CONCURSO DE TROVAS DE GARIBALDI / RS – 2002

TEMA: “NATAL”

VENCEDORES:

Nada ter na mesa à Ceia
do Natal, triste é! Porém,
bem mais triste é vê-la cheia
e em volta não ter ninguém.
MARIA AMÉLIA P. C. ALMEIDA – Lisboa / PT

Natal da minha velhice...
não sinto qualquer revolta:
- Papai Noel... ah! quem disse
que, em nós, o sonho não volta?
POMPÍLIO O. VIEIRA – São Vicente/SP

Que cesse, enfim, toda a guerra,
que vença o amor de Jesus,
que seja o Natal na Terra
sem luz de bombas.. só luz...
LEDA MARIA BECHARA – Juiz de Fora

Que saudades dos folguedos
dos meus Natais mais risonhos...
em que singelos brinquedos
amanheciam meus sonhos!
JOÃO FREIRE FILHO – RJ

Que os natais tragam à vida
mais sentimento cristão,
e a cada mão estendida,
a guarida de outra mão.
CAMPOS SALES – SP

MENÇÕES HONROSAS:

Minha maior alegria,
no Natal, era a emoção

do amor, que meu pai
trazia sob a barba... de algodão!
SÉRGIO FERREIRA DA SILVA – SP

Vencendo o tempo e a distância
num clima de eternidade,
os natais de minha infância
permanecem na saudade.
IVO DOS SANTOS CASTRO – RJ

Meu Natal, hoje, é melhor,
pelo conforto e os bons tratos,
mas o sonho era maior
quando eu não tinha sapatos!
JOSÉ MESSIAS BRAZ – Pouso Alegre

Feliz de quem – afinal
consegue na humana trilha,
ver que o brilho do Natal
surge da luz da partilha.
REGINA CÉLIA DE ANDRADE – Magé/RJ

Neste Natal eu proponho,
porque ajudar é preciso,
que em cada rosto tristonho
um de nós ponha um sorriso...
JOSÉ TAVARES DE LIMA – Juiz de Fora

No meu Natal é rotina
deixar tudo no “capricho”:
no peito faço faxina e
jogo as mágoas no lixo!
ÉLBEA PRISCILA DE S. E SILVA – Caçapava/SP

O Natal já se insinua...
Na cidade que se agita,
são as crianças de rua
a consciência que grita!...
DOMITILLA BORGES BELTRAME – SP

O Natal era alegria
e a gente não reclamava:
sobre a mesa, nada havia,
mas em volta o amor sobrava!
NEIDE ROCHA PORTUGAL – Bandeirantes

Andarilho de mil luas,
eu Te acalento, Menino,
para que, enfim, Tu construas
o NATAL... no meu destino...
MARIA LUA – Nova Friburgo

Para o Natal ser perfeito,
repleto de amor e luz,
enche de afeto o teu peito
para receber Jesus.
ANTONIO JURACI SIQUEIRA – Belém

MENÇÕES ESPECIAIS:

É NATAL... O amor é pleno.
Deus assume os meus fracassos.
E se torna tão pequeno
que até cabe nos meus braços!
FRANCISCO ASSIS MENEZES – Prata/MG

Papai Noel, bom velhinho,
neste Natal, sob a lua...
procure meu sapatinho
sobre a janela da rua!...
ADELIR MACHADO – RJ

É Natal... que a luz que brilha
seja eterna em meus caminhos,
que brilhe também na trilha
dos que caminham sozinhos.
WILMA DE CARVALHO PENNA – Barra do Piraí/RJ

Choro... e não é por querer...
É sim, porque em minha idade,
- lá no fundo do eu ser –
Natal... é a própria saudade...
LEDA MARIA BECHARA

Marias... que triste é vê-las
pelos Natais das ralés,
com meninos sem estrelas...
sem presentes... sem Josés...
ARLINDO TADEU HAGEN

Natal: volte a ser criança,
colocando – em profusão –
sapatinhos de esperança...
na janela da ilusão!
REGINA CÉLIA DE ANDRADE

Eis meu desejo profundo
mantido há tantos Natais:
ver nos sapatos do mundo
o lírio branco da Paz!
ANTONIO JURACI SIQUEIRA

...Uma Estrela, e a silhueta
dos Magos – sobre o areal...
Um cartão... uma caneta...
Será só isso o Natal?!...
NEWTON MEYER AZEVEDO – Pouso alegre

Depois de ouvir a saudade
falar dos velhos Natais,
para dizer a verdade,
morri um pouquinho mais!
ROBERTO RESENDE VILELA – Pouso Alegre ======================================================

TROVAS HUMORÍSTICAS = TEMA LIVRE

VENCEDORES:

Até os sessenta se assunta:
- Como vai, meu grande herói?
Depois é outra a pergunta:
- Olá, meu velho, onde dói?
ANTONIO AUGUSTO DE ASSIS – Maringá

Esta é uma antiga lorota
que jamais se esclareceu:
- Se Judas nem tinha botas,
como foi que ele as perdeu?
ANTONIO AUGUSTO DE ASSIS

No seu esquife, uma estampa,
“onde o defunto pedia”:
- Por favor, não feche a tampa
pois tenho claustrofobia.
SIMEÃO COHEN –RJ

- Qual o tempo, por favor,
do vôo Rio-Belgrado?...”
- Um minutinho, senhor...”
E o luso: - Muito obrigado!...
JOÃO FREIRE FILHO – RJ

Confissão de um moribundo
à mulher: “Eu te enganei...”
“Já sabia... Vagabundo...
Por isso te envenenei!...”
THEREZINHA ZANONI FERREIRA – RJ

MENÇÕES HONROSAS:

Com “fogo” no corpo inteiro,
Verinha, muito bacana,
quer de plantão, um bombeiro,
sete dias por semana.
MIGUEL RUSSOWSKY – Joaçaba/SC

Seu gagá! Grita a velhinha...
Repete! – Grita o marido
– Eu não escutei nadinha!
Repetir o que... querido?
SÉRGIO FERREIRA DA SILVA – SP

O abismo: convidativo...
A sogra: na beiradinha...
O momento: decisivo...
e a sogra: não era a minha!
SÉRGIO FERREIRA DA SILVA

Começa a mestra a indagar:
- Que queres ser, Elionora?
- Se eu for bonita, casar;
feia, vou ser professora!
ALOÍSIO BEZERRA – Fortaleza

Diz “Não” à sogra e à cunhada.
- é astuto e não cai na rede –
“Família, aqui, só a Sagrada
e pregada na parede!”
THEREZINHA DIEGUEZ BRISOLLA – SP

“Vou lhe dizer cara a cara,
Raimunda, o que está errado”...
E ela, interrompendo: “Para...
minha cara... é do outro lado!”...
JOSÉ OUVERNEY – Jambeiro / SP

- Calor aqui é normal
escreve o luso aos parentes.
- Além de ser tropical,
é o país dos “panos quentes”!
WANDA DE PAULA MOURTHÈ – BH

- Zezinho, seja específico
e me diga o que é molécula...
E ele, com “ar” científico:
- É uma guria “sapécula”!!!
JOAQUIM CARLOS – Nova Friburgo

Diz a viúva: “O que causa
este tremendo calor?
- E o Doutor: “É a menopausa
e a falta de um vibrador!!!
EDUARDO A. O. TOLEDO – Pouso Alegre

Doutor Delegado, eu juro
por Jesus de Nazaré
que não sou um dedo duro,
mas posso apontar quem é!
ANTONIO JURACI SIQUEIRA – Belém

MENÇÕES ESPECIAIS:

No velho a “memória” acaba
mas se regenera assim:
dois ovos com catuaba,
mais Viagra e amendoim.
MIGUEL RUSSOWSKY

Quando se casa a enteada,
mais a madrasta se ouriça:
- Além de “mãe emprestada”,
agora é “sogra postiça...”
ANTONIO AUGUSTO DE ASSIS

“Conserto carros e pinto.”
E, na oficina, que aperto!
Só velhinhos no recinto,
querendo fazer... conserto...
IZO GOLDMAN – SP

Do meu anúncio em jornal
gostei tanto quando li
que antes do prazo final
comprei tudo o que eu vendi.
ABÍLIO KAC – RJ

Namorou de forma incauta
a madame do soçaite...
E agora culpa o internauta
por um vírus no seu... “site”!
EDMAR JAPIASSÚ MAIA – RJ

- Qual prato nos recomenda?
Perguntam os dois casais.
E o garçom, visando à renda:
- O fundo, que cabe mais!

SÉRGIO BERNARDO

No grand-prix da temporada
deu sufoco divertido:
- Ela, pronta pra largada...
- Ele, de motor fundido!
SEBAS SUNDFELD – Tambaú / SP

- Vá já para o fim da fila!
E o luso, aluno “exemplar”,
volta em segundos e estrila:
- Já tem outro em meu lugar!
SÉRGIO BERNARDO

Eu era um burro, doutor,
que pesadelo medonho!
E o medico, gozador:
- Tens certeza que era um sonho?
ÉLBEA PRISCILA DE SOUSA E SILVA – Caçapava

Provocante, em mil pecados,
usa de todos os meios:
- Sabe quais seus predicados?
Diz o chefe sonso: - Sei-os!
ELZA MEIRELES CHOLA – Mogi das Cruzes ===================================================

CONCURSOS DE ÂMBITO ESTADUAL

TEMA: “NATAL”

VENCEDORES:

Papai Noel, por favor,
no Natal afasta os medos
e coloca mais amor
no meio dos teus brinquedos!
DELCY RODRIGUES CANALLES – Porto Alegre

Papai Noel, com carinho,
eu te peço, por favor:
põe em cada sapatinho
uma gotinha de amor!
GISLAINE CANALES – Porto Alegre

Natal! No pobre ranchinho
a mãe ao bom Deus bendiz,
acalentando o filhinho
a cantar...”Noite Feliz...”
NEOLY DE OLIVEIRA VARGAS – Sapucaia do Sul

Mais parece um acalanto,
uma prece, ou...algo assim,
quando, NATAL, o teu canto
escuto, ao redor de mim!...
MARLÊ BEATRIZ J. ARAÚJO – Viamão

Pratique o bem, ore e peça
por seus irmãos em vigília;
Natal com Cristo começa
em nós, no lar, na família!
ANTONIO VOGEL SPANEMBERG – Cruz Alta

MENÇÕES HONROSAS:

Ancião, por que tens no olhar
dor profunda, sem igual?
- Só estou saudoso a lembrar
dos meus tempos de Natal...
RAUL POLI – Caxias do Sul

Papai Noel, por favor,
neste Natal, eu proponho:
- Traze brinquedos de amor
em sapatinhos de sonhos!
DELCY R. CANALLES

Natal... o Cristo renasce
em cada um, pra depois,
todo dia, em cada face,
em vez de um, vermos dois...
FLÁVIO ROBERTO STEFANI – Porto Alegre

Neste Natal eu queria
que o mundo fosse melhor,
que presenteasse alegria
e desse abrigo ao menor!

Muitos vultos tenho visto
nos anais com grande glória;
mas somente Jesus Cristo
dividiu a nossa história.
ANTONIO VOGEL SPANEMBERG

MENÇÕES ESPECIAIS:

Embora rudes e escassos
os bons atos, em geral,
o Natal recria laços
num simples “Feliz Natal!”
FLÁVIO ROBERTO STEFANI

As vozes dizem: Hosana!
É Natal. Só paz e amor!
O universo se engalana
num parto de luz e cor!
GISLAINE CANALES

É Natal, e a voz do sino
faz-se ouvir lá na matriz,
mas na favela o menino
ouve é tiros de fuzis.
NEOLY DE OLIVEIRA VARGAS

Mais um Natal se anuncia
e em minha mesa hoje tem:
uma cadeira vazia
a esperar por quem não vem.
DORALICE GOMES DA ROSA

Jesus por nós padeceu
na cruz entre dois ladrões;
mas o Cristo não morreu,
vive em nossos corações!
ANTONIO VOGEL SPANEMBERG
------------------------------------------------------

HUMORÍSTICAS ESTADUAIS – TEMA LIVRE

VENCEDORES:

Ali moram quatro viúvas
outrora cheias de graças,
mas, daquelas quatro “uvas”
hoje restam quatro “passas...”
LACY JOSÉ RAYMUNDI – Garibaldi

Ela diz do namorado,
ao conversar com alguém,
que o rapaz é “bem armado”
mas não dá “tiro” em ninguém!
CLÁUDIO DERLI DA SILVEIRA – Porto Alegre

Seu pijama era curtinho,
tão curto que não tapava
quase nem um pedacinho
da fartura que abundava!
GISLAINE CANALES

Piro que o fogo do inferno
era aquele pesadelo...
Ela... verão. Ele... inverno.
Ela era fogo. Ele... gelo!
DELCY R. CANALLES

A velhinha tão carente,
voltou bem entusiasmada,
viu no camping, tanta gente,
e muita... “barraca armada”.
NEOLY DE O. VARGAS

MENÇÕES HONROSAS:

Praia!... Sol! Manhã risonha!
O ar vai ficando quente.
Ah! biquíni sem vergonha!
Não hã cristão que te agüente!
LYDIA LAUER – Caxias do Sul

Já velhinho, o marinheiro,
que foi das ‘gatas’ xodó,
hoje só e sem dinheiro,
levanta a âncora... e só!...
FLÁVIO ROBERTO STEFANI

Não existe mulher feia,
está posto no ditado:
qualquer mulher é sereia
ao homem embriagado...
EVANDRO PÉRSICO – GARIBALDI

O coitado sucumbia
sob um sol por demais quente.
Mais água, o bebum pedia,
mas só queria água ardente!
DELCY R. CANALLES

Madrugada, num bagaço,
pé ante pé, sem sapato,
entro em casa, dou um passo,
piso no rabo do gato.
NEOLY DE O. VARGAS

MENÇÕES ESPECIAIS:

Se me persegue um ladrão,
busco do guarda a perícia.
Agora, pergunto, então,
quem me salva da polícia?
RAUL POLI

Teu amor tem tal formato,
estás a mim tão ligada,
como um chicle no sapato
que não desgruda por nada...
LACY JOSÉ RAYMUNDI

A velhinha tão carente,
na maior “cara de pau”,
o que ela quer realmente
é encontrar o “lobo mau”.
NEOLY DE O. VARGAS

A sonâmbula roceira
causou enorme atrapalho:
devastou a roça inteira,
dançando com o espantalho!
Marlê Beatriz J. Araújo - Viamão