Nesse descansar profundo,
recupero as energias;
desligando-me do mundo,
livro-me dos maus vigias...