XXVI JOGOS FLORAIS DE NOVA FRIBURGO  =  1985

CONCURSO  NACIONAL = TEMA:  "BRINQUEDO"

1º lugar: ARLINDO TADEU HAGEN - Juiz de Fora
Infância é um brinquedo usado
que um dia a vida resolve
tomar um pouco emprestado
e nunca mais nos devolve!

2º lugar: SILVINA ANTUNES LEAL - Santos
Num trenzinho de brinquedo,
pelos trilhos da ilusão,
já varei léguas sem medo
em poucos metros de chão...

3º lugar: NEY DAMASCENO - RJ
A nossa vida é um brinquedo,
que Deus nos dá de presente,
para, mais tarde ou mais cedo,
tomá-lo das mãos da gente...

4º lugar: CÍCERO ROCHA - Juiz de Fora
Praiana, nas madrugadas,
brinca a saudade e passeia
nas torres desmoronadas
dos meus castelos de areia.

5º lugar: LEILA RIBEIRO FERREIRA - BH
"Esta é a casa de brinquedos".
A mãe se apressa... Por que?
Ele sabe. Torce os dedos:
- Para, mãe! Só quero vê!...

6º lugar: FERNANDO COSTA - SP
Sou brinquedo... Sou palhaço...
Sou conquistador de afetos
nas "palhaçadas" que faço
quando brinco com meus netos!

7º lugar: MÁRIO PEIXOTO - RJ
Foi-te o tempo do brinquedo,
das cirandas, da esperança...
Ah! se eu soubesse mais cedo
como era bom ser criança!...

8º lugar: ARLINDO TADEU HAGEN
Passei a vida juntando
brinquedos sem importância
que a gente guarda, tentando
guardar um pouco da infância!

9º lugar: ADELIR MACHADO - Niterói
Não é brinquedo, suponho,
ver curvada, uma saudade,
tentando pegar um sonho
que já foi felicidade!...

10º lugar: MARIA DA PENHA MUNIZ DIAS - RJ
Busquei, no bazar da vida,
ventura: um brinquedo raro;
mas voltei desiludida:
não comprei... Era tão caro!!!

MENÇÕES   HONROSAS:

11º lugar: ALAYDE DE MELLO SÁ MOREIRA - SP
Num tempo alegre e tão certo,
brincar na rua era moda,
e o céu ficava mais perto,
quando eu brincava de roda.

12º lugar: WALTER WAENY - Santos
Num milagre que não finda,
dentro da alma, bem guardados,
estão perfeitos, ainda,
os meus brinquedos quebrados.

13º lugar: JOÃO FREIRE FILHO - RJ
Dos meus tempos mais risonhos
descubro agora os segredos:
- cabia um mundo de sonhos
no meu mundo de brinquedos!

14º lugar: JOÃO FREIRE FILHO
Não tive infância risonha,
mas em meu peito ainda vive
um guri que brinca e sonha
com brinquedos que não tive...

15º lugar: CARLINDA LAMEGO - RJ
Meus brinquedos de criança,
nunca o tempo os desgastou:
hoje brincam na lembrança
da criança que ainda sou!

16º lugar: EUGÊNIA MARIA RODRIGUES - Rio Novo/MG
Lembro os brinquedos da infância
e uma ternura me invade:
tão perdidos na distância,
tão presentes na saudade...

17º lugar: JOÃO FREIRE FILHO
Olhando um menino triste,
sem brinquedo, abandonado,
entendo porque é que existe
tanto adulto revoltado...

18º lugar:MAGDALENA LÉA BARBOSA CORRÊA - RJ
Beija a boneca em segredo...
E a menininha ressalta
que está dando a seu brinquedo
o carinho que lhe falta.

19º lugar: CÉLIO GRÜNEWALD - Juiz de Fora
Numa aparente ventura,
o garoto do Solar
tem brinquedos com fartura
mas não tem com quem brincar!

20º lugar: MILTON S. SOUZA - Porto Alegre
A criança, muito esperta,
decorou bem o segredo:
o "faz de conta" conserta
qualquer tipo de brinquedo.

MENÇÕES   ESPECIAIS

21º lugar: JOÃO SOBREIRA - Fortaleza
O meu brinquedo maior
tem sido a minha viola;
meus dedos sabem de cor
o tom que mais me consola.

22º lugar: BENERVALE DE FRANÇA CONCEIÇÃO - São Gonçalo/RJ
Sendo o amor seu instrumento,
brinquedos meu pai criava,
e artesão por sentimento,
a nossa infância alegrava.

23º lugar: ARLINDO TADEU HAGEN
Eu entendo o seu segredo,
velha bruxinha de trança,
pois eu também fui brinquedo
nas mãos da mesma criança.

24º lugar: MILTON S. SOUZA
Se um brinquedo desaponta,
seu defeito eu logo noto:
trocaram seu "faz-de-conta"
por um "controle remoto".

25º lugar: LUIZ MACHADO STÁBILE - Uruguaiana/RS
Estes brinquedos guardados
reduzem qualquer distância,
pois são eles, empoeirados,
que eternizam minha infância.

26º lugar: LUNA FERNANDES - RJ
Em meu brinquedo, entretido,
a brincar de esconde-esconde,
eu fui ficando escondido
não sei de quem, nem sei onde.

27º lugar: SILVINA ANTUNES LEAL
Mais vale ao filho a ternura
e o bom exemplo dos pais,
que brinquedos que a fartura
às vezes compra demais...

28º lugar: JOÃO FREIRE FILHO
Com meus brinquedos, risonho,
alheio a tempo e distância,
vivi auroras de sonho
nos horiontes da infância!

29º lugar: AMÁLIA MAX - Ponta Grossa
Olhando o céu à tardinha,
a infância meu peito invade,
brincando de cirandinha
de mãos dadas com a saudade.

30º lugar: WALTER WAENY
De brinquedos, o meu quarto,
da minha vida era o centro:
o mundo, de encantos farto,
cabia todo ali dentro!

--------------------------------------------------------------

CONCURSO NACIONAL  (Humorísticas)  -  TEMA LIVRE

1º lugar: LUIZ MACHADO STÁBILE
Na macumba da Restinga
nem deu pra cantar o "ponto",
pois havia tanta pinga
que o santo já baixou tonto.

2º lugar: NEY DAMASCENO
Com dois "faróis" pela proa
e um "porta-malas" atrás,
"Mercedes", mulata boa,
faz jus ao nome que traz!

3º lugar: HELVÉCIO BARROS - Bauru
"Que faço, doutor, agora,
ante tanta filharada?"
- Dou-lhe um conselho, senhora:
é melhor não fazer nada...

4º lugar: ARLINDO TADEU HAGEN
A favela é lá no alto
e muito FARTA, contudo:
"Farta" esgoto, "farta" asfalto",
"farta" luz e "farta" tudo!

5º lugar: HELVÉCIO BARROS
Anda "fria" a cachorrinha,
tomando leite, somente.
Mas se assanha, na festinha,
onde tem "cachorro-quente"...

6º lugar: LAVÍNIO GOMES DE ALMEIDA - São Vicente/SP
Um peixinho desprezado
chorava, fazia manha,
desde que fora xingado
de ser filho de piranha!

7º lugar: NEY DAMASCENO
Velório é aquela reunião
na qual se fala de tudo,
e apenas o "anfitrião"
entra calado e sai mudo!

8º lugar: FLÁVIO ROBERTO STEFANI - Porto Alegre
Naquela festa embalada
que a Josefa promoveu,
ninguém comeu quase nada,
entretanto, o pau comeu...

9º lugar: HELVÉCIO BARROS
Quando o casório malogra
e não há conserto mais,
o "pivô" foi sempre a sogra
que abriu a boca demais...

10º lugar: JORGE MURAD - RJ
Papai Noel, coitadinho,
quase que caiu no chão:
ao invés de um sapatinho,
ele viu um sapatão...

11º lugar: GRAZIELLA LYDIA MONTEIRO - BH
Sob a cama, diz Barroso:
- Dorme, não tem homem, bem!
E grita a esposa ao medroso:
- Em cima também não tem!

12º lugar: ALMERINDA LIPORAGE (Tita) - RJ
Na festa do Nicolau,
apanhou tanto o Botelho,
que até a perna de pau
criou água no joelho!

13º lugar: ALMERINDA LIPORAGE (Tita)
Cria verde e amarelinha...
grita o galo: "O que que há?"
O papagaio: "É a galinha
que entrou nas DIRETAS JÁ!"

14º lugar: JORGE PINERO MARQUÈS - Santa Fé/Argentina
O inspetor ao delinquente,
no xadrez, engaiolado:
- "E você, como se sente?"
Diz ele: "Muito obrigado!"

15º lugar: JOSUÉ DE VARGAS FERREIRA - Ribeirão Preto
Se a gente cruzar minhoca
com macho de borboleta,
será que dá "borbonhoca"
ou dará "minhocoleta"?

==============================================

CONCURSO  LOCAL = TEMA:  "ANSIEDADE"

1º lugar: CLENIR NEVES RIBEIRO
Vais voltar!... Quem sabe o dia?
- Entre promessa e saudade,
vou vivendo de agonia
e morrendo de ansiedade.

2º lugar: ALOÍSIO ALVES DA COSTA
Bendigo, na caminhada,
esta ansiedade em meus passos,
que faz tranquila a escalada
em direção aos teus braços!

3º lugar: PEDRO CLETO MARTINS
Numa ansiedade sem fim,
procurei, mas foi em vão,
entre os milhares de 'sim',
um que apagasse o teu 'não'!

4º lugar: ÁUREA BRANDÃO DIAS BORGES
Nesta casa abandonada,
onde guardo anseios meus,
até a vidraça quebrada
tem cicatrizes do adeus!...

5º lugar: SÉRGIO CORRÊA MIRANDA FILHO
Carteiro, que se desculpa
por frustrar o meu anseio,
esquece... Tu não tens culpa
se a carta dela não veio!...

6º lugar: NYDIA IAGGI MARTINS
Agora, sem ansiedades,
sem pressa e sem alvoroço,
vou vivendo das saudades
dos meus anseios de moço...

7º lugar: NYDIA IAGGI MARTINS
Agora que estás distante,
é tanta a minha ansiedade,
que eu só vivo pelo instante
de matar esta saudade...

8º lugar: ALOÍSIO ALVES DA COSTA
Pelos caminhos tristonhos
das ansiedades da vida,
eu corro atrás dos meus sonhos
mas perco sempre a corrida!

9º lugar: CYRLÉA NEVES
Passa a noite... O dia morre,
mas eu prossigo risonho,
na ansiedade de quem corre
para agarrar outro sonho.

10º lugar: NÁDIA ELISA SANCHES HUGUENIN
A fuga da mocidade,
sem que eu queira, me entristece...
Para que tanta ansiedade,
se tão cedo se envelhece?

MENÇÕES   HONROSAS:

11º lugar: ALOÍSIO ALVES DA COSTA
Nas ansiedades, o medo
nos leva ao gesto covarde
de começar muito cedo
a pensar que é muito tarde.

12º lugar: CLENIR NEVES RIBEIRO
Nos momentos de ansiedade,
em devaneios risonhos,
quase transformo a saudade
em pedacinhos de sonho!

13º lugar: NYDIA IAGGI MARTINS
No vazio das demoras
que a ansiedade alonga mais,
é quando eu sinto que as horas
são mesmo todas iguais...

14º lugar: CLENIR NEVES RIBEIRO
Na incerteza que me invade,
sigo cansada o caminho...
Eu sou a própria ansiedade
em busca de algum carinho.

15º lugar: NYDIA IAGGI MARTINS
Tu não vens... E em minha vida,
tão perto agora do fim,
há uma ansiedade incontida
tomando conta de mim...

16º lugar: SÉRGIO CORRÊA MIRANDA FILHO
Silêncio!  Dorme a saudade
e acordá-la não convém...
Já é demais a ansiedade
para esperar quem não vem!

17º lugar: ALOÍSIO ALVES DA COSTA
Estas rugas no meu rosto,
velhas marcas de ansiedade,
são rastros do meu desgosto,
sobre restos de saudade...

18º lugar: NYDIA IAGGI MARTINS
Que a ansiedade não me impeça
de, em você, ver tão somente,
um amigo que regressa,
um amigo, simplesmente...

19º lugar: LINDA BRANDÃO DIAS
Quando a ansiedade crucia,
rezando, a tudo vencemos,
porque Deus não silencia,
nós, sim, é que ensurdecemos!...

20º lugar: DALVA GUEDES DE ATHAYDE
Vais partir, mas, na verdade,
sentirás, sem que me vejas,
te beijar com ansiedade
meu pensamento... onde estejas...

MENÇÕES   ESPECIAIS:

21º lugar: CYRLÉA NEVES
Sentindo o peso da idade,
que chega devagarinho,
mais aumenta esta ansiedade
que leva ao fim do caminho!...

22º lugar: RODOLPHO ABBUD
Na ansiedade das demoras,
quando chegas e me encantas,
mesmo sendo às tantas horas,
as horas já não são tantas...

23º lugar: ALOÍSIO ALVES DA COSTA
Quando no mar da lembrança,
a saudade deixa o cais,
ansiedade é uma esperança
com sabor de nunca mais...

24º lugar:HEDDA DE MORAES CARVALHO
No remanso da velhice,
não mais existe ansiedade,
somente a doce meiguice
das lembranças da saudade...

25º lugar: DANIEL DE CARVALHO
Um momento de ansiedade,
depois... tão triste a partida...
Vinho amargo o da saudade,
a se beber toda vida!

26º lugar: ANTONIO ROSALVO R. ACCIOLY
Se houver excesso de abraços,
a culpa foi da saudade
que me lançou nos teus braços,
transbordando de ansiedade.

27º lugar: RODOLPHO ABBUD
Quero ver-te e na ansiedade
do meu amor, louco, aflito,
minhas horas de saudade
são fagulhas do infinito!

28º lugar: RODOLPHO ABBUD
Minha ansiedade me prende
e o nosso amor vence as horas...
- O coração não entende
de ocasos... noites... auroras...

29º lugar: PEDRO CLETO MARTINS
Na ansiedade, com prudência,
a saudade, todo dia,
sabendo da tua ausência,
vem me fzer companhia...

30º lugar: PEDRO CLETO MARTINS
Perdido nesta ansiedade,
sonhando com seu carinho,
me empolgo, esqueço a saudade...
nem noto que estou sozinho...

--------------------------------------------------------------

CONCURSO  LOCAL = TEMA LIVRE

1º lugar: ALOÍSIO ALVES DA COSTA
Sambando quase pelada
no "Blocão do Vai Sem Medo",
Paulete foi mais cantada
que refrão de samba-enredo...

2º lugar: ALOÍSIO ALVES DA COSTA
Sejam brancas ou negritas,
nos bailes de gafieira,
quem tem cadeiras bonitas
não toma chá-de-cadeira!

3º lugar: ALOÍSIO ALVES DA COSTA
Depois que entrou na cadeia
a mulata Juliana,
não há mais homem na aldeia
que não tenha entrado "em cana"...

4º lugar: ALOÍSIO ALVES DA COSTA
Dentista é aquele doutor,
com paciência de Jó,
que opera o dente "sem dor"
e o nosso bolso "sem dó"...

5º lugar: LUIZ GONZAGA SANCHES
Depois dos cinquenta, pai,
a verdade nos corrói;
não se fala: "Como vai?"
A pergunta é: "Onde dói?"

6º lugar: LINDA BRANDÃO DIAS
Moda é um lance muito "esperto",
cada qual tem seu padrão:
uma macaca, por certo,
prefere um bom... macacão!...

7º lugar: LUIZ GONZAGA SANCHES
Quero uma empregada 'boa",
habilidosa e capaz,
que, na ausência da patroa,
faça tudo que ela faz...

8º lugar: SÉRGIO CORRÊA MIRANDA FILHO
Toda coroa, viúva,
por mais plásticas que faça,
pode ficar uma "uva"
que tem o gosto de "passa".

9º lugar: SÉRGIO CORRÊA MIRANDA FILHO
Desde o namoro ao casório,
a sogra foi sentinela.
E hoje, enfim, no seu velório,
sou eu quem "segura a vela"!...

10º lugar: NÁDIA ELISA SANCHES HUGUENIN
O mordomo da Marília,
este, sim, tem vida boa:
de dia, serve à família,
de noite, só à patroa!

11º lugar: LUIZ GONZAGA SANCHES
Chamar de negro o Tião,
só pode dar fuzuê:
é  preto que nem carvão,
mas quer ser 'marrom glacê"!

12º lugar: HUMBERTO PAIVA
No carnaval, feriado,
o operário descansou;
na quarta, foi dispensado...
Aí, sim, ele 'dançou"!

13º lugar: ÁUREA BRANDÃO DIAS BORGES
Na encruza o despacho forte,
fala o Zé, num tom sinistro:
- Se mandinga desse sorte,
Pai de Santo era Ministro!...

14º lugar: LINDA BRANDÃO DIAS
Se é preciso um tamborim,
cuidem-se bem os mulatos,
pois, no escuro, é sempre assim:
- todos os pardos... são gatos!...

15º lugar: RODOLPHO ABBUD
Para fugir à inflação,
ela corre a vizinhança
e anda atrás de muito 'pão",
procurando encher a pança.

--------------------------------------------------------------

CONCURSO  DOS  "MAGNÍFICOS TROVADORES"

CONJUNTO DE TROVAS = TEMA:  "DELÍRIO "

1º lugar: VASQUES FILHO

Com chamas de intenso ardor,
numa agridoce emoção,
delírio é febre de amor
que incendeia o coração.

Lembrando sonhos perdidos
na solidão dos caminhos,
sinto a angústia dos vencidos,
no delírio dos sozinhos!

Cai a tarde, e eu abro as portas
do solar da mocidade,
chorando esperanças mortas,
num delírio de saudade...

Foste embora... e desde então,
nesta vigília-martírio,
eu maldigo a solidão
que faz da espera um delírio!

Chorando minhas idades
na travessia das noites,
deliro ao contar saudades
na solidão dos pernoites.

Nos brindes que se sucedem,
no delírio da eloquência,
para o brinde que me pedem,
ergo a taça à tua ausência!

Nas vigílias das quimeras,
quando a insônia conta as horas,
as angústias das esperas
são delírios nas demoras!

Neste mundo de conflitos,
que em confrontos se consome,
os povos pobres, aflitos,
deliram de sede e fome.

O desejo que se expande
na ambição de mais querer,
é o delírio de ser grande
no fastígio do poder!

Cai a noite... na clausura
lembra o passado e suspira...
Uma saudade o tortura,
e o velho monge delira!...
-----------------------------------

2º lugar: WALDIR NEVES

Se a glória te faz acenos,
recebe-a com singeleza:
- somente os homens pequenos
têm delírio de grandeza!

O que torna este martírio
mais duro de suportar,
é que eu chamo, em meu delírio,
por quem me faz delirar...

Delírio!... Estranha viagem,
em que a nossa fantasia
passa através da miragem
e alcança além da utopia...

É muito amargo e tristonho,
um verdadeiro martírio,
a gente sentir que um sonho
já se desfez em delírio...

Na minha vida tristonha,
sou hoje um cantor sem lira;
um sonhador que ainda sonha
apenas quando delira...

Gestos largos, verbo em fogo,
aceso na própria ira,
inflama-se o demagogo,
e o povo, ingênuo, delira...

Aceito como ventura
os meus delírios, porque
me levam quase à loucura,
mas trazem sempre você...

C arnaval!... Um "Rei Assírio",
plebeu na vida, talvez,
rege a orgia em seu delírio
de plumas e paetês...

Embalo na minha lira,
sonho desvairadamente...
- Enquanto a gente delira,
esquece as mágoas que sente!...

Em meu delírio regressas,
feliz pela volta ao lar...
Se a realidade é às avessas,
deixem-me, então, delirar!...
-----------------------------------

3º lugar: CAROLINA RAMOS

Saudades chegam, em bando,
no conflito do depois...
e eu deliro, relembrando
os delírios de nós dois!...

Louco! - dizem. E em resposta,
o poeta delira, ainda,
e é da loucura suposta
que a vida se faz mais linda!

Perpetuados na saudade,
sem perder luz ou calor,
valem toda a eternidade
nossos delírios de amor!...

Cego e surdo a qualquer rogo,
que fúria infernal retrata
o atroz delírio do fogo
crestando o corpo da mata!

Não é só multiplicar,
é preciso diminuir
o delírio de somar,
de quem não quem quer dividir.

Quem muito subir procura,
no mundo enganoso e mau,
teme os delírios da altura
já no primeiro degrau!

É um martírio singular,
que sofremos sem sentir,
o delírio de esperar,
sem saber o que há de vir!

A paixão que nos unia,
era tamanha, era tanta,
que o delírio te fazia
quase um deus... e eu quase santa!

Procura, com humildade,
a tua ambição conter,
que a pior insanidade
é o delírio do poder!

A vida solta as amarras,
e canta um hino de escol,
no delírio das cigarras,
saudando um dia de sol!
...............................................

TROVAS   ISOLADAS:

1º lugar: VASQUES FILHO
Cai a tarde, e eu abro as portas
do solar da mocidade,
chorando esperanças mortas,
num delírio de saudade...

2º lugar: WALDIR NEVES
O que torna este martírio
mais duro de suportar,
é que eu chamo, em meu delírio,
por quem me faz delirar...

3º lugar: CAROLINA RAMOS
A paixão que nos unia,
era tamanha, era tanta,
que o delírio te fazia
quase um deus... e eu quase santa!

=============================================
Materia especialmente cedida por Rodolpho Abbud e Clenir Neves Ribeiro em 03.07.2010