XLIII JOGOS FLORAIS DE NOVA FRIBURGO - 2002

CONCURSO NACIONAL - LÍRICAS E FILOSÓFICAS VENCEDORAS - TEMA "CERTEZA"

 - Troféu Aloísío de Moura -
 

1º lugar:
Se te vais, por gentileza,
deixa a porta sem trancar!
não me roubes a certeza,
de que logo irás voltar!
*Adélia Victória Ferreira SP

2° Lugar
Suas vindas... são surpresas!...
Faz juras... se contradiz!...
E é esse amor, sem certezas,
que há muito me faz feliz!
*Therezinha Dieguez Brisolla SP

3° Lugar
Certeza só têm os rios,
sobre onde vão chegar:
- Por mais que sofram desvios,
seu destino é sempre o mar!
*Antônio Augusto de Assis Maringá

4° Lugar
Saio da luta ferida...
Logo depois me refaço...
Volto na dança da vida
com mais certeza em meus passos!...
*Ivone Taglialegna Prado Belo Horizonte

5° Lugar
Na despedida, a tristeza
do pranto, falou por nós,
enfatizando a certeza
de que saudade tem voz.
*Adilson S. Maia - Niterói

MENÇÕES HONROSAS

Quando escuto com clareza
a voz da bondade plena
nada me rouba a certeza
de que a vida vale a pena!
*Roberto Rezende Vilela - Pouso Alegre

Uma caixa de surpresas,
baú de contradições,
meu coração tem certezas
cercadas de indecisões...
*Élbea Priscila de Souza - Caçapava /SP

Vão meus sonhos, num batel,
buscar certezas... em vão:
Os meus barcos de papel
são, apenas... o que são!
*Sérgio Ferreira da Silva - SP

Nossa antiga foto presa
na moldura, sem verniz,
hoje é a única certeza
de que um dia fui feliz...
*Élbea Priscila de Souza - Caçapava / SP

Seria a vida enfadonha
sem as dúvidas que tive.
Quem tem certeza não sonha,
e quem não sonha, não vive...
*Orlando Brito - São Luis / MA

MENÇÕES ESPECIAIS

Com imprevistos sem conta,
segue-se a estrada escolhida.
Certeza é um lápis sem ponta
que tenta escrever a vida.
*Maria Helena Calazans - SP

Depois de tantas tristezas,
tantas promessas e ausências,
eu grafo as tuas "certezas..."
com aspas e reticências.
Sérgio Ferreira da Silva - SP

Temos certeza da idade
quando as rugas do sol-posto
passeiam com a saudade
na tarde do nosso rosto.
*Héron Patrício - SP

Restam-me, agora, os escombros
da juventude perdida,
e um peso enorme nos ombros,
das vãs certezas da vida!
*Luiz Felippe G. Nepomuceno - BH

Certezas, quantas já tive!
mas hoje sei, com certeza,
que esta vida só se vive
sobre o jugo da incerteza.
*Sandro Pereira -Niterói

...............................................................................................

CONCURSO NACIONAL - HUMORÍSTICAS

TEMA = "BOTECO" - Troféu Tufik Milad

1º "Lugar
Ao chegar no beleléu,
mostra, o bebum, seu espanto:
- Não tem boteco no céu"?
E as pingas que eu dei pro santo ?!?
*Sérgio Ferreira da Silva SP

2° Lugar
Dois bêbados, num boteco:
- Esse "treco" me fez mal...
- Qual o nome desse "treco"?
- Não-sei-o-quê... mineral!
*Sérgio Ferreira da Silva SP

3° Lugar
Boteco é a maior desgraça,
grita o padre em tom agudo;
acabem com a cachaça,
grita o bebum- eu ajudo!
*Campos Sales - SP

4° Lugar
Gritou e caiu "mortinha"
quando flagrou o maneco
"amassando" a caipirinha
lá nos fundos do boteco!...
*Walma da Costa Barros - Niterói

5° Lugar
Chegou tarde, a vista torta,
do boteco o Zé Morais...
Viu duas sogras na porta
- e não bebeu nunca mais!.
*Pedro Ornelas - SP

MENÇÕES HONROSAS

Que me perdoa, se eu peco,
pois sou um homem de fé:
Mas já vi padre em boteco
rezando pra "Santo me"!!!
*Selma Spinelli - SP

No boteco o aviso- "Vem
e ao sair tem que pagar!"
E o bêbado:- Ainda bem,
eu só quero mesmo é entrar...!
*Maria Lúcia D. Castanho - Bandeirantes

Na missa ele entrou bebendo
e ao padre "tomando vinho":
- Até o senhor, reverendo,
no boteco já cedinho?!
*Maria Lúcia D. Castanho - Bandeirantes

No velório o Zé diz rindo,
depois de uma bebedeira:
- "Esse ai" ficou dormindo
no boteco... a noite inteira!
*Maria Lúcia D. Castanho - Bandeirantes

Ao ler "FECHADO POR LUTO"
o bebum se envaideceu:
- Eu bebi tudo o produto
e o boteco é que morreu!
*Neide Rocha Portugal - Bandeirantes

MENÇÕES ESPECIAIS

Em boteco vagabundo
perigo é cair no sono,
pois há coisas neste mundo
que costumam não ter dono...
*Pedro Luiz Oliveira - SP

No boteco está sobrando
comida... boa... e... barata:
- Pastel: "Jesus tá chamando"!
- Coxinha: "Adeus vida ingrata"!...
* lzo Goldman - SP

"Pratos rápidos", dizia,
lá no boteco, o cartaz;
e quando o prato saía
o freguês corria atrás ! ! !
*Izo Goldman - SP

Zé desmaiou no boteco...
Foi maldade (há quem suspeite):
acharam no seu caneco
um ml... de LEITE!
* José Ouverney - Jambeiro / SP

Na vitrola do boteco
"roda" o "TANGO PRA TERESA".
E um "pinguço" dando o teco":
"Rechiflado em mi tristeza"...
*Ulisses de Carvalho Junior - Niterói

===================================

CONCURSO LOCAL - TEMA "PROPOSTA"

1 ° Lugar
Declarar-me... não me atrevo
com palavras mais ousadas...
E assim os versos que escrevo
são propostas camufladas !...
*Elizabeth Souza Cruz

2° Lugar
Pode uma simples proposta
com seu apelo insistente
mudar, conforme a resposta,
todo o destino da gente.
*Sérgio Bernardo

3° Lugar
Quando passas ao meu lado,
não consigo disfarçar
um instante de pecado
que te propõe meu olhar!
*Joaquim Carlos

4° Lugar
Meu arquivo de propostas
que hoje consulto, infeliz,
guarda todas as respostas
às perguntas que não fiz.
*Sérgio Bernardo

5° Lugar Propões, num tom de promessa,
lindo amanhã entre a gente...
mas meu amor, que tem pressa,
não quer propostas somente.
*Sérgio Bernardo

MENÇÕES HONROSAS

De dia me dar as costas
e a noite ficar comigo:
Se estas são tuas propostas,
saudade, aceito o castigo.
*Sérgio Ferraz dos Santos

"Perdão" propões ao voltar­,
por mais que isto me doa,
meu corpo quer perdoar,
mas minha alma não perdoa.
*Nádia Huguenin

Ouvindo tuas propostas,
com muito amor, de mãos juntas
eu, que fui buscar respostas,
voltei cheio de perguntas!...
*Rodolpho Abbud

Tímida, vira-me as costas
para que eu seja incapaz
de perceber as respostas
que o seu semblante me faz!
*Joaquim Carlos

Tu me propões cessar fogo
e eu te proponho atiçar...
Porque o nosso amor é um jogo
que é fogo de se apagar!...
*Elizabeth Souza Cruz

MENÇÕES ESPECIAIS

Se o mar do orgulho impulsiona
o naufrágio da paixão,
a saudade vem à tona...
com propostas de perdão!
*Maria Lua

Em busca da liberdade
propus fugir dos teus braços,
e, por castigo, a saudade
aprisionou-me em seus laços.
*Nádia Huguenin

Tantas propostas me faz
esta saudade sem brio...
que, num avesso de paz,
eu me rendo... ao desvario!
*Maria Lua

Que adianta fazer propostas?...
- Nem tenho mais teu abraço- ,
se eu mesmo dou as respostas
às perguntas que eu te faço!...
*Clenir Neves Ribeiro

Se proponho recomeço
e humilde peço perdão,
é que orgulho não tem preço...
se quem compra é o coração.
*Sérgio Ferraz dos Santos

....................................................................................

CONCURSO LOCAL - HUMORÍSTICAS  - "PENSÃO"

1 ° Lugar
Nem me lembro mais do gosto
da tal noite de verão,
e até hoje pago o imposto
que ela chama de pensão.
*Sérgio Ferraz dos Santos

2° Lugar
A uma pensão de ar "suspeito"
a jovem viúva tem ido
complementar do seu jeito
a pensão do falecido.
*Sérgio Bernardo

3° Lugar
Estranha pensão da praça,
da Zezé, que é bem dotada!...
- Tem refeição que é de graça,
depois da porta fechada!...
CIenir Neves Ribeiro

4° Lugar
Lá só se hospeda "avião"...
e ele, em rápidas visitas,
passa a "comer de pensão"
sem precisar de marmitas...
*Sérgio Bernardo

5° Lugar
Na pensão da Margarida
o sistema é diferente:
na chegada e na saída
a galega pesa a gente.
*Sérgio Ferraz dos Santos

MENÇÕES HONROSAS 

Mesmo modesta, a pensão
tem comida muito boa,
mas a maior atração
é o "tempero" da patroa!...
*Rodolpho Abbud

A velha pensão da Inêz
serve estranha refeição...
- Nunca vi tanto freguês
depois que fecha a pensão!...
*Clenir Neves Ribeiro "

- Quero a pensão do menino!"
- berrava- e, na hora H,
teve que piar bem fino:
deu zebra no DNA!
*Nádia Huguenin

Bastou somente um "mau ato"
para a estudante Raimunda
decair de um pensionato
a uma pensão de segunda.
*Sérgio Bernardo

O jeca aproveita o embalo:
- Ô da pensão!... me adescupa!
Traz outro bife a cavalo
sem musquito na garupa!
*Sérgio Ferraz dos Santos

MENÇÕES ESPECIAIS

A doença comentada
correu mundo, ganhou fama,
pois na pensão "afamada"
ela só vive de cama!...
*Rodolpho Abbud

Suplica ao caixa Raimundo
a pensionista, em tom fraco:
- O senhor quer ver meu fundo
pra que eu possa ver se eu saco?!..
*Joaquim Carlos

Na pensão da "dona" Estela,
há curiosos pensionistas:
Tem um dentista "banguela"
e gordos nutricionistas !...
*Rodolpho Abbud

Tão mundano era o João
que, ao morrer, teve o jurista
que dividir a pensão
até com o motorista !...
*Dilva Maria de Moraes

Na pensão do Deodato
é variado o menu:.
Vai do churrasco de gato
a coxinha... de urubu !
*Nádia Huguenin

======================================

CONCURSO PARALELO DOS "MAGNÍFICOS"

LÍRICAS E FILOSÓFICAS - TEMA "LUA"

             1° LUGAR CONJUNTO - EDMAR JAPIASSÚ MAIA - Rio de Janeiro
 Da paixão em nós presente
fulge um desejo tão farto,
que a lua, em quarto crescente
parece cheia em meu quarto...

Noite fria... e, em minha rua,
tantos sonhos idealizo,
que vou pisando na lua
em cada poça que piso!

O bom senso preceitua
não se entregar... mas, cativo,
vivo no mundo da lua,
e por amor é que eu vivo!

Brigas de amor são um risco
que não se pode evitar.
São como um breve chuvisco
numa réstia de luar!

Talvez porque a noite esconda
sombras de amor... é que a lua
põe mais luz em sua ronda,
quando ronda a minha rua!

2° LUGAR CONJUNTO - JOÃO FREIRE FILHO (Rio de Janeiro)
Distante, a lua prateada,
entre nuvens de inconstância,
me lembra a mulher amada...
mais amada... se à distância!

Sonhador, poeta... e amante
de quanto a vida me dá,
que importa a lua distante...
se os meus sonhos chegam lá ?!...

Vem do sol a luz de prata
que parte da lua encerra...
E a lua, modesta e grata,
deita pratas sobre a terra!

Poeta é aquele que abraça
a noite, sentindo-a sua,
e bebe estrelas na taça
inspiradora... da lua!

Distante do olhar das ruas,
num sonho que me enternece,
em nosso céu brilham luas
que só nosso amor conhece!...

3° LUGAR CONJUNTO - JOSÉ TAVARES DE LIMA (Juiz de Fora)
Passa linda... do alto, a lua
surpresa ao ver tanta graça,
ilumina mais a rua
no momento em que ela passa!

Dói-me tanto a ausência tua
que, imerso na angústia imensa,
se a noite é linda ou sem lua,
nem percebo a diferença!...

Numa imagem que revela
contrastes da vida ingrata,
a lua cobre a favela
com lindo lençol de prata!

No momento em que partiste,
a lua, no céu, sozinha,
me pareceu muito triste...
mas a tristeza era minha!

Se em meu rumo há névoa e abrolhos,
nem assim me intranqüilizo:
tenho as luas dos teus olhos;
tenho o sol do teu sorriso!

VENCEDORAS ISOLADAS "TROFÉU COLBERT RANGEL COELHO"

1 ° Lugar
Distante do olhar das ruas,
num sonho que me enternece,
em nosso céu brilham luas
que só nosso amor conhece!...
João Freire Filho

2° Lugar
Dói-me tanto a ausência tua
que, imerso na angústia imensa,
se a noite é linda ou sem lua,
nem percebo a diferença!...
José Tavares de Lima (Juiz de Fora MG)

3° Lugar
Para tentar esquecê-la,
não passo mais nesta rua,
não olho mais nossa estrela...
e ainda apago essa lua!
Antônio Carlos Teixeira Pinto ( Niterói RJ)

..................................................................................

CONCURSO DOS MAGNÍFICOS  = HUMORISMO – TEMA "TOPADA"

1° LUGAR CONJUNTO - WALDIR NEVES
A espontânea palavrada,
que acompanha um tropeção,
faz bem crer que uma topada
seja a mãe do palavrão.

Quando a jovem aluada
deu, no amor, um "tropeção",
foi um caso de "topada
com os pés fora do chão".

Espalhou pedras à estrada
do velho barraco... "Ô xente!
Não dizem que é só topada
que põe o pobre pra frente ?...

Por topadas em excesso
- um tormento em seu caminho –
o dedão abriu processo
contra os olhos do ceguinho.

"Um prodígio o seu arranco,
a dois metros da chegada!"
E o vencedor, meio manco:
"prodígio foi a topada..."

2° LUGAR CONJUNTO - ANTÔNIO CARLOS TEIXEIRA PINTO - NITERÓI
Então foi dada a largada
e um velho, manquitolando,
ao levar uma topada,
passou por aqui... voando!

Quando é bem forte a topada,
quem puder que fique mudo...
- É melhor não falar nada
que dizer... aquilo tudo!

Xingar, após a topada,
faz até bem; sempre ajuda.
E como, meu camarada!
-Essa velhinha... era muda ! ! !

Topada feia! Pois é...
não tive colher de chá:
- o dedão veio no pé,
mas a unha... ficou lá!

Que topada foi a sola
que um beque deu no negão...
Cruz-credo! Os dois sem a bola,
por cima do travessão!...

3° LUGAR CONJUNTO - JOSÉ TAVARES DE LIMA - JUIZ DE FORA
Topa um "programa" vovô?
- E o velhinho, triste, fala:
- agora, borocoxô,
só topo o pé na bengala!

Uma topada incomum
a minha vizinha deu.
Não feriu dedo nenhum
mas a barriga... cresceu!

A "feia" caça um marido.
Porém ao vê-Ia, há quem diga
que só um doido varrido
pode topar essa briga!...

Veja o golpe do Clemente:
- diz que foi uma topada
que o fez cair, justamente,
lá na cama da empregada!

Não tem marido, contudo,
vai, de topada em topada,
a Maria topa-tudo,
aumentando a filharada!

VENCEDORAS ISOLADAS

1 ° Lugar
"Um prodigio o seu arranco,
a dois metros da chegada!"
e o vencedor, meio manco:
"prodígio foi a topada..."
Waldir Neves ( Rio de Janeiro)

2° Lugar
Veja o golpe do Clemente:
- Diz que foi uma topada
que o fez cair, justamente,
lá na cama da empregada!
José Tavares de Lima (Juiz de Fora MG)

3° Lugar
Quando é bem forte a topada,
quem puder que fique mudo...
- É melhor não falar nada que dizer...
aquilo tudo!
Antônio Carlos Teixeira Pinto ( Niterói RJ)

TROVAS MAIS VOTADAS DOS MAGNÍFICOS:

Somente os poetas da rua
têm o condão de escutar
o doce canto da lua
no silêncio do luar...
José Maria M. Araújo

Se a luz de Deus se insinua
é impossível esquece-Ia.
Só quem não conhece a lua
se apaixona por estrela!

Arlindo Tadeu

Volto e vejo a mesma lua
na rua antiga lembrando:
eu correndo pela rua...
e a lua me acompanhando!
Pedro Ornellas

Talvez porque a noite esconda
sombras de amor... é que a lua
põe mais luz em sua ronda,
quando ronda a minha rua!
Waldir Neves

No ermo, a lua inteira dá-se
a encantar as noites quietas...
- Ah... se a lua se apagasse,
que seria dos poetas ?!
Carolina Ramos

O beijo ousado, sem medo,
que ao luar você me deu,
marcou tanto o nosso enredo
que nem a lua esqueceu !
Otávio Venturelli

A lua sem poder vê-Ias
nas noites de solidão
compõe seu "colar de estrelas"
iluminando a amplidão...
Lucy Soter de Alencar

A saudade é singular,
é como a lua, sem "luas";
e o que eu mais temo é pensar
... se a saudade fosse duas...
Izo Goldman

.............................................................................

CONCURSO DE TROVAS AFAPE

A UBT - Seção Nova Friburgo promoveu um concurso de trovas em homenagem aos 40 anos da Associação Friburguense de Amigos e Pais do Educando. Aqui estão os vencedores.

1 ° Lugar
Tendo amor em demasia,
a AFAPE planta esperança
e faz brotar alegria
no coração da criança!
Elizabeth Souza Cruz - NF

2° Lugar
Não crendo haver deficientes,
A AFAPE mostra, servindo,
que é com cores diferentes
que o mundo fica mais lindo!
Sérgio Bernardo - NF

3° Lugar
Quatro décadas! Legal!...
-Um brinde a AFAPE merece,
no trabalho excepcional
que o povo inteiro agradece!
José Tavares de Lima (Juiz de Fora MG)