AUGUSTO GOMES: cantor, compositor, trovador, fotógrafo, de tudo faz um pouco. E colecionador de músicas antigas. No mundo musical é conhecido como Di Agustin. Residiu por muito tempo em Pindamonhangaba, onde conheceu e tornou-se amigo do célebre poeta/trovador Orlando Brito.

Saudade, minha saudade,
como é triste o teu cantar;
se não choro é por vaidade,
mas... é duro não chorar!

Dos caminhos dos tropeiros,               (M. Especial Taubaté 2008)
alguns, hoje são estradas,
mas, eles foram pioneiros
no transporte das manadas.

Num lugar do meu passado,
no porto das ilusões,
meu barco deixa o pecado
nas águas das perdições.

Liberdade sem respeito,
é pior que a escravidão;
nos abusos do direito
dão direitos ao ladrão.

Retratada numa tela
de raríssimo esplendor,
a Mantiqueira revela
o poder do Criador.

O faz-de-conta deu certo
no reino das fantasias:
Monteiro Lobato, esperto,
deu vida às coisas vazias.