III CONCURSO NACIONAL DE TROVAS DE GUAXUPÉ (MG) – 1999
(Temas: DESLIZE, ORQUÍDEA E TROPEÇO)

Tema: DESLIZE (L/F) - NACIONAL

VENCEDORES

Por maldade ou covardia,
nenhum deslize dói tanto,
quanto dói tua alegria
na presença do meu pranto!...
ALOÍSIO ALVES DA COSTA (ORÓS/CE)

Não culpes os infelizes
com rudeza assim tão crua,
que a culpa dos seus deslizes
pode ser menor que a tua!
CAROLINA RAMOS (SANTOS/SP)

No deslize descuidado,
ainda que reste o amor,
reflete o cristal trincado,
que perdeu o seu valor!
CIDOCA DA SILVA VELHO (JUNDIAÍ/SP)

Não sou juiz, nem seria
de ninguém um julgador,
pois sei que perdoaria
qualquer deslize de amor!
CONCHITA MOUTINHO DE ALMEIDA (POÇOS DE CALDAS/MG)

Deslize nunca esquecido
na memória dos cristãos:
Pilatos, ante o Traído,
sujou-se ao lavar as mãos.
REGINA CÉLIA DE ANDRADE (PETRÓPOLIS/RJ)

MENÇÕES HONROSAS

É bom que você me avise
de atrasos na volta ao lar,
para eu não crer que é um deslize
que faz você se atrasar!...
EDMAR JAPIASSU MAIA (RIO DE JANEIRO/RJ)

Entre acertos e pecados,
nós dois vivemos felizes,
porque, a meu ver, teus agrados
pesam mais que os teus deslizes!
HELOÍSA ZANCONATO PINTO (JUIZ DE FORA/MG)

Dei-te amor... Mas sofri tanto
com teu deslizes, confesso:
mesmo a sós com o meu pranto,
não quero mais teu regresso!
IVONE TAGLIALEGNA PRADO (BELO HORIZONTE/MG)

Que era culpada, julgava,
mas, no momento do adeus,
eu percebi que era escrava
dos deslizes que eram teus!
MARIA NASCIMENTO SANTOS CARVALHO (RIO DE JANEIRO/RJ)

Perdoe e não hostilize
a quem se sente culpado...
quem peca por um deslize
merece ser perdoado!
SANTOS TEODÓSIO (BRUMADINHO/MG)

MENÇÕES ESPECIAIS

Não me fazem sofredor
meus deslizes de mãos puras:
fiz loucuras por amor...
por amor...não são loucuras!
ARLINDO TADEU HAGEN (JUIZ DE FORA/MG)

Um deslize... A droga, o vício
- Juventude ingênua e boa,
quanto vale o sacrifício
da vida ceifada à toa???
NEWTON MEYER AZEVEDO (POUSO ALEGRE/MG)

Meus momentos mais felizes
foram embora, hoje eu sei,
por teus pequenos deslizes
cujo perdão... eu neguei.
RENATA PACCOLA (SÃO PAULO/SP)

Não há crime, nem pecado,
não há contra ou a favor,
ninguém deve ser julgado
por seus deslizes de amor!
SEBAS SUNDFELD (TAMBAÚ/SP)

Ao inventar meus deslizes,
teu ciúme, injusto e louco,
abre novas cicatrizes
e mata o amor... pouco a pouco.
THEREZINHA DIEGUEZ BRISOLLA (SÃO PAULO/SP)

-----------------------------------------------------

Tema: ORQUÍDEA (L/F) - NACIONAL

VENCEDORES

Não considero perfídia
esse chamego algo torto,
que noto, na bela orquídea,
enfeitando um tronco morto!
LAVÍNIO GOMES DE ALMEIDA (BARRA DO PIRAÍ/RJ)

Desconhece a própria vida
quem julga a roupa ou a cara,
pois é na fenda escondida
que brota a orquídea mais rara!
NEIDE ROCHA PORTUGAL (BANDEIRANTES/PR)

A orquídea, ao tronco desnudo
rara virtude revela:
- Suga-lhe a seiva, contudo
dá-lhe aparência mais bela.
SÉRGIO BERNARDO (NOVA FRIBURGO/RJ)

----------------------------------------------------------------

Tema: TROPEÇO (L/F) - MUNICIPAL

VENCEDORES

Nos braços em que amanheço,
renovado de esperança,
mesmo que venha tropeço,
a tristeza não me alcança!
LUIZ EVANDRO RIBEIRO (GUAXUPÉ/MG)

No tropeço tropeçando,
me cansei de tropeçar,
o tropeço retirando
conseguirei caminhar.
MARCELO ROCHA DO PRADO (GUAXUPÉ/MG)
=====================================================
NOTA: CRÉDITO DESTA MATÉRIA AO PROF. PEDRO MELLO, DA UBT SÃO PAULO