Neste amor que nos convence
a não pensar no depois,
o amanhã, que a Deus pertence,
também pertence a nós dois!

Foram tais os meus pesares,
quando, em silencio, partiste,
que, afinal, se tu voltares,
talvez me tornes mais triste...

Este amor que me persegue
e me rouba a paz e a calma,
embora tudo me negue,
é tudo que eu tenho na alma!...

Um beijo apenas, de leve,
trocado a medo, querida...
- como pode a união tão breve
nos prender por toda a vida?!

Tu não vens... e o meu tormento,
na angústia da espera vã,
é sofrer cada momento
desse infinito amanhã...

Foste embora... e, amargamente,
até hoje ainda não sei
por que não me sai da mente
o beijo que não te dei !...

Chove lá fora... e as goteiras,
como em soluços de dor,
vão demarcando as fronteiras
de nossos sonhos de amor...

Numa oferenda infinita
que a vida inteira consome,
minha oração mais bonita
é sussurrar o teu nome !.

Vivemos naquele instante
toda a ventura de amar,
mas não vivi o bastante
para o amor que posso dar!...

Na solidão que me embala
vejo, em meu triste viver,
que até o relógio da sala
já se cansou de bater...

Nosso amor, tristonho, eu vejo,
vai morrendo, passo a passo,
no gelo de cada beijo,
no frio de cada abraço!

Na vida, lutar, correr,
não me cansa tanto assim...
- o que me cansa é saber
que estas cansada de mim!...

Se a solidão me tortura
e um frio tédio me invade,
dói muito mais a amargura
que me traz tua saudade!...

Mostrando ser livre e bravo,
ri do amor, com grande alarde.
- você veio - fez-me escravo
e, em vez de bravo, um covarde!

O teu regresso, aguardado
com promessas de perdão,
teve sombras de pecado
e luzes de redenção!

No calor da juventude
quanto amor eu prometia!...
- se te dei tudo o que pude
não foi tudo o que eu queria ...

Se o meu cantar exprimisse
o amor que sinto em meu peito;
talvez ninguém nunca ouvisse
outro canto tão perfeito...

Não há inverno sombrio,
nem há ocaso tristonho
se em longas horas de frio,
há alguns minutos de sonho!...

O amor moldou nossas vidas
com tal força e devoção
que nossas almas, unidas,
têm somente um coração.

Em fantasias, nós temos
o amor; em sonhos tão belos
que o casebre em que vivemos
ganhou pompas de castelos!...

Quando o teu amor desfruto,
amando desta maneira,
eu vivo, num só minuto,
as horas da vida inteira!...

Sem você, sigo tristonho...
- e é tanta a vida que resta...
- qual fosse a morte de um sonho
na apoteose da festa!...

Mudaste tanto, querida,
causaste tanto desgosto
que a estória de tua vida
foi escrita no meu rosto...

Andaste de braço em braço...
e hoje, esquecendo o passado,
eu bendigo esse cansaço
que te mantém a meu lado!

Provocante... quando a vejo,
tanta malícia insinua
que faz despertar desejo
até nas pedras da rua...

Na sua indústria caseira,
mostrando um leve rubor,
eu vi a mulher rendeira
tecendo sonhos de amor!...

Nordeste. a porteira- range
no sertão, abandonada...
- e a solidão vem e tange
a saudade, pela estrada!...

No morro, o sonho alimenta
a existência de Maria:
- tão pobre de vestimenta...
- tão rica de fantasia!...

É tanta a força que tem,
tanta luz o amor encerra
que, muitas vezes, contém
todas as luzes da terra!

Se é castigo não me importa!
- neste amor constante, eterno,
hei de achar a tua porta,
seja no céu ou no inferno!

Pelas senzalas, marcadas
por mil castigos e horrores,
ainda estão acorrentadas
as almas de alguns feitores

Oh! vida! por Deus, não cales!
se são iguais as matrizes,
porque sofrem tantos males
tantos seres infelizes?!...

No amanhã que me consome,
na espera que me angustia,
eu sempre vejo o teu nome
no calendário do dia !...

Foi por te amar em excesso
e tanto, tanto esperar,
que, afinal, no teu regresso,
tudo o que fiz foi chorar!...

O luar sobre o caminho
era um poema risonho...
e ela voltou, de mansinho,
completando um lindo sonho...

Voltaste... e eu lembro o passado,
esquecendo a ingratidão...
- todo o regresso é marcado
pela auréola do perdão.

De que vale tanto empenho
neste meu sonho frustrado,
se nas vitórias que eu tenho
tu nunca estás ao meu lado ? !...

Na minha vida cansada
teu riso ecoa, divino,
dando luzes de alvorada
à noite do meu destino...

Não desistas, meu irmão!
- se algo queres, luta, vibra!
- que a vida, às vezes, diz não
para testar tua fibra.

Vamos brincar de mãos dadas,
crianças, pretas e brancas!...
- o sol de nossas calçadas
não tem porteiras, nem trancas!

Qual pingo d'água que escorre,
chorando pela vidraça,
assim o ideal, quando morre,
não deixa nada onde passa!...

Não vivas com tanta pressa...
não sigas correndo assim...
- quem vive muito depressa
chega mais depressa ao fim!

Uma verdade conforta
e torna a vida mais bela!
- se o mundo nos fecha a porta,      
(1º lugar em SP, 1968)
Deus nos abre uma janela!...

Tendo a fé que me conduz
não temo a sorte malsã !
- há sempre um fio de luz
entre as sombras do amanhã !

Foi feliz na caminhada
quem recebeu, pela vida,
mil sorrisos na chegada
e soluços na partida!...

Quando a união é sincera
e o amor ampara os dois,
tem tal força que supera
tudo |o que venha depois!

Tem tanta força a união
que, nos domínios do amor,
faz do cordeiro um leão
e torna escravo um senhor!...

Primeiro lavre o terreno,
para lançar a semente!
- até Jesus Nazareno
mandou profetas na frente!...

Ao que pede à tua porta,
dá também tua afeição!
- um pouco de amor conforta
mais que um pedaço de pão !

Toda violência exercida
é semente de revolta!
- quem planta o ódio na ida
colhe seus frutos na volta!...

É de Deus a mão amiga
que antepõe com alma boa,
ao coração que castiga,
um coração que perdoa.

Ao longo das caminhadas,
encontrei, desde menino,
muitas pontes destroçadas
pelos rios do destino!...

Nos devaneios se encerra
a luz de um sonho bendito
quando a gente, presa à terra,
pode alcançar o infinito!...

As luzes! - como entendê-las,
em seu mistério profundo!...
se há tanta luz nas estrelas
e tantos cegos no mundo ? ! ...

Seja humilde ante os pequenos
que não têm luz, meu irmão ! ...
- Às vezes se enxerga menos,
se é muito forte o clarão!...

Eu creio em Deus... e este lema
que a minha vida conduz,
é o mais perfeito poema,
com rimas feitas de luz ! ...

Dá, senhor, que eu possa vê-la!
- tua luz, verbo fecundo!...
- e melhor possa entendê-la
com tantas sombras no mundo!...

Nenhuma força se eleva
contra as lições de Jesus!
- Quando maior for a treva,
maior é a força da luz!

A sorte sempre ironiza
nas colheitas que oferece!
- Protege quem não precisa
abandona quem merece!...

Não se esqueça, alma ferida,
que de Deus reclama a sorte
-tanto há bondade na vida,
como há justiça na morte!

Na terra, por onde fores,
dá sempre amor e carinho!
- não se pode colher flores
em sementeira de espinhos!

Se a esperança foi perdida,
que mais nos resta, afinal?
- não faz falta a própria vida,
quando nos falta o ideal!...

Ideal ! pensando nele,
esta lembrança me ocorre ...
- se a gente vive por ele,
também por ele se morre!...

Mercador de ouvidos moucos,
o amanhã passa, em andanças,
vendendo ilusões, aos poucos,
com roupagem de esperanças!

Esse torpor, esse tédio,
a tristeza que me invade,
essa mágoa sem remédio,
será cansaço ou saudade ...

Sufocando o sofrimento
da espera inútil de alguém,
vivo sozinho o tormento
desse amanhã que não vem !...

Às vezes, alguns minutos
têm tamanha intensidade,
que a vida cobra tributos
por toda uma eternidade!...

Pela vida, as almas puras,
tornam mais puros seus dias,
sorrindo nas desventuras,
chorando nas alegrias!...

Senhor, que me vês tão falho!
- que eu veja da vida o encanto
e, numa gota de orvalho,
o milagre do teu pranto!...

Ainda mantenho, escondida,
mesmo apanhando a valer,
a esperança de que a vida
também canse de bater!...

Mantendo viva a esperança,
mudamos a própria sorte,
que a própria vida se cansa
de bater no que é mais forte ...

Na vida, importa lutar
quando houver algum desnível,
pois ninguém sabe explicar
onde começa o impossível ! ...

Nesta vida feiticeira,
qual um passeio encantado,
a gente, queira ou não queira,
já tem regresso marcado!...

Será o final da batalha,
o fim do pranto e da dor,
quando, em lugar da metralha,
ouvirmos vozes de amor!

Se a vida fosse ditada
pelos sonhos infantis,
seria a trilha encantada
para um mundo mais feliz!...

Na incerteza de seus passos,
minha alma, humilde, vencida,
tenta fazer dos fracassos
sublimes lições da vida...

Coração, rio encantado,
com cascalhos, pedras, ouro...
- garimpando com cuidado
pode-se achar um tesouro!...

Teimando em viver de rastros,
homens vis, de mente espessa,
não vêem o brilho dos astros
por não erguer a cabeça!

Serás feliz, onde fores
nas fantasias, amigo!
- tira os espinhos das flores!
- separa o joio do trigo!

O homem julga ser um forte
fronteiras vencendo a esmo,
mas não muda sua sorte
se não vencer a si mesmo!...

HUMORÍSTICAS

Vivendo à sua maneira
eles fogem da miséria!...
- na rua, ele faz a feira...
- em casa, ela faz a féria!...

Aquela doença da Berta
que, há muito, sofre do peito,
por dentro o Barnard conserta...
- mas, por fora... não tem jeito! ...

Ao contrario do ditado
que rege as normas da fama,
ela, com muito cuidado,
primeiro prepara a cama...

O malandro Zé Rebouça,
num costume muito feio,
diz que trabalha na bolsa,
mas é na bolsa do alheio...

Naquele hotel de terceira
que a polícia já fechou,
a Maria arrumadeira
muitas vezes se arrumou...

Sua vida é um livro aberto...
nada esconde - é muito franco ...
- mas sendo um sujeito esperto
deixa muita folha em branco!...

Se minha atenção concentro
nesses biquínis de agora,
vou ficando mais "por dentro"
das coisas que estão "por fora"!...

Muitas vezes nesta vida
a causa de muita zanga
é uma mulher bem vestida
deixando os homens de tanga!...

Nos bancos já não tem conta,
mas nos segredos que tem,
todo mês ela desconta
vários cheques no armazém ! ...

A sorte sempre me ajuda,
se com mulher me atrapalho,
pois uso um "galho do arruda"...
e vou quebrando meu galho...

A mulher do sapateiro
que vive ao som do martelo,
bate sola o ano inteiro,
pondo o esposo no chinelo!

Vendo a garota no templo
tão boa, cheia de si,
pensa o cura: "é o mau exemplo"
mais bonito que já vi!...

Após alguns desacertos,
pois andou desempregada,
ela passou por "apertos",
mas hoje vive "folgada"...

Treinador... vive a treinar...
- e a mulher, por sua vez,
quando falta o titular,
também treina... o regra três ...

A mulher do Zé carreiro
que já fez grandes proezas,
pode não ser um goleiro,
mas é craque nas defesas...

Não quero ser "fofoqueiro"
e zango com quem disser,
que em casa do Zé carteiro
quem "dá as cartas" é a mulher!

De tanto que andou à espera
de um namoro "evoluído",
hoje a Maria paquera
anda à espera... sem marido!...

Este mundo é complicado,
mas a mulher não bobeia!...
- às vezes, de um passo errado,
consegue o seu "pé de meia".

Vendo a fortuna tão falha,
mulher de fato é Maria,
que até de noite trabalha
pelo pão de cada dia!...

Sentindo a idade chegar,
em dias tristes e frios,
o velho lobo do mar
vive agora a "ver navios"...

============================================

OBS: transcrito do site da UBT Juiz de Fora.