XIV JOGOS FLORAIS DE AMPARO/SP = 2006

ÂMBITO NACIONAL = TEMA “SAÚDE”
(Comissão Julgadora: Carolina Ramos, José Ouverney e Eliana Dagmar)

VENCEDORES (por ordem alfabética)

Alvas cãs, de braços dados,
comove vê-los passar...
saúde fraca, cansados,
um ao outro a se amparar...
FERNANDO CRUZ – Rio de Janeiro

Feliz de quem na atitude
do aperto entre as mãos sofridas,
sem ter completa a saúde,
leva saúde a outras vidas.
MARIA DE FÁTIMA S. DE OLIVEIRA – Juiz de Fora

O Sol, em sua partida,
ergue a taça da realeza,
louvando, num brinde à Vida:
- Saúde, Mãe Natureza!...
MARIA LUA – Nova Friburgo

Quem tem saúde, tem sorte
e deve reconhecer:
saúde é o pilar mais forte
do edifício do viver.
MILTON SOUZA – Porto Alegre

No vosso martírio, eu pude
ver quatro quedas, Jesus,
quando um velho, sem saúde,
caiu na fila do SUS!...
NEWTON VIEIRA – Curvelo / MG

 

MENÇÕES HONROSAS

Roga a Deus, em tua prece,
paz, saúde e bem-querença
que o corpo, às vezes, padece
pelo que a cabeça pensa!...
ANTONIO JURACI SIQUEIRA – Belém

Se um órgão traduz conforto
e saúde a um paciente,
podemos, depois de morto,
doar vida a muita gente!
CLARINDO BATISTA DE ARAÚJO – Natal

Nosso planeta agoniza,
no poço escuro do mal;
sua saúde precisa
da sua luz fraternal!
REGINA CÉLIA DE ANDRADE – Magé

Terá porvir venturoso
quem da saúde cuidar.
Ela é o bem mais precioso
que a vida nos pode dar.
THEREZINHA ZANONI FERREIRA – Rio de Janeiro

Não somente “ter saúde”
deve ser nossa intenção.
Que a mão saudável ajude
a segurar outra mão...
VANDA FAGUNDES QUEIROZ – Curitiba

 

MENÇÕES ESPECIAIS

Benditas mãos, que estendidas,
no empenho e perseverança,
levam saúde a outras vidas
providas de uma esperança.
MARIA DE FÁTIMA S. DE OLIVEIRA

É do passado a lição,
mas com valor no presente:
- Só pode ter corpo são
quem tem saúde na mente.
NEWTON VIEIRA

Esse gemido profundo,
ressentido e pertinaz,
sai da garganta do mundo,
clamando saúde e paz! REGINA CÉLIA DE ANDRADE

Dizer “Saúde” eu não pude
no brinde da despedida...
- Como pode ter saúde
quem perde parte da vida?
SÉRGIO BERNARDO – Nova Friburgo

Um brinde cristal... Saúde,
por tantos anos de amor...
Dois velhos... muita atitude
e muito ainda a transpor!
SÉRGIO MAURO - Nova Friburgo

==============================================

ÂMBITO ESTADUAL = TEMA “RESPEITO”
(Comissão Julgadora: Arlindo Tadeu Hagen, Milton Nunes Loureiro e Eliana Dagmar)

VENCEDORES (ordem alfabética)

Pai, abençoe seu filho,
dê-lhe respeito e conforto,
o orvalho não perde o brilho
nas folhas de um galho torto!
CAMPOS SALES – São Paulo

Perdoa, amor, o meu jeito
de te olhar quando te vejo,
teu olhar me diz... “Respeito!”,
meu olhar te diz... “Desejo!”...
IZO GOLDMAN - São Paulo

A idade, a chegar de manso,
respeitando o meu cansaço,
põe cadeiras de balanço
nas tardes por onde eu passo!
JOSÉ OUVERNEY – Pindamonhangaba

Havia tanto respeito
naquele beijo na testa,
que a paixão ficou sem jeito
e retirou-se da festa!...
JOSÉ OUVERNEY

Desavenças de rotina;
palavras duras ao leito...
O casamento termina
quando termina o respeito!
SELMA PATTI SPINELLI - São Paulo

 

MENÇÕES HONROSAS

Nutro respeito por quem,
faminto, em árdua jornada,
reparte o nada que tem
com quem já não tem mais nada.
ÉLBEA PRISCILA DE SOUSA E SILVA – Caçapava

A liderança bem vista
só a possui, justa e austera,
quem o respeito conquista,
não quem dele se apodera...
JOSÉ OUVERNEY

O flerte... as voltas na praça,
o tempo levou embora
e o amor foi perdendo a graça
sem o respeito de outrora...
MARINA BRUNA - São Paulo

O líder por excelência,
com paciência e bom jeito,
não impõe a obediência,
antes, conquista o respeito!
PEDRO ORNELLAS - São Paulo

Em vez de grito e pancada,
quando um filho se excedia,
meu pai só dava uma olhada
- e a gente logo entendia!
PEDRO ORNELLAS

 

MENÇÕES ESPECIAIS

Caos, violência, badernas,
é o mundo chegando ao fim:
nem nos tempos das cavernas
o desrespeito era assim!!!
DARLY O. BARROS - São Paulo

Na Terra linda, azulada,
nem tudo é justo e perfeito:
ninguém respeita mais nada,
ninguém mais impõe respeito.
DIVENEI BOSELI – São Paulo

Guarde respeito à vitória,
não humilhe os perdedores;
porque a soberba na glória
marca o fim dos vencedores!
JOSÉ VALDEZ DE CASTRO MOURA – Pindamonhangaba

Nem sempre a fronte grisalha
todo respeito merece,
porque um jovem canalha
também um dia envelhece.
SEBAS SUNDFELD – Tambaú

O meu coração proclama:
- Quem não ama, diz com jeito
porque a dor de quem nos ama
merece, ao menos, respeito!
THEREZINHA DIEGUEZ BRISOLLA – São Paulo

==============================================

V CONCURSO – HOMENAGEM TEMA = “AMPARO”
(Comissão Julgadora: Deyse Gottardello, Carlos de Souza e Eliana Dagmar)

VENCEDORES (ordem alfabética)

Quem dera, ó Deus, eu pudesse
viver num lugar assim:
- Amparo é a poesia em prece,
num permanente jardim!
ANTONIO AUGUSTO DE ASSIS – Maringá

No culto à Literatura
com suas normas corretas,
Amparo canta a Cultura
no canto de seus Poetas!
EDMAR JAPIASSÚ MAIA – Rio de Janeiro

As fazendas, o Orquidário,
a velha estação de trem...
Amparo é todo um cenário
que outros cenários não têm!
JOSÉ OUVERNEY

Amparo é Terra tão boa
e sua graça é tamanha,
que eu dou razão à pessoa
que a chamou... “Flor da Montanha”!
MARIA MADALENA FERREIRA – Magé / RJ

O dia se faz mais claro
nesta troca que renova:
a trova ilumina Amparo
e Amparo ilumina a trova!
RENATA PACCOLA – São Paulo