ÂNGELA TOGEIRO é natural de Volta Redonda/RJ mas reside em Belo Horizonte.  Possui vários livros, de poesias, contos, romance, etc. Premiada no Brasil e no exterior.

Guardada como fragrância,
a verdadeira amizade
não se perde na distancia,
adormece na saudade.

Nesta minha caminhada
não me horroriza a violência,
mas a boca que calada
alimenta-lhe a existência.

Toda vitória contém
da derrota o amargo gosto;
quem vence sabe que tem,
do outro lado, alguém deposto.

Pela saudade guardado,
o ontem é sempre endereço,
pois até mesmo o passado,
um dia já foi começo.

No palco de nossa vida,
o nascer abre a cortina
que se fecha em despedida,
quando nosso ato termina.

Vovô passou grande apuro,
ao viagra se entregou,
mas o que o deixou mais duro
foi a conta que pagou!