II JOGOS FLORAIS DE SÃO FRANCISCO DE ITABAPOANA-RJ

CONCURSO DE TROVAS – ÂMBITO NACIONAL – TEMA CRIANÇA.

VENCEDORAS POR ORDEM ALFABÉTICA:

 

Da criança sem afeto

ao homem de sonhos vãos,

meu brinquedo predileto

sempre esteve em outras mãos!

ARLINDO TADEU HAGEN – Juiz de Fora

 

Crianças de rua, à espera

de que o porvir lhes sorria,

semeiam grãos de quimera

nos campos da fantasia...

DARLY O. BARROS-SP

 

No olhar puro da criança,

onde repousa a inocência,

o amor dorme em segurança

e os anjos têm residência!

HERON PATRÍCIO – SP

 

Cuidado, esposa e marido,

nessas brigas conjugais,

porque o casal sai ferido

e as crianças... muito mais!

JOSÉ OUVERNEY-Pindamonhangaba

 

A criança pobre insiste...

olha a estátua e não sossega...

e ao ver seus olhos, diz, triste:

-Que pena...a justiça é cega!

THEREZINHA DIEGUEZ BRISOLLA-SP

 

 

MENÇÃO HONROSA POR ORDEM ALFABÉTICA:

 

No instante em que é concebida,

entra na história a criança.

Negar-lhe o direito à vida

é um crime contra a esperança!

A. A. DE ASSIS –Maringá

 

Refúgio manso de outrora

onde eu sonhava, em criança,

o teu colo, mãe, agora,

é somente uma lembrança!

ALMIRA GUARACY REBELO-Belo Horizonte

 

Sem dúvida, em toda parte,

Naturalmente, não cansa:

Brinca, grita, ri, faz arte...

-criança é sempre criança!

ROBERTO RESENDE VILELA-Pouso Alegre/MG

 

Todas elas descuidadas,

crianças a cirandar,

são destinos de mãos dadas

que a vida vai separar.

SEBAS SUNDFELD-Tambaú/SP

 

Na inocência de criança,

muitos sonhos eu tecia,

com os fios da esperança

e as cores da fantasia.

WANDA DE PAULA MOURTHÉ-Belo Horizonte

 

 

MENÇÃO ESPECIAL POR ORDEM ALFABÉTICA:

 

O meu EU sofreu mudança,

uma mudança sem fim.

Só não mudou a criança

que eu fui e que vive em mim!

ADEMAR MACEDO-Natal/RN

 

Afirmo com segurança:

as lições que marcam mais

a vida de uma criança,

são os exemplos dos pais!...

JOSÉ TAVARES DE LIMA-Juiz de Fora

 

Nos meus tempos de criança,

construí reinos sem fim...

Hoje é um reino de lembrança

que reina dentro de mim!

MARIA DE FÁTIMA SOARES DE OLIVEIRA-Juiz de Fora

 

Meu relicário encontrei...

e havia tanta lembrança

que, entre relíquias, achei

os meus sonhos de criança!!!

EDUARDO A. O. TOLEDO - Pouso Alegre

 

Criança, pingo de gente,

que nos encanta e seduz;

É sempre uma chama ardente

enchendo a casa de luz...

AMAEL TAVARES DA SILVA-Juiz de Fora

======================================

======================================

 

ÂMBITO ESTADUAL – RIO DE JANEIRO
(todas as relações estão em ordem alfabética)

 

TEMA: VENTO - L/F

 

VENCEDORAS

Não há erro ou exagero,
vento, uivando, sem guarida,
é o grito de desespero
da natureza agredida.
ALMERINDA F. LIPORADE- Rio de Janeiro

 

Anos contados de espera,
nem assim você voltou,
tanta saudade, quimera
que o vento já dispersou!
DIRCE MONTECHIARI – Nova Friburgo

 

Senhor da calma e tormento,
do tempo bom, do que chove,
é pelas asas do vento,
que a natureza se move!
EDERSON CARDOSO DE LIMA – Niterói

 

Não importa eu me algemar
às grades dos sentimentos...
Quem ama aprende a voar
na liberdade dos ventos!
EDMAR JAPIASSÚ MAIA – Rio de Janeiro

 

Quando o vento, aos meus ouvidos,
sopra as palmas do coqueiro,
pareço ouvir os gemidos
das dores do mundo inteiro.
RENATO ALVES – Rio de Janeiro

 

 

MENÇÃO HONROSA

 

Te amo tanto, ninguém nega,
e o vento me causa ciúme
pois ele sempre carrega
junto dele o teu perfume.
CARLOS AUGUSTO SOUTO DE ALENCAR – Campos dos Goytacazes

 

Enquanto meu pensamento
recorda a felicidade,
lá fora a canção do vento
embala a minha saudade.
JOÃO COSTA – Saquarema

 

Você foi brisa envolvente,
pelo bem que me fazia...
Hoje, ao partir de repente,
mais que vento, é ventania!
JOÃO FREIRE FILHO – Rio de Janeiro

 

Que dera que os pensamentos
pudessem ser, de verdade,
sempre livres como os ventos,
arejando a humanidade.
SANDRO PEREIRA REBEL – Niterói

 

O vento, com peraltice,
leva folhas pelo espaço.
Que bom se um dia o sentisse
levando as preces que faço...
RUTH FARÁH NASCIF – Cantagalo

 

 

MENÇÃO ESPECIAL

 

A saudade é como o vento.
Não sabemos de onde vem.
Sopra em nosso pensamento
quando lembramos de alguém.
ABÍLIO KAC – Rio de Janeiro

 

Repare na voz do vento,
tem um som especial,
expressa seu sentimento:
vai, da brisa, ao vendaval!!!
ALBA HELENA CORRÊA – Niterói

 

Na febre do meu tormento
cresce mais o meu ciúme,
quando imagino que o vento
leva aos outros teu perfume.
GILVAN CARNEIRO DA SILVA – São Gonçalo

 

Parece que a mão do VENTO
empurra os passos da hora
e apressa o triste momento
em que a gente vai embora...
HEMOCLYDES S. FRANCO - Rio de Janeiro

 

Quem passa a vida ao relento
e se entrega ao deus dará
joga a própria vida ao vento,
não sabe o fim que terá!
THEREZINHA TAVARES – Nova Friburgo

=================================== 


TEMA: PULGA – HUMORÍSTICA

VENCEDORAS

Esnobe e em tom de bravata,
diz a pulga, dessa vez,
que mudou do vira-lata
pra morar num pequinês!
EDMAR JAPIASSÚ MAIA – Rio de Janeiro

 

À pulguinha apaixonada,
promete o pulgão infame
amor eterno e morada
em cachorro de madame.
JOÃO COSTA – Saquarema

 

Se a pulga valesse tanto
no mercado monetário,
meu amigo, eu te garanto,
meu cão era milionário.
JOSÉ MOREIRA MONTEIRO – Bom Jardim

 

Um chimpanzé – que se julga
¨expert¨ em bichos – garante
já ter visto muita pulga
encarando um elefante!!!
MARIA MADALENA FERREIRA – Magé

 

O “pulgo” ficou cismando
quando viu, pelo caminho,
sua pulga passeando
no cachorro do vizinho...
RENATO ALVES – Rio de Janeiro

 

 

MENÇÃO HONROSA

 

A pulga ficou doente,
com o sangue aferventado,
ao morder cachorro quente,
ficou com beiço empolado...
AILSON CARDOSO DE OLIVEIRA - Magé

 

Num desespero danado,
pelo quarto deita e rola.
Um coça-coça engraçado:
-Com pulga na camisola...
DIAMANTINO FERREIRA – Campos dos Goytacazes

 

Casamento foi desfeito,
da pulga com o pulgão.
brigas e muito despeito...
até mudaram de cão!
DIRCE MONTECHIARI – Nova Friburgo

 

A pulga é sempre um perigo!
Causa furor, eu bem sei...
no paletó de um mendigo,
ou na cueca de um rei...
GILVAN CARNEIRO DA SILVA – São Gonçalo

 

A pulga e o “pulgo” a brigar...
Foi enorme a confusão!
A pulga deixou o lar
e... foi morar noutro cão!
RENATO ALVES – Rio de Janeiro

 

 

MENÇÃO ESPECIAL

 

Diz, a pulga, saltitante:
Vou pegar a condução,
chego, à festa, num instante,
vou, de carona, num cão!!!
ALBA HELENA CORRÊA - Niterói

Com a pulga atrás da orelha
e muito desconfiada...
a minha sogra, uma”abelha”,
me deu uma forte picada!
CARLOS ALBERTO DE CARVALHO – São Gonçalo

Pôs o cachorro no chão
depois saiu rebolando...
Não podia por a mão
onde a pulga estava andando.
GILVAN CARNEIRO DA SILVA – S. Gonçalo

 

-Ufa, escapei por um triz!
Disse a pulga apavorada:
-Por que esse cão infeliz,
se coça tanto por nada?
JESSÉ NASCIMENTO- Angra dos Reis

Indo ao baile lá na roça,
me senti meio doidão:
ora as pulgas da palhoça,
ora o efeito do quentão!
RUTH FARAH NASCIF – Cantagalo

=====================================

 

ENVIADO POR ROBERTO ACRUCHE  MANDA O SEGUINTE RECADO: