VI CONCURSO DE TROVAS DO CTS
(CLUBE DOS TROVADORES DO SERIDÓ) – CAICÓ - 2007

 

ÂMBITO ESTADUAL: TEMA “FEIRA”

 

1º lugar:

Carne, farinha, bolacha,

arroz, cocada e feijão,

tudo o que a gente quer, acha

nas feiras do meu sertão!

ADEMAR MACEDO - Natal

 

2º lugar:

Dos gritos pela calçada

a lembrança derradeira...

Hoje a rua, abandonada,

sente saudade da feira!

MARA MELINNI DE A. GARCIA – Caicó

 

3º lugar:

Se eu tivesse que vender

mercadoria nas feiras

exporia com prazer

meus sonhos nas prateleiras.

MARCOS ANTONIO A. MEDEIROS – Natal

 

4º lugar:

Na feira, compro de tudo,

com prazer e economia,

e o meu troco é sobretudo,

em moedas de alegria.

JAIR MACIEL DE FIGUEIREDO – Natal

 

5º lugar:

Falar de feira... a saudade

pulsa em meu peito, tão forte,

que relembro a mocidade

das feiras livres do Norte!

JOAMIR MEDEIROS – Natal

 

6º lugar:

O que tem na prateleira

de sua imaginação,

a gente encontra na feira,

nos cafundós do sertão...

ADEMAR MACEDO

 

7º lugar:

Na tal bolsa de valores,

ninguém entende ninguém;

pois falta o pregão de amores

que só nossas feiras têm!

ADEMAR MACEDO

 

8º lugar:

Na grande feira da vida,

entre sonhos e emoções,

há uma saudade exibida

em meio a ardentes paixões...

FABIANO DE CRISTO M. WANDERLEY – Natal

 

9º lugar:

Meu brinquedo preferido:

- Um carrinho de madeira...

Foi por mamãe escolhido

na barraquinha da feira.

DJALMA ALVES DA MOTA – Caicó

 

10º lugar:

Na feira tudo acontece,

se gritar pouco não rende,

e naquele sobe e desce,

quem mais se esforça, mais vende.

HERBETE FELIPE SILVEIRA E SOUZA – Natal

 

11º lugar:

Pela feira da saudade

passa tanta despedida...

Só não me passa a vontade

de te amar... Alem da vida!

MARA MELINNI A. GARCIA

 

12º lugar:

Nada trouxe mais lirismo

às feiras do interior,

que cordel, no dinamismo

de seus romances de amor!

CLARINDO BATISTA DE ARAÚJO – Natal

 

13 lugar:

A propaganda é no grito:

“Meu produto é de primeira!”

Galinha, porco, cabrito...

de tudo se vê na feira.

HÉLIO PEDRO SOUZA – Natal

 

14 lugar:

Tomara que os trovadores

batam do verso a poeira,

e a trova, assim como as flores,

enfeite as bancas da feira.

JOSÉ LUCAS DE BARROS – Natal

 

15 lugar:

Por que, Senhor, conceber

desigualdade no estar:

- Na feira o pobre vai ver

o que não pode comprar!

FABIANO DE CRISTO M. WANDERLEY

 

ÂMBITO NACIONAL: TEMA “ENCANTO”

 

1º lugar:

Orvalho... Um pingo de encanto

que alterna graça e leveza,

e desce em forma de pranto

dos olhos da natureza.

ÉLEN DE NOVAIS FÉLIX – Niterói

 

2º lugar:

Fim da seca... E um novo pranto

mamãe, velhinha, chorou:

- Não de mágoa, mas de encanto

pelo verde que voltou!...

SÉRGIO BERNARDO – N. Friburgo

 

3º lugar:

O maior encanto dentre

os que a mulher pode ter,

é agasalhar no seu ventre

o filho que vai nascer.

FRANCISCO JOSÉ PESSOA – Fortaleza

 

4º lugar:

Disseste adeus... e, à partida,

vi meus sonhos, sem os teus,

perdendo o encanto d vida

na fronteira desse adeus!

JOÃO FREIRE FILHO – RJ

 

5º lugar:

Mãos calosas... Entretanto,

cingem de amor o filhinho...

Roseira não perde o encanto,

apenas por ter espinho!...

NEWTON VIEIRA – Curvelo

 

6º lugar:

Vem logo. A noite é de encanto...

E a lua, a mostrar cansaços,

não merece esperar tanto

par ver nossos abraços!

JOSÉ TAVARES DE LIMA – Juiz de Fora

 

7º lugar:

Ah, velha mata, que dó:

queimaram teu verde encanto...

- A cinza, lágrima em pó,

é o que restou do teu pranto!

A.A.DE ASSIS – Maringá

 

8º lugar:

É tão grande o teu encanto

que junto a ti fico mudo!

Se nada falo, no entanto,

os meus olhos dizem tudo...

WANDA DE PAULA MOURTHÉ – BH

 

9º lugar:

 

Pondo encanto ao seu destino,

nasce entre ateus e pagãos,

na manjedoura, um Menino

trazendo o mundo nas mãos.

Mª DE FÁTIMA SOARES DE OLIVEIRA – Juiz de Fora

 

10º lugar:

Encanto é juntar pedaços

da nossa infância querida

para recompor os traços

da longa história da vida...

ERCY Mª MARQUES DE FARIA – Bauru

 

11º lugar:

Sozinha... a viola... num canto,

plange com alacridade,

como se ali, por encanto,

lhe dedilhasse a saudade.

JAIME PINA DA SILVEIRA – SP

 

12º lugar:

De toda mulher emana

o encanto que me fascina:

- A metade que é humana

e a metade que é divina!

JOÃO PAULO OUVERNEY – Pindamonhangaba

 

13 lugar:

A ave está presa... entretanto,

alheia a tal crueldade,

com seu canto enche de encanto

quem lhe rouba a liberdade.

MARINA BRUNA – SP

 

14 lugar:

Quando anoite estende o véu

e a lua surge, tão linda,

a serra, perto do céu,

ganha mais encanto ainda!

WANDA DE PAULA MOURTHÉ

 

15º LUGAR:

O mundo me causa espanto,

porém não perco a alegria.

Reabasteço-me no encanto

/da aurora de cada dia!

ANTONIO AUGUSTO DE ASSIS

==============================

 

NOTA = esta publicação só foi possível graças à gentileza e colaboração do trovador João Paulo Ouverney, da UBT Pindamonhangaba.