Um lenço acena no cais,
em cada porto da vida.
Ida e vinda são rivais,
na arena da despedida.