sem heróis, que a guerra faz,
será, o mundo, um monumento
erguido em nome da PAZ!
THEREZINHA DIEGUEZ BRISOLLA – São Paulo

 

MENÇÕES ESPECIAIS

Nenhum governo da Terra
assume aquilo que faz,
pois não declara que é guerra
sua guerra pela paz...
ANTONIO COLAVITE FILHO – Santo André

A vida tem a proposta
para se viver em paz:
É fazer o que se gosta
e gostar do que se faz!
ANTONIO VALENTIM RUFATTO - Bauru

O terrorismo que aterra
somente tragédias traz,
só quem sabe o que é a guerra
é que dá valor à Paz.
ARGEMIRA F. MARCONDES – Taubaté

Olho o campo e a tarde quente
traz-me a paz que não tem fim,
de uma cigarra dolente
cantando dentro de mim.
CAMPOS SALES – São Paulo

Como é bom café quentinho
com broinhas de fubá.
Fogão de lenha, um ranchinho
e a paz que a roça me dá!
EDNA VALENTE FERRACINI - São Paulo

Que o rostinho do inocente
ante o conflito voraz,
seja um lembrete insistente
aos que perturbam a paz!
ERCY MARIA MARQUES DE FARIA

Pombas-da-paz prometidas
pelos países mais ricos,
não portam ramas floridas
e sim ogivas nos bicos.
HERIBALDO GERBASI - São Paulo

A paz nos pede uma chance
e eu me dou conta – com medo –
que a temos quase ao alcance...
e não movemos um dedo!
JOSÉ OUVERNEY

Muitas vezes, nesta Terra
é preciso muito mais
coragem, não para a guerra,
mas para viver em paz...
JOÃO PAULO OUVERNEY - Pindamonhangaba

A minh’alma não se cansa,
malgrado tanto conflito,
e busca a luz da esperança
na paz que vem do Infinito!
JOSÉ VALDEZ DE CASTRO MOURA - Pindamonhangaba

............................................................................

IV CONCURSO – HOMENAGEM = TEMA “UNIMED”
(Comissão Julgadora: Carlos de Souza, José Tadeu de Campos Nóbrega e Vitor Sérgio Couto dos Santos) 

VENCEDORES (por ordem de classificação)

A inspiração do poeta
em Amparo se renova:
UNIMED É A MAIS COMPLETA
DAS LIÇÕES DE AMPARO À TROVA!
Sérgio ferreira da Silva – São Paulo

Tem a Unimed, eu diria,
de Amparo, dupla virtude:
de um lado, ampara a poesia
e, de outro, ampara a saúde!
WILSON MONTEMÓR – Resende / RJ

É bom que você decida
enquanto a família pede:
quem tem um plano de vida
tem um plano da Unimed!
SELMA PATTI SPINELLI – São Paulo

Se “saúde” fosse o tema
e a Unimed, trovadora,
levaria, sem problema
o troféu de... VENCEDORA!
ÉLBEA PRISCILA DE SOUSA E SILVA – Caçapava

À UNIMED o meu respeito
e também os meus louvores
- por seu trabalho perfeito...
- pelo apoio aos Trovadores...
ERCY MARIA MARQUES DE FARIA - Bauru