XXXI JOGOS FLORAIS DE NOVA FRIBURGO - 1990

TEMA NACIONAL "LEMBRANÇA"

VENCEDORES

1º LUGAR
Teu retrato até rasguei
para fugir da verdade...
"Sem lembranças, "eu pensei";
mas ninguém rasga a saudade!...
Thereza Costa Val Belo Horizonte

2º LUGAR
Lembranças do meu passado,
tempos felizes, risonhos...
O baleiro era encantado
e os doces chamavam sonhos...
Marilúcia Rezende São Paulo

3º LUGAR
Quando, à noite, em quantidade
voltam lembranças de outrora,
eu posso ouvir a saudade
batendo palmas lá fora!
Pedro Ornellas São Paulo

4º LUGAR
Esquece a luta perdida
porque, mais que insensatez,
lembrar fracassos na vida
é fracassar outra vez.
José Tavares de Lima - Juiz de Fora

5º LUGAR
A brisa da noite mansa
que a sala do tempo invade
sopra as cinzas da lembrança
na lareira da saudade...
Pedro Ornellas São Paulo

6º LUGAR
Lembranças más do passado
sempre é melhor esquecê-las.
- Repara que um céu nublado
não deixa ver as estrelas...
Silvina Antunes leal - Santos

7º LUGAR
Guardei tantas esperanças,
ilusões, sonhos banais,
que em meu cofre de lembranças
nem saudade cabe mais...
Aloisio Alves do Costa - Fortaleza

8º LUGAR
Quando a vida, num desmando,
fecha a porta da esperança,
vem a saudade, arrombando,
as janelas da lembrança !...
Domitilla Borges Beltrame - São Paulo

9º LUGAR
A saudade não permite
nem que eu sonhe um novo amor:
tua lembrança é um limite
que eu não consigo transpor...
João Freire Filho - Rio de Janeiro

10º LUGAR
Rever-te agora é pecado,
quero que em tuas lembranças,
em vez de um rosto marcado,
fique a menina de tranças.
Wilma Mello Cavalheiro - Porto Alegre

MENÇÕES HONROSAS

Quando instantes de carinho,
trazem saudades depois,
lembrança é viver sozinho
de um sonho vivido a dois.
Aloisio Alves da Costa - Fortaleza

Nas eternas alvoradas,
pelos caminhos silentes,
as lembranças de mãos dadas,
trazem de volta os ausentes...
Wanda R. de Carvalho - Bandeirantes

Quando o passado me alcança,
lembrando minha cidade,
com pedrinhas de lembrança
calço as ruas da saudade !
Heloisa Zanconato Pinto - Juiz de Fora

Mais fortes... mais apagadas...
ora sumindo ou voltando,
as lembranças são pegadas
que o destino vai deixando.
Milton Sebastião Souza - Porto Alegre

Nenhum dos dois esqueceu...
E esse amor tão relembrado,
se tantas vezes morreu,
como tem ressuscitado !
Cícero Rocha - Juiz de Fora

Preso às lembranças reclusas
de mágoas e de erros crassos,
sofro mais quando te acusas
pelos meus tontos fracassos.
Edmar Japiassú Mala - Rio de Janeiro

Tua lembrança eu cultivo
e a ela, aflito, recorro :
porque te espero... é que vivo;
porque não vens... é que morro...
João Freire Filho - Rio de Janeiro

Para sentir teu abraço,
num lampejo de esperança,
eu persigo, passo a passo,
as pegadas da lembrança !
Marcelo Zanconato Pinto - Juiz de Fora

Não morreste, amor que tive,
envolto em ardente chama...
- Ninguém morre, enquanto vive
na lembrança de quem ama.
Heribaldo Bittencourt Barroso - J. de Fora

O fantasma da saudade,
pela noite a dentro avança,
arrastando, sem piedade,
as correntes da lembrança...
Heloisa Zanconato Pinto - Juiz de Fora

MENÇÕES ESPECIAIS

Quem não plantou amizade,
quem já perdeu a esperança,
quem não amou de verdade
não tem por que ter lembrança!
Delcy Rodrigues Canalles - Porto Alegre

Das saudades e lembranças
do amor, que foi verdadeiro,
restou o par de alianças
na mão de um só companheiro...
Marina Bruna - São Paulo

Tua carta inesperada
tantos lembranças me trouxe,
que eu vivi de um quase nada,
um quase tudo tão doce!...
Analice Feitoza de Lima - São Paulo

No meu baú de lembranças
onde o passado se esconde,
falta o rol das esperanças
que eu perdi, já nem sei onde...
Silvina Antunes leal - Santos

Do nosso amor sem futuro
eu guardo a lembrança, ainda.
- Nunca um amor foi tão puro,
nunca a ilusão foi tão linda !
Ivo dos Santos Castro - Rio de Janeiro

Há nos meus olhos tristonhos,
lembranças tantas e tais,
que eu fico ao sabor dos sonhos,
querendo sonhar demais !
Deires Hoffmann - São Paulo

Na saudade em que me arrasto,
as lembranças não têm fim :
quanto mais de ti me afasto,
tanto mais te sinto em mim...
Edmar Japiassú Maia - Rio de Janeiro

Não há força, nem poder,
que nos devolva o passado.
Mas o dom de o reviver:
este, à lembrança, foi dado
Carlinda Lamego - Rio de Janeiro

Com saudades da vovó,
vovô dizia baixinho :
- Lembrando-a, não vivo só...
apenas choro sozinho.
Thalma Tavares - São Paulo

Vem a noite, e sem tardança,
esta saudade se espalma
e acorda tua lembrança
adormecida em minha alma !
Domitilla Borges Beltrarne - São Paulo

////////////////////////////////////////////////////////

HUMORÍSTICAS = "TEMA LIVRE" - NACIONAL

VENCEDORES

1º LUGAR
Foi, as matas, devastando,
pior que qualquer queimada...
- Era um português tentando
achar a raiz quadrada!
Marcelo Zanconato Pinto -Juiz de Fora

2º LUGAR
Exercitando a bondade
em prol da desgraça alheia,
no "Baile da Caridade"
só dancei com mulher feia!
Heloisa Zanconato Pinto - Juiz de Fora

3º LUGAR
Sei que todo salafrário,
que deixa o credor às tontas,
detesta sempre o rosário,
que é feito, também, de "contas"!
Lavínio Gomes de Almeida - B. do Piraí

4º LUGAR
A
gorducha Dona Benta
quando senta esparramada
deixa a cadeira onde senta
quase um mês descadeirada.
Milton Sebastião Souza - Porto Alegre

5º LUGAR
Foi bem no peito a pedrada
E o Manoel não gostou !!!
Vira pra trás, voz zangada,
e pergunta:- "Quem jogou?..."
lzo Goldman - São Paulo

MENÇÕES HONROSAS

Com o Plano "colorido"
sem ter "grana" que me sobre,
sou um pobre... "promovido",
por decreto, a "novo pobre"...
João Freire Filho - Rio de Janeiro

Por mais que me finja nobre,
eis a verdade chocante :
- Rico só lembra de pobre
quando vai fazer transplante.
Pedro Ornellas - São Paulo

Vendo o marido a roncar,
grita, insistente, a Nair :
- Acorde, João, pra tomar
seu remédio pra dormir !
José Antonio de Freitas - Pitangui/MG

Enquanto o Zé se arrebenta
sonhando em se aposentar,
deputado se aposenta
antes mesmo de sonhar.
Dorival C. da Silva - S. Miguel Paulista/SP

Na fantasia que usava,
de "Brasil", no Carnaval,
volta e meia ela mostrava
o "distrito federal".
Vanda Fagundes Queiroz - Curitiba

MENÇÕES ESPECIAIS

Sendo esquelético, feio,
ao cemitério não vai,
pelo devido receio
de que se entra... não sai!
Heloisa Zanconato Pinto - Juiz de Fora

Pegue o retrato-falado
e prenda o "cara". Isso é tudo!
- Mas como, "seu" Delegado?
O suspeito é surdo-mudo...
João Stavola Porto - Niterói

Raimunda trabalha em venda,
mas agora não se cansa
de dizer que aumenta a renda
movimentando a "poupança"...
José Tavares de lima - Juiz de Fora

Sua casa foi tombada,
soube no emprego o Mané...
Voltou correndo: - qual nada
A casa estava de pé!
Francisco Luzia Netto - Amparo/SP

Moleza tão evidente
foi a daquela senhora
que... pra morrer de repente,
demorou mais de uma hora !
Célia Guimarães Santana - Sete Lagoas

=====================================

CONCURSO NACIONAL - MAGNÍFICOS

CONCURSO DE LÍRICAS E/OU FILOSÓFICAS - TEMA: DILEMA

PRIMEIRO LUGAR (CONJUNTO) = Arlindo Tadeu Hagen

Ao te esperar, na agonia,
entre o dilema e a incerteza,
minha vida é tão vazia
que transborda de tristeza.

Indecisos, nossos dias
vivem dilemas sem fim,
revezando as fantasias
de pierrô e de arlequim...

Minha alma reflete o tema
de um passarinho fujão,
vivendo o eterno dilema
entre a fome e o alçapão.

Num dilema de amargura,
a Deus eu tento culpar
meu fascínio pela altura
sem asas para voar.

Partir... ficar... e o problema
de espinhosa solução
enlaça em nós de dilema
as cordas da indecisão !

Por ver a nossa ansiedade
ao ter de nos separar,
o dilema da saudade
é saber com quem ficar.

Se alguns sofrem se sozinhos
e outros sofrem por amar,
dilema é ter dois caminhos
e nenhum para trilhar

Sou gota d'água a cismar
num dilema-desafio,
entre a ventura do mar
e a segurança do rio

Ter ou não ter seu amor...
Este dilema profundo
me faz o mais sofredor
dos sofredores do mundo.

Vens... não vens... e na incerteza
do dilema que me cansa,
a minha vida está presa
neste fio de esperança!

SEGUNDO LUGAR (CONJUNTO) = Antonio Carlos Teixeira Pinto

Minha mão trêmula, erguida,
o dilema em cada face,
acenava, em despedida,
pedindo que ela voltasse!

No meu dilema componho
o temor de outros fracassos :
- Não sei se a levo no sonho,
ou se a carrego em meus braços !

Como dói estar sujeito
ao dilema que me assalta
ter que expulsar do meu peito
quem ao meu peito faz falta !

Do meu dilema sorrias,
tornando sombras em luz,
mas os braços que me abrias
eram mesmo a minha cruz!

Eu creio que ninguém vai
no meu dilema dar jeito,
pois a lágrima que cai
está vazando é do peito !

Para escolher meu caminho,
não houve dilema algum;
senti pedras, muito espinho,
mas, no amor, isso é comum!

Do seu dilema infeliz
as conseqüências recolha,
que eu fui apenas um xis,
na indecisão de uma escolha !

Eis o dilema que aflora,
ante esse amor, que não nego:
sigo a razão - vou-me embora,
ou o coração - e me entrego...

Quando os sonhos são pequenos,
não resta dilema algum;
tu foste um amor a menos,
e eu fui apenas mais um.

Eu trouxe tanta saudade,
tanta saudade deixei,
que há um dilema de verdade:
será que eu vim, ou fiquei ?!

---------------------------------------

TROVA ISOLADA

1º LUGAR - Alcy Ribeiro Souto Maior
Os dilemas venceremos
com firmeza em nossos passos:
- remador que perde os remos
faz remos dos próprios braços.

2º LUGAR - Carolina Ramos
Neste mundo de perigo,
que aos poucos nos rouba a fé,
dilema é saber se o amigo
é mesmo amigo... ou não é !

3º LUGAR - Waldir Neves
A dura escolha não temo,
que ela encoraja a viver.
- Pior que um triste dilema
é não ter o que escolher ! ...

/////////////////////////////////////////////////////////////

CONCURSO DE HUMORÍSTICAS - TEMA LIVRE

PRIMEIRO LUGAR (CONJUNTO) - Joubert de Araújo Silva

Bonita e muito falada
na sua Repartição
vai a Cota decotada
subindo de cotação !

Formam um par divertido,
mas que foge à realidade:
- pesa o dobro do marido
aquela cara-metade...

A sorte foi bem marota
para o pobre do Aristeu,
fazendo morrer de "gota"
quem só da "pinga" viveu.

Meu dentista entrou em cana;
numa grande confusão...
e uma coroa" bacana
foi o "pivô" da questão.

Velho com broto casado,
se brigam, logo antevejo
que o que ela quer no atacado
ele mal dá no varejo...

SEGUNDO LUGAR (CONJUNTO) - Vasques Filho

Canibal ao explorador,
arrumando a lenha em feixe:
- desde quando vi o senhor,
enjoei de comer peixe...

Numa farmácia, a freguesa
- Tem sal de frutas aí ?
Tem ? Então, por gentileza,
me dá um de abacaxi...

Socialite na butique
Qual é a moda, seu Andrada?...
Agora, madame, o chique
é pagar conta atrasada...

Diz, de cabeça enfaixada
- Não brigue, nem se aborreça.
Sua mulher, se é charada,
a minha é quebra-cabeça !...

- Algo impede o casamento?
Se alguém sabe, agora fale !...
- Eu sei, seu padre... - Um momento!
Você é o noivo, e assim não vale!

====================================

CONCURSO LOCAL LÍRICAS E FILOSÓFICAS - TEMA: DESTINO

VENCEDORES

1º LUGAR
Nossos destinos tristonhos
têm conflitos desiguais...
- Eu choro por não ter sonhos...
-Tu, porque sonhas demais...
Júlio Leal Miranda

2º LUGAR
Um caráter mal formado
em desculpas se resume :
Faz do destino o culpado
dos erros que não assume.
Ana Maria Motta

3º LUGAR
Neste meu sonho-miragem,
que a saudade transfigura,
meu destino é uma paisagem
que a tua ausência emoldura...
Linda Brandão Dias

4º LUGAR
Nosso amor, imenso e farto,
nutre sonhos pequeninos...
E o barraco de um só quarto
tem lugar pra dois destinos !
Júlio Leal Miranda

5º LUGAR
Teimoso, desde menino,
nas escarpas que transponho,
vou escalando o destino
para alcançar o meu sonho...
Linda Brandão Dias

6º LUGAR
Bendigo o impulso divino
que me lançou em teus braços
e dispôs o meu destino
no destino dos teus passos.
Nydia Iaggi Martins

7º LUGAR
Neste amor desencontrado,
busquei, em vão ser feliz...
- Eu quis ficar ao teu lado,
mas teu destino não quis...
Clenir Neves Ribeiro

8º LUGAR
Não maldigo, em meu caminho,
a dor que insiste, teimosa,
pois, no destino do espinho,
há sempre o embrião da rosa...
Linda Brandão Dias

9º LUGAR
Nem sei como... não soubeste,
mas o amor veio, infeliz...
- Eu te quis... tu me quiseste,
mas o destino não quis...
Rodolpho Abbud

10º LUGAR
O destino não desiste
de pôr pedras nos caminhos...
mas quem tem fibra resiste
- andando até sobre espinhos
Elly Ottilia Jone de Carvalho

MENÇÕES HONROSAS

Pobre guri sem amor...
Que meu destino te alcança
- A fome nutrindo a dor,
e a dor matando a esperança
Júlio Leal Miranda

Jamais provém do divino
a razão das nossas dores,
pois do texto do destino
nós sempre somos autores...
Linda Brandão Dias

Tendo a esperança por perto,
procuro, desde menino,
caminhar em passo certo,
mas tropeço em meu destino!
Clenir Neves Ribeiro

Vibra em meu peito, cantando,
meu coração - velho sino !
pela vida pontilhando
de cantigas meu destino...
Nydia Iaggi Martlns

Nosso destino exigente,
por um capricho banal,
na frase de amor da gente
colocou ponto final !
Lúcia Clotilde Ferreira

Sem teu amor, rolo a esmo,
qual um eixo pequenino...
- Não sou dono de mim mesmo,
nem senhor do meu destino ! ...
Rodolpho Abbud

Prazer no vício... Onde a graça
de um destino mais ameno?
- Nada vale o ouro do taça
se o conteúdo é veneno !
Ana Maria Motta

Meu Deus, que estranho destino
existe em Vossos segredos
um pobre cego menino,
a ler nas ponta dos dedos
Daniel de Carvalho

Sou velho, que, em minha andança,
tenho sonhos de menino...
- E enquanto houver esperança,
abençôo o meu destino !
Clenir Neves Ribeiro

A dona dos sonhos meus
fez meu céu, desde menino
- Só não fez que eu fosse Deus,
para traçar seu destino ! ...
Rodolpho Abbud

MENÇÕES ESPECIAIS

Ruas calçadas de sonho...
os lampiões feitos de estrelas.
E, num destino tristonho,
os cegos não podem vê-las
Hedda de M. Carvalho

Desde o dia em que te vi
no destino eu vim a crer:
- Recebo o que não pedi,
pago contas sem querer !...
Cirléa Neves

Agora, velho e cansado,
alma e corpo em desatino,
sinto apenas ter errado,
nos sonhos do meu destino !
Daniel de Carvalho

Num destino de fracassos
sem amor, sem paz, sem guia,
eu só quero que os meus passos
me levem a um novo dia !...
Lúcia Clotilde Ferreira

A caminhar, de mansinho,
do seu carinho à mercê,
seja qual for o caminho,
o meu destino é você !
Ana Maria Motta

Ontem, fomos eu e ela...
Hoje, só, vivo a chorar...
Nosso amor foi uma vela
que o destino quis soprar
Joca Leal Miranda

Quando a morte, na verdade,
rompe da vida as divisas,
na meta da eternidade,
novo destino divisas !
Dalva Guedes de Athayde

Escondido não sei onde,
o destino não se alcança...
Foge sempre e não responde
às perguntas da esperança !...
Júlio Leal Miranda

- Destino... Vá procurar,
meu poeta, meu amado;
não posso mais mergulhar
num pranto tão desgastado!
Dilva Maria de Moraes

Que eu fosse, quis o destino,
clarão de felicidade...
É que escuto sempre um hino
no trovão da tempestade!
Heloyslo Alonso Teixeira

////////////////////////////////////////////////////

CONCURSO LOCAL HUMORÍSTICAS - TEMA: FOFOCA

VENCEDORES

1º LUGAR
Agradando à vizinhança,
diz Zezé, mulata "boa"
que, agora, sua poupança
vale mais que a da patroa...
Rodolpho Abbud

2º LUGAR
É tão roxa por novela,
a mulher do Serafim,
que, se alguém chama por ela
ela responde: - Plim-plim !
Ana Maria Motta

3º LUGAR
Nas lojas sempre envolvido,
não tem crédito jamais...
- ou por ser desconhecido,
ou conhecido demais !...
Rodolpho Abbud

4º LUGAR
Num pagode em São Gonçalo,
numa briga à luz da lua,
quem mais cantava de galo
apanhou de uma perua !
Ana Maria Motta

5º LUGAR
Ao vê-lo tão assanhado,
grita o louro, no poleiro
- Sai pra lá, frango danado,
vai baixar noutro terreiro !
Hedda de Moraes Carvalho

MENÇÕES HONROSAS

Na roça as duas surgiram
fiscalizando o trabalho...
e os passarinhos fugiram;
nem precisou de espantalho.
Ana Maria Motta

"Meu Zé já não bebe tanto..."
afirma contente a Inês.
"Sim. Bebe pouco, mas quanto?"
"Uns trinta litros por mês..."
Ana Maria Motta

Lambateria pesada,
requebrou tanto, a Guiomar,
que as cadeiras da coitada
já não param no lugar !
Ana Maria Motta

Trabalhando, o brasileiro,
segue um destino sinistro,
entre o cruzado e o cruzeiro,
com "mão boba" de ministro...
Rodolpho Abbud

Solteirona se compara,
ao calor do sol ardente;
não se enfrenta cara a cara,
que acaba queimando a gente!
Hedda da M. Carvalho

MENÇÕES ESPECIAIS

O Banco estava apinhado
de repente, a luz pifou...
Foi na "força" do Cruzado,
que o fusível se queimou !
Hedda de M. Carvalho

Uma pergunta inocente,
ao pescador Zé Peçanha
- Que peixe é gostoso quente ?
Não vacilou - é a "piranha"...
Luiz Gonzaga Sanches

Novinha, bem caprichada,
no tamanho e na abertura,
para entrar, não paga nada,
Quando é sua... a sepultura !
Hedda de M. Carvalho
=====================================

ELAS DEIXARAM SAUDADES

A esperança é o lenitivo
dessa espera em que, tristonho,
sei apenas que ainda vivo
pelos versos que componho
Abigail Rizzini

Por um nada te encontrei
por um nada te perdi,
e por tão pouco sonhei
e por tão pouco sofri.
Maria Thereza Novelli

Numa antítese da dor
que a vida, a passar, nos dá,
Friburgo oferece amor
por onde quer que se vá!...
Áureo Brandão Dias Borges