CLUBE MILITAR - RIO DE JANEIRO - Ano 2000

CONCURSO NACIONAL  -  Tema:  "Cigarra"

VENCEDORES

Quando a alma se faz criança
nas ilusões mais bizarras,
cantamos alto a esperança
como cantam as cigarras!
Amalia Max - Ponta Grossa - PR

Se eu voltasse a ser criança...
Se um dia eu fosse feliz...
É uma cigarra a esperança
enchendo a vida de "sis"!
Arlindo Tadeu Hagen  - Juiz de Fora - MG

Meu coração de cigarra
no meu peito trovador
tem a mania bizarra
de cantar a própria dor!
Conchita Moutinho de Almeida - Poços de Caldas - MG

 

MENÇÕES HONROSAS

Antes que o dia se finde
a cigarra e o girassol
erguem ao céu mais um brinde,
embriagados de sol!
Élbea Priscila de Sousa e Silva - Caçapava - SP

Dia e noite, em algazarra,
depois que te viu partir,
a saudade é uma cigarra
que não me deixa dormir...
Izo Goldman - São Paulo - SP

Uma cigarra cantava
na pauta dos ramos tortos
e, sem querer, despertava
os meus sonhos... quase mortos...
Marina Bruna - São Paulo - SP

O trabalho nos obriga
a calar a nossa voz
quando a cigarra e a formiga
não cabem dentro de nós...
Renata Paccola - São Paulo - SP

Sonho, embora não revele,
que sou cigarra... e acredito
que deixo a prisão da pele
e, livre, alcanço o infinito!
Therezinha Dieguez Brisolla - São Paulo - SP

 

MENÇÕES ESPECIAIS

Eu quero ser nesta vida
(não me importa o que se diga!)
irreverente, atrevida,
mais cigarra que formiga...
Ana Cecília Ferri Soares - São Paulo - SP

Morto o amor no coração
perde a vida seu encanto,
e a cigarra da ilusão
canta seu último canto.
Anita Thomaz Folmann - Ponta Grossa - PR

A saudade, atualmente,
é meu tema quase eterno...
Cigarra que já pressente
primeiros dias de inverno...
Arlindo Tadeu Hagen - Juiz de Fora - MG

Fui poeta sofredor
cigarra que, na ansiedade
de tanto cantar o amor,
arrebentou de saudade!
Arlindo Tadeu Hagen - Juiz de Fora - MG

A cigarra... Uma cidade!
O canto na pitombeira
é como o som da saudade
que nos segue a vida inteiral
Geraldo Lyra - Recife - PE

Uma cigarra tardia
fez pouso no meu jardim...
- É a saudade... noite e dia
cantando dentro de mim!
Héron Patrício - São Paulo - SP

Não quero mais desencanto
de cigarra em teus momentos:
se não ouviste o meu canto,
quanto mais os meus lamentos!...
Neide Rocha Portugal - Bandeirantes - PR

As canções são as amarras
a um tempo, lugar ou fato:
ouço o canto das cigarras,
sinto um cheirinho de matol
Renata Paccola - São Paulo - SP
====================================

CONCURSO ESTADUAL- RJ

VENCEDORAS

Cigarra, seu triste canto,
neste frouxo entardecer,
só não consegue ser pranto
porque não pode escorrer...
Antônio Carlos Teixeira Pinto - Niterói - RJ

Quem, superando a fadiga,
luta com fé e com garra,
tem na vida de formiga
a alegria da cigarra!
Nádia Elisa Sanches Huguenin - Nova Friburgo - RJ

Bendita a vida que abriga
em si, com amor e garra,
tanto o labor da formiga
quanto o cantar da cigarra.
Sandro Pereira Rebel - Niterói - RJ

 

MENÇÕES HONROSAS

Eu noto, quando anoitece
Mirando o céu cor de opala,
Que o próprio Deus adormece
quando a cigarra se cala.
Elen de Novais Felix - Niterói - RJ

Ao contrário da andorinha
- que um ditado diz que não
uma cigarra, sozinha,
a cantar, faz seu verão!...
Hermoclydes Siqueira Franco  - Rio de Janeiro - RJ

Entre a labuta e a cantiga,
levo esta vida bizarra:
Quero imitar a formiga,
mas tenho alma de cigarra!...
Lourdes Regina Gutbrod - Rio de Janeiro - RJ

Com canto estridente e forte
- um canto de despedida,
a cigarra enfrenta a morte
cantando a canção da vida...
Luna Fernandes - Rio de Janeiro - RJ

Canta, poeta, a alegria
que a vida é mais bela assim!...
- A cigarra cantaria
nem que soubesse seu fim!...
Rodolpho Abbud - Nova Friburgo - RJ

Hei de amar-te a vida inteira
e este amor, que me consome,
é cigarra cantadeira
a sussurrar o teu nome!...
Rodolpho Abbud - Nova Friburgo - RJ

O sibilar das cigarras,
preanunciando o verão,
dói em quem já sente as garras
do inverno no coração.
Sandro Pereira Rebel - Niterói - RJ

 

MENÇÕES ESPECIAIS

Como a cigarra festeja
a chegada do verão,
minha alma canta e verseja
quando tocas minha mão.
Almerinda F Liporage (Tita) - Rio de Janeiro - RJ

Pela fugaz alegria
que deste ao meu coração,
como a cigarra vadia
paguei caro o meu verão.
Almerinda F Liporage (Tita) - Rio de Janeiro - RJ

Cai a tarde... e, à luz mortiça,
a cigarra o canto espalha...
Tudo em volta se espreguiça,
só a formiga trabalhal
Antônio Carlos Teixeira Pinto - Niterói - RI

A cigarra teima e insiste
que seu canto é de alegria,
sem supor o quanto é triste
o final da melodia!...
Clenir Neves Ribeiro - Nova Friburgo - RJ

Cigarra!... Alteia o teu canto,
que, do amor preso nas garras,
calo em mim a voz do pranto,
ante o canto das cigarras!
Edmar Japiassú Maia - Rio de Janeiro - RJ

Sendo alguém que já não sonha,
mais pareço, no abandono,
uma cigarra tristonha
de um galho seco de outono...
Edmar Japiassú Maia - Rio de Janeiro - RJ

Tirem de mim toda amarra,
deixem-me livre, a voar!
Quero ser como a cigarra,
morrer de tanto cantar!...
Lavínio Gomes de Almeida - Barra do Piraí - RJ

Cigarral O teu canto breve,
que ameniza a nossa lida,
consegue tornar mais leve
o triste fardo da vida!...
Lourdes Regina Gutbrod - Rio de Janeiro - RJ

Acredite que não minto:
ao ganhar seu coração,
mais feliz do que me sinto,
nem cigarra no verão!
Ney Damasceno - Rio de Janeiro - RJ