TEMA NACIONAL/INTERNACIONAL = AMOR

 VENCEDORES:

1º lugar
Não me chames de senhor
que não sou tão velho assim,
e a teu lado, meu amor,
não sou senhor. . . nem de mim!
RODRIGUES CRESPO (Belo Horizonte)

2º lugar
Eu amo a vida, querida,
com todo o mal que ela tem!
Só pelo bem - que há na vida,
de se poder querer bem.
ANIS MURAD (Rio de Janeiro)

3º lugar
Eu sigo na minha rota,
vencido, cheio de dor.
Causaram minha derrota
minhas vitórias no amor.
COLBERT RANGEL COELHO (Rio de Janeiro)

4º lugar
Duvidas que numa trova
eu encerre o nosso amor?
Na hóstia tu tens a prova:
Não cabe Nosso Senhor?
JESY BARBOSA (Campos)

5º lugar
Tua visão permanece
no meu olhar. Não fugiu.
O lago nunca se esquece
da estrela que refletiu.
RAUL SERRANO (Rio de Janeiro)

6º lugar
És rico... Mas que tristeza!
Tens vazio o coração...
Não ter amor é pobreza
mais triste que não ter pão.
JESY BARBOSA (Campos)

7º lugar
Se toda gente soubesse
como custa querer bem,
quanta gente gostaria
de não gostar de ninguém.
OCTAVIO BABO FILHO (Rio de Janeiro)

8º lugar
Não te prendas mais à dor
nem lembres quem te esqueceu
pois quem quer morrer de amor
vive do amor que morreu.
WALTER WAENY JUNIOR (Santos)

9º lugar
Toda a beleza da vida,
todo o encanto dela, vem
de a gente saber, querida,
que é toda a vida de alguém.
LEILA RIBEIRO FERREIRA (Belo Horizonte)

10º lugar
Busquei no amor, não me iludo,
a desventura que quis.
Nesta vida, amar é tudo,
é mais do que ser feliz!
CLÉA MARINA CUNHA DE MENESES

MENÇÕES HONROSAS

11º
Em seus olhos procurei
o amor que tanto queria.
Não fui feliz. Encontrei
o que a outro pertencia ...
VERA MILWARD DE CARVALHO (Caxambu)

12º
Fizemos, na vida ingrata,
do nosso amor um tesouro:
os filhos nos deram prata!
Os netos nos deram ouro!
JOSÉ MARIA MACHADO DE ARAÚJO (Português) (Rio)

13º
Amor! Não podem dizer
os versos mais inspirados
o que dizem a tremer
nossos dedos enlaçados ...
ANA ROLÃO PRETO M. ABANO (Benguela - Angola - África)

14º
Esta profunda tristeza
que fica, quando te vais,
não é amor, com certeza:
com certeza, é muito mais.
ANTÔNIO NILO BORGES (Português) (Rio)

15º
Dá meus olhos, morto, Amada,
ao cego da nossa rua .
Se o morto não vê mais nada,
veja o cego a graça tua ...
CICERO COSTA (Rio de Janeiro)

16º
Vou chegando ao fim da estrada
e agora não mais me iludo;
sem amor a vida é nada,
com amor a vida é tudo.
ALVARO DINIZ (Osório Dutra) (Rio)

17º
Mal do amor ninguém me fale.
Seu cativo eu fui, é certo.
Libertei-me... De que vale
liberdade num deserto?
ORLANDO BRITO (S. Paulo)

18º
"Tudo envelhece na vida"
doutrinava o professor.
Replica a aluna sabida:
"Exceção feita no amor.. .
AMÉLIA TOMAS (Cantagalo)

19º
É teu amor ouro puro,
por isso sou rica assim,
e as outras todas, te juro,
morrem de inveja de mim.
ODÉLIA BELEM BONESCHI (Niterói)

20º
Sei que não foge à verdade,
você também pode crer;
em amor, felicidade
é dar mais que receber.
NICE NASCIMENTO (Rio de janeiro)

A seguir, das 2.500 recebidas, mais 80 trovas selecionadas por Luiz Otávio e J.G. de Araújo Jorge, não necessariamente por ordem de classificação, que compuseram as 100 finalistas:

21
Do amor, a definição
varia conforme a idade.
Diz o moço: é sedução.
Dirá o velho: é saudade.
IRACI DO NASCIMENTO SILVA (Rio)

22
Amor é simples afeto,
mas de poder tão profundo
que torna as almas unidas
nos desertos deste mundo.
HÉLIO GARCIA DE MATTOS (Rio)

23
Não há meio de esquecer
este amor que anda comigo:
se acordada, penso em ti,
dormindo, sonho contigo.
ALICE DE PAULA MORAES (S. Paulo)

24
Dentre os destinos diversos,
eu prefiro o do cantor
que através de lindos versos
conta o mal que causa o amor.
S. SUANNES (S. Paulo)

25
Bem sei que amor é tormento,
mas a Deus peço um favor:
ir morrendo, em fogo lento,
na doce chama do amor.
LÚCIA LOBO FADIGAS (Rio de Janeiro)

26
Se amor se paga com amor,
como diz ditado antigo,
meu benzinho, por favor,
acerte as contas comigo.
JORGE MURAD (Rio)

27
O amor todo o mundo canta:
uns falam mal, outros bem.
Da mulher faz uma santa,
faz um demônio também.
AMÉLIA TOMAS (Cantagalo)

28
Amor é gozo e tormento,
mas pelo bem que me fez,
de novo sofrer eu tento,
desejo amar outra vez.
ALIPIO PORTES (Niterói)

29
A verdade está contida
nas fracas linhas da sorte:
- Com amor, a morte é vida;
sem amor, a vida é morte.
JANUÁRIO DA SILVA FERNANDES (RiO

30
Amor é sorriso e pranto,
sofrimento, inspiração. . .
alegria, desencanto,
luz em meio à escuridão ...
MARIA DE LOURDES LORETTI MOTTA (Rio)

31
O amor chega sem aviso,
sem mesmo a gente esperar.
Vem nas asas de um sorriso
ou na flecha de um olhar.
MENANDRO THOMAZ WHATELY (Rio)

32
Vivem um drama completo
de desespero e de dor,
os que têm sede de afeto,
os que têm fome de amor.
ALVARO PARIA (Rio de Janeiro)

33
Um dia abri a janela:
achei mais bonito o dia
e a vida radiosa e bela...
Era o amor... eu não sabia...
ZAIRA DE AZEVEDO CONRADO LEITE (Rio)

34
Passarinho que me encantas,
não cantarias assim
se tivesses penas tantas
como as de amor sobre mim.
ODETTE TOLEDO (Rio)

35
Há nos destinos humanos
diferenças capitais.
Se muito sofre quem ama
quem não ama sofre mais.
OSORIO DUTRA (Rio)

36
Quem não souber com certeza
do seu amor a extensão,
consulte o grau de tristeza
que causa a separação.
ADÁLIA LIMA TORRES (Rio)

37
Amor, veneno em mistura,
de conseqüência imediata:
medindo a dose, ele cura,
mas não medindo, ele mata!
ALFREDO DE CASTRO (Pouso Alegre)

38
Dizem que o amor traz tristeza.
A mim, só traz alegria.
Quem ama sente a beleza
que há em tudo que Deus cria.
NIEDDY BEZERRIL FREDERICK (Rio)

39
Seria a vida um inferno
e a humanidade um horror,
se ao mundo, em seu giro eterno,
faltasse o impulso do amor!
AZEVEDO ROLIM (Niterói)

40
Não peço o céu numa prece,
nem temo o inferno, querida,
pois quem te amou já conhece
inferno e céu nesta vida.
ORLANDO BRITO (S. Paulo)

41
Amei alguém - que desdita!
Morri de tanto sofrer.
Ó Deus do amor, me permita
Reviver, amar, morrer...
GUARACY LOURENÇO COSTA (Rio)

42
Andei na vida tão cego
por amores, que não sei
quantas saudades carrego,
quantas saudades deixei.
CÉLIO BASTOS (Campo Belo - MG)

43
Em amor eu sou cigana,
não divido com ninguém ...
E sendo, dele, tirana,
sou dele escrava também ...
AIDA RODRIGUES FRANGO (Petrópolis)

44
Que importa a mágoa, o ciúme
e essa angústia que te invade?
Morre a flor, fica o perfume,
morre o amor, fica a saudade.
RAUL SERRANO (Rio)

45
Para a fome do desejo,
neste amor que me consome,
há teu beijo; mas teu beijo
não mata, incrementa a fome.
BITTENCOURT DE SÁ (Rio)

46
Sofro e choro resignado,
tu nem ouves minha dor!
Quanto amor desperdiçado
por tanta falta de amor! ...
JUNQUILHO LOURIVAL (Niterói)

47
Maior que o amor mais fecundo
poder na terra não há:
retire-se o amor ao mundo
e o mundo estacionará.
AZEVEDO ROLIM (Niterói)

48
O amor que às vezes nos mata
outras vezes vivifica,
é a loucura mais sensata
que o mundo inteiro pratica.
LEOPOLDINA DIAS SARAIVA (Rio)

49
Se acaso eu fosse rainha,
dava a você meu reinado;
e se fosse uma andorinha,
- o meu ninho no telhado -
COLOMBINA (S. Paulo)

50
Não penses que estou pensando
que em mim pensas com fervor:
bem sei onde, como e quando
tens pensamentos de amor...
JOSÉ AUGUSTO DA SILVA (Rio)

51
No sobe-e-desce da vida,
o amor, na vida da gente,
é o bastão para a subida
e o freio para a vertente.
LÉDA DIAS DE CARVALHO (Rio)

52
Duas simples palavrinhas
Podem formar um conceito:
"'Eu" e "tu", mesmo sozinhas,
exprimem "amor perfeito".
ANTÔNIO JOSÉ AYRES (Rio)

53
Sobre o Amor já se tem dito
muita coisa de valor;
mas bem poucos, acredito,
sabem mesmo o que é o Amor!
A. ISAIAS RAMIRES (Rio)

54
Quem ama nunca está certo
de amar com tranqüilidade.
Tem ciúmes, se está perto;
se está longe... tem saudade!
AFONSO SOLANO DE OLIVEIRA (Niterói)

55
Amor me prende e maltrata,
me faz sofrer noite dia,
mas sem ele que me mata
mais infeliz eu seria.
AGMAR MURGEL DUTRA (Rio)

56
Sofri... Fui cego. . . Fui louco,
amando como te amei.
Dei-te amor, fizeste pouco
de todo o amor que te dei! ...
ANTONIO J. COURI (Juiz de Fora)

57
Meu amor, minha alegria,
perguntas o que é sofrer!
Sofrer é passar um dia
inteirinho sem te ver.
ANTÔNIO RIBEIRO (São Gonçalo)

58
Quando os olhares se encontram,
trazendo à face o rubor,
se o coração bate forte,
que sorte! Nasceu o amor!
ANTÔNIO SÈVEN-AVLIS PERES DOS SANTOS (Nova Friburgo)

59
O amor pra ser mais gostoso
não pode ser tão pamonha:
tem de ser escandaloso,
cego e surdo e sem-vergonha.
A. A. DE ASSIS (S. Fidélis)

60
A crer em feitiço chego,
pois desde, ó flor, que te vi,
nunca mais tive sossego,
só vivo pensando em ti!
ARIPIO FORTES (Niterói)

61
Pedi a Deus que me desse
um grande amor nesta vida;
Ele ouviu a minha prece.
Apareceste, querida!
ARMANDO PERCIVAL (Rio de Janeiro)

62
Levando a felicidade
de meus passados amores,
Ievo o esquife da saudade
todo enfeitado de flores.
BITTENCOURT DE SÁ (Rio)

63
É mudo, tristonho e frio
um coração sem amor,
é como o ninho vazio,
igual à jarra sem flor.
CARLOS ALBERTO DA COSTA GUEDES (Niterói)

64
Bons tempos, quando eu sorria
dos que choravam de amor,
sem prever que ele seria
o meu futuro senhor.
CLÉO CARVALHO GOMES (Rio)

65
Se nunca eu te conhecesse,
como eu iria supor
que o meu destino fosse esse
de fazer versos de amor?
CLODOALDO D'ALINCOURT (Rio)

66
Não me digas que não amas,
que jamais amaste alguém!
Amor é tal qual a Morte...
É mal de todos, também!
CONCEIÇÃO DE OLIVEIRA (S. Luís - Maranhão)

67
Felizes os trovadores,
romancistas de quadrinhas,
que fazem de seus Amores
romances de quatro linhas.
DURVAL MENDONÇA (Rio de Janeiro)

68
Viver sem amor, bobagem,
é como missa sem vinho,
capelinha sem imagem
e mato sem passarinho.
EDIGAR DE ALENCAR (Rio)

69
Vós tendes na mão, Senhora,
a chave da minha sorte:
vosso amor é minha vida
e vosso desprezo, a morte.
ESDRAS ACIOLI (Rio de janeiro)

70
Amor - sentir que nasceu
de oculto poder eterno,
possuindo algo de céu
com pedacinhos de inferno...
GERALDO PIMENTA DE MORAIS (Pouso Alegre)

71
Vive-se pobre, algemado
à vida, em pleno declive,
vive-se ao léu, maltratado,
mas sem amor ninguém vive!
GILBERTO DE SOUZA LIMA

72
Se o mal do amor, algum dia,
não mais prendesse ninguém,
muita dor se apagaria...
mas quanto riso também!
HÉLIO N. MARTINS (Rio de Janeiro)

73
Meu amor eu te asseguro
que estou tão bem a teu lado
que lamento que o Futuro
mude o Presente em Passado.
HERMÊ LUZ (Rio de janeiro)

74
Coração que tanto bates
por alguém que muito queres:
não te canses, não te mates,
nem te fies nas mulheres!
HUGO DE ALVARENGA PEIXOTO (Rio)

75
Amor se dá, não se vende,
não se compra, não se empresta...
Quem o compra, se arrepende
e, quem o vende, não presta.
IRACI DO NASCIMENTO E SILVA (Rio)

76
O amor (que a todos nivela)
nos tornou tão desiguais:
fez-se fútil, tagarela,
e a mim - fez triste demais!
IVAN VON WREDENN DIAS (Rio)

77
O céu te deu a beleza,
o sol te deu o fulgor,
o mundo te deu riqueza,
eu, porém, te dei amor!
J. GOMES VIANNA (Rio de Janeiro)

78
O beijo que tu me deste
teve tão grande sabor,
que pude sentir nos lábios
o gosto de teu amor!
JADIR VILELA DE SOUZA (Divinópolis - MG)

79
Amor - é doce de coco,
nunca a ninguém satisfaz ...
Quem prova, gosta e acha pouco,
pede outra vez ... e quer mais.
JAMIL EL-JAICX (Nova Friburgo)

80
Amor, palavra encantada
que nasce de um gesto mudo,
é o tudo que é quase nada ...
é o nada que é quase tudo ...
JOÃO FELICIO DOS SANTOS (Rio)

81
Canção da vida, beleza,
saudade, mistério e dor,
sendo alegria ou tristeza
quem vive sem ter amor?
JOSÉ HENRIQUE GIRÃO (Rio)

82
Um dia - Deus sabe quando
terminará minha dor,
a dor de viver chorando
por amor do meu amor!
JOÃO MATTOSO (Juiz de Fora)

83
As flechas do amor perfeito
Cupido nos apontou:
- a minha atingiu-me o peito;
a tua se desviou...
JOÃO VICENTE DA COSTA (Rio)

84
Sem ti, não vivo tristonho,
nem minha sorte maldigo...
Pelo milagre do sonho
eu passo as noites contigo.
JOSÉ LOURENÇO (Barra Mansa - RJ.)

85
Achar amor não nos custa,
como perder, também não.
Amor é qual flor de estufa,
conservá-lo, eis a questão!
MARIA HELENA ALVES PORTILHO (Rio)

86
Grande contraste, de fato,
há na história de nós dois:
o amor - passou como um jato...
Saudade - em carro de bois. . .
MARIA DE LOURDES LORETTI MOTTA (Rio)

87
Amor que trazes tristeza,
Amor que fazes cantar.
Se és toda a minha riqueza,
por que vivo a mendigar?
MARIA ISABEL MIRANDA (Rio)

88
Amor - eu não te sabia
espreitando os passos meus.
Descuidei-me um certo dia ...
Acordei nos braços teus!
MARIA SAMPAIO PRUDENTE DE MORAIS (Rio)

89
Nos cabelos de meu bem
é sempre noite fechada.
Há no seu rosto, porém,
uma eterna madrugada.
MENANDRO WHATELY (Rio)

90
Amor é luz de candeia,
é festa de encantamento.
Parece um sino de aldeia
num dia de casamento.
MERCÊS MARIA MOREIRA (Belo Horizonte)

91
Amor no peito entranhado
extirpar não queiras não.
Pois o amor traz, se arrancado,
pedaços do coração.
MILVIO MARCIO PIACESI (Rio)

92
De dois modos pode a gente,
quando ama, ser mais feliz:
- guardando aquilo que sente,
- medindo aquilo que diz...
OCTAVIO ISMAELINO (Rio)

93
Palavra bem pequenina,
de mistério tão profundo,
o amor é a força que anima
tudo que existe no mundo.
OSWALDO FRANCISCO COSTA (Niterói)

94
Amor é paz e clemência,
sol na Terra-Prometida,
a bênção da Providência
e a razão de nossa vida.
PAULA FARIA (Rio de Janeiro)

95
Tento esquecer teu amor.
Mas, confesso, tento em vão:
- Querer é desejo meu,
poder é do coração!
PEDRO MANHÃES (Campos)

96
Meu amor é tão profundo
que você mesma nem crê;
é tanto, meu bem, que o mundo,
para mim, é só você.
REGINALDO SILVA (Rio de janeiro)

97
Nosso amor foi certo dia
tão sincero, tão profundo,
que toda gente dizia
não ser coisa deste mundo.
REMY PRATES PINHEIRO (Rio)

98
As trovinhas que te envio,
pobre presente de um triste,
são pedaços arrancados
do coração que partiste...
SEBASTIÃO PAULO DO VALLE (Vitória)

99
Dizem que o amor cega a gente,
não creio neste gracejo,
pois comigo é diferente:
mesmo sonhando te vejo.
VICENTE GUIMARÃES (Rio)

100
Quando desperto contente
e às coisas serias não ligo,
adivinha toda gente
que é porque sonhei contigo.
LEOPOLDINA DIAS SARAIVA (Rio)