(da esquerda para a direita: Antonio Juraci, José Ouverney, Alonso Rocha, Edmar Japiassú e João Paulo Ouverney)

TEMA = "ESCOLHA"
TROVAS VENCEDORAS

 

1º LUGAR
Duas culpas, um pecado
e um remorso a nos doer:
você – que escolheu errado;
eu – que nem pude escolher...
JOSÉ OUVERNEY – Pindamonhangaba/SP

2º LUGAR
Por esse amor insensato
eu sei que o céu me condena,
mas a escolha de meu ato
eu troco por qualquer pena.
ALONSO ROCHA – Belém/PA

3º LUGAR
A vida é feita de escolhas:
os acertos, festejamos...
O duro é virar as folhas
nas tantas vezes que erramos...
MILTON SOUZA – Porto Alegre/RS

 

 

4º LUGAR
O amor que escolhi um dia
expõe-me à língua do povo?
Dane-se o povo! Eu faria
a mesma escolha, de novo!
NEWTON VIEIRA – Curvelo/MG

5º LUGAR
Hoje, nós dois, no abandono;
perdidos, sem mais escolhas:
– dois galhos secos no outono
que o vento varreu as folhas.
DORALICE GOMES DA ROSA– Porto Alegre/RS

MENÇÕES HONROSAS

Persiga a escolha perfeita
usando a prudência, o tino,
que escolha, depois de feita,
responde pelo destino.
WANDA HORILDA FREESZ DE LIMA – Juiz de Fora/MG

A escolha do par perfeito,
farei nesta... em qualquer vida,
ao resgatar de outro peito,
minha metade perdida!
ÉLBEA PRISCILA DE S. E SILVA - Caçapava/SP

Estou só... mas sou feliz;
vou vivendo mesmo assim:
por escolhas que não fiz,
mas a vida fez por mim!
SELMA PATTI SPINELLI – São Paulo/SP

Foi a ESCOLHA mais amarga
que entristeceu os meus feitos,
pondo a saudade, tão larga,
em meus ombros tão estreitos!...
HERMOCLYDES SIQUEIRA FRANCO – Rio de Janeiro/RJ

Esta saudade tão rude
que faz minha alma deserta
vem desde o tempo em que eu pude
mas não fiz a escolha certa!
PEDRO MELLO – São Paulo/SP

MENÇÕES ESPECIAIS

Mostrar-me um rumo... é louvável
porém, meus passos não tolhas!
– Eu quero ser responsável
por minhas próprias ESCOLHAS.
MARIA MADALENA FERREIRA – Magé/RJ

Quis conquistar teu carinho,
mas tu não quiseste o meu...
- Escolheste outro caminho...
e a solidão me escolheu...
PEDRO MELLO – São Paulo/SP

De que serve o desatino
de altearmos nossa voz
nas horas em que o destino
faz as escolhas por nós?
RENATA PACCOLA – São Paulo/SP

Gente que escolhe sem tino
as propostas da existência,
quando erra, culpa o destino
pela própria incompetência.
WANDA DE PAULA MOURTHÉ – Belo Horizonte/MG

Conselhos?! – Sim! – Eu aceito!
Rumos... eu traço sozinho,
pois julgo ter o direito
à escolha do meu caminho.
MARIA MADALENA FERREIRA – Magé/RJ
¨..............................................................................................
CONCURSO NACIONAL – TEMA FEIRA
(Humorísticas)
TROVAS VENCEDORAS

1º LUGAR
Na feira, o “seu” Manuel:
– Não vendo nada... Pois, pois!
Mas se esgoela: – Olha o pastel,
pague três e leve dois!
LIZETE JOHNSON - Porto Alegre/RS

2º LUGAR
A mulher do meu vizinho
faz a feira o mês inteiro,
sem sacola, sem carrinho,
sem vergonha e sem dinheiro...
IZO GOLDMAN – São Paulo/SP

3º LUGAR
Tudo sobe!... A carestia
na feira já me derruba.
Só não sobe todo dia
o que eu preciso que suba!
CLARINDO BATISTA DE ARAÚJO – Natal/RN

4º LUGAR
Acabou a paz reinante,
foi um “fuzuê” danado,
é meio surdo o feirante
e o freguês disse: – “Fiado...”
IZO GOLDMAN – São Paulo/SP

5º LUGAR
É sovina a minha amiga:
se vai à feira gastar
não compra nem uma briga
sem primeiro pechinchar!
ARLINDO TADEU HAGEN – Belo Horizonte/MG

MENÇÕES HONROSAS

Vai à feira cativante,
de saia curta e bem justa,
e, quando passa, é o feirante
que pergunta: - “Quanto custa?...”
IZO GOLDMAN

Vai pra feira, numa boa,
com farta mercadoria...
enquanto, em casa, a patroa
atende outra freguesia...
JOÃO FREIRE FILHO – Rio de Janeiro/RJ

Na feira de antiguidade,
ao ancião combalido
perguntam, não sem maldade:
- Vem comprar ou ser vendido?
WANDA DE PAULA MOURTHÉ – Belo Horizonte/MG

Quando o peixeiro passava
com sua noiva faceira,
a vizinha comentava:
– Vai ter piranha na feira...
ANTONIO JURACI SIQUEIRA – Belém/PA

A minha sogra assanhada,
no barracão da Mangueira,
foi muito mais apalpada
do que laranja na feira!...
ADEMAR MACEDO – Natal/RN

MENÇÕES ESPECIAIS

A japonesa se “invoca”
com a freguesa “saidinha”:
Na feira, “non” tem mandioca!
“Japon” só tem mandioquinha!
JAIME PINA DA SILVEIRA – São Paulo/SP

Na feira do troca-troca,
o Juca ficou nervoso,
quando ouviu sua “Dondoca”
propondo troca de esposo!...
CLÁUDIO DERLI SILVEIRA – Porto Alegre/RS

Preso na FEIRA, explicava
um luso cara-de-pau:
– “Eu não roubei! – Só “salgava”
os preços do bacalhau!!!...”
MARIA MADALENA FERREIRA – Magé/RJ

– Meu genro prêmios conquista
em nossa Feira Anual.
- Ele é grande pecuarista?
Não... um perfeito animal!
ÉLBEA PRISCILA DE S. E SILVA – Caçapava/SP

Ante a tosse do feirante:
– Dispnéia é o que você tem?
Ele nega, mas garante:
– Trago a semana que vem!!
RENATA PACCOLA – São Paulo/SP
..............................................................................................
CONCURSO LOCAL – TEMA: FEITIÇO
(Líricas/Filosóficas)
TROVAS VENCEDORAS

1º LUGAR
Feiticeira de alma nua,
eu danço liberta, ao léu.
Sob o feitiço da Lua,
não tem limite o meu céu!
Nádia Huguenin.

2º LUGAR
Nosso amor, mais que sagrado,
tem brasa que o fogo atiça:
- É um feitiço do passado
que, até hoje, me enfeitiça!
Clenir Neves Ribeiro.

3º LUGAR
Quando deixas os teus laços
e velas na encruzilhada,
retornas para os meus braços
muito mais enfeitiçada.
Joana D’Arc da Veiga.

4º LUGAR
Pouco importa que tu venhas
apressado, em teu fulgor,
pois trazes contigo as senhas
para os feitiços do amor!
Elisabeth Souza Cruz.

5º LUGAR
Olho no olho e duvido
que dispenses meu querer:
sou feiticeira, e o cupido
faz o que eu mando fazer!
Dilva Moraes.

MENÇÕES HONROSAS

Por que do amor conflitante
consultei, sem compromisso,
tarô, búzios, cartomante...
- Não deu outra: foi feitiço!...
Clenir Neves Ribeiro.

Este teu corpo mestiço,
encanto de um bem querer,
tem o fogo do feitiço
que faz meu fogo ascender.
Adílson Galvão.

Quando o amor chega indeciso
e se esconde num olhar,
há o feitiço de um sorriso
que diz tudo sem falar...
Paulo Belório Faier.

Em noites de lua cheia,
quisera ouvir o acalanto
do feitiço da sereia,
na beleza do seu canto!...
Cyrléa Neves.

Não desisto da conquista
do teu afeto e carinho...
Já deixei, exposto à vista,
um feitiço em teu caminho!
Therezinha Tavares.

MENÇÕES ESPECIAIS

O amor tem tantos arranjos,
nos feitiços que quiser,
que nos parecem dos anjos
os sorrisos da mulher!...
Rodolpho Abbud.

Foi “mandinga” ou “reza braba”...
foi “despacho”... outro “serviço”...
Mas, se a “coisa” não acaba,
pode apostar: foi feitiço!...
Cyrléa Neves.

Seu feitiço me seduz
e alcança tal dimensão,
que eu consigo ver a luz,
mesmo em plena escuridão!...
Rodolpho Abbud.

Pelo amor enfeitiçada,
entreguei-me sem pudor...
Não me arrependo de nada,
pois foi feitiço de amor!
Nádia Huguenin.

Teus olhos de olhar mortiço,
profundos de escuridão,
têm da serpente o feitiço,
e do amor têm a paixão!
Antônio R. Accioly

CONCURSO LOCAL – TEMA: CABELO - (Humorísticas)
TROVAS VENCEDORAS

1º LUGAR
Perguntaram-me: tens caspas
no teu couro cabeludo?
Eu respondi: não... e, entre aspas:
- Os piolhos comem tudo!
José Moreira Monteiro.

2º LUGAR
Carecas fazem apelo
no restaurante chinês:
“Outros fios de cabelo,
pois um só não dá pra três”.
Joana D`Arc da Veiga.

3º LUGAR
Enquanto está enganando
a velha, como ele pode,
vai aos poucos faturando:
barba, cabelo e bigode!
Dilva Moraes

4º LUGAR
O bicho está tão graúdo
que, mesmo eu sendo caolho,
sempre vejo o cabeludo
passar cheio de piolho!
Ailto Rodrigues.

5º LUGAR
Do energético sapeca,
tirou a prova e deu fé...
- Com dois pingos na careca,
ficou de cabelo em pé!...
Rodolpho Abbud.

MENÇÕES HONROSAS

Cabelo é um negócio louco...
Há divergências fatais:
- Na cabeça, um fio é pouco;
mas... na sopa... ele é demais!!!
Elisabeth Souza Cruz.

A sogra, além de pançuda,
também tem, como destaque,
a cara tão cabeluda
que chega a ter cavanhaque!!!
Ailto Rodrigues.

Basta um fio de cabelo
para que creiam em mim.
- Por precaução e desvelo,
Deus te fez careca assim!...
Dilva Moraes.

O vizinho era careca,
e a esposa fez o alarido,
pois, grudado na cueca,
tinha um cabelo comprido!!!
Elisabeth Souza Cruz.

Ei, garçom, veja o meu prato!
Tem dois cabelos na beira...
- Por um P.F. barato,
quer ver toda a cabeleira?
Rodolpho Abbud.

MENÇÕES ESPECIAIS

Careca, mas tem cabelo
em tudo quanto é lugar.
Diz a noiva, com “desvelo”:
- Já pensou em transplantar?!
Nádia Huguenin.

Que adianta ser cabeludo,
se ela me deixa sozinho,
e diz que “quem tá com tudo”
é o careca do vizinho?...
Clenir Neves Ribeiro.

Quebra o pau no coitadinho...
Bate a lourinha, sem dó,
por um cabelo pretinho
na gola do paletó!...
Clenir Neves Ribeiro.

Foi um fio de cabelo
que deixou “seu” Zeca irado,
pois a dor de cotovelo
foi na testa do coitado!
Ivone Marques Moreira.

Meu primo, eu nem sei por quê,
é vaidoso e puxa-saco...
Para agradar, põe laquê...
no cabelo do sovaco!
Marília Duarte Arruda
....................................................................................................

CONCURSO DOS “MAGNÍFICOS TROVADORES”
Líricas/Filosóficas
TEMA: SEMBLANTE

PRIMEIRO LUGAR – CONJUNTO
Maria Nascimento Santos Carvalho - Rio de Janeiro – RJ

Não guardo no meu semblante
marcas da dor que carrego,
e se um amigo garante
que estou triste eu, triste, nego.

Tento tê-lo na visão,
que ao teu semblante se verga,
mas estás no coração...
e coração não enxerga.

Teu semblante descorado
na foto da mocidade,
é uma sombra do passado
emoldurando a saudade.

Ver um retrato faz bem,
mas, meu Deus, como angustia
ver o semblante de alguém
que roubou nossa alegria.

Pela ausência que me abala
minha saudade é constante,
ao ver na foto da sala
a alegria em teu semblante...

SEGUNDO LUGAR – CONJUNTO – TEMA: SEMBLANTE
Edna Valente Ferracini - São Paulo – SP

Criei um muro entre a gente
pensando em me defender...
mas teu semblante, insistente,
pula o muro e vem me ver!...

O teu semblante lembrado
entre um luar e uma rede,
hoje, é um sonho emoldurado
que eu pendurei na parede!

Quem só cuida do semblante,
e se furta ao bom conselho,
mostra na alma agonizante
o que não mostra no espelho.

Quero beijar-te... e distante,
grafo estes beijos...à mão.
Se não tenho o teu semblante,
que viva a imaginação!...

Tento agarrar o teu semblante
na ilusão de ser verdade.
Mas percebo neste instante
que foi troça da saudade!...

TERCEIRO LUGAR – CONJUNTO – TEMA: SEMBLANTE
Sérgio Ferreira da Silva - São Paulo – SP

Numa foto digital,
teu semblante, em luz e cor,
é saudade virtual,
no microcomputador...

Quando o pranto fez morada
no teu semblante grisalho,
trouxe a imagem da geada,
cobrindo as gotas de orvalho.

A inocência, em teu semblante
num contraste, se desfaz,
por ser a prova flagrante
de que me roubaste... a paz!

O chão batido,... a porteira...
o teu semblante... e o destino...
são os marcos da fronteira
entre a saudade... e um menino!

Essa lágrima que corta
teu semblante, sem favor,
é uma gota, mas comporta
um Oceano... de dor!

“MAGNIFICOS TROVADORES” - Líricas/Filosóficas
VENCEDORAS ISOLADAS
TEMA: SEMBLANTE

1º lugar: Edna Valente Ferracini – São Paulo/SP
Criei um muro entre a gente
pensando em me defender...
mas teu semblante, insistente,
pula o muro e vem me ver!...

2º lugar: Sérgio Ferreira da Silva – São Paulo/SP
O chão batido,... a porteira...
o teu semblante... e o destino...
são os marcos da fronteira
entre a saudade... e um menino!

3º lugar: Maria Nascimento Santos Carvalho – Rio de Janeiro/RJ
Pela ausência que me abala
minha saudade é constante,
ao ver na foto da sala
a alegria em teu semblante...

TROVAS MAIS VOTADAS DOS DEMAIS CONJUNTOS.
(ordem alfabética)

Artista dos mais brilhantes,
o tempo segue, inclemente,
redesenhando semblantes
sobre os semblantes da gente!
Arlindo Tadeu Hagen – Juiz de Fora/MG.

Minha mãe, ai! Quem de dera,
contemplar por um instante,
as luzes da primavera,
dando vida ao teu semblante!
Carolina Ramos – Santos/SP.

Sem a expressão da humildade
que os nobres gestos domina,
em teu semblante, a vaidade
é a mais antiga inquilina...
Edmar Japiassú Maia – Rio de janeiro/RJ.

Deu-me esta vida o bastante!
por isso, a expressão feliz...
É que eu trago, em meu semblante,
semblantes de outros perfis!
João Freire Filho – Rio de Janeiro/RJ.

Deste-me adeus e, no instante,
bem mais que a amarga surpresa,
me doeu ver teu semblante
alheio à minha tristeza!
José Tavares de Lima – Juiz de Fora/MG.
...........................................................................................
CONCURSO DOS “MAGNÍFICOS TROVADORES”
Humorísticas
TEMA: JOGO

PRIMEIRO LUGAR – CONJUNTO
José Tavares de Lima - Juiz de Fora - MG

Com jogo de seduçãO,
diz, fingindo timidez,
a viúva ao bobalhão:
- é minha primeira vez!...

Ela, frustrada, comenta:
jogar assim não me atrai...
Você tenta, tenta, tenta,
mas o gol, que é bom, não sai!

De rosto é sem atrativo,
porém basta caminhar,
seu jogo rebolativo
vira atração popular!

Se a mulher faz jogo duro,
e diz “não” aos teus intentos,
põe a testa no seguro
contra estranhos argumentos!...

Perdeu o jogo e, deplora:
na pindaíba em que estou,
pra comer só tenho, agora,
o pão que o diabo amassou!

SEGUNDO LUGAR – CONJUNTO – TEMA: JOGO
Edmar Japiassú Maia - Rio de Janeiro – RJ

Da preguiça atende ao rogo
o carteiro sem capricho...
E é por ser viciado em jogo
que joga cartas... no lixo!

Nem indo ao jogo esqueceu
ter dívidas a granel.
Diz a esposa: - quem venceu?
Responde triste: - o aluguel!

Frango e peixe só na grelha...
Bingo e jogos à vontade...
Exceto o “jogo da velha”,
pra não lembrar sua idade!

Leu “DAMAS” na porta escrito.
E o viciado português
entrou pra jogar... e, aflito,
foi jogado no... xadrez!

Na sinuca se comenta
que o jogo do velho é fraco.
E a própria mulher sustenta
- Falta firmeza no taco!

TERCEIRO LUGAR – CONJUNTO – TEMA: JOGO
Sérgio Ferreira da Silva - São Paulo - SP

“Fui à falência, amigão,...
Estou pra lá de arrasado...
“Jogo, empréstimo, ou ladrão???”
“Nenhum dos três: ...meu cunhado!”

Na cadeia, o vigarista,
ficou famoso de vez...
Agora, é duplo enxadrista:
joga xadrez... no xadrez.

Dona de casa exemplar,
vive sujeita às mazelas:
se diz que “adora jogar”,
ganha um jogo... de panelas!

“Você vai ter de casar!”
- diz a moça ao velho rico -
e ele, sem jogar bilhar,
tá na sinuca... de bico!

“Casamento é loteria”,...
é, mesmo, um “jogo de azar”:
é o jogo em que a maioria
perde tudo,... sem jogar!

“MAGNIFICOS TROVADORES” - Humorísticas
VENCEDORAS ISOLADAS

1º LUGAR: José Tavares de Lima – Juiz de Fora/MG
Ela, frustrada, comenta:
jogar assim não me atrai...
Você tenta, tenta, tenta,
mas o gol, que é bom, não sai!

2º LUGAR: Edmar Japiassú Maia – Rio de Janeiro/RJ
Na sinuca se comenta
que o jogo do velho é fraco.
E a própria mulher sustenta
- Falta firmeza no taco!

3º LUGAR: Therezinha Diegues Brisolla – São Paulo/SP
- Vou ganhar... meu santo é forte!...
E o santo: - Eu não sei jogar...
Nem sei porque pede sorte,
se aposta em “jogo de azar”?!

TROVAS MAIS VOTADAS DOS DEMAIS CONJUNTOS
(ordem alfabética)

É bombeiro o meu compadre,
“jogo duro”, coitadinho,
porque o fogo da comadre,
quem apaga é o seu vizinho...
Campos Sales – São Paulo/SP.

....................................................................................................

CONCURSO PARALELO LOCAL:
TEMA: 200 Anos da chegada da Família Real ao Brasil.

VENCEDORA
Brasileiros... portugueses...
é irmão abraçando irmão!
- Somos irmãos tantas vezes
quantas precise a Nação!
Cyrléa Neves.

MENÇÕES HONROSAS

D. João VI cria a antiga
Vila do Morro Queimado!...
- E a Nova Friburgo liga
seu presente ao seu passado!...
Rodolpho Abbud.

Portos abertos ao mundo...
Banco, imprensa, academias...
D.João mudou a fundo
o Brasil daqueles dias.
Therezinha Tavares.

Duzentos anos passados...
mas a História permanece!
- Naqueles morros queimados
Nova Friburgo, hoje, cresce!
Rodolpho Abbud.

Chega a Família Real
e envolve a nação inteira!
- Pelas mãos de Portugal,
surge a raça brasileira!...
Cyrléa Neves.

CONCURSO PARALELO NACIONAL:
TEMA: 200 Anos da chegada da Família Real ao Brasil.

VENCEDORES POR ORDEM ALFABÉTICA:

Não querendo ser afoito,
para a verdade eu desperto:
mil oitocentos e oito...
O Brasil re-descoberto!
Djalda Winter Santos – Rio de Janeiro/RJ

Reino Unido... um Brasil novo
tem, por mãos imperiais,
a alforria de seu povo
dos grilhões coloniais!
Élbea Priscila de S. e Silva – Caçapava/SP

Foi Dom João, precursor,
de um trabalho fascinante:
Acendeu a luz do amor
na catedral do imigrante!
Elen de Novais Felix – Niterói/RJ

Num gesto nobre e perfeito
Dom João de Portugal,
deu à Friburgo, o direito,
de uma “cidade Real”!
Élen de Novais Felix – Niterói/RJ

Quando a Família Real
aportou em Santa Cruz,
o fulgor de Portugal,
encheu o Brasil de luz!
Ivone Taglialegna Prado – Belo Horizonte/MG

D. João teve dobrada
a saudade mais sentida:
- na que trouxe na chegada,
- na que levou, na partida...
Izo Goldman – São Paulo/SP

200 anos é a idade
real da nossa nação.
Nossa história, de verdade,
começou com D.João.
João Costa – Saquarema/RJ

“Napoleão”... foi um pretexto...
- O Real Motivo, entre mil,
é que... também DOM JOÂO VI
quis vir morar no BRASIL!!!
Maria Madalena Ferreira – Magé/RJ

D. João VI, aos teus anseios,
o próprio céu te dá provas
que nas asas dos Correios...
Ganharam asas... as Trovas!!
Neide Rocha Portugal – Bandeirantes/PR

Nos portos, deu-se a abertura...
e à Colônia, então plebéia,
D. João, além da cultura,
trouxe a nobreza européia!
Therezinha Dieguez Brisolla – São Paulo/SP

Festejos realizados em 06, 07 E 08 DE JUNHO DE 2008