XLVIII JOGOS FLORAIS DE NOVA FRIBURGO - 2007

CONCURSO NACIONAL, TEMA: “” “MENSAGEM”

1º lugar:
Sem precisar das imagens
ou linguagens que os ensinem,
os olhos trocam mensagens
que as palavras não definem.
CAMPOS SALES – SP

2º lugar:
Nos momentos de incerteza,
a mensagem de afeição
pode estar na sutileza
de um simples toque de mão.
ADILSON MAIA – Niterói

3º lugar:
Expulsando a maquiagem,
a lágrima veio, pura,
e pousou sobre a mensagem,
no lugar da assinatura!...
JOSÉ OUVERNEY – Pindamonhangaba

4º lugar:
Deixei a minha alma exposta
na mensagem comovente...
Veio a carta, sem resposta,
devolvida “Ao remetente”...
THEREZA COSTA VAL – Belo Horizonte

5º lugar:
A mensagem dos meus lábios,
em resposta a sua ofensa,
tem o silêncio dos sábios,
que outra resposta dispensa!
EDNA VALENTE FERRACINI – SP

MENÇÕES HONROSAS

À mensagem não me rendo...
não abro... não quero ler...
para não ficar sabendo
o que eu finjo não saber.
THEREZINHA DIEGUEZ BRISOLLA – SP

Velhas mensagens, esparsas,
num diário já sem cor,
são testemunhas das farsas
que um dia chamei de...AMOR!...
JOSÉ OUVERNEY

Bendito aquele que leva
a mensagem de Jesus
e, sob as portas da treva,
deixa envelopes de luz!!!
ANTONIO DE OLIVEIRA – Rio Claro

Vou te escrever... prometias...
e desta jura refém,
espero dias e dias,
mas a mensagem não vem...
MARINA BRUNA - SP

Vai me exaurindo a coragem
e a esperança exausta finda,
sem resposta da mensagem
que eu bem sei... nem leste ainda...
MARIA DE FÁTIMA S. DE OLIVEIRA- Juiz de Fora

MENÇÕES ESPECIAIS

A mensagem foi pequena:
- Não me espere, por favor!
Não chorei. Não vale a pena
chorar por um falso amor!
DELCY RODRIGUES CANALLES – Porto Alegre

Disfarcei sorrindo, triste,
cada lágrima caída...
Mensagem que tu não viste
no instante da despedida.
THEREZA COSTA VAL

Nas letras quase sem cor
de um diário escrito a medo,
guardo as mensagens do amor
que sempre foi meu segredo...
MARINA BRUNA – SP

Pertenço a um tempo em que flores,
donas de próprias linguagens,
apadrinhavam amores
com perfumadas mensagens...
ÉLBEA PRISCILA DE SOUZA E SILVA – Caçapava

Diz “aguarde”, na amargura
da mensagem enviada,
prefiro o “não” que tortura
do que promessa adiada!
JOSÉ VALDEZ DE CASTRO MOURA – Pindamonhangaba

==============================================

CONCURSO NACIONAL, TEMA = “PIMENTA” (Humorísticas)

1º lugar:
Boa, bonita e briguenta,
a cozinheira me assanha;
só quero é que esta... “pimenta”...
tempere a minha picanha!...
IZO GOLDMAN – SP

2º lugar:
Toda vez que a sogra inventa
de minha bóia filar,
eu capricho na pimenta
pra ver a velha chorar.
JOÃO COSTA – Saquarema

3º lugar:
O plantador de pimenta
anda soltando um foguinho
quando a esposa experimenta
o pimentão do vizinho!
RENATA PACCOLA – SP

4º lugar:
Coroinha bem sapeca,
pôs pimenta no rapé
e o padre, que era careca,
ficou de peruca em pé!!!
ERALDO CORRÊA – Niterói

5º lugar:
O terapeuta sugere:
- “Apimente” a relação!
Mas a mulher interfere:
- “Tô fora! Pimenta não!
LUCÍLIA A. T. DECARLI – Bandeirantes

MENÇÕES HONROSAS

O pobre já não agüenta,
porque sempre, na hora “H”,
quando ele vem com a pimenta,
ela esconde o vatapá.
JOÃO COSTA

No banheiro se deu mal
a coitada desatenta,
usando, justo, o jornal
onde enrolara a pimenta...
WANDA HORILDA F. DE LIMA – Juiz de Fora

Um cozinheiro ciumento
tacou pimenta na empada,
transformando o casamento
numa festa... só privada.
WALTER LEME – Pindamonhangaba

He-heee... pimentinha boa!
Tanto assanha o maridão,
que, emocionada, a patroa
dobra a ardência do pirão...
ANTONIO AUGUSTO DE ASSIS – Maringá

Exagera na pimenta,
deixa “quente” o vatapá:
só cabra-macho é que agüenta,
frouxo nem passa por lá...
ALBA HELENA CORRÊA - Niterói

MENÇÕES ESPECIAIS

- Esta pimenta é de cheiro?
Pergunta com azedume,
e o garçom fala ligeiro:
- Se não é... boto perfume!!!
ÉLBEA PRISCILA DE SOUZA E SILVA

Extinto o “fogo”, o casal
a vida insossa lamenta:
- Que vida chata e sem sal!
- Sem sal? Pois sim... SEM PIMENTA!
CLÉBER ROBERTO DE OLIVEIRA – São João de Meriti

Pediu o bobó bem quente
o turista distraído,
e a pimenta – mais ardente –
deixou seu bobó... ardido!
JOÃO FREIRE FILHO – RJ

Comer pimenta é maneiro,
como-a inteira e até mastigo.
Mas nas idas ao banheiro
vou te contar, meu amigo!
ALEXANDRE BARBOSA – Pindamonhangaba

Quando a pimenta “apertou”,
parei o carro na estrada.
E o meu azar piorou:
- a moita estava roçada!...
NEIDE ROCHA PORTUGAL – Bandeirantes

==============================================

 

CONCURSO PARA TROVADORES RESIDENTES EM NOVA FRIBURGO

TEMA = “CAPRICHO”

1º lugar:
Nenhum artista teria,
por mais destreza em seu traço,
o capricho com que o dia
desenha as nuvens no espaço...
SÉRGIO BERNARDO

2º lugar:
Caprichoso, o meu destino,
de mansinho, sem alarde,
feito um travesso menino,
mostrou-me o amor... e era tarde!...
NÁDIA HUGUENIN

3º lugar:
Muitas mulheres vieram,
mas... um capricho infeliz
deu-lhe todas que o quiseram
e jamais a que ele quis!...
RODOLPHO ABBUD

4º lugar:
Seu desdém me faz perdê-la,
no amor que reduzo a mágoa...
Para o capricho da estrela,
é nada uma poça d’água!...
SÉRGIO BERNARDO

5º lugar:
Filho... estuda que eu te ajudo!
Capricha, porque é na soma
do esforço e amor pelo estudo
que se conquista o diploma!
AILTO RODRIGUES
 

MENÇÕES HONROSAS

Quando em ti vejo a beleza,
que não vejo em mais ninguém,
percebo que a Natureza
tem seus caprichos também!
JOAQUIM CARLOS

Capricho na minha farsa,
voltando tarde das ruas...
Mas meu embuste se esgarça
a uma lágrima das tuas!...
SÉRGIO BERNARDO

Sigo a rua acorrentado,
carente, sozinho, a esmo...
Por capricho, condenado
à solidão... de mim mesmo!...
JOANA D’ARC DA VEIGA

Por um capricho da sorte,
por uma estranha tortura,
o amor que me leva à morte
é o que me dá mais ventura!
ELISABETH SOUZA CRUZ

Foi capricho ou devaneio,
quando eu lhe disse: “Não sei”!
Orgulhoso – ele não veio;
caprichosa – eu não voltei!
DILVA MARIA DE MORAES
 

MENÇÕES ESPECIAIS

Eu plantei... mas, orgulhoso,
não cuidei do meu jardim...
E um ciúme caprichoso
fincou raízes em mim!...
JOAQUIM CARLOS

Acredite quem quiser,
seja o motivo qual for,
em caprichos de mulher,
quando faz juras de amor!...
RODOLPHO ABBUD

Eu... você... nossa lembrança
de um grande amor, puro, terno,
que um capricho da esperança
simulou que fosse eterno!..
RODOLPHO ABBUD

No capricho da emoção,
o seu amor desejei;
entreguei-lhe o coração
e todinha me entreguei..
DENISE CATALDI

Eu não me deixo atrair
por capricho ou coação...
É preciso seduzir,
se quiser meu coração. FLÁVIO FERREIRA DA SILVA

------------------------------------------------------------------

CONCURSO PARA TROVADORES RESIDENTES EM NOVA FRIBURGO

TEMA = “CELULAR” - (Humorísticas)

1º lugar:
Celular eu não tolero
desde um pré-pago que eu tinha,
que tocou “Mamãe eu quero...”
no velório da vizinha!
SÉRGIO BERNARDO

2º lugar:
Do avião viu os destroços
e gritou o executivo:
- Ouço um chamado entre os ossos...
Meu celular está vivo!
JOANA D’ARC DA VEIGA

3º lugar:
No armário, um vulto furtivo...
Soa um toque... chega o esposo...
E, morto, ele culpa o “Vivo”
que não pôs no silencioso!
SÉRGIO BERNARDO

4º lugar:
Só pra sogra se enfezar,
ele “cai de gozações”:
- Pra que comprar celular,
se já tem dois orelhões?!
AILTO RODRIGUES

5º lugar:
Ouve a música tocar
no celular... gritaria...
- E o luso: “Vem desligar
esse teu rádio, Maria!...”
CLENIR NEVES RIBEIRO
 

MENÇÕES HONROSAS

Não gastando o celular,
o “pão duro”, em seus intentos,
querendo economizar,
só liga o 0800...
RODOLPHO ABBUD

Computador... celular...
tudo a ela é oferecido...
- Só lhe falta programar
um robô para marido!...
RODOLPHO ABBUD

Sou cabra macho... de fibra...
Mas a verdade é latente:
- O celular, quando vibra,
dá um nervoso na gente!...
SÉRGIO FERRAZ DOS SANTOS

Do celular se lembrou
o general, com seus medos...
Se a guerra já começou,
vou enviar meus torpedos!
JOANA D’ARC DA VEIGA

Muito roceira, a babá,
bem confusa... até demais:
- Como vô tê “célulá”,
se nem moça num sô mais?
AILTO RODRIGUES
 

MENÇÕES ESPECIAIS

- Uma hora ao celular!
Meu bem, quem era o fulano?
- Foi ligação a cobrar...
e eu só expliquei que era engano!!! JOAQUIM CARLOS

Gata que deita inspirada,
de celular em ação,
está sempre bem ligada
na chamada do gatão!
AILTO RODRIGUES

Pra falar sozinho, a esmo,
o louco quis inovar,
telefonando a si mesmo
do orelhão pro celular!...
SÉRGIO BERNARDO

De celular tenho bronca
- é difícil de agüentar
quando, dormindo, ela ronca
ele se põe a tocar!...
FLÁVIO FERREIRA DA SILVA

O valor do celular,
ao falar com a Ritinha,
é não ter que perguntar
se tem – ou não – boi na linha.
FLÁVIO FERREIRA DA SILVA

==============================================

CONCURSO ENTRE “MAGNÍFICOS TROVADORES” TEMA: “RECEIO” - Líricas e filosóficas

TROVAS CONJUNTAS =1º LUGAR:

EDMAR JAPIASSÚ MAIA – Rio de Janeiro

Desvio o olhar quando passa,
num receio, que alimento,
de que a volúpia devassa
devasse o meu pensamento.

Arranchei duas esteiras
na varanda, à luz de velas,
mas receio que não queiras               (2º lugar Trovas Isoladas)
tomar posse de uma delas...

Pelo amor que a mim ressoa,
migro ao topo das venturas...
e um pássaro, quando voa,
já não receia as alturas!

Atento às mentiras rotas
e ao “farto” amor que proclamas,
receio falsas as gotas
das lágrimas que derramas...

Não receio a tempestade,
se é por você que me arrisco:
para alguém que tem saudade,
a tempestade é um chuvisco!

TROVAS CONJUNTAS = 2º LUGAR:

SÉRGIO FERREIRA DA SILVA – São Paulo

Teu receio, que dispensa
meu querer e meu carinho,
é trilha fechada e densa...
mas eu encontro o caminho!

Receio que a solidão,
esta falsa liberdade,
faça do meu coração
um escravo... da saudade.

Amigo é aquele artesão
que, sem receios, lapida               (3º lugar geral Trovas Isoladas)
com o cinzel do perdão
as pedras brutas... da vida!

Receio o destino incerto
de perder-me em teus encantos
e tornar-me um livro aberto,
esquecido.. pelos cantos.

Essa ternura que exalas,             (1º lugar geral Trovas Isoladas)
e os meus receios acalma,
faz um vôo sem escalas
da tua pele... à minh’alma!

TROVAS CONJUNTAS = 3º LUGAR:

JOSÉ TAVARES DE LIMA – Juiz de Fora

Por culpa de alguns receios
e de tolos preconceitos,
somos, hoje, dois anseios
que não foram satisfeitos...

Vence o receio e confia
nos teus sonhos; pois, em suma,
sem um pouco de ousadia
não se alcança coisa alguma!

Esquecer-te? De que jeito?!...
Teu receio é sem motivo,
porque, dentro do meu peito,
tens lugar definitivo!

O receio evidencia,
às vezes, sábia conduta;
mas disfarça a covardia
de alguns que fogem da luta!

Muito te amo. Podes crer.
Mas tenho um receio louco
de que, para te prender,
todo este amor seja pouco!

==============================================

CONCURSO ENTRE “MAGNÍFICOS TROVADORES” TEMA: “CALOTE” -                            Humorísticas

TROVAS CONJUNTAS = 1º LUGAR: EDMAR JAPIASSÚ MAIA

“Nem morto!”... grita o coveiro
reconhecendo o finado.
“Só enterro esse caloteiro
se me pagar adiantado!”

Caloteiro conhecido
fez a promessa... E, no entanto,
depois de ser atendido
deu um calote... no santo!

Dos pais, que são seus espelhos,
imita e venera os dotes:
da mãe venera os conselhos;
do pai... imita os calotes!

Para a elite é diferente,               (1º lugar geral Trovas Isoladas)
um devedor rotineiro:
sendo rico... é inadimplente;
sendo pobre... é CALOTEIRO!

Ao agiota em apuros, ,                  (2º lugar geral Trovas Isoladas)
o caloteiro afirmava
que fez o empréstimo a juros...
mas não jurou que pagava!
 

TROVAS CONJUNTAS = 2º LUGAR: JOSÉ TAVARES DE LIMA

O sujeito caloteiro
diz ao cobrador, que insiste:
- hoje eu não tenho dinheiro,
mas volte... Milagre existe!...

Nunca dizia: “não pago”.
Mas em calote doutor,
simulava que era gago
até cansar o credor!

Lamenta-se o caloteiro:
- O meu ganho anda precário...
- Está faltando dinheiro?
- Não! Está faltando otário!

Mas o que faz esse “artista”?
- Pensa em calo o dia inteiro.
- Quer dizer que ele é calista?
- Negativo... é caloteiro!

Quer receber seu dinheiro?
Tudo bem... eu vou pensar.
Mas eu não sou caloteiro,
não tenho é pressa em pagar!
 

TROVAS CONJUNTAS = 3º LUGAR: PEDRO ORNELLAS – São Paulo

Diz, gabando-se ao vizinho
um portuga que eu conheço:
- Não me pagaste, espertinho,
mas eu te roubei no preço!

Desta feita o Zé Trapaça
se enrolou, nem sabe o quanto!
Fez promessa, teve a graça
- e deu calote no santo!

Meu pai, comprando fiado,             (3º lugar geral Trovas Isoladas)
que tem palavra provou...
Prometeu ao ser cobrado:
“Eu não pago!’ - E não pagou!

“Limpo seu nome na praça.”
E um caloteiro safado
lendo, por sonso se passa
e pergunta: “Faz fiado?”

Calote??? Eu tô lhe dizendo,
não dei não, seu Delegado!!!
Combinei ficar devendo...
- Pagar não foi combinado!

------------------------------------------------------------------

TROVAS MAIS VOTADAS DOS DEMAIS CONJUNTOS PARTICIPANTES:      “RECEIO”

Minha mãe me dava a mão,
e o meu receio ia embora...
De histórias de assombração
eu tenho... é saudade agora!
ANTONIO CARLOS TEIXEIRA PINTO – Brasília

Teus desdéns são previsíveis
e eu receio, ao te encontrar,
ver teus braços disponíveis
e correr para abraçar.
ARLINDO TADEU HAGEN – Juiz de Fora

Não receies sonhar, mesmo
ante o extremo de um adeus...
- sonhos que partem a esmo
podem voltar... e ser teus!
CAROLINA RAMOS – Santos

Ela vem, não vem... que agüente
a minha intranqüilidade...
que promessa reticente
traz receio... de saudade!
JOÃO FREIRE FILHO – RJ

Eu não receio injustiça,
pois se pago em alto preço
é por conta da cobiça
de ter mais do que mereço...
MARIA NASCIMENTO S. CARVALHO – RJ

Receio do mundo... medo...
No hospital, recém-nascida,
segurou forte o meu dedo
e o prendeu por toda a vida!
PEDRO ORNELLAS - SP

 

TROVAS MAIS VOTADOS DOS DEMAIS PARTICIPANTES
“CALOTE”

Pede a graça ao padroeiro
e promete ao santo, à beça...
É um beato caloteiro
que não paga nem promessa!
THEREZINHA DIEGUEZ BRISOLLA – SP

“Falta vergonha ao senhor
para ser tão caloteiro?”
“Não me ofenda, por favor,
o que me falta é dinheiro!!!”
SÉRGIO FERREIRA DA SILVA – SP

Fez prestação no oculista
e em boa compra investiu;
como era... a perder de vista,
deu-lhe o calote... e sumiu!
ANTONIO CARLOS TEIXEIRA PINTO

O caloteiro propaga
seu jeito de proceder,
dívida velha não paga,
nova, deixa envelhecer.
CAMPOS SALES - SP ===========================================