XIX JOGOS FLORAIS DE BANDEIRANTES – 2002
(todas as classificações em ordem alfabética)

ÂMBITO ESTADUAL = TEMA: “ABRAÇO”

TROVAS VENCEDORAS

Que alegre alívio provoca,
na alma e no coração,
o abraço que a gente troca
numa troca de perdão!
ANTONIO AUGUSTO DE ASSIS – Maringá

Quão poderoso é o abraço,
varia o que tem em mira...
Reúne, num mesmo laço,
toda verdade e mentira.
FERNANDO VASCONCELOS – Ponta Grossa

Os abraços das chegadas
e os abraços das partidas,
com tantas datas, marcadas,
vão marcando as nossas vidas!
LUCÍLIA A. TRINDADE DECARLI – Bandeirantes

Para que o trigo se apresse,
a raiz se abraça ao chão;
e o trigal todo floresce...
Para que não falte o pão!
NEIDE ROCHA PORTUGAL - Bandeirantes

Se eu pudesse, eu voltaria...
com mais firmeza nos passos,
no rosto mais alegria,
mais ternura em meus abraços!
VANDA FAGUNDES QUEIROZ
 

MENÇÕES HONROSAS

Na chegada me abraçaste,
me abraçaste na partida;
lembranças tantas deixaste,
mas... levaste a minha vida!
AMÁLIA MAX Ponta Grossa

Zelando o nosso cansaço,
já no ocaso desta lida,
que doçura há num abraço
da mulher de nossa vida!
FERNANDO VASCONCELOS Ponta Grossa

Eu sinto que o nosso abraço
tem a grandeza do verso,
que, num pequeno espaço,
caber mais outro universo!...
NEIDE ROCHA PORTUGAL Bandeirantes

Tristonho o mundo seria,
qual um deserto sem flor...
se nos faltasse algum dia
um grande abraço de amor!
WANDA ROSSI DE CARVALHO Bandeirantes

Transcendo o sonho e refaço
toda a rota do passado,
para ter de novo o abraço
do ventre em que fui gerado.
WANDIRA FAGUNDES QUEIROZ - Curitiba
 

MENÇÕES ESPECIAIS

Terno, amigo e generoso,
quis Deus se configurar
no abraço do pai saudoso,
no filho que torna ao lar.
ANTONIO AUGUSTO DE ASSIS Maringá

Sem sonhos, velho e cansado,
tão distante a mocidade...
Lembrando o tempo ao teu lado,
eu choro e abraço a saudade...
DÉSPINA ATHANÁSIO PERUSSO – Londrina

Um abraço carinhoso,
em qualquer situação,
é remédio milagroso,
não tem contraindicação.
ISTELA M. GOTELIPE LIMA – Bandeirantes

Com seus braços numa cruz,
mãos pregadas no madeiro,
Cristo abraça e reconduz
para Deus... o mundo inteiro!
Mª LÚCIA DALOCE CASTANHO – Bandeirantes

Os retalhos de lembrança
presos em meu coração,
tecem mantos de Esperança
que abraçam minha ilusão!...
SÔNIA Mª DITZEL MARTELO - Ponta Grossa

-----------------------------------------------------------------

ESTADUAL = TEMA: “APERTO” (humor)

TROVAS VENCEDORAS

Em que aperto o bom velhinho,
de assanhado, se enfiou:
chamou pra cama o brotinho
e ela,, malvada, aceitou!...
ANTONIO AUGUSTO DE ASSIS Maringá

Tive apertos na garganta
quando a “santinha’ falou:
- Se esse troço não levanta,
por que foi que me chamou?...
JOSÉ BIDÓIA Maringá

Para sair desse aperto,
resolveu por conseguinte,
abrir loja de conserto
e fechar a de requinte!...
LUCÍLIA A. T. DECARLI Bandeirantes

Ao cair a saia dela,
apertada no salão,
ficou claro que a donzela
escondia um barrigão
MARIA APARECIDA PIRES Bandeirantes

O caixão do aposentado
era curto, e ele, comprido:
na vida... foi “apertado”;
na morte... foi “espremido”!
NEIDE ROCHA PORTUGAL Bandeirantes
 

MENÇÕES HONROSAS

Imagino, sem malícia,
que aperto é ter um bebê...
Se na entrada é uma delícia,
pra sair... dói como o quê!
ANTONIO AUGUSTO DE ASSIS Maringá

Enquanto aperta a cintura,
de apertos, chora a vizinha;
falta grana, mas gordura,
como sobra... coitadinha!
ISTELA M. GOTELIPE LIMA Bandeirantes

Aperto no coletivo,
sem ter um banheiro à vista.
“Pare, se quer seguir vivo”,
gritei para o motorista.
JOSÉ BIDÓIA Maringá

Aquele aperto de mão
já deu muito o que falar...
Só não soube o maridão
onde o aperto foi parar!
MARIA APARECIDA PIRES Bandeirantes

Correndo de lá pra cá...
salário sempre apertado,
professor, no Paraná,
é “maior” abandonado!!!
Mª LÚCIA DALOCE CASTANHO Bandeirantes
 

MENÇÕES ESPECIAIS

Estava tão apertada
na roupa, aquela “perua’,
que um velhote, na calçada,
pensou que estivesse nua!
AMÁLIA MAX Ponta Grossa

Namorou e mandou brasa,
e pensou que era o terror;
levou um aperto em casa,
cadê o conquistador?
DARI PEREIRA Maringá

O velho, muito apertado,
procurava disfarçar,
mas ficou todo molhado
com a tosse... ao engasgar!
ISTELA M. GOTELIPE LIMA Bandeirantes

Quem vive igual “parafuso’,
só no “aperto’, vive em pânico:
de oficina não faz uso...
e desvia de mecânico!
NEIDE ROCHA PORTUGAL

Com seu sapato apertado,
vai mancando como o quê...
Para ter um namorado
finge a Rita que não vê.
WANDA ROSSI DE CARVALHO Bandeirantes

====================================

ÂMBITO NACIONAL = TEMA: “SILÊNCIO”

TROVAS VENCEDORAS

Entre aqueles que se querem,
nos momentos de emoção,
o que os lábios não disserem,
por certo os olhos dirão!
ANTONIO DE OLIVEIRA – Rio Claro

Brigamos... e mesmo tensa
renovei minha proposta...
Como dói, se a indiferença
traz em silêncio a resposta!
CLENIR NEVES RIBEIRO – Nova Friburgo

Em teu retrato hoje eu noto
que o silêncio é o meu castigo:
é a voz que falta na foto
quando eu converso contigo...
J. OTÁVIO VENTURELLI – Nova Friburgo

Na solidão mais secreta,
o amor em mim não se cala
e... a minha alma de Poeta
ouve o silêncio... que fala..
MARIA LUA – Nova Friburgo

Lembranças de amor desfeito...
silêncio em horas tardias,
pois tua ausência, em meu leito,
dorme onde outrora dormias.
WANDA DE PAULA MOURTHÈ - BH
 

MENÇÕES HONROSAS

Nossos silêncios serenos
não nos constrangem jamais:
quando lábios falam menos,
olhos dizem muito mais...
ÉLBEA PRISCILA DE S. E SILVA – Caçapava

Silêncio, estranho orador,
tão insondável em tudo,
mas que, em segredos de amor,
diz “sim” ou “não”... sendo mudo!
HÉRON PATRÍCIO – SP

Na despedida, fingindo,
em silêncio me concentro;
a dor, disfarço sorrindo,
enquanto eu choro por dentro...
IVONE TAGLIALEGNA PRADO – BH

Se a lembrança faz a ronda
no que foi felicidade,
não há silêncio que esconda
os silêncios da saudade...
JOÃO FREIRE FILHO – RIO

Nem escrito, nem falado,
porém fácil de entender,
é o silêncio do recado
que um olhar sabe dizer.
SEBAS SUNDFELD - Tambaú/SP
 

MENÇÕES ESPECIAIS

Que o silêncio desta trova
desate o grito que traz
a esperança, que renova
nas mãos do universo, a paz!...
ADELIR MACHADO – Niterói

Num conflito da existência,
o artista, em noite de estréia,
sente as vaias da consciência
no silêncio da platéia.
ARLINDO TADEU HAGEN – Juiz de Fora

É no silêncio profundo,
sem ouvir nenhuma voz,
que conhecemos o mundo
que temos dentro de nós!
FRANCISCO DE ASSIS MENEZES – Prata

Na parede, o teu retrato
quebra o silêncio da sala,
pois chego a te ouvir, de fato,
quando a saudade me embala.
GIVA DA ROCHA – SP

Na tarde cálida e mansa,
o tempo quase não passa
e até o silêncio descansa
nos velhos bancos da praça.
MARINA BRUNA - SP

-------------------------------------------------

NACIONAL = TEMA: “BARULHO” (humor)

TROVAS VENCEDORAS

Barulho lá no telhado
e o marido desconfia...
O ‘gatão”, super malhado,
pra disfarçar, até mia!...
ALBA HELENA CORRÊA – Niterói

Cai a velha na lagoa,
sendo a custo resgatada,
mas seu genro não perdoa:
“Tanto barulho por nada!”
ALFREDO A. E. VALADARES – Sete Lagoas

No velório do Agenor
grita um bebum: - olha aí,
sem barulho, por favor...
Tem alguém dormindo aqui!
JOSÉ TAVARES DE LIMA – Juiz de Fora

O barulho na cozinha
causou confusão danada:
era o ‘gato’ da vizinha
e a “gatinha” da empregada...
LUIZ MACHADO STABILE – Uruguaiana

A lua de mel... “melou”...
E a pobre noiva, frustrada,
chora os rojões que estourou:
tanto barulho... por nada!
SÉRGIO BERNARDO – Nova Friburgo
 

MENÇÕES HONROSAS

Não sei por que a galinha
tem que fazer barulhão,
se a pata, bem caladinha,
bota seu ovo grandão.
CÉLIA GUIMARÃES SANTANA – Sete Lagoas

Dizia-se “valentão”...
Barulhento, na verdade.
Mas, quando viu o ladrão:
- Sinta-se em casa, amizade!
FRANCISCO DE ASSIS MENEZES

No mar, a esposa assustada:
“Acorda! O barco bateu!”
“Fazes barulho por nada.
Dorme... o barco não é teu!”
MARIA HELEZA CALAZANS DUARTE – SP

Compara ,a mulher, na bronca,
o marido a um pangaré:
faz barulho... esfrega... ronca...
mas... nunca fica de pé!
SÉRGIO FERREIRA DA SILVA – SP

Arma um barulho no “ninho”
ao vê que a cara-metade
curte um som com o vizinho,
em “alta infidelidade”.
WANDA DE PAULA MOURTHÉ
 

MENÇÕES ESPECIAIS

Que barulho o Zé fazia
na moita de sabugueiro,
e quem passava sentia
que o barulho... tinha cheiro!
CAMPOS SALES – SP

Há um barulho sob a cama;
será homem? (Diz seu Lima)
Fala a esposa: - Não reclama...
Não há embaixo nem em cima!
CÉLIA GUIMARÃES SANTANA

Mãe da “noiva da quadrilha”,
fez um barulho no evento,
ao flagrar a sua filha
consumando o ‘casamento”!
EDMAR JAPIASSÚ MAIA - RIO

Sem barulho, sem alarde,
à solteirona ricaça,
o jardineiro, de tarde,
rega o “canteiro’ de graça...
FERNANDO CRUZ – RJ

Faz um barulho e disfarça
arrastando uma cadeira
e a moça, sentindo a farsa,
pergunta: “cadeira cheira”?
MARINA BRUNA

No elevador, certo dia,
o barulho foi fatal...
e, por sinal, parecia
bomba de efeito moral!
SÉRGIO FERREIRA DA SILVA

Num item o “pimentinha”
enche a família de orgulho:
“entre todos, na Escolinha,
ele é o primeiro em... barulho.”
WALDIR NEVES - RIO