Francisco de Assis Garrido nasceu a 14.09.1899 em São Luís do Maranhão. Filho de Florentino Ferreira Garrido e Adélia da Silva Garrido, deixou vários livros de poesias publicados. Pertencia à Academia Maranhense de Letras, onde ocupava a Cadeira n.º 4. Publicou entre outros, os livros Sol glorioso (1922), O meu livro de mágoa e de ternura (1923), O livro da minha loucura (1923), A divina mentira (1944) e Crepúsculo (1969). Faleceu em São Luís, em 01 de dezembro de 1969.

Esta vida é uma pomada
da maciez de veludo...
E eu já não sofro de nada,
de tanto sofrer de tudo...

Eu era um só.  Tu surgiste -
e assim ficamos os dois:
depois, eu vi que mentiste,
e um só me tornei depois.