VII CONCURSO NACIONAL DE TROVAS DE BARRA DO PIRAÍ (RJ) – 1996

ÂMBITO NACIONAL

Tema: SANGUE (L/F)

VENCEDORES

De emoções trago as mãos cheias,
que um homem precisa (e quanto!)
mais do que sangue nas veias,
de sonho, sorriso... e pranto!
Antônio de Oliveira (São Paulo/SP)

Por tantas rosas colhidas,
fiz o corpo e a mente sãos,
pois mais que sangue e feridas
tenho perfume nas mãos!
Antônio de Oliveira (São Paulo/SP)

Posso doar-te a ventura
na transfusão do que anseias,
pois, mais que sangue, é ternura
o que me corre nas veias!...
Heloísa Zanconato Pinto (Juiz de Fora/MG)

Chega a ter sonoridade
o meu sangue no meu peito,
quando transporta a saudade
que a traz de volta ao meu leito!
Ivone Taglialegna Prado (Belo Horizonte/MG)

Da cruz, do açoite, do espinho,
de um sofrimento profundo,
veio o sangue, que, sozinho,
lavou as culpas do mundo!
Marina Bruna (São Paulo/SP)

Quem faz guerra soma os custos
e um dado sempre atrapalha:
Quem paga o sangue dos justos
mortos em cada batalha?
Milton Sebastião Sousa (Porto Alegre/RS)

Em certas horas tão cheias
de nossa paixão tão rara,
o sangue nas minhas veias
não corre apenas... Dispara...
Silvina Antunes Leal (Santos/SP)

Subiu-me o sangue à cabeça
e errei ao brigar contigo...
É que disseste: “Me esqueça!”
e sabes que eu não consigo.
Therezinha Dieguez Brisolla (São Paulo/SP)

Não queiras cobrar com sangue
o mal que te machucou,
pois o mal é um bumerangue
que volta à mão que atirou!
Zaé Júnior (São Paulo/SP)

MENÇÕES HONROSAS

Ferve-me o sangue se penso
nestas coisas sempre falhas:
Para o meu amor imenso,
o teu amor de migalhas...
Antônio Claret Marques (Guaxupé/MG)

Apenas lavando as mãos,
Pilatos fez, simplesmente,
derramar sobre os cristãos
o sangue de um inocente.
Campos Sales (São Paulo/SP)

Jorra o sangue, a guerra segue
na favela, sem medida,
e o povo nem mais consegue
viver sua própria vida.
Flávio Roberto Stefani (Porto Alegre/RS)

Por ter Deus que me socorre,
ante a dor não perco a calma:
A fé é o sangue que corre
pelas veias de minha alma!
Gérson César Souza (Porto Alegre/RS)

Mãe, teu sangue é abençoado,
pois Deus concedeu-te os meios
de doá-lo ao filho amado
na transfusão dos teus seios!
Heloísa Zanconato Pinto (Juiz de Fora/MG)

Quando o poder inebria
e a justiça tomba exangue,
a caneta injusta e fria
verte tinta cor de sangue.
Heribaldo Gerbasi (São Paulo/SP)

Sangue azul não tenho, sei;
de um plebeu sei que não passo,
mas sou feliz como um rei
no momento em que te abraço!
José Tavares de Lima (Juiz de Fora/MG)

No mundo de tanto mal,
em que a moral é postiça,
falta o sangue arterial
dos princípios da justiça!
José Valdez de Castro Moura (Pindamonhangaba/SP)

“Meu sangue por uma causa!”
Quem este ideal persegue
não teme a luta e, sem pausa,
mesmo sangrando... prossegue!
Lucy Sother de Alencar Rocha (Belo Horizonte/MG)

Darei lágrima e suor
em prol da paz que eu cobiço,
antes ocorra o pior
e alguém dê o sangue por isso!
Marcelo Zanconato Pinto (Juiz de Fora/MG)

Na sanfona ou no abandono
da guitarra ardente e langue,
velhas canções de um colono
trago canções em meu sangue...
Orlando Brito (São Luís/MA)

MENÇÕES ESPECIAIS

Nas mágoas da contusão,
o corpo sangra... porém,
nas mágoas do coração,
é da alma que o sangue vem...
Adélia Victória Ferreira (São Paulo/SP)

Ninguém extingue as centelhas
da guerra atroz e voraz,
enquanto há manchas vermelhas
sob as bandeiras de paz!
Antônio de Oliveira (São Paulo/SP)

Melancólico e bissexto,
o meu verso brota exangue
e verte, em pálido texto,
quatro lágrimas de sangue...
Eduardo Toledo (Pouso Alegre)

Trago minhas mãos manchadas
de sangue, pelos espinhos
das mil rosas perfumadas
que espalhei nos teus caminhos...
Izo Goldman (São Paulo/SP)

Banco de escola é amizade.
De igreja é fé e acolhida.
Banco de praça é saudade
e Banco de Sangue... é vida!
Lucy Sother de Alencar Rocha (Belo Horizonte/MG)

Olhando, orgulhoso, a terra
após cultivar seu chão,
exibe o troféu da guerra:
calos de sangue na mão.
M.E. Carlos Júnior (Juiz de Fora/MG)

Aquele amor que é só nosso,
às vezes me causa impasse;
tento esconder, mas não posso:
- o sangue me sobe à face!...
Neide Rocha Portugal (Bandeirantes/PR)

Esta carta te escrevi
com sangue de minhas veias...
Espero, ao menos, de ti
que, com lágrimas, a leias!
Oscar Vieira Soares (Taubaté/SP)

Revoada... o dia claro...
Paz e harmonia no mangue...
E de repente um disparo
mancha a paisagem de sangue!
Pedro Ornellas (São Paulo/SP)

A cada árvore que cai,
aumenta mais a certeza
de que a humanidade extrai
o “sangue” da natureza!
Ronaldo Alonso Franco Jr. (Sete Lagoas/MG)

Os Herodes de hoje em dia
continuam inclementes,
repetindo a tirania
com sangue dos inocentes!...
Santos Teodósio (Brumadinho/MG)

--------------------------------------------------------------

ÂMBITO ESTADUAL (RJ)

Tema: SUOR (L/F)

VENCEDORES

Num contra-senso constante,
eu sinto a cada arrepio
que teu olhar escaldante
me deixa suando frio...
Almerinda Liporage (Rio de Janeiro)

De meu pai em mim gravada
guardo a imagem rotineira
de uma camisa suada
sobre as costas da cadeira...
Edmar Japiassu Maia (Rio de Janeiro)

Muito fruto sazonado
conserva, na polpa, o travo
que lhe deixou, no passado,
o suor do negro escravo.
Gilberto G. Barbalho (Rio de Janeiro)

Não há glória, com certeza,
nem desafio maior,
que a conquista da riqueza
com trabalho e com suor.
Jessé Fernandes do Nascimento (Rio de Janeiro)

Lutando pelo que eu amo,
não retrocedo e, otimista,
quanto mais suor derramo...
tanto mais amo a conquista!
João Freire Filho (Rio de Janeiro)

Do sol nascente ao sol-posto,
parece um pranto velado,
o suor que molha o rosto
do peão velho e cansado...
Maria Nascimento Santos Carvalho (Rio de Janeiro)

O mundo não vai mudar...
Cada vez mais está cheio
de gente que faz pomar
regado a suor alheio...
Waldir Neves (Rio de Janeiro)

MENÇÕES HONROSAS

Mantém-te sempre disposto
para o trabalho. Aproveita,
porque o suor do teu rosto
fará crescer a colheita!
Antônio Carlos Teixeira Pinto (Niterói)

Contra infortúnios lutando,
numa luta tão sofrida,
com suor fui conquistando
lugar no pódio da vida...
Eliette Pimenta Ramos (Barra do Piraí)

Foi meu prazer bem maior
que o cansaço, finda a lida,
pois a enxugar-me o suor,
tive a tua mão querida!
Elzira Glycéria Lins (Rio de Janeiro)

O suor do escravizado
que a chibata carminou,
lembra o fruto sazonado
do café que ele plantou!
J. Stavola Porto (Niterói)

Bendigo, no adeus lembrado,
o suor daquele dia...
que, ao meu pranto misturado,
escondeu o que eu sentia!...
João Freire Filho (Rio de Janeiro)

Não veio a chuva outra vez...
E, sob o sol que o vencia,
o suor do camponês
só dos olhos escorria...
João Freire Filho (Rio de Janeiro)

Trabalhe sempre disposto,
mesmo que seja entre escolhos.
É melhor suor no rosto
do que lágrimas nos olhos.
Jorge Murad (Rio de Janeiro)

Por querer sempre o melhor,
descobri, em meu labor,
que o pão ganho com suor
tem muito melhor sabor!...
José Maria Machado Araújo (Rio de Janeiro)

Quanto pão, quanto agasalho,
ao suor estou devendo!
Sangue branco do trabalho
em minha pele escorrendo!...
José Maria Machado Araújo (Rio de Janeiro)

Vendo o suor derramado,
mesmo sofrendo, o bendiz,
que este é o melhor Atestado
de quem trabalha feliz...
Maria Nascimento Santos Carvalho (Rio de Janeiro)

Será fugaz qualquer glória
vinda do ócio suspeito;
sem suor não há vitória
que se imponha por direito.
Ney Damasceno (Rio de Janeiro)

Superada a fila imensa,
leva o idoso, na carteira,
a humilhante recompensa
do suor da vida inteira!
Sérgio Bernardo (Nova Friburgo)

Só quem molhou a camisa
por um futuro melhor,
sabe o sonho que desliza
numa gota de suor!
Sérgio Bernardo (Nova Friburgo)

MENÇÕES ESPECIAIS

Os suores misturados
dos nossos corpos em chama,
acendem sacros pecados
sobre o altar de nossa cama!...
Adelir Machado (Niterói)

Nossos momentos maiores
vêm quando o amor, em delícias,
mistura nossos suores
numa fusão de carícias!
Almerinda Liporage (Rio de Janeiro)

Do amor que ardeu no passado
e o tempo a cinzas reduz,
só resta um lençol manchado
do suor de corpos nus...
Edmar Japiassu Maia (Rio de Janeiro)

Tem o pão de cada dia,
que é com suor conquistado,
mais gosto e traz a alegria
do labor recompensado.
Elzira Glycéria Lins (Rio de Janeiro)

O orvalho que molha a terra
e às flores dá mais beleza
é fonte de vida e encerra
o suor da natureza!...
Hermoclydes Siqueira Franco (Rio de Janeiro)

Se o que eu tenho de melhor
foi teu suor que me deu,
eu quero que o meu suor
seja, pai, igual ao teu.
José Maria Machado Araújo (Rio de Janeiro)

Caminha o povo, sofrendo
desta miséria inclemente...
e tanta gente vivendo
do suor de nossa gente!
Margarida Marques (Barra do Piraí)

Veja a trágica ironia
dos “sem-terra”, o ano inteiro:
- O suor do boia-fria
dá mais terra ao fazendeiro!...
Rodolpho Abbud (Nova Friburgo)

Teu suor, que o leito encharca
em hora de intenso ardor,
sobre o lençol deixa a marca
do meu segredo de amor...
Sérgio Bernardo (Nova Friburgo)

Ouvi, de um cabra-da-peste:
“suor, só, não rega o chão...
Se regasse, lá no agreste
não havia fome, não...”
Waldir Neves (Rio de Janeiro)

----------------------------------------------------------

ÂMBITO MUNICIPAL (Barra do Piraí)

Tema: LÁGRIMA (L/F)

VENCEDORES

Nos mais diversos momentos,
nas emoções, de repente...
Revelando sentimentos
eis a lágrima presente!
Adacy de Oliveira Netto Valladão

Companheira silenciosa
da tristeza que me invade,
lágrima é gota preciosa,
prateada de saudade...
Adacy de Oliveira Netto Valladão

Lágrima, triste verdade,
foi tudo que me restou.
- Duas gotas de saudade
que nem o tempo secou!...
Dalmir Penna

A lágrima consequente
de um amor sem solução
rola na face da gente
e escoa no coração...
Eliette Pimenta Ramos

Não chores o sol perdido!
As lágrimas derramadas
não te deixarão, querido,
ver as noites estreladas...
Eliette Pimenta Ramos

Lágrima triste! Lembranças
de um amor que já morreu...
Lágrima... um par de alianças
num só anular... o meu...
Eliette Pimenta Ramos

Sozinha, com meu enleio,
num êxtase encantador,
até às lágrimas releio
as nossas cartas de amor.
Graciema Penna Miguel

Com lágrimas me perfumo...
afinal sou uma atriz.
E sempre mudo meu rumo
fingindo que sou feliz!
Josane de Almeida Taveira

Trago no peito a ferida...
E, ao rosto, sempre a rolar,
duas lágrimas que a vida
nunca consegue secar!
Josane de Almeida Taveira

Olhando, cheia de mágoa,
na vidraça a chuva mansa,
transformo essas gotas d'água
em lágrimas de esperança...
Josane de Almeida Taveira

Sofredor sempre se esquiva
de mostrar a dor por fora:
Quando a lágrima é furtiva,
maior é a dor de quem chora!
Lavínio Gomes de Almeida

Lágrima falsa e arrogância
matando amores inteiros
vão alargando a distância
entre os nossos travesseiros!
Lavínio Gomes de Almeida

Chove tanto... e, nas dolências
do temporal que angustia,
lágrimas são reticências
na face triste do dia!...
Lavínio Gomes de Almeida

Chuva em galhos retorcidos
e secos, sem vida, escorre!
Lágrimas, prantos sentidos
da natureza que morre.
Vilma Isabel de Oliveira Borba

MENÇÕES HONROSAS

Minhas lágrimas silentes,
fluindo do coração,
formam velozes correntes
levando minha ilusão...
Dalmir Penna

Triste lágrima sofrida
é a que vem do coração,
por te esperar uma vida
e acabar na solidão.
Dalmir Penna

O céu não chora... eu dizia,
olhando o Cristo na Cruz...
Pois se Deus chorou um dia,
verteu lágrimas de luz!...
Fábio Henrique Oliveira Cabral

Sentindo bem forte o estio,
choram nortistas, tristonhos:
lágrimas formam o rio
que vai levando os seus sonhos!
Fábio Henrique Oliveira Cabral

Foi tanto o meu desengano
por você, que muito amei,
que meu pranto é um oceano
das lágrimas que chorei!...
Jacyra Garci de Oliveira

Quantas lágrimas chorei,
quando você me deixou!
Mas depois me acostumei
e foi você quem chorou!
Jussara de Almeida Taveira

Dos risos e gargalhadas
que juntos compartilhamos,
restam lágrimas marcadas
pelo amor que não cuidamos.
Luís Cláudio Costa Freitas

Meu sonho é que, num momento,
(e não será utopia)
Deus tranforme este tormento
em lágrimas de alegria.
Margarida Marques

Foram tantos desenganos
e esperanças repetidas,
que através de longos anos
chorei lágrimas perdidas.
Margarida Marques

Minhas lágrimas cadentes,
que rolam por minha face,
revelam mágoas silentes
de um amor em desenlace.
Maria Ester de Figueiredo Alves

Das cascatas cristalinas,
tão bonitas e distantes,
ouço rolar nas colinas,
suas lágrimas errantes.
Maria Ester de Figueiredo Alves

MENÇÕES ESPECIAIS

Ao ver seu filho que ia
sofrer grande traição,
lágrima foi de Maria
chorada com aflição.
Anita Alves de Oliveira

As lágrimas que choramos
naquela tarde dourada
são sementes que plantamos
ao longo de nossa estrada.
Celene Medeiros Iunes

Durmo, lágrimas vertendo;
busco melhor despertar,
sabendo que, amanhecendo,
o sol voltará a brilhar.
Graciema Penna Miguel

Se a manhã fria desata
as águas que o céu guardou,
chora lágrimas de prata
o dia que já acordou!...
Jussara de Almeida Taveira

“Acabou!... Já não dá mais”.
Diz a lágrima em meu rosto.
- Antes tarde, que jamais
ver-se livre de um desgosto!
Luís Cláudio Costa Freitas

As lágrimas comoventes
em soluços de esperança
são súplicas reluzentes
no olhar triste da criança.
Margarida Marques

Lágrima é pingo de amor
que jorra do coração,
espelha no rosto a dor
quando morta uma ilusão...
Maria Aparecida Medeiros Tavares

Vives na minha lembrança,
choro lágrimas de dor.
Quero um pouco de esperança
e sonhar... com teu amor!!!
Maria Estela Pinto de Oliveira

Quantas lágrimas chorei
quando você foi embora.
Amei demais e hoje sei
que sofri antes da hora!
Sueli da Silva Raposo

A lágrima silencia,
mas não consegue calar
o verbo que desafia
um coração a falar!
Verônica Fátima de Oliveira Alves

============================================

NOTA: crédito deste material ao Prof. Pedro Mello, da UBT São Paulo