CONCURSO NACIONAL DE TROVAS DE BELÉM (1998)

TEMA: CHUVA

TROVAS VENCEDORAS (Em ordem alfabética do primeiro verso)

Aprende a lição fecunda

que há na tua própria dor:

depois da chuva que inunda,

ao sol se dá mais valor!

João Freire Filho- Rio de Janeiro

Sem dominar meus anseios,

bendigo a chuva cerrada

que me desvenda os teus seios

por sobre a blusa molhada...

Edmar Jupiassú Maia -Rio de Janeiro

Tu és a chuva voltando

após os meses de estio

e eu... o rio te esperando

naquele leito vazio!...

Heloisa Zanconato Pinto - Juiz de Fora -MG

 

MENÇÕES HONROSAS

A chuva canta lá fora

e entre carinhos, nós vemos

que ela faz trilha sonora

no romance que vivemos.

Marina Bruna -São Paulo/SP
    

A chuva, na impiedade,

vai lavando o nome dela,

que meus dedos e a saudade

rabiscaram na janela!...

Heloisa Zanconato Pinto-Juiz de Fora/ MG

Chega a chuva e, num recreio,

se agita todo o sertão,

quando a terra, abrindo o seio,

se oferta à fecundação!

Leda Costa Lima-Fortaleza/CE.
    

De olhos baços, pelas ruas,

vi, distante de Belém,

que sem a chuva das duas,

saudade molha também!

Aloisio Alves da Costa-Orós/CE

Quando a chuva no meu zinco

vem mansa tamborilar,

uma ausência puxa o trinco

e deixa a saudade entrar!

José Messias Braz-Pouso Alegre/MG
    
 

MENÇÕES ESPECIAIS

A chuva é fada encantada

e em longas gotas encerra

a primavera sonhada

pelas sementes, na terra...

Maria de Jesus de Sales Abreu-N.Friburgo
    

Envolvido em meus lençóis,

ouço a chuva, sobre as hortas,

solfejando sibemóis

na clave das horas mortas...

Lavínio Gomes de Almeida-Barra do Piraí /RJ

És chuva forte que brota,

alagando, enfurecida,

toda a alegria remota

do sertão de minha vida!

Maria Elizabeth Candio-São Paulo/SP
    

Gotas de chuva que escorrem

na vidraça em desatino...

Lembram sonhos que não morrem

no coração de um menino!

Ivone Taglialegna Prado- B.Horizonte-MG

Violando os frágeis abrigos,

a chuva lembra uma espada

cortando os sonhos mendigos

no meio da madrugada.

Arlindo Tadeu Hagen-Juiz de Fora/MG
    
 

Tema: FOGO (HUMORÍSTICAS)

TROVAS VENCEDORAS (Em ordem alfabética do primeiro verso)

Aquele beijo na rede,

à custa de muito rogo,

em vez de matar-me a sede,

botou mais lenha no fogo!

Antonio Valentim Rufato-Bauru/SP

Certas frígidas "titias",

sob os babados e toucas,

têm o fogo e as calorias

de um fogão de doze bocas.

Waldir Neves - Rio de Janeiro-RJ

Vê-se bem a idade dela

no "fogo" do rebolado:

quanto mais velha a panela,

mais o fundo é chamuscado!

Edmar Jupiassú Maia - Rio de Janeiro-RJ

 

MENÇÕES HONROSAS

Aumenta o calor da grelha

a "coroa" churrascando:

-"Perua", depois de velha,

só cozinha em fogo brando!

Heloiza Zanconato Pinto - Juiz de Fora/MG
    

No bar, na rua, ou no jogo,

o bebum traz, sempre, a mágoa

de, apesar de estar de "fogo"

ser chamado de 'Pau- d'água"...

Sérgio Ferreira da Silva-São Paulo/SP

0 mais premiado bombeiro

replicava, em desafogo:

"Prefiro viver solteiro

pois ter uma sogra é fogo."

Cincinato Palmas Azevedo -Ananindeua /PA
    

Querendo ajudar, o Roque,

agiu com boa intenção:

quando leu "Queima no Estoque"!

botou fogo no galpão!

Pedro Ornelas -São Paulo/SP.

Quero curtir nosso "jogo"

e é fácil saber por que:

minha cama pegou fogo

só de eu sonhar com você!

Dalda Winter Santos-Rio de Janeiro/RJ.
    

MENÇÕES ESPECIAIS

A velha risca o palito

e entrega ao velho a piteira:

- Senão ele "acende o pito"

no fogo da cozinheira!...

Heloisa Zanconato Pinto-Juiz de Fora/MG
    

Já diz o velho ditado,

que lenha verde e viúva,

com paciência e cuidado

pegam fogo até na chuva!...

Aloísio Alves da Costa-Orós/CE

Por negar fogo, o Conrado,

do amor não tem mais conforto.

Tem trabuco aposentado

e alcunha de "arquivo- morto".

Therezinha Zanoni Ferreira -Rio de Janeiro/RJ
    

Tão quente, qual um braseiro,

tem mais fogo que um vulcão,

que o namorado bombeiro

já vem de esguicho na mão!

Albertina Moreira Pedro -Rio de Janeiro/RJ

Teve a honra posta em jogo,

quando a mulher, de fininho,

foi apagar o seu fogo

no cinzeiro do vizinho!

Renata Paccola - São Paulo/SP