III JOGOS FLORAIS DE NOVA FRIBURGO - 1962

TEMA: "CIÚME"

Trovas Vencedoras

1º lugar
Quanto mais teu corpo enlaço
mais padeço o meu tormento,
por saber que o meu abraço
não prende o teu pensamento!
(Jesy Barbosa - Petrópolis )
2º lugar
Tenho ciúme profundo
de todo mundo, porque
tenho medo que esse mundo
roube o meu mundo - você!
( José Maria Machado de Araujo - RJ.)
3º lugar
Duas vidas separadas,
dois amores... Dois queixumes...
Duas saudades... Dois nadas...
Somos nós dois, - dois ciúmes!...
( Edgard Barcelos Cerqueira - Rio)
4º lugar
Guarda este pranto, sê forte,
foi pra morrer que nasci.
Ou tens ciúme da morte
que quer levar-me de ti?
( Anis Murad - Rio)
5º lugar
Dizes que sou ciumento.
Não posso contradizer-te
se vivo a todo momento
o momento de perder-te.
( Durval Mendonça - Rio)
6º lugar
Sou ciumenta e não minto,
é bom que saibas, meu bem:
o que for meu, não consinto
que seja de mais ninguém.
( Iraci Nascimento Silva - Rio )
7º lugar
A vida às vezes resume
contrastes deste teor:
só se morre de ciúme
quando se vive de amor.
(Colbert Rangel Coelho - Rio )
8º lugar
Se o Amor é cego, o Ciúme
inda é mais cego, porque,
não vendo nada, presume
que vê bem o que não vê!
(Archimimo Lapagesse - Rio )
9º lugar
Pesada cruz suportamos:
-de ciúmes os dois sofremos!
Por isso é que nos amamos
e nunca nos entendemos...
( José Maria Machado de Araujo -Rio)
10º lugar
Não condenes, por favor,
os meus ciúmes, Maria.
Olha que os cegos de amor
também precisam de guia!
( José Maria Machado de Araujo -Rio)

Menções Honrosas

11º lugar
Disse: "Que trova bonita!"
Mas tu não ouviste bem
e logo indagaste aflita:
"Quem é que é bonita, quem?"
(José Maria Machado de Araujo -Rio )
12º lugar
No vazio dos meus dias,
fico a pensar no meu bem:
as suas horas vazias
são preenchidas por quem?
(Anis Murad - Rio )
13º lugar
Quando o ciúme deu fim
do nosso amor, duvidei.
Não supunha que cupim
desse em madeira de lei.
(Colbert Rangel Coelho - Rio )
14º lugar
Vou confessar a verdade:
o meu amor se resume,
de longe, - em sentir saudade...
de perto, - em sentir ciúme!
(Edgard Barcelos Cerqueira - Rio )
15º lugar
Não é quando vais embora
que tenho ciúmes assim,
é quando estás como agora,
pensativo, junto a mim.
( Carolina Azevedo Castro - Petrópolis)
16º lugar
Se meu ciúme resume
a tortura de teus ais,
tua falta de ciúme
me tortura muito mais.
( Colbert Rangel Coelho – Rio)
17º lugar
Tenho ciúme das pedras
em que tu pisas, meu bem,
mas, quando passas comigo,
que ciúmes elas têm !
( Hugo Alvarenga Peixoto - Rio)
18º lugar
Teu ciúme me maltrata,
grita e fere com ardor,
e, coisa estranha, me mata,
vivendo de tanto amor!
(Áurea Dias - Nova Friburgo )
19º lugar
Todos olham quando passas,
e eu sinto, cheio de dor,
que nasce de tuas graças
a desgraça deste amor.
( Orlando Brito - São Paulo)
20º lugar
É marido de talento,
que conhece o seu mister,
quem se faz de ciumento
para enganar a mulher...
( Orlando Brito - São Paulo)
21º lugar
Nisto afinal se resume
teu sofrimento sem fim:
só por não ter eu ciúme,
tens tu ciúme de mim.
( Paulo Emílio Pinto - BH.)
22º lugar
Quem ama e não tem ciúme
não sabe amar, não quer bem.
Tem apenas o costume
de viver junto de alguém...
(Orlando Brito - São Paulo )
23º lugar
A dor que em meu peito mora,
a ninguém conto, porque
eu dela tenho ciúme
como eu tinha de você.
( Leopoldina Dias Saraiva - Rio)
24º lugar
Nem zangas e nem queixumes
ao me ver com outra ao lado.
e essa falta de ciúmes
me deixou enciumado...
(Orlando Brito - São Paulo )
25º lugar
- "Hoje estás outro!" e a boca
beijou-me, falando assim.
- "Eu... outro? Que coisa louca!"
Tive ciúmes de mim!
( João Rangel Coelho - Rio)
* * *
     As trovas a seguir não estão numeradas por ordem de classificação nem a numeração corresponde às Trovas semifinalistas publicadas no "O Globo" do Rio de Janeiro. Fazem parte das 100 semifinalistas.

* * *
n.26
Ciúme será remédio
ou veneno, ao seu sabor;
bem dosado, cura o tédio
grande porção, mata o amor.
(Zaíra de Azevedo Conrado Leite -Rio)
n.27
Um bocadinho de ciúme,
se temperado ele for,
é azeite que atiça o lume
na lamparina do amor.
( Bittencourt de Sá - Rio)
n.28
Mamãe, não quero a maninha
que você me prometeu;
- o colo da mamãezinha
vai ser mais dela que meu...
( Jayme de Faria Góes - Rio)
n.29
Quem seu ciúme proclama,
fazendo questão de expô-lo,
insulta aquela a quem ama,
- ainda faz papel de tolo...
(Adalberto Dutra de Rezende - Bandeirantes
n.30
Também sou irmão, na dor,
da velha fonte entre abrolhos.
Quem tem ciúmes de amor,
tem duas fontes nos olhos.)
( José Maria M. de Araujo / Rio)
n.31
Decerto, amor, nem presumes,
quando na igreja te avisto,
que chego a sentir ciúmes
da própria imagem de Cristo.
( Orlando Brito - São Paulo)
n.32
Ao vê-la, cheia de encantos
nos braços de outro, não nego,
os meus ciúmes são tantos,
que preferia ser cego!
( José Maria Machado de Araujo - Rio)
n.33
Quando, no amor, o ciúme
vai-se embora, indiferente,
o que logo se presume
é que o amor já foi na frente.
(Carlos Vandoni de Barros – Rio)
n.34
O ciúme, sem exagero,
tempera o amor com seu sal...
Mas também, sendo tempero,
em demasia faz mal !
(Archimimo Lapagesse - Rio )
n.35
Estranha dor, que persiste
teimosa como um perfume:
já cicatriza a saudade
- e dói-me ainda o ciúme.
(Anderson Braga Horta - Rio )
n.36
O amor me fez tresloucado,
a saudade me fez triste.
Mas foi com as farpas do ciúme
que mais fundo me feriste.
( Anderson Braga Horta - Rio )
n..37
São coisas inseparáveis
a boca, o beijo, o queixume,
céu, estrelas, infinito,
amor, saudade e ciúme.
( Anderson Braga Horta - Rio)
n.38
Só para minha desdita,
gosto de vê-la mais bela.
Ela estando mais bonita,
mais ciúmes tenho dela.
( Colbert Rangel coelho - Rio)
n.39
Eu que em ciúmes, meu bem,
vivo com tanta ansiedade,
não consigo nada além
do que aumentar-te a vaidade.
( Adênis Bergamaschi -BH)
n.40
Meu ciúme, que suportas,
é fruto do amor perfeito.
Às vezes, por linhas tortas,
é que se escreve direito.
(Colbert Rangel coelho - Rio )
n.41
Por quem te engana, padeces...
Dou razão aos teus queixumes.
e eu tenho (Ah!, se soubesses...)
ciúme dos teus ciúmes.
( Orlando Brito - São Paulo
n.42
Sentir ciúme é impróprio,
de quem ama com fervor:
é mais prova de amor-próprio
do que uma prova de amor.)
( Walter Waeny Junior - Santos)
n.43
Suprema felicidade
em nosso amor se resume:
não nos maltrata a saudade,
nem nos separa o ciúme.
( Aparício Fernandes - Rio)
n.44
Hoje, que o amor se acabou
até saudades eu sinto
do ciúme que o matou.
e está, para sempre, extinto,
( Carlos Vandoni de Barros - Rio)
n.45
Sei que você não aprova
e é,no entanto,assim que eu sou:
se de amor dou qualquer prova,
prova de ciúme eu não dou.
( Walter Waeny Junior - Santos)
n.46
Eu não teria, talvez,
tanto ciúme, meu bem,
se os olhos com que me vês
não fossem vistos também.
( Colbert Rangel Coelho - Rio)
n.47
Desde o começo do Mundo
o ciúme armou querelas.
O próprio Adão surpreendeu
Eva a contar-lhe as costelas.
(João Martins de Almeida – Pinda)
n.48
Senti ciúmes, ouvindo,
um jovem falar de alguém.
Corpo assim, rosto tão lindo,
-só podem ser do meu bem!)
(Colbert Rangel Coelho - Rio )
n.49
Tenho ciúme do vento
que se revela atrevido
tentando, a todo momento,
levantar o seu vestido.
( Colbert Rangel Coelho - Rio )
n.50
Não condenes, por favor,
estes ciúmes, meu bem:
-Já viste alguém sem amor
sentir ciúmes de alguém?
( José Maria Machado de Araujo - Rio)
n.51
Com teu ciúme padeço
mas sou feliz, mesmo assim,
pois é com ele que meço
o quanto gostas de mim.
( H.Stanziola _ Rio
n.52
Não sei se tenho razão
de ter ciúmes de ti;
confiar desconfiando...
foi contigo que aprendi. )
( Célia Cavalcanti - Rio)
n.53
Nas lindas noites de lua
que ciúme sofre o mar
vendo a rocha, toda nua
sob os beijos do luar.
( Jesy Barbosa - Petrópolis)
n.54
Eu, com outra? - Que maldade!
E tu crês nessa tolice?
-Não houve nem a metade
do que o ciúme te disse!...
(José Maria Machado de Araujo - Rio )
n.55
Aos ciúmes dando trato,
num quebra-quebra perverso
nós somos o cão e o gato
mais unidos do universo.
( Colbert Rangel Coelho - Rio)
n.56
Dos bons biscoitos, "Maria",
tenho ciúme freqüente.
Só porque vejo teu nome
na boca de toda gente...
( Wagner Luiz Ribeiro - Rio)
n.57
No teu quarto, de joelho
curvado à beleza tua,
tenho ciúmes do espelho
que já te viu toda nua.
( João Rangel Coelho - Rio)
n.58
Amor que não tem ciúme
lembra a guitarra sem fado;
lareira fria, sem lume;
um verso de pé quebrado
( Durval Mendonça - Rio)
n.59
Em mim ciúme é veneno,
é um antídoto eficaz
é fazer com "outra" o mesmo
que ela com "outro" me faz.
(La Fayette Soares - Rio )
n.60
Sem o ciúme - que é briga,
mas é ternura, depois,
que seria, minha amiga,
de mim, de ti, de nós dois?
(Anis Murad - Rio )
n.61
É pena que eu sofra as penas
por amor daquele amor...
Das penas eu culpo apenas,
o ciúme malfeitor.
(autor não identificado )
n.62
Novamente juntos, nós!
Mas, encontro-o tão mudado,
que sinto um ciúme atroz
de mim própria, no passado...
( autor não identificado)
n.63
Ciúme é zêlo... é cuidado...
é muito egoísmo, também...
- Confiar, desconfiando...
De quem a gente quer bem...
( Alberto Goulart Wucherer - Rio)
n.64
Sempre desculpo e tolero
teu ciúme pertinaz.
Não vale o bem que te quero,
todo o mal que ele me faz.
(José Maria Machado de Araujo - Rio )
n.65
Despertei sobressaltada
ouvindo-o dizer: "meu bem!"
Pus-me a escutá-lo intrigada,
ele sonha... mas com quem?
( Carolina Azevedo Castro - Petrópolis)
n.66
Eu trago minha alma aflita,
bem vês o ciúme em meu rosto;
o mal é seres bonita
e os outros terem bom gosto...
( Aparício Fernandes - Rio)
n.67
O ciúme, sem excesso,
querida, é prova de amor!
Entretanto, só te peço:-
Não te excedas, por favor!
( Jobel Rodrigues de Matos - Rio)
n.68
-Que, numa trova, eu consagre
uma verdade cruel?
-Ciúme é como vinagre
que cai num frasco de mel.
(Walter Waeny Junior - Santos )
n.69
Façamos logo um acordo,
sem queixa, mágoa ou rancor:
dividamos o ciúme,
multipliquemos o amor.
(Octávio Babo Filho - Rio )
n.70
Se o meu ciúme reprovas,
muda de nome, Maria.
Já não posso ver em trovas
o teu nome, todo dia.
(Colbert Rangel Coelho - Rio )
n.71
Ciúmes... Sofro... Tortura...
Mas a razão me consola:
tenho amor (quanta fartura!)
e as "outras" vivem de esmola!
(Nice Nascimento - Rio )
n.72
Este ciúme que cobra
tributos à minha paz,
é tudo quanto me sobra
do pouco que tu me dás.
( Colbert Rangel Coelho - Rio )
n.73
Quem, presa de ciúme atroz
tem na alma um amargo travo,
parece agir como algoz
e, na verdade, é escravo...
( Walter Waeny Junior - Santos )
n.74
Teu ciúme exagerado,
tanto me acusa e maldiz,
que até me sinto culpado
de coisas que nunca fiz...
( Archimimo Lapagesse - Rio)
n.75
Se o Mar,com os dedos das ondas,
vem em delírio afagar
as tuas formas redondas,
tenho ciúmes do Mar.
(João Rangel Coelho - Rio )
n.76
Foi da tua teimosia,
que o nosso amor terminou.
Nunca houve outra Maria,
teu ciúme é que a inventou!
(Edgard Barcelos Cerqueira - Rio )
n.77
Dizes serem diferentes
nossos ciúmes, - convenho:
-Tu sabes por quem os sentes,
eu não sei de quem os tenho!
( José Maria Machado de Araujo - Rio)
n.78
Das dores que me consomem,
eis a que mais me espezinha:
ver que há de ser de outro homem
quem nasceu para ser minha.
(João Rangel Coelho - Rio )
n.79
O ciúme que reveste
a nossa história infeliz
viu coisas que não fizeste,
viu coisas que nunca fiz.
( Colbert Rangel Coelho - Rio )
n.80
Ciúme é dor... é loucura...
que maltrata tanto a gente
quando a amada criatura
tem outro amor diferente...
( Alberto Goulart Wucherer)
n.81
Ciumento, com fúria louca,
às vezes penso, afinal,
que beijas na minha boca
a boca de um meu rival.
(João Rangel Coelho - Rio )
n.82
Como feliz eu seria
por esse mundo sem fim,
se alguém viesse algum dia
a ter ciúmes de mim!
( J. Rebelo)
n.83
Teu ciúme faz-me bem
neste nosso apartamento.
Pois ter ciúmes de alguém
é tê-lo no pensamento.
(Celeste de Abreu - Portugal )
n.84
Ciúme é ter-se constante,
no pensamento, o pavor
de que alguém, a todo instante,
quer roubar o nosso amor.
( Leir Morais - Rio Bonito)
n.85
A mais atroz - disse alguém
das dores que a gente sente,
é ter ciúme de quem
não tem ciúmes da gente!
( Djaldyr M. de Faria -Rio)
n.86
Do teu ciúme, com desgosto,
apresento testemunhas,
apontando no meu rosto
a marca de tuas unhas.
( Colbert Rangel Coelho - Rio)
n.87
Tenho ciúmes, amada,
desse leito, onde risonha,
ao travesseiro abraçada,

tantas noites você sonha.
( Colbert Rangel Coelho - Rio)
n.88
Minha dor de cotovelo...
Minha pedra no sapato...
A todos digo que é zelo
mas é ciúme de fato!
(Anibal Vitrai Monteiro -Rio )
n.89
Nisto a vida se resume:
nada existe sem defeito,
e, se não fosse o ciúme,
o amor seria perfeito!
(Vera Milward de Carvalho((Caxambu)
n.90
Que me traias tu me negas
mas, traindo-me, te trais:
-O perfume com que chegas,
nunca é o mesmo com que sais...
(Cesídio Ambroggi - Taubaté )
n.91
Não foi porque tu vieste
atrasado, que eu zanguei.
Foi só porque não me deste
um beijo igual ao que eu dei.
(Carolina Azevedo Castro - Petrópolis )
n.92
Das angústias a maior,
a mais terrível das penas...
Como encerrar-te, ciúme
em quatro versos apenas?
(Cecília Cavalcanti - Rio )
n.93
Finjo ter ciúme agora,
para matar a saudade
daqueles tempos de outrora
em que o tinha de verdade.
(José Maria Machado de Araujo -Rio )
n.94
Mal sabes como é penoso
para mim, vê-lo a teu lado?
- O ciúme é mais doloroso
se a gente o sofre calado...
( Aparício Fernandes - Rio)
n.95
Sentimento negativo,
que ora faz mal, ora bem,
é sintoma positivo
de que alguém gosta de alguém.
( Anibal Vitral Monteiro - Rio)
n.96
Minha vida se resume
num dilema assustador:
se eu sofro com teu ciúme,
sofro mais sem teu amor.
( Maria José B. Cerqueira - Rio)
n.97
Não me importam teus queixumes,
não me aflige o teu desdém
se vejo nos teus ciúmes
o quanto me queres bem.
( Maria Izabel Miranda – Itajubá)
n.98
Tu dizes com tal meiguice
que tens ciúmes de mim,
que adoro o disse-me-disse
que te faz ciumenta assim.
( Anibal Vitral Monteiro - Rio)
n.99
Cite a terceira pessoa
do verbo amar, por favor.
E a voz do aluno ressoa:
- O ciúme, professor!
( José Maria Machado de Araujo –Rio)
n.100
A morte, incerto negrume,
não me amedronta; talvez
o que apavora é o ciúme
dela casar-se outra vez.
( Colbert Rangel Coelho - Rio)