ÂMBITO NACIONAL – TEMA “UTOPIA”

VENCEDORES (por ordem alfabética)

É uma utopia pensar
que o sonho se realizou...
Ah! Se eu pudesse beijar
a brisa que te beijou...
DJALDA WINTER SANTOS – RIO DE JANEIRO

Velho tronco na queimada,
em dolorosa utopia,
sonha ouvir a passarada
que em vida abrigou... um dia.
DOROTHY HANSSON MORETTI – SOROCABA

Utopias!... Por vivê-las
e a elas me aprisionar,
quando desejo as estrelas,
deixo meu sonho voar!
EDMAR JAPIASSÚ MAIA – RIO DE JANEIRO

Julgo ouvir versos... Bobagem.
Só pode ser utopia:
a brisa, o orvalho, a ramagem
não declamam poesia!...
JOSÉ OUVERNEY – PINDAMONHANGABA

A utopia, que não cabe
na realidade enfadonha,
é um sonho que a gente sabe
quase impossível... mas sonha!
SÉRGIO BERNARDO – NOVA FRIBURGO

MENÇÕES HONROSAS

Desejar-te é uma utopia,
e, ainda assim, eu te quero.
Tu – mais longe, cada dia;
eu – mentindo... que te espero!
ANTONIO CARLOS TEIXEIRA PINTO – BRASÍLIA

Arquiteto da utopia,
traçando linhas, transponho
as portas da nostalgia
e abro as janelas do sonho!!!
EDUARDO A. O. TOLEDO – POUSO ALEGRE

Um pão, nas horas de fome
e um teto, nas noites fris,
para as crianças sem nome
são apenas utopias.
ÉLEN DE NOVAIS FÉLIX – NITERÓI

Nos descaminhos da vida
por entre atalhos dispersos,
deixo a utopia perdida
na entrelinha dos meus versos.
ELISA FLORES – NOVA FRIBURGO

Quebro o espelho do passado...
Por utopia... a ilusão
faz teu vulto apaixonado
multiplicar-se no chão...
IVONE TAGLIALEGNA PRADO – BELO HORIZONTE

O fraco tem por mania
contradizer a esperança
e batizar de “utopia”
os sonhos que não alcança.
JOSÉ OUVERNEY – PINDAMONHANGABA

Pode chamar de utopia
aquele meu sonho louco,
mas não me roube a alegria
de acreditar mais um pouco!
JOSÉ OUVERNEY – PINDAMONHANGABA

Eis meu desejo ideal,
minha utopia e quimera:
- Ver seus braços, afinal,
abrirem-se à minha espera!
RENATO ALVES – RIO DE JANEIRO

Meu coração avalia
esse amor, que o faz descrente:
- Felicidade é utopia,
sempre um passo à nossa frente!
THEREZINHA DIEGUEZ BRISOLLA – SÃO PAULO

MENÇÕES ESPECIAIS

Fraternidade? – Ironia,
ninguém ouve o seu apelo...
quando a paz vira utopia,
vira a vida um pesadelo!
CAROLINA RAMOS – SANTOS

Quem se agarra a uma quimera,
quem persegue uma utopia,
age como se soubera
que sem sonhos... morreria!
CAROLINA RAMOS – SANTOS

“É utopia!”, o senso alerta,
mas, a ilusão, em revolta,
mantém minha porta aberta,
como a dizer: “Ele volta!”...
DARLY O. BARROS – SÃO PAULO

No meu mundo de utopia
vivo momentos risonhos,
pois, na minha fantasia,
torno reais os meus sonhos!
DELCY RODRIGUES CANALLES – PORTO ALEGRE

Feito os ingênuos palhaços
do circo da fantasia,
entre aplausos e fracassos,
vou vivendo de utopia!
EDUARDO A. O. TOLEDO – POUSO ALEGRE

MENÇÕES ESPECIAIS

Ao ganhar o teu sorriso,
- que tanto amor prometia –
descobri que o paraíso
já não é mais utopia...
HÉRON PATRÍCIO – SÃO PAULO

Utopia é rastrear
passos de amor proibido,
na esperança de encontrar
o que se foi... sem ter sido...
MARIA LUA – NOVA FRIBURGO

A utopia, em minha mente,
traduz-se desta maneira:
- Um lugar inexistente
que existirá, caso eu queira!...
NEWTON VIEIRA – CURVELO / MG

Nos meus braços estarias,
se tu não fosses, querida,
a maior das utopias
que acalentei nesta vida!
NEWTON VIEIRA – CURVELO / MG

Vou vestir a fantasia
de poeta e trovador
e no bloco da utopia
serei mais um sonhador.
SÉRGIO MAURO – NOVA FRIBURGO
---------------------------------------------------------------------------
ÂMBITO NACIONAL = HUMORÍSTICAS
TEMA = “FANTASMA”
VENCEDORES

Ela me faz de tamanco,
sua beleza me pasma,
só que o meu saldo no banco
está virando fantasma.
ARGEMIRA FERNANDES MARCONDES – TAUBATÉ / SP

Fantasmas de dois defuntos,
namorando à luz da lua:
- Meu bem, vamos dormir juntos?
- Na minha tumba ou na tua?
CAMPOS SALES – SÃO PAULO

Diz que um fantasma surgiu
no seu quarto, certa vez.
Tal fantasma ninguém viu...
Mas já se nota o que fez!...
JOSÉ TAVARES DE LIMA – JUIZ DE FORA

No cemitério, ele pasma
ao ver, à noite, a mocinha:
- Não tem medo de fantasma?
- Quando eu era viva, eu tinha!
RENATA PACCOLA – SÃO PAULO

Parece um hotel de horrores...
- e os “fantasmas” andam fartos
de andar pelos corredores
e se esconderem nos quartos!...
RODOLPHO ABBUD – NOVA FRIBURGO

MENÇÕES HONROSAS

“Me apavora o fim do mundo”,
diz ao amigo o Garcês.
“Pois eu já não vou tão fundo...
meu fantasma é o fim do mês!”
DOROTHY JANSSON MORETTI – SOROCABA

À fantasminha abraçado,
atrás de uma sepultura,
o fantasma, apaixonado,
diz, morto de amor: “fofuuuuuuuuura”!
EDMAR JAPIASSÚ MAIA – RIO DE JANEIRO

- Foi fantasma!... Creia em mim!
diz a soprano ao marido...
- Fantasma no camarim?
- É o da ópera, querido!!!
EDMAR JAPIASSÚ MAIA – RIO DE JANEIRO

O espelho no dia-a-dia
se repete, e eu me repito,
“É um fantasma! E eu só queria
que ele fosse... mais bonito!!!”
IZO GOLDMAN – SÃO PAULO

O “fantasma” do telhado
no último andar se apavora:
- Ou salta ou é metralhado
e vira fantasma agora.
MARIA DE FÁTIMA SOARES DE OLIVEIRA – JUIZ DE FORA

A um analista de escol
diz um fantasma, abalado:
- Doutor, se eu tiro o lençol,
me sinto tão apagado...
MARINA BRUNA – SÃO PAULO

Casa velha, quanto encanto!
...tem cobras, cupins, lagartos!
Uma história em cada canto
e fantasmas pelos quartos.
NILTON MANOEL DE ANDRADE TEIXEIRA – RIBEIRÃO PRETO

Ao ruído sorrateiro,
ela explica para o otário:
- Fantasma de um marceneiro,
consertando nosso armário!
RODOLPHO ABBUD – NOVA FRIBURGO

A caveira fala... fala...
Porém, antes que enlouqueça,
jura o fantasma trocá-la
pela mula sem cabeça!
SÉRGIO BERNARDO – NOVA FRIBURGO

O larápio foi a tanto
de deixar a gente pasma,
pois furtava aura de santo
e até lençol de fantasma!
VERA MARIA DE LIMA BASTOS – JUIZ DE FORA

MENÇÕES ESPECIAIS

Fugindo pela janela,
o ‘dom juam” quis “dar no pé”.
- Um fantasma! gritou ela.
E o marido: - Agora é!
ANGÉLICA REBELLO SANTOS – TAUBATÉ

Certa pensão de senhoras,
quando “boa”, a cliente pasma,
ao notar, nas altas horas,
também se hospeda fantasma!...
CLÁUDIO DERLI SILVEIRA – PORTO ALEGRE

Na ‘madruga” o patrãozinho
vai ao quarto da empregada,
bate à porta e diz baixinho:
...”É o fantasma camarada”...
CLÁUDIO DERLI SILVEIRA – PORTO ALEGRE

Ouço à noite, e quase morro,
um fantasma assobiar,
mas a vizinha Socorro,
ao contrário, manda entrar!...
CLENIR NEVES RIBEIRO – NOVA FRIBURGO

Andrajoso e inconformado
o fantasma diz: - É o fim.
Que traição1 Fui trocado
por um lençol de cetim!
ÉLBEA PRISCILA S. E SILVA – CAÇAPAVA / SP

“Marido nem desconfia
mas a “fulana”, de esperta,
vê fantasmas cada dia
que ele deixa a porta aberta...”
FERNANDO CRUZ – RIO DE JANEIRO

O fantasma lá de casa
não anda muito legal,
pois vive “arrastando a asa’
pro lençol do meu varal.
HÉRON PATRÍCIO – SÃO PAULO

O fantasma do Silvério,
pianista compulsivo,
cansado do cemitério,
foi tocar música “ao vivo”!
RENATA PACCOLA – SÃO PAULO

Se entre monstros, algum dia,
fosse eleito um presidente,
o fantasma venceria,
pois só ele é “transparente”!
SÉRGIO BERNARDO – NOVA FRIBURGO

Foi o par pro beleléu...
e o fantasma, em tom moderno:
- Venho, à noite, aqui no céu,
ou você vai lá no inferno?
THEREZINHA DIEGUEZ BRISOLLA – SÃO PAULO
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
--------------------------------------------------------------------------------
ÂMBITO ESTADUAL = TEMA “CINZA”
VENCEDORES (por ordem alfabética)

Ante o fogo, até me exponho
e, se eu perder a batalha,
há de nascer outro sonho
das cinzas que o vento espalha.
JANETE DE AZEVEDO GUERRA – BANDEIRANTES

Se as brasas vão se apagando
e o coração desfalece,
removo as cinzas, soprando,
e o velho sonho se aquece
JANETE DE AZEVEDO GUERRA – BANDEIRANTES

Cinzas de amor, que restaram,
lancei-as todas ao vento,
mas as lembranças ficaram
presas no meu pensamento.
LUCÍLIA ALZIRA DE CARLI - BANDEIRANTES

Nosso amor foi tão ranzinza
que explodiu como um vulcão,
deixando somente cinza
no meu pobre coração.
MAURÍCIO NORBERTO FRIEDRICH – CURITIBA

Meu tempo tornou-se esparso...
Por mais que eu tente retê-lo,
nem com tintura eu disfarço
o cinza do meu cabelo.
VANDA ALVES DA SILVA – CURITIBA

MENÇÕES HONROSAS

As cinzas, na quarta-feira,
servem para nos lembrar
que esta vida é passageira
e que ao pó vamos voltar.
LUCÍLIA ALZIRA DE CARLI - BANDEIRANTES

Entre a mentira e a verdade
das crenças que são propostas,
nas cinzas da eternidade
creio que há um Deus... com respostas!
MARIA LÚCIA DALOCE CASTANHO – BANDEIRANTES

Semblante santificado,
cabeleira cinza-escuro,
mamãe viveu seu passado
planejando meu futuro.
MAURÍCIO FERNANDES LEONARDO – IBIPORÃ

Meu amor na mocidade
foi efêmera ilusão;
dele só resta a saudade
nas cinzas de uma paixão.
MAURÍCIO NORBERTO FRIEDRICH – CURITIBA

Aquele amor que teimou
em ser ardente demais,
tudo, tudo ele queimou
e hoje é cinza, nada mais.
SUELI FERNANDES – PONTA GROSSA

MENÇÕES ESPECIAIS

Difícil será a contenda,
no entanto o Bem vencerá.
Tal qual a ave da lenda,
das cinzas ressurgirá!
ANTÔNIO AUGUSTO DE ASSIS – MARINGÁ

Um cinzeiro descorado,
restos de cinza contém,
o fumante inveterado
já se mudou para o além.
DARI PEREIRA – MARINGÁ

Daquele amor tresloucado,
cheio de ardor da paixão,
só restou fogo apagado
e apenas cinzas... no chão!
LUCÍLIA ALZIRA DE CARLI – BANDEIRANTES

Com saudade e com ternura,
sob as cinzas do passado,
nosso amor queima e fulgura,
fingindo ter-se apagado.
MARIA LÚCIA DALOCE CASTANHO – BANDEIRANTES

Se perdeste um grande amor,
não fiques assim ranzinza,
um vulcão abrasador
no fim, também vira cinza!
MAURÍCIO FERNANDES LEONARDO – IBIPORÃ
-----------------------------------------------------------------------------------
ÂMBITO ESTADUAL = TROVAS HUMORÍSTICAS
TEMA “VASSOURA”
VENCEDORES

Na vizinha, a linda casa,
nem a vassoura descansa;
e acaso o marido atrasa,
a vassoura canta e dança!
AMÁLIA MAX – PONTA GROSSA

Pobre titia, ao comprar
uma vassoura, é indagada:
será preciso embrulhar
ou já vai nela montada?
AMÁLIA MAX – PONTA GROSSA

Vassoura de bruxa arrasa,
é enorme a sua ação,
depois de limpar a casa,
inda vira condução!
FERNANDO VASCONCELOS – PONTA GROSSA

Esta vassoura sem pêlo
deve ser aposentada
pois, sem dente e sem cabelo,
não me serve para nada!
MAURÍCIO NORBERTO FRIEDRICH – CURITIBA

Para a esposa um casarão
com dezesseis amas louras,
e pra sogra um caminhão
carregado de vassouras.
NEI GARCEZ – CURITIBA

MENÇÕES HONROSAS

Neste planeta sofrido,
com tanto lixo fedendo,
há muito louco varrido,
pouca vassoura varrendo.
ANTÔNIO AUGUSTO DE ASSIS – MARINGÁ

A vassoura da vizinha
é ágil que nem foguete;
varre toda a sujeirinha
pra debaixo do tapete!
ISTELA MARINA GOTELIPE LIMA – BANDEIRANTES

Fiz: - vou limpar a cidade,
a candidata caloura.
Alguém o palanque invade,
põe-lhe nas mãos a vassoura!
LUCÍLIA ALZIRA DE CARLI – BANDEIRANTES

Sendo de bruxa taxada,
com o genro não estoura...
Logo após, sem dizer nada,
sai voando na vassoura!...
LUCÍLIA ALZIRA DE CARLI – BANDEIRANTES

Na casa dela o cabelo
tem um destino sofrido:
sua vassoura de pêlo
é o bigode do marido!
ROZA DE OLIVEIRA – CURITIBA

MENÇÕES ESPECIAIS

Você, que a sogra desdoura,
chamando-a bruxa caduca,
cuidado, um dia a vassoura
lhe acerta o cabo na nuca.
ANTÔNIO AUGUSTO DE ASSIS – MARINGÁ

Fere a testa do marido
que desde cedo saiu
e se desculpa: - Querido,
a vassoura escapuliu...
ISTELA MARINA GOTELIPE LIMA – BANDEIRANTES

Patroa, tanto cuidado...
o exagero me “revorta”:
espero a sogra e o Machado
com vassoura... atrás da porta!
JANETE DE AZEVEDO GUERRA – BANDEIRANTES

Lá na rua ele é o machão...
mas em casa é diferente;
com a vassoura na mão,
ele é meigo, terno... é gente!
MARIA LÚCIA DALOCE CASTANHO – BANDEIRANTES

Toda vez que eu chego tarde,
lá em casa, rente ao portão,
minha esposa dá “boa-tarde”
com a vassoura na mão.
NEI GARCEZ - CURITIBA