Dona Carmen, pernambucana, nascida em 19 de julho de 1930, fazia parte da UBT, seção de Pindamonhangaba e da Academia Pindamonhangabense de Letras (empossada em 31 de janeiro de 2013, mesmo dia em que lançou o livro de poemas "É a Vida").  Residia em Pinda, onde veio a falecer no dia 08 de junho de 2013. Uma senhora carismática e muito querida por seus pares.                       

                       

 

 

 

 

 

 

 

                        Vida é para ser vivida,
                        todo dia , toda hora;
                        não deixar a alma ferida,
                        mandar a tristeza embora.
 
                        No nascimento ou na morte,
                        na chegada ou na partida,
                        o coração bate forte:
                        são as emoções da vida !
 
                        Renúncia é um ato de amor,
                        em benefício de alguém;
                        não se julga perdedor
                        aquele que nos faz bem !