ARAÍFE DAVID nasceu em Taubaté, em 08 de janeiro de 1907. Filho do libanês Said David (o "João Turco" e de Minervina Miguel Rodrigues. Jornalista, fundou em Taubaté o jornal "O Papagaio". Foi protagonista de rumoroso caso de crime passional ocorrido no centro de Taubaté em 09 de dezembro de 1932, que culminou na morte da estudante Olga Guedes Tavares, que passou a ser conhecida, posteriormente, como a "Santinha de Taubaté".
   Paradoxalmente, sua trova era quase que totalmente voltada ao humor.    Residiu à Rua Cel. João Afonso, 324. Através da Lei 2.415, 10 de maio de 1989, de autoria do Vereador Djalma de Castro, o poeta empresta seu nome a uma Rua no Bairro do Barranco, em Taubaté, hoje, Parque Aeroporto.

 

Adeus! Tu partes, menino,
e, em teus sonhos colossais,      (9º lugar Nova Friburgo  1968)
sendo Friburgo o destino,
eu sei que não voltas mais!

Minha existência é amarga,
caminho de tombo em tombo:
levo a vida como a carga
que o burro leva no lombo.

De minha vida modesta
eu me envaideço e me orgulho!
- Comer pão duro é uma festa
a quem comeu pedregulho...

Disseste no meu ouvido
- orgulho dos meus pecados -
que eu fui o mais atrevido
de todos teus namorados.

Sou cego por tanto amá-la,
você me guiou, não nego;
e alguém roubou-me a bengala,
sem ter piedade do cego...

Quem não bebe, joga ou fuma,
tem algum valor qualquer;
mas não vale coisa alguma
quem não gosta de mulher.

Gostei da Graça de outrora,
mas hoje, quando ela passa,
sem graça me sinto agora,
achando a Graça sem graça...

O exemplo se patenteia,
amiúde se manifesta:
mulher, quando é boa, é feia...
e, se é bonita, não presta!

Todo São João me insinua
o caso da Nazaré,
quando ficou quase nua
por causa de um busca-pé.

Quando te vejo, vizinha,
corpo bem feito a gingar,
eu lembro um violão que eu tinha,
sem nunca poder tocar...

São Benedito, eu sei quantos
milagres faz tua fé,
pois, se o Pelé é do Santos,
dos santos és o Pelé...