XLVI JOGOS FLORAIS DE NOVA FRIBURGO - 2005

CONCURSO NACIONAL – TEMA “MOTIVO”

VENCEDORAS Troféu “Aloísio de Moura”

1º lugar:
Sei que os motivos são poucos,
sei que as razões também são,
mas este amor nos faz loucos
e os loucos não têm razão!!!
GERSON CÉSAR DE SOUZA –São Mateus do Sul/ PR

2º lugar:
De te amar eu não me privo,
ainda que a noite desça;
que um grande amor é motivo
para que a vida amanheça...
FLORESTAN JAPIASSÚ MAIA – RJ

3º lugar
Tenho motivos de sobra
para chorar... protestar...
mas pago o que a vida cobra
pelo prazer de sonhar!
CYNIRA ANTUNES – Santos

4º lugar:
O motivo é tão perfeito...
meia-lua... céu em festa...
que o sonho sonha no leito
da rede que a Lua empresta!...
EDNA VALENTE FERRACINI – SP

5º lugar:
Agora vivemos sós...
e dói, de modo incomum,
saber que o abismo entre nós
não teve motivo algum!
NEWTON VIEIRA – Curvelo

MENÇÕES HONROSAS

Desato os nós do passado
e as tramas de um sonho eu teço:
sonho é tear encantado
que motiva o recomeço.
RELVA DO EGIPTO R. SILVEIRA – Belo Horizonte

No lençol que era perfeito,
entre os “motivos florais”,
o tempo foi, sem respeito,
bordando... saudade a mais.
WANDIRA FAGUNDES QUEIROZ – Curitiba

Fecho os olhos... Sou cativo
da saudade que me escolta
e teima em me dar motivo
para crer na sua volta.
MAURÍCIO CAVALHEIRO – Pindamonhangaba

Já que sempre que brigamos
os motivos são fugazes,
até das brigas gostamos,
tão boas que são as pazes.
SANDRO PEREIRA REBEL – Niterói

Quando há corações armados
motivando acordos vãos,
porque abraços apertados
e tanto aperto de mãos?
JOSÉ VALDEZ DE CASTRO MOURA – Pindamonhangaba

MENÇÕES ESPECIAIS

A ventura é passageira
de um velho trem que eu perdi,
sem motivo, na fronteira
dos sonhos que não vivi...
MOACYR FIGUEIREDO – Santos

Quando a inspiração vagueia
à procura de um motivo,
o meu passado passeia
em cada verso que eu vivo!
SELMA PATTY SPNILELLI – SP

O pranto do amor desfeito,
motivo do meu desgosto,
rompe a barragem do peito
e se esparrama em meu rosto.
CAMPOS SALES – SP

Chegaste... Os braços abertos
após as tuas andanças...
e trouxeste aos meus desertos
mil motivos de esperanças...
MILTON NUNES LOUREIRO – Niterói

Um só motivo me impele
a esconder por quem eu vivo...
E embora eu nada revele,
quem amo sabe o motivo!
FLORESTAN JAPIASSÚ MAIA – RJ

============================================

CONCURSO NACIONAL – TEMA “COMILÃO” HUMORÍSTICAS
Troféu “Tufik Milled”

1º lugar:
É fome de tal maneira,
que o comilão assumido,
quando vê a cozinheira...
já fica de garfo erguido!
REGINA CÉLIA DE ANDRADE – Magé

2º lugar:
Uma avestruz comilona
engoliu meu ioiô novo
e faz dias que a glutona
vem botando o mesmo ovo!
RENATA PACCOLA – SP

3º lugar:
- Três frangos, polenta e vinho
– pede um gordo comilão.
- Comes tudo isso sozinho?!?!
- Não, garçom, como com pão!
MARINA BRUNA – SP

4º lugar:
Certo frade comilão
põe na gula tanto anseio,
que o “pão nosso” da oração
pede sempre com recheio...
GERSON CÉSAR DE SOUZA – São Mateus do Sul

5º lugar:
O comilão não se esquenta
na fila pra ver seu peso:
ou diz que a balança aumenta,
ou fica atrás de um obeso...
JOSAFÁ SOBREIRA DA SILVA – RJ

MENÇÕES HONROSAS

Cheirar, cheirou, mas, então
o plano infernal malogra:
- Meu pitbull comilão
se nega a comer a sogra...
DARLY O. BARROS – SP

O comilão, na cozinha,
cai de boca na penosa...
- Quem manda ela ser galinha
e, além de tudo, gostosa?
ANTONIO AUGUSTO DE ASSIS – Maringá

Se é verdadeiro que é o cão
maior amigo da gente,
amigo de comilão
deve ser “cachorro quente”!
SELMA PATTY SPNILELLI – SP

Come de tudo o João,
carne de porco, jamais:
- Que me chamem comilão,
mas canibal é demais!
ADOLPHO BOIÇA MOINHO – Cornélio Procópio

Doces, massa, a todo instante,
tão redondo é o comilão,
que nem escada rolante
consegue sair do chão!
MARIA HELENA CALAZANS DUARTE – SP

MENÇÕES ESPECIAIS

“Vitamina está na casca!”
- de um comilão eu ouvi.
E quase que ele se enrasca
ao comer abacaxi!...
RENATO ALVES – RJ

De todo o jantar deu cabo
e enfartou-se o comilão.
Já no inferno diz ao diabo:
- Eu também quero um “garfão”!!!
ÉLBEA PRISCILA DE S. E SILVA – Caçapava

Somente a troco da “bóia”
trabalhava o comilão.
E foi com essa tramóia
que quebrou o seu patrão.
ÉDERSON CARDOSO DE LIMA – Niterói

Com garfo e faca na mão,
seus golpes são magistrais:
se na trova é um campeão,
no rodízio é muito mais!
JOSÉ OUVERNEY – Pindamonhangaba

Já fui comilão outrora!
Hoje, ao lembrar-me, acho graça:
vontade ainda tenho agora,
mas, como vem, logo passa!!!
DALMIR PENA – Volta Redonda

===============================================

CONCURSO LOCAL – LÍRICAS E FILOSÓFICAS

TEMA = “APELO"

1º lugar:
Apelar nem sempre ajuda,
pois, sem qualquer emoção,
a razão é surda e muda
a apelos do coração!
CYRLÉA NEVES

2º lugar:
Envolvida na amargura,
revelaste em teu apelo
mais posse do que ternura;
mais ciúme do que zelo!!!
JOAQUIM CARLOS

3º LUGAR:
“Dá-me um tempo, ela me disse,
ante o apelo que lhe fiz...
- Agora chega à velhice,
sem tempo de ser feliz!
RODOLPHO ABBUD

4º lugar:
O nosso beijo envolvente,
na rotina que amanhece,
é o apelo mais urgente
para que a noite se apresse
ELISABETH SOUZA CRUZ

5º lugar:
Grandes galhos retorcidos,
pelas matas calcinadas,
são apelos repetidos
pela extinção das queimadas!
CYRLÉA NEVES

MENÇÕES HONROSAS

Por sempre desatendê-los,
prendi-me num calabouço,
a relembrar os apelos
que a vida faz... e não ouço!
SÉRGIO BERNARDO

Apelo a um relógio mouco
que prenda as horas que solta...
Mas nem quando atrasa um pouco
me traz o tempo de volta.
SÉRGIO BERNARDO

Os sonhos, como contê-los,
se o amor, cansado, sem voz,
nem quer ouvir os apelos
que nós fizemos a nós?!
CLENIR NEVES RIBEIRO

Sob os apelos do encanto,
em meus sonhos vivo imerso,
na melodia do canto
e na poesia do verso.
ELISA FLORES

Buscando a felicidade
entre apelos, fantasias,
eu descobri que a saudade
já faz parte dos meus dias.
HERMÊ SCHUENCK

Teu apelo sedutor
fez de ti minha prisão,
condenando o meu amor
sem qualquer apelação.
SÉRGIO BERNARDO

MENÇÕES  ESPECIAIS

 Se o anoitecer no deserto
nos impedir de rompê-lo,
alguma estrela, por certo,
ouvirá o nosso apelo.
JOANA D’ARC DA VEIGA

Preenchi a tua vida:
fui musa, amante, modelo.
Mas, hoje, a minha partida...
resiste a qualquer apelo!
DILVA MARIA DE MORAES

Vem receber meu carinho...
Vem acolher meu afeto...
Ouve este apelo mansinho
que não aceita teu veto.
THEREZINHA TAVARES

Lá está ela de mãos postas,
na penumbra da capela,
apelando por respostas...
à luz trêmula da vela.
ANTONIO R. R. ACCIOLY ===============================================

CONCURSO LOCAL – HUMORÍSTICAS TEMA = “SUSTO”
Troféu “JORGE LUIZ DA SILVA (Toquinho)

1º lugar:
Visto que o bando até goste
do espantalho em campo aberto,
prendi a sogra num poste
e as gralhas nem chegam perto!
SÉRGIO BERNARDO

2º lugar:
A patroa: “O que me pasma
é, no seu quarto, um gemido!”
- Não se assuste, é que o fantasma
tem a voz do seu marido!
CLENIR NEVES RIBEIRO

3º lugar:
Dando um susto na mulher,
chega em casa bem cedinho...
- Nem imagina sequer
o susto de seu vizinho!
RODOLPHO ABBUD

4º lugar:
Coincidência que me arrasa,
que me assusta e me espezinha...
- Meu marido chega em casa
quando chega o da vizinha!
CLENIR NEVES RIBEIRO

5º lugar:
Ao ver a noiva aturdida,
o galante a consolou:
- Desculpa o excesso, querida...
-A falta é que me assustou!!!
SÉRGIO FERRAZ DOS SANTOS

MENÇÕES HONROSAS

Para assustar o ladrão
e deixar a sogra “em brasa”,
pôs o aviso no portão:
“Cascavel dentro de casa”!!!
ELISABETH SOUZA CRUZ

Fala o médico: É lombriga
a causa da dor interna.
- Mas a dor é na barriga,
diz, no susto, o Zé... da perna...
ELIZÂNGELA BELÓRIO FAIER

Fingindo o galo ir à rinha,
o susto lhe segue o instinto,
pois pega em flagra a galinha
sobre dois ovos e um pinto...
SÉRGIO BERNARDO

Volta e meia levo um susto
com a sogra porque ela
quer morar a todo custo
na casa da filha dela!
JOAQUIM CARLOS

Raimunda levou um susto
e quase morreu de enfarte:
o silicone do busto
escorreu pra “aquela” parte!
JOAQUIM CARLOS

MENÇÕES ESPECIAIS

Minha sogra, olhando o arbusto,
curiosa e muito afoita,
cai de quatro pelo susto
do que viu atrás da moita!
IVONE MARQUES MOREIRA

Três negrinhos no berçário...
E o susto do japonês
carimba a fama de otário:
- Não sabia que eram três!!!
SÉRGIO BERNARDO 

Ao ver a sogra parada
numa visita ao museu,
de susto a alma penada
mais uma vez faleceu!
CLENIR NEVES RIBEIRO

Minha sogra, no antiquário,
não ouvindo meu conselho,
abriu a porta do armário
levando um susto no espelho!
RODOLPHO ABBUD

Não andava em prumo certo
aquele “cara da pinga”.
Mas – que susto! – ao vê-lo perto
eu também entrei na ginga...
ELISA FLORES

===============================================

CONCURSOS DOS MAGNÍFICOS TROVADORES LÍRICAS / FILOSÓFICAS,

TEMA “SÚPLICA”
Troféu “Anis Murad”

1º LUGAR CONJUNTO – EDMAR JAPIASSÚ MAIA – Rio de Janeiro

Porque neles pode expor
sua emoção mais secreta,
são sempre em versos de amor
as súplicas de um poeta...

Ergui à estrela mais bela
minha súplica veemente...
Foi em vão... pois justo aquela
era uma estrela cadente!

Ante uma dor mais acesa,
quando o amor não se dispersa,
suplico trégua à tristeza
que insiste em puxar conversa...

Um réu na luta constante
por carinhos que cobiça,
sou aquele suplicante
que espera amor... por justiça!

AMOR – que loucura estranha!
- Chicoteia com rigor,
e a gente suplica... apanha...
mas não desiste da dor.

2º lugar Trovas Conjuntas = SÉRGIO FERREIRA DA SILVA – São Paulo

À solidão condenada,
na Praça da Eternidade,
minha súplica é chamada
de Monumento... à Saudade!

Desejo é o jovem arrais
que, em vez das embarcações,
suplica encontrar um cais
para ancorar ilusões!

Eu suplico, a todo instante,
por tua volta... é verdade.
Mas, a súplica constante
não é súplica... é Saudade!

No compasso das batidas,
o meu coração suplica,
pelo bem de nossas vidas:
Fica...ca! Fi...ca! Fi...ca! Fi...ca!

3º lugar Conjuntas: JOSÉ TAVARES DE LIMA – Juiz de Fora

Que eu devo partir, urgente,
ela entende, e não replica...
mas, em súplica silente,
seus olhos me dizem: fica!

Fazer prece a todo instante
tão importante não é;
para Deus, mais importante
é o suplicante ter fé...

Partes, alheia aos meus ais,
mas te suplico, sincero:
mesmo que não venhas mais,
fala que vens... que eu te espero!

A quem, lutando, persegue
um sonho que não alcança,
suplico a Deus que não negue
o consolo da esperança!

Que não me queres, sei bem...
Suplico a Deus, mesmo assim,
que transforme o teu desdém
num pouco de amor por mim...

==========================

VENCEDORAS ISOLADAS:

1º lugar:
Ante uma dor mais acesa,
quando o amor não se dispersa,
suplico trégua à tristeza
que insiste em puxar conversa...
2º lugar:

Porque neles pode expor
sua emoção mais secreta,
são sempre em versos de amor
as súplicas de um poeta...
3º lugar:

Ergui à estrela mais bela
minha súplica veemente...
Foi em vão... pois justo aquela
era uma estrela cadente!
Todas de autoria de EDMAR JAPIASSÚ MAIA – Rio de Janeiro ============================================

CONCURSO DOS MAGNÍFICOS TROVADORES

HUMORÍSTICAS = TEMA: “FAMINTO”

1º lugar Conjunto: EDMAR JAPIASSÚ MAIA – RJ

Faminta e, pelo seu porte,
mal cabendo no maiô,
pediu: “me indique um esporte...”
E o terapeuta: - SUMÔ!

Obeso e não tendo escolhas,
vive no SPA um calvário:
faminto, ele come folhas
e o SPA... seu saldo bancário!

Faminto o velho é de fato;
porém, no amor, a mulher
pra ele é sopa no prato:
- Como faz falta a colher!

Comeu cuscuz, pão dormido,
torresmo, farofa e angu...
Só não comeu o cozido
porque ainda estava cru!

Faminto, gritou na festa:
- Eu quero comer bobó!
E o surdo vovô protesta:
- rapaz... respeite a vovó!

2º lugar Conjunto: SÉRGIO FERREIRA DA SILVA – SP

A sogra entrega o genrinho
ao faminto canibal:
“Cuida dele com carinho...
mas... vê se tá bom de sal!”

- Que fome, mãe! Tem comida?
- Temos sopa de letrinhas...
Grita a filha mais sabida:
- As maiúsculas são minhas!

Faminto, não vi, querida,
talvez, por eu ser tão moço,
que eras fruta proibida
e a tua mãe... o caroço!

Tô faminto... e não tem bóia!
Eu num guento esse jejum!!!
Fome Zero??? Uma pinóia:
minha fome... é MENOS UM!

É tanta fome que eu sinto
(parece coisa de louco!),
que eu só vou ficar faminto
depois de comer um pouco!

3º lugar Conjunto: ANTONIO CARLOS TEIXEIRA PINTO – Brasília

Sem respeitar a mandinga,
faminto, e metido a macho,
bebeu dois litros de pinga
e comeu todo o “despacho”!

Eu como demais, não minto;
e que sede! Bebo bem...
Na verdade, sou faminto
e “sedentário” também.

Mesmo faminto... e guloso,
não come nada dietético;
por ser muito religioso,
quer esconder que é “diabético”!

Faminto... Pelo que come,
tem o estômago furado.
Quando vai passando a fome,
pede um bife mal passado!

Faminto, implora comida;
quer comer a noite inteira...
- E eu só sei que essa pedida
assanhou a cozinheira!

====================================

1º lugar Trovas Isoladas:
Faminto, gritou na festa:
- Eu quero comer bobó!
E o surdo vovô protesta:
- rapaz... respeite a vovó!

2º lugar Trovas Isoladas:
Comeu cuscuz, pão dormido,
torresmo, farofa e angu...
Só não comeu o cozido
porque ainda estava cru!

3º lugar Trovas Isoladas:
Faminta e, pelo seu porte,
mal cabendo no maiô,
pediu: “me indique um esporte...”
E o terapeuta: - SUMÔ!
TODAS AS TRÊS DE EDMAR JAPIASSÚ MAIA – RJ