II CONCURSO REGIONAL DE TROVAS DE JAMBEIRO
               TEMA: “SOGRA”

          COMISSÃO JULGADORA:
Domitilla Borges Beltrame, Selma Patti Spinelli e Renata Paccola (São Paulo), José Tavares de Lima e Heloisa Zanconato Pinto (Juiz de Fora) e Waldir Neves – Rio de Janeiro.

          II “ESTUDANTROVAS” DE JAMBEIRO
TEMA: “NAMORO”

          COMISSÃO JULGADORA:
Mário Marques Moura Junior – diretor EEPSG “Cel. Joaquim Franco de Almeida” – Jambeiro, Ernesto Tavares de Souza e Maurício Cavalheiro - (Pindamonhangaba), Élbea Priscila S. e Silva – Caçapava, Angélica M. Villela Santos – Taubaté, Sérgio Ferreira da Silva – São Paulo e Amália Max – Ponta Grossa.

          COMISSÃO APURADORA DE AMBOS OS CONCURSOS:
José Ouverney – Delegado da UBT Jambeiro, Túlio do Prado Vilhena – Secretário Municipal de Esportes e Cultura, Elbea Priscila e Sônia Regina Carneiro Mendes.

--------------------------------------------------------
       PALAVRA DO PREFEITO:

      Parabéns, poetas e trovadores da região e da capital paulista. Jambeiro sente-se honrada com a presença de vocês. Graças à Trova nosso município atualmente é reconhecido e exaltado em todos os quadrantes do País, nas esferas literárias. Portanto, nada mais justo do que abrirmos os nossos braços e os acolhermos fraternalmente, na certeza de que levarão de Jambeiro gratas recordações, assim como nos lembraremos de vocês e, quem sabe, voltaremos a nos ver em um futuro bem próximo.

Jambeiro, 14 de dezembro de 2002
JOSÉ GERALDO VASCONCELOS COELHO

PREFEITO MUNICIPAL

                                    AGRADECIMENTOS

     Pois é, amigos, eis aí o sonho transformando-se em realidade. Citávamos, um ano atrás que, se Deus quisesse, outras vitórias haveriam de vir, e ELE nos deu a resposta: II CONCURSO REGIONAL DE TROVAS, tema “Sogra”, que repercutiu favoravelmente nas lides trovadorescas, uma vez que sempre que se refere à imagem da sogra é no sentido de denegri-la. Pois fizemos o contrário: homenageamo-la!
      Quanto ao “ESTUDANTROVAS”, trabalho realizado pelo segundo ano consecutivo na EEPSG “Cel. Joaquim Franco de Almeida”, o resultado não poderia ser melhor: 237 participações no tema “Namoro”, sob a impecável coordenação do Prof. Walter Vilela, com o aval do simpaticíssimo Diretor Mário Marques Moura Júnior.
      Com a ajuda e participação de muita gente, Jambeiro está colhendo os louros de toda essa dedicação.
     
      Mais uma vez só nos resta agradecer a Deus e continuar sonhando sempre com um mundo mais sensível. Viva a Trova!

Jambeiro, 14 de dezembro de 2002
JOSÉ OUVERNEY – Delegado da UBT

===========================================
     TROVAS VENCEDORAS - TEMA “SOGRA” - Âmbito regional

Foste, mãe, luz fugidia,
e eu fiquei pobre de afetos...
Deus te fez voltar, um dia,
na mãe-avó dos teus netos!
JOSÉ VALDEZ DE CASTRO MOURA – PINDA

Doce sorriso, olhar terno,
minha sogra, tão querida,
ocupa um lugar materno
nas trilhas de minha vida.
ANGÉLICA VILLELA SANTOS – TAUBATÉ

Ninguém vai tirar o brilho
desta mulher que me encanta:
ser mãe da mãe do meu filho
não é ser sogra, é ser santa!
JOSÉ OUVERNEY – JAMBEIRO

Minha sogra eu considero,
dou-lhe carinho e guarida,
ela me deu quem mais quero:
a mulher da minha vida!
WALTER LEME – PINDA

A mulher que, incontrolada,
maldiz a sogra que tem,
um dia será julgada...
quando for sogra também!
MAURÍCIO CAVALHEIRO – PINDA

À minha sogra querida
meu carinho e gratidão,
foi ela que deu a vida
a quem dei meu coração.
ARGEMIRA F. MARCONDES – TAUBATÉ

Sogra e mãe... duas pessoas
que se completam nos filhos;
ambas merecem as loas:
são estrelas com dois brilhos!
JOSÉ MORGADO – PINDA

Ser sogra é colher afeto,
de novo, rosas, espinho,
ao ver, no pequeno neto,
seu filho... outra vez novinho!
JOÃO PAULO OUVERNEY – PINDA

S’Antana, sogra tão pia
de José, teve um destino:
ser mãe da Virgem Maria
e avó de Jesus Menino,
OSC AR VIEIRA SOARES – TAUBATÉ

Minha sogra é luz serena
jorrando santa harmonia.
Eu juro: ganhei na Sena
sem jogar na loteria!
ERNESTO TAVARES DE SOUZA – PINDA

Nela minha mãe eu vejo,
meus males ela mitiga.
Tudo de bom lhe desejo,
minha sogra, minha amiga...
MARIA TEREZINHA DE ANDRADE- TAUBATÉ

     ÂMBITO MUNICIPAL (novos trovadores)

No convívio familiar eu afirmo, sem receio,
que a boa sogra no lar
certamente é um esteio!
ELZA BARROS P. HILÁRIO

Com esta mulher tão linda
felizmente me casei,
e se não bastasse ainda,
mais uma mãe eu ganhei!
JOSÉ OUVERNEY JUNIOR

A mãe da minha paixão
é uma pessoa querida
e com seu bom coração
iluminou minha vida!
MARCELO URBANO
--------------------------------------------------------
     II “ESTUDANTROVAS” DE JAMBEIRO - TEMA “NAMORO”
                        TROVAS VENCEDORAS

Namoro com uma flor,
a mais linda do jardim,
falo com carinho e amor,
gosto dela e ela de mim!
LEVI DE CARVALHO – 3º B

Eu tive que terminar
pois jamais daria certo,
como vamos namorar
se ele nunca está por perto?
SILVANE M. DE TOLEDO – 2º A

Amo uma morena linda
com um pai de arrepiar
mas coragem falta ainda
de pedir pra namorar.
BENEDITO DONIZETE ALVES – 3º B

Eu não sei como dizer
que por ti me apaixonei
pois não consigo esquecer
do beijo que te roubei.
MARCELO URBANO – 1º TAM

Nos braços de uma saudade
aqui ou n’outro lugar
a minha felicidade
é poder te namorar.
NATÁLIA NUNES DE PAULA – 3º B

Haja saudade e lembrança
nesses namoros rompidos,
mas ainda há uma esperança
de nós ficarmos unidos.
FELIPE S. PEREIRA – 1º C

Namoro é muito bom,
namoro é felicidade,
é como comer bombom
na pracinha da cidade.
ANA PAULA SANTOS – 1º A

Ou ficar ou namorar,
quero mais é ser feliz
e procuro em cada olhar
a paixão que sempre quis.
JULIANA AP. SANTOS ALMEIDA – 1º A

Não dependa do futuro
e viva intensamente,
para ter porto seguro
tenha namoro decente.
GIOVANA HILÁRIO – 3º B

Namoro é um compromisso,
é jura de amor eterno,
mas nem sempre acaba nisso
e as juras vão para o inferno.
VERÔNICA DE C. DA MATA – 7ª A

Namorar é uma agonia,
eu não posso suportar
“bater cartão” todo dia
e não poder bagunçar.
FRANCISCO DAVID F. PEREIRA – 1º A

Um namoro sem beijinhos
não tem jeito, não tem não,
mas há os engraçadinhos
que não param com a mão.
CAROLINA AP. DE O. SOUZA – 3º B

Namorar é viajar,
é voar ao infinito,
respirar o mais puro ar,
sentir tudo mais bonito!
JACQUELINE LIMA – 3º B

Minha vida sem namoro
é uma vida sem paixão,
é uma lágrima de um choro,
é uma alma sem coração.
RAFAEL ANDRADE M. RIBEIRO – 1º A