XIII JOGOS FLORAIS DE AMPARO/SP = 2003

ÂMBITO NACIONAL = TEMA “PEDRA”
(Comissão Julgadora: Carolina Ramos, Domitilla Borges Beltrame, Héron Patrício, José Ouverney e Sebas Sundfeld)

VENCEDORES

1º lugar:
Deus reprova os arrogantes
pois, para o espanto de alguns,
sempre esconde os diamantes
entre as pedras mais comuns!
GERSON CESAR SOUZA – São Mateus do Sul / PR

2º lugar:
Jamais alcança o talento
quem do estudo foge à luta:
a pedra sem polimento
será sempre pedra bruta.
JOSÉ MARIA MACHADO DE ARAÚJO – Rio de Janeiro

3º lugar:
Ferem-me as pedras... Mas sigo
sem me curvar ao revés;
pois quando um sonho persigo,
nem sinto as chagas dos pés!...
JOSÉ TAVARES DE LIMA – Juiz de Fora

4º lugar:
Feita de sonho e de luta,
de alegria e de penar,
a vida é uma pedra bruta
que temos de lapidar.
SANDRO PEREIRA REBEL – Niterói

5º lugar:
Tenho por norma e feitio
não revidar malquerenças...
Na pedra, gravo o elogio;
na areia, escrevo as ofensas!...
JOSÉ TAVARES DE LIMA – Juiz de Fora

 

MENÇÕES HONROSAS (ordem alfabética)

Na derradeira rodada
do bingo da solidão,
tu foste a pedra cantada
que me fechou o cartão...
EDMAR JAPIASSÚ MAIA – Rio de Janeiro

Dizem que eu sonho em excesso,
mas insisto em vôos altos,
e as pedras, nas quais tropeço,
impulsionam novos saltos!!!
GERSON CESAR SOUZA

Ante a pedra o tolo volta;
o fraco espera sozinho;
o descrente se revolta
e o sábio limpa o caminho!...
JOAQUIM CARLOS – Nova Friburgo

Por seus dotes, não se humilha
nem se endeusa um semelhante:
- Se a pedra bruta não brilha,
não calça a rua o diamante!
SÉRGIO BERNARDO – Nova Friburgo

A pedra mais traiçoeira,
que oferece mais perigo,
não sai da rude pedreira,
mas da mão do falso amigo.
WALDIR NEVES – Rio de Janeiro

 

MENÇÕES ESPECIAIS

Pedra preciosa num cofre
fechado às causas do bem,
que não ajuda a quem sofre
não serve para ninguém!
ALFREDO DE CASTRO – Pouso Alegre

Eu não me curvo ao fracasso
e, de conflito em conflito,
pedra por pedra refaço
meu sonho rumo ao infinito.
ALONSO ROCHA – Belém

Se o descaso é pedra dura,
vou batendo, a qualquer prazo,
a água mole da ternura
nas pedras do teu descaso.
ARLINDO TADEU HAGEN – Juiz de Fora

Sorria... sem mais retoque...
Deixe a tristeza... e sorria...
- Sorriso é a pedra de toque
na construção da alegria!
BENEDITO CAMARGO MADEIRA – Pouso Alegre

Coração que és pedra dura,
vê lá se mudas, vá lá!
Quem não transmite ternura
não recebe o que não dá!
CACILDA CELSO – S. João do Estoril / Portugal

Depois que os rumos mudaram,
meus passos buscam, tristonhos,
as pedras que desviaram
a estrada azul dos meus sonhos!...
CLENIR NEVES RIBEIRO – Nova Friburgo

Ante o tempo que se embaça,
ante a calúnia que medra,
por mais que eu seja vidraça,
jamais pretendo ser pedra!
EDUARDO A. TOLEDO – Pouso Alegre

As calúnias que, em segredo,
quais pedras, lanças a eito,
são pedaços do penedo
que tens dentro do teu peito!
JOÃO FERNANDO ANTUNES SERRANO – Amadora / Portugal

Podia, se fosse ouvido,
evitar dor e tormentos,
o que Deus deixou contido
na pedra dos mandamentos.
MARGARIDA TANINI – Juiz de Fora

Se eu não puder ser a Lua
a te cobrir de luar,
que eu seja as pedras da rua,
onde tu possas pisar.
MARIA MADALENA FERREIRA – Magé

==============================================

ÂMBITO ESTADUAL = TEMA “ESTRELA”
(Comissão Julgadora: Arlindo Tadeu Hagen, Edmar Japiassú Maia, João Freire Filho, Newton Meyer Azevedo e Orlando Brito)

VENCEDORES

1º lugar:
Pessoas que, na ilusão,
cantam virtudes sem tê-las,
são como as poças do chão
que pensam conter estrelas.
MARINA BRUNA – São Paulo

2º lugar:
Eis que uma estrela me brinda,
passando em frente à janela;
mas... se nem noite é ainda...
Meu Deus! Então era ela!!!
JOSÉ OUVERNEY – Jambeiro

3º lugar:
As afrontas do passado
não guardo! Vou esquecê-las!
Pois, bem sei que um céu nublado
não me deixa ver estrelas!
JOSÉ VALDEZ DECASTRO MOURA – Pindamonhangaba

4º lugar:
Falo à minha confidente!...
Lá no céu, onde se esconde,
minha estrela, displicente,
pisca... pisca... e não responde.
THEREZINHA DIEGUEZ BRISOLLA - São Paulo

5º lugar:
Não podendo compreendê-las,
apaguei as fantasias,
sem saber que eram estrelas
nas minhas noites vazias.
ALBA CHRISTINA CAMPOS NETTO - São Paulo

 

MENÇÕES HONROSAS (ordem alfabética)

Desconfio que as estrelas
namoram... de forma arisca:
à noite é possível vê-las
num eterno pisca-pisca...
HÉRON PATRÍCIO - São Paulo

A grandeza imaginária
que todo vaidoso tem,
é uma estrela solitária
brilhando sobre... ninguém...
IZO GOLDMAN - São Paulo

Quando a glória está fugindo,
conserva a fé que seduz!
Pois, uma estrela caindo
deixa seu rastro de luz!
JOSÉ VALDEZ DE CASTRO MOURA – Pindamonhangaba

Há estrelas por toda parte:
no céu, na terra, no mar...
E descubro, ao contemplar-te,
mais duas no teu olhar.
CIDOCA DA SILVA VELHO – Jundiaí

Estrelas de um céu bonito,
que a noite tanto seduz,
são goteiras do infinito
pingando gotas de luz. SEBAS SUNDFELD – Tambaú

 

MENÇÕES ESPECIAIS

Fui palhaço, e até compensa
pensar que o circo valeu...
se houve estrela mais intensa,
a mais amada fui eu...
ALBA CHRISTINA CAMPOS NETTO - São Paulo

A noite é mais bela quando
cessa a chuva e vem a lua,
num céu de estrelas brilhando
nas poças d’água da rua.
CAMPOS SALES – São Paulo

Tu és a estrela constante
que minha vida enternece
- de noite, luz insinuante...
- de dia, sol que me aquece!...
CAROLINA RAMOS – Santos

Nem o Sol pode entender
a estrela que ele namora:
- É “Vésper” no anoitecer,
mas é “D’Alva” à luz da aurora...
IZO GOLDMAN

São as estrelas cadentes,
com seu rastro tão bonito,
diamantes reluzentes
no garimpo do infinito...
JOÃO PAULO OUVERNEY – Pindamonhangaba

Tão linda era a luz, na rua,
que o ébrio tentou bebê-la,
mas tropeçou numa lua
e caiu sobre uma estrela!...
JOSÉ OUVERNEY – JAMBEIRO

Tu vives no teu mirante;
e eu, na saudade, em açoite,
quero ser, mesmo distante,
uma estrela em tua noite.
CIDOCA DA SILVA VELHO

Das estrelas não esperes
mais que palavras ao vento;
as estrelas são mulheres
que piscam sem sentimento.
SELMA PATTI SPINELLI – São Paulo

Estrelas?... Contei milhares...
Amores?... Poucos contei...
Mas, eu juro: - Se me amares,
todas... todas te darei!
SÉRGIO FERREIRA DA SILVA - São Paulo

Embora a paixão me afoite,
a minha esperança é vã...
- Tu és o sol... eu sou noite.
- Eu sou estrela... és manhã!
THEREZINHA DIEGUEZ BRISOLLA - São Paulo