XXIII CONCURSO DE TROVAS DE BELO HORIZONTE – 2011

 
ÂMBITO NACIONAL – TEMA:  “INSÔNIA”
 
TROVAS VENCEDORAS
 
Eu, da saudade me farto,
vencendo a insônia, risonho,
quando apago a luz do quarto
e acendo a luz do meu sonho!
           Rodolpho Abbud   - Nova Friburgo- RJ
 
Confidente mais antiga
com quem as dores reparto,
fiz da insônia minha amiga
e companheira de quarto...
      Edmar Japiassu Maia  - Rio de janeiro – RJ
 
Apago as luzes...invento...
e faço tudo o que posso
quando a insônia é meu tormento
no quarto que já foi nosso!
       Héron Patrício  - São Paulo – SP.
 
Quando a insônia prepondera,
faz-se, a noite, tão comprida,
que cada instante de espera
passa a ser quase uma vida!...
       José Ouverney  - Pindamonhangaba – SP.
 
Noite fria e sem luar...
de tédio e de insônia farto,
só tenho para abraçar
a solidão do meu quarto!
       José Tavares de Lima  - Juiz de Fora – MG
 
 
MENÇÕES  HONROSAS
 
Na angústia que me tortura
entre insônias, desvarios,
sou a demência, a loucura
beijando espaços vazios!
           Rita Marciano Mourão  -Ribeirão Preto – SP.
 
Quando a insônia me atormenta
na ilusão sinto seus braços.
E o devaneio sustenta
a doçura destes laços.
           Elisa Alderani  - Ribeirão Preto – SP.
 
A insônia que vai além
das horas da madrugada,
por teimosia mantém
minha saudade acordada...
          Ercy Maria Marques de Faria -  Bauru – SP.
 
Sabendo como são tristes
minhas noites de abandono,
INSÔNIA, porque é que insistes
em vir roubar os meus sonhos???
          Maria Madalena Ferreira  - Magé – RJ.
 
Velha máquina querida...
No vai-e-vem do cerzir
costurei cada ferida
que a insônia fez reabrir !...
         Maria Helena Oliveira Costa – Ponta Grossa/PR
 
Sempre que a insônia me alcança
em noites de solidão,
sorrindo chega a esperança
e segura minha mão!
        Adilson da Silva Maia  - Niterói - RJ.
 
 
        MENÇÕES  ESPECIAIS
 
A insônia não tem idade
e os leitos são seus caminhos;
quando vem, traz a saudade
para entreter os sozinhos !...
        Lucília Alzira Trindade – Bandeirantes – PR.
 
Aos bons sonhos agradeço,
mas às insônias também...
__Ah, quantos versos eu teço
enquanto o sono não vem!
         A A de Assis – Maringá – PR.
 
Vendo que estou sem ninguém,
para aumentar meu castigo,
sem que eu peça, a insônia vem
passar as noites comigo...
        José Tavares de Lima  - Juiz de Fora – MG.
 
Cantar em noites de lua
vagando pelas calçadas,
é o que faço pela rua
na insônia das madrugadas !
      Francisco Garcia de Araújo(Prof. Garcia) Caicó RN.
 
Na noite fria e deserta
eu tento a insônia vencer,
mas a saudade desperta
e tudo põe a perder.
           João Costa – Saquarema – RJ.
 
Passo as noites sempre em claro
contra esta insônia a lutar,
mas meu maior desamparo
é não ter com quem sonhar.
         Renato Alves – Rio de Janeiro – RJ. 
.......................................................................
 
 ÂMBITO MUNICIPAL = TEMA: “VIGÍLIA”
 
TROVAS VENCEDORAS
 
As nossas vigílias plenas
de um desejo abrasador
transformam noites serenas
em desvarios de amor!
         Wanda de Paula Mourthé
 
Já desponta a madrugada!
Em vigília ... escuto passos...
e a esperança despertada
quer que eu te acolha em meus braços!
           Thereza Costa Val
 
Em vigília à madrugada,
se o vento bate à janela,
a saudade alvoroçada,
logo diz:- Mensagem dela!
          Wanda de Paula Mourthé
 
A lareira crepitante...
Em vigília só nós dois...
Um bom vinho inebriante...
Quanto delírio depois!...
        Ivone Taglialegna Prado
 
Sem jamais adormecer,
a saudade não se cansa
e comigo vem fazer
a vigília da esperança!
       Wanda de Paula Mourthé
 
O amor nos faz esperar
em vigília permanente
porque costuma chegar
quase sempre de repente!
         Arlindo Tadeu
 
 
 
No alpendre do casarão,
em permanente vigília,
Dirceu cantava a paixão
em versos para Marília.
         Olympio da Cruz Simões Coutinho
 
 MENÇÕES  HONROSAS
 
Em vigília as noites passo
e a ansiedade ma aniquila!
Ele chega, eu me refaço...
E finjo dormir tranqüila.
         Thereza Costa Val
 
Você dormindo ao meu lado,
e tão distante de mim,
que passo a noite acordado
numa vigília sem fim.
    Maria Lúcia de Godoy Pereira
 
A vigília tem seu jeito
de inquietar meu coração.
Fica ao meu lado no leito,
despertando a solidão.
     Relva do Egypto Rezende Silveira
 
Embora pobre, pequena,
desmaiada e já sem cor,
 a vida ainda vale a pena
se as vigílias são de amor.
      Zeni de Barros Lana
 
Assim que tu foste embora,
veio a saudade depois,
em vigília, sem demora,
trazer-me um “quê” de nós dois...
         Ivone Taglialegna Prado
 
Pela espera que foi feita
por Dirceu, pobre Marília,
mais do que rima perfeita,
tu foste a própria vigília!
        Arlindo Tadeu Hagen
 
Quando a noite me angustia
por um presságio medonho,
com a fé que me auxilia
deixo em vigília o meu sonho...
        Thereza Costa Val
 
Inquieta, no desatino
da vigília costumeira,
eu sinto que meu destino
é esperar-te a vida inteira!
      Almira Guaracy Rebelo
 
Em vigília a Natureza
responde aos atos humanos
pode ser pura beleza,
ou, se exaurir por seus danos.
          Dodora Galinari
 
 
  MENÇÕES  ESPECIAIS
 
O luar, olhando a areia,
cai do céu, quase desmaia;
em vigília ele vagueia
cobrindo de prata a praia.
   Conceição Parreiras Abritta
 
No coração desolado
passos vêm se aproximando:
é a saudade do passado
na minha vigília andando.
      Ângela Togeiro
 
 
Noite fria...e eu desperta,
entre vigílias e esperas...
Com carinho, me acoberta
o meu lençol de quimeras!
      Almira Guaracy Rebelo
 
Nas lonjuras infinitas,
em vigília e soledade,
 acenando as mãos aflitas...
Chorava minha saudade!
   Lucília Cândida Sobrinho
 
Em vigília, toda noite,
tento  esquecer o passado .
Mas a lembrança é um açoite
do sonho não realizado.
        Jupyra Vasconcelos
 
Meu sonho – estrela cadente
na vigília do luar,
se foi e deixou somente
a saudade em seu lugar.
      Lucília Cândida Sobrinho
 
Com seu amor eu me aqueço
e sempre me recomponho;
só por isso eu lhe ofereço
a vigília do meu sonho.
     Luiz Carlos Abritta
 
Minha vigília parece
ritual que me consome
na ladainha da prece,
digo, em delírio, teu nome.
     Relva do Egypto R. Silveira
 
Na vigília deste dia
de grande amor e esperança
surge uma luz que irradia
um céu de paz e bonança.
      Ione Taglialegna    
....................................................................................
NOTA: os brilhantes festejos de encerramento ocorreram nos dias 10 e 11 de dezembro de 2011, nas dependências do Hotel Normandy.