CONCURSO DE TROVAS ELOS CLUBE DE SÃO PAULO - 1989
(todas as classificações por ordem alfabética)
Trovas apresentadas = 450

ÂMBITO NACIONAL – TEMA: “FADO”

VENCEDORES

Na guitarra chora o fado
que imortalizas na voz...
No teu xale bem bordado,
tem saudade presa aos nós...
ANTONIO MORGADO PINTO – CAMPOS

Meu filho, possa o teu fado
ser diferente do meu;
e dar-te a vida, dobrado,
o bem que nunca me deu!
ERCY Mª MARQUES DE FARIA – BAURU

Na triste sonoridade
que no seu ritmo irradia,
o fado é um grão de saudade
transformado em melodia.
MILTON S. SOUZA – PORTO ALEGRE

Uma guitarra soluça...
E dentro da noite calma,
triste, o fado se debruça
na janela de minha alma...
SILVINA ANTUNES LEAL – SANTOS

Canta o fado a rapariga...

E a sua voz insinua

que a tristeza da cantiga

não é tanta quanto a sua...
WALDIR NEVES - RIO

MENÇÕES HONROSAS

Quando a guitarra introduz
um fadista apaixonado,
o céu acende uma luz
e, até Deus, escuta o fado!
ALMERINDA LIPORAGE – RIO

Ao som do fado que amarga,
a saudade, por despeito,
pondo explosivos na carga
faz terrorismo em meu peito...
EDMAR JAPIASSÚ MAIA – RIO

Cantei de amor... Entretanto
ela se foi... tão fugaz...
E hoje o meu fado, se eu canto,
chora a falta que ela faz!...

Desespero não me alcança!
Sonhador inveterado,
deito luzes de esperança
sobre as trevas do meu fado!
JOÃO FREIRE FILHO – RIO (duas)

Enquanto o fado se arrasta
com melodia sentida,
a alma do ouvinte se afasta
e vai chorar escondida.
MILTON SEBASTIÃO SOUZA

Eu não lastimo meu fado,
mesmo sofrendo por ti:
- se vivi pouco a teu lado,
foi demais o que eu vivi!
THEREZA COSTA VAL

MENÇÕES ESPECIAIS

Meu fado é ter, de certeza,
mesmo vivendo em desgraça,
um prato a mais sobre a mesa
e a porta aberta a quem passa!
ANIBAL ANTONIO DE LIMA NOBRE – FARO/PORTUGAL

Tristonho por devoção,
vivo tão amargurado
que, se eu fosse uma canção,
de certo eu seria um fado!
ARLINDO TADEU HAGEN

Desafios, desgarradas,
o fado e o samba dolente,
histórias interligadas,
dois povos, uma só gente!

Descruza os braços... porfia,
porque o fado verdadeiro
é cuidar, enquanto é dia,
do seu próprio candeeiro!
C. A. BEIRAL – PIÚMA / ES (duas)

Mantém a mágoa secreta,
segue a cantar sem gemido,
teu triste fado, poeta,
é morrer incompreendido!
CAROLINA RAMOS

O meu fado? Viver só,
o passado recordando;
eu caminho sob o pó
que a saudade vai soprando.
ELZIO B. ALENCAR – BUENO BRANDÃO -

“Teu fado é a felicidade!”
- previu-me a cigana, austera...
E, esperando essa verdade,
fiz-me feliz... nessa espera!
JOÃO FREIRE FILHO

O fado e suas guitarras
trazem-me lembranças tais
que soltam minhas amarras
e dão largada aos meus ais.
JOÃO PEREIRA DA SILVA – B. H.

Ao som do mais belo fado,
teu olhar beijando o meu,
pôs luz num templo apagado
e um grande amor floresceu!
MARIA HILDA DE OLIVEIRA – JUIZ DE FORA

Dos fados em que sou réu,
há sucessos tão estranhos...
Chego a ver o azul do céu
morar em olhos castanhos...
MIGUEL RUSSOWSKY – JOAÇABA

Portugal deixei... e agora,
no exílio, onde a dor me invade,
escuto o fado que chora
na guitarra da saudade!
SÉRGIO C. MIRANDA – NOVA FRIBURGO

Tem na vida triste fado,
pois do amor não goza a chama,
quem ama sem ser amado,
quem, sendo amado, não ama.

Do sonho feito em escombros
busca teu fado agüentar:
- Deus jamais põe em teus ombros
o que não possas levar.
THEREZA COSTA VAL – B.H. (duas)

===================================

ÂMBITO MUNICIPAL – TEMA: “MENSAGEM”
Trovas apresentadas = 150

VENCEDORES

Outono... folhas fanadas,
que a enxurrada leva à tona.
Mensagens ultrapassadas
que a vida leu e... abandona...

Chuva estranha... inesperada,
foi manchando lentamente
a mensagem que, rasgada,
devolveste “Ao Remetente”...
ADÉLIA VICTÓRIA FERREIRA (duas)

Partiste... e em meu grande anseio
continuo a procurar
a mensagem que não veio
e a que eu não pude mandar.
ALBA CHRISTINA CAMPOS NETTO

Cada rio poluído
é uma mensagem de morte,
onde o mundo sem sentido
vai selando a própria sorte!
SARA MARIANY KANTER

Sua mensagem chegou...
Rasguei a carta e, serena,
lembrei que o tempo passou
e agora é tarde... Que pena!
THEREZINHA DIEGUEZ BRISOLLA

Linda mensagem de neve
que não perece ao degelo,
é aquela que o tempo escreve
nos fios do teu cabelo...
THALMA TAVARES

MENÇÕES   HONROSAS

Teu regresso é uma quimera
nos meus dias de abandono,
mensagem de primavera
em galhos secos de outono.
CARMEM OTTAIANO

A mensagem rude e austera
das enxadas cantadeiras,
alegra aquele que espera
embalar trigos nas leiras.
CIPRIANO FERREIRA GOMES

Não há razão, com certeza,
na descrença dos ateus.
pois a própria natureza
é uma mensagem de Deus!!!
PEDRO ORNELLAS

Sobre a mesa, a lamparina.
No bercinho, uma criança.
E a luz suave ilumina
a mensagem de esperança!
SARA MARIANY KANTER

Mensagem vívida e terna
que um ardente amor traduz,
o teu olhar é lanterna
que ilumina a própria luz.
THALMA TAVARES

MENÇÕES ESPECIAIS

Se há frieza nas respostas
às mensagens que vem dar,
a saudade, trouxa às costas,
volta ao passado, a chorar...
ADÉLIA VICTÓRIA FERREIRA

Dos muitos que O elegeram,
junto à Montanha bendita,
muito poucos entenderam
a mensagem que foi dita.
ALBA CHRISTINA CAMPOS NETTO

Muita coisa se insinua
sobre a pauta colorida,
da mensagem que flutua
nas entrelinhas da vida.
ANALICE FEITOZA DE LIMA

A mensagem resumida,
em que disseste ser minha,
amarrou a minha vida
a uma vida que eu não tinha.
CIPRIANO FERREIRA GOMES

São as Trovas sem mensagem
quatro versos tão vazios,
como fica na estiagem
o leito seco dos rios.
CLÓVIS MAIA

Saudade é como mensagem
dolorosa e contundente.
enviada pela imagem
que mora dentro da gente!
CONCHITA MOUTINHO DE ALMEIDA

Neste mundo hostil, insano,
império de homens ateus,
um gesto de amor humano
mostra a mensagem de Deus.
DIVENEI BOSELI

Levando ao mundo mensagem
de paz, amor e esperança,
como é sublime a linguagem
dos olhos de uma criança!
PEDRO ORNELLAS

Com seu cartel de mazelas,
de crueldade e cinismo,
fala por nós nas favelas
a mensagem do egoísmo.
THALMA TAVARES

O exemplo é a melhor mensagem
embora ele seja mudo.
Nos mostra a fé e a coragem
dos fortes... que enfrentam tudo!
THEREZINHA DIEGUEZ BRISOLLA

==================================

NOTA = esta publicação só foi possível graças à gentileza e colaboração da trovadora Therezinha Dieguez Brisolla, “Magnífica Trovadora” da UBT São Paulo