Ângela Eveline Barreto Mendonça Santos nasceu na cidade de Recreio, Estado de Minas Gerais, em 22 de outubro de 1953, mas, já aos dois anos de idade, passou a residir em Juiz de Fora.
     Sonetista de largos recursos, destacou-se ainda como trovadora na UBT - União Brasileira de Trovadores - na década de 90, quando conviveu com nomes como Heloisa Zanconato e Tadeu Hagen. 
 
No calor do teu abraço,
meu céu de amor e ternura,
o tempo perde o compasso
e faz eterna a ventura.
 
Disfarce o pranto e sorria,       (Menção Especial em Niterói - 1992)
seja alegre no caminho.
Quem sorri tem companhia,
quem chora, segue sozinho.
  
O tempo corre apressado,
sem ligar para quem sente,
colocando no passado
lindos sonhos do presente.
 
O mistério que há na dor,
num sentido mais profundo,
tem algo do excelso amor
que vai redimir o mundo.
 
Debalde, ó mar, tu soluças
e gritas as tuas chagas...
Na praia onde te debruças
não há quem entenda as vagas.
////////////////////////////////////////////////////////////