ÁUREA DE ARRUDA FÉRES - São Paulo   nasceu no 01 de outubro

A tua alma se engrandece      (São Jerônimo da Serra - 1990)
pela distância alcançada.
Carrega a cruz e agradece,
vida é passagem, mais nada.

Meu tempo agora é maior,
nesta velhice, onde passo
sem ter nada ao meu redor...      (Barra do Piraí - 1990)
... Eu não pedi tanto espaço!...

Que tristeza! Nossa estrada
bifurcou. Seguimos sós,
cada qual sem ter mais nada,      (São Jerônimo da Serra - 1989)
além de um abismo entre nós.

Só peço que ao fim da viagem,     (Ponta Grossa/PR - 1988)
quando eu passar a fronteira,
mesmo humilde de bagagem,,
Deus me espere na porteira.

Mil caminhos, mil porteiras,     (Ponta Grossa/PR - 1988)
por mais longe que se vá,
há sempre novas fronteiras
e um novo lado de lá.

Sem teu calor, tua luz,
fonte da minha energia,
estendo os braços em cruz      (São Jerônimo da Serra - 1987)
e abraço a vida vazia...

A mágoa que me acompanha     (Juiz de Fora)
de amarga ilusão perdida,
tem um peso de montanha,
esmagando minha vida.