UNIÃO BRASILEIRA DE TROVADORES - UBT-MARANGUAPE

RESULTADO DO VII CONCURSO DE TROVAS 2011

ÂMBITO: NACIONAL/INTERNACIONAL
TEMA: ECOLOGIA (L/F)
 
Não é moda, nem magia,
ou prova de inteligência;
preservar a ecologia
é lei de sobrevivência.
Almerinda F. Liporage
Rio de Janeiro/RJ
 
2º. Lugar:
A queimada em tempo breve
apagando a luz do dia,
anula o que Deus escreve
no livro da ecologia!
Elen de Novais Felix
Niterói/RJ
 
3º. Lugar:
Defender a Ecologia
de forma séria e decente,
é preservar a harmonia
da própria casa da gente.
Wandira Fagundes Queiroz
Curitiba/PR
 
4º. Lugar:
Quem trabalha a ecologia
Com exemplo e amor profundo
Sente o prazer e a alegria
De estar melhorando o mundo.
Roberto Resende Vilela
Pouso Alegre/MG
 
5º. Lugar:
A Ecologia é tão vasta...
exige estudo profundo;
mas saber só isto basta:
- Vou fazer mais verde o Mundo!
Gisela Alves Sinfrónio
Olhão – Portugal
 
6º. Lugar:
Político demagogo
faz da ecologia guerra
e acende a língua do fogo
que lambe o verde da Terra!
Gabriel Bicalho
Mariana/MG
 
7º. Lugar:
A planta, o animal, o inseto,
Em equilíbrio e harmonia,
Ao homem – seu desafeto –
Dão aulas de Ecologia!
Therezinha Dieguez Brisolla
São Paulo/SP
 
8º. Lugar:
Defendendo a natureza,
por amor a ecologia,
resguardamos a beleza,
que o Pai do Céu nos confia!
Carlos Alberto de Carvalho
São Gonçalo/RJ
 
9º. Lugar:
Cada vez mais me convenço,
de que bem mais que ciência,
a ecologia é bom senso,
fator de sobrevivência.
Campos Sales
São Paulo/SP
 
10º. Lugar:
Muito mais que a competência,
em compêndios reunida,
ecologia é Ciência
que defende a própria vida.
Emilia Peñalba de Almeida Esteves
Porto – Portugal
 
11º. Lugar:
Quem frustra as graves sequelas,
praticando ECOLOGIA,
exerce uma das mais belas
lições de Cidadania!!!
Maria Madalena Ferreira
Magé/RJ
 
12º. Lugar:
Indo assim, num triste dia,
uma criança, decerto,
vai pensar que ecologia
é o estudo do deserto...
Austregésilo de Miranda Alves
Senhor do Bonfim/BA
 
13º. Lugar:
À expansão da Ecologia,
agradecem, fauna e flora,
estimulando a alegria
do nosso mundo de agora!
Gislaine Canales
Balneário Camboriú/SC
 
14º. Lugar:
Ecologia é loucura
aos olhos de um pregador,
prosperidade e doçura
nas mãos do trabalhador.
Cecília de Amaral Cardoso
Sorocaba/SP
 
15º. Lugar:
Por gerar a diretriz
Que mantém sua medida,
A ecologia é raiz
Que sustenta nossa vida...
Giovanelli
Nova Friburgo/RJ 
 
16º. Lugar:
Ser humano, jamais lese
A Natureza, um legado
Que Ecologia foi tese
De Deus em seu doutorado.
Élbea Priscila de Sousa e Silva
Caçapava/SP
 
17º. Lugar:
A ecologia assegura
que a natureza é assim:
Se ofendida não tem cura,
bem amada, não tem fim!
Antônio Messias da Rocha Filho
Juiz de Fora/MG
 
18º. Lugar:
Quem defende a ecologia
Com ação firme, segura,
Não se agarra a uma utopia:
Defende a vida futura!
Thereza Costa Val
Belo Horizonte/MG
 
19º. Lugar:
A ecologia é ciência
hoje muito comentada.
Busca o fim da violência
Aos seres vivos, mais nada!
Gilson Faustino Maia
Petrópolis/RJ
 
20º. Lugar:
Vamos dar mais alegria
E prazer à natureza,
Cuidando da ecologia
Com requintes de nobreza.
Amael Tavares da Silva
Juiz de Fora/MG
 
>>>>>>>>>>>>>>> 
 
 
UBT-MARANGUAPE -   VII CONCURSO DE TROVAS/2011 
 
ÂMBITO: NACIONAL/INTERNACIONAL - TEMA: QUEIMADA(S)
(Trovas humorísticas)
 
 
1º. Lugar:
Pra combater a queimada,
o bombeiro luso, em choque,
deixou a loja encharcada
temendo a “queima”... de estoque.
Maurício Cavalheiro
Pindamonhangaba/SP 
 
2º. Lugar:
É queimada a Dona Benta
no bairro de Botafogo,
por já passar dos oitenta
e não ter baixado o fogo...!
Manoel Cavalcante de Souza Castro
Pau dos Ferros/RN 
 
3º. Lugar:
De tanto ser “amassada”
Pelo padeiro, a vizinha,
Acabou sendo “queimada”
Pela língua da Candinha!...
Marisa Rodrigues Fontalva
São Paulo/SP 
 
4º. Lugar:
Foi beber uma “queimada”
com vinho, pinga e limão,
acordou numa calçada
sem cueca e sem calção!
Ademar Macedo
Natal/RN 
 
5º. Lugar:
Vejo moita esfumaçada,
já vou mudando de rumo:
Ou é sinal de queimada,
ou gente "puxando fumo"!...
Roberto Tchepelentyky
São Paulo/SP
 
6º. Lugar:
Maria pula a fogueira,
mas cai, nas brasas, sentada.
Eis o fim da brincadeira:
a parte de trás queimada.
Gilson Faustino Maia
Petrópolis/RJ 
 
7º. Lugar:
Quis apagar a queimada,
mas caiu numa esparrela,
pois, estando “alambicada”,
a mais queimada foi ela!
Wanda de Paula Mourthé
Belo Horizonte/MG 
 
8º. Lugar:
Ao ver a sogra chegar
Da praia, toda queimada,
Diz o genro pra zombar:
“É picanha mal passada?”
Licínio Antônio de Andrade
Juiz de Fora/MG 
 
9º. Lugar:
Era um dia de queimada.
E o desavisado peão
ao “verter água”, na estrada,
queimou  o que tinha em mão!...
Renato Alves
Rio de Janeiro/RJ 
 
10º. Lugar:
Devota de Santo Antônio,
Numa fogueira, animada,
Procurando um matrimônio,
Caiu e ficou queimada.
Zeni de Barros Lana
Belo Horizonte/MG
 
11º. Lugar:
Cumádi... quanta queimada!
Em qui lugá queimou mais?
Cumpádi... ti contu nada:
Queimou a parti di trás!
Luiz Gilberto de Barros
Rio de Janeiro/RJ 
 
12º. Lugar:
Ante a floresta queimada
Quis prestar o seu tributo:
Saiu na rua pelada
Para exibir o seu luto!
Adilson Maia
Niterói/RJ 
 
13º. Lugar:
Pôs fogo, achando bacana,
Mas viu-se numa enrascada:
Lá se foi sua cabana,
Em meio à mata queimada!
Éderson Cardoso de Lima
Niterói/RJ 
 
14º. Lugar:
De queimada o odor sentido
Na padaria que é tosca,
Confirma que é o seu marido
Que vive queimando a rosca...
Edmar Japiassu Maia
Rio de Janeiro/RJ 
 
15º. Lugar:
O fogaréu da queimada
Nem “despacho” ele respeita...
-Atravessa a encruzilhada –
“e já deixa a janta feita”.
Wandira Fagundes Queiroz
Curitiba/PR
 
16º. Lugar:
No rango de sexta-feira,
Ficou queimada a patroa,
Quando viu que a cozinheira
Deixou queimar a leitoa!!!
Ailto Rodrigues
Nova Friburgo/RJ 
 
17º. Lugar:
Quando nasceu a pretinha
Que era filha da empregada,
Disse o filho da vizinha:
- Ela já nasceu queimada!
Luiz Machado Stabile
Uruguaiana/RS 
 
18º. Lugar:
Tantas queimadas aprontas,
e a tantas matas dás cabo,
que algum dia, em tais afrontas,
queimarás teu próprio rabo!...
Antonio Augusto de Assis
Maringá/PR 
 
19º. Lugar:
A negra Gigi, vaidosa,
Quer ter pedigree de escol.
Diz, que a pele afro, sedosa,
É queimada, pelo sol.
Fabiano de C. M. Wanderley
Natal/RN 
 
20º. Lugar:
Eu entrei numa gelada,
Na noite de São João,
Fiquei com a calça queimada,
Quando soltava balão.
Iracema C. Neves Bull
Jundiaí/SP
 
>>>>>>>>>>>>>>>>>> 
 
 
>>>>>>>>>>>>>>>> 
TROVAS CLASSIFICADAS = ÂMBITO: ESTADUAL
 
TEMA: FLORESTA (Trovas líricas ou filosóficas)
 
 
1º. Lugar:
Todo o viço, eu aprecio,
Da floresta, que beleza!
Parece fêmea no cio
Explicando a natureza.
Deusdedit Rocha
Fortaleza/CE
 
2º. Lugar:
A floresta tão gigante,
Já não respira por nós.
O predador, num rompante,
Faz calar a sua voz.
Hortêncio Pessoa
Fortaleza/CE 
 
3º. Lugar:
Salvemos nossa floresta
Com um alerta geral,
Pois o caos se manifesta
O aquecimento global.
José Aureilson C. Abreu
Maranguape/CE
 
4º. Lugar:
É pena, mas é verdade
Floresta vai se acabar
Só vai ficar a saudade
E gente a se lamentar.
Luiz Carlos de Abreu Brandão.
Maranguape/CE
 
5º. Lugar:
Sou parte da sua vida
Se o machado me devora
Ninguém sara esta ferida
A floresta geme e chora.
Raimundo Rodrigues de Araújo
Maranguape/CE
 
6º. Lugar:
Deus queira que essa ganância,
Que o madeireiro contesta,
Fuja junto com a arrogância
Para longe da floresta.
Haroldo Lyra
Fortaleza/CE
 
7º. Lugar:
É irreparável o dano
Uma floresta queimada
Entretanto, o ser humano
Não a deixa preservada.
Ana Maria Nascimento
Aracoiaba/CE
 
8º. Lugar:
O pé de ponta virada
Enganando o caçador,
É Curupira que guarda
A floresta, por amor
Sonia Nogueira
Fortaleza/CE
 
9º. Lugar:
Escondi-me na floresta
para ocultar minha dor
era tão rala e modesta
que ela veio e me encontrou.
Sonia Nogueira
Fortaleza/CE
 
10º. Lugar:
Qual o valor da floresta
Para a vida florescer
É ela que nos empresta
O ar puro para viver.
José Aureilson Cordeiro de Abreu
Maranguape/CE
 
11º. Lugar:
Se o homem branco quisesse
ver no índio um bom retrato,
bastaria que ele desse
à floresta o mesmo trato.
Haroldo Lyra
Fortaleza/CE
 
12º. Lugar:
Sua a floresta nativa
Sou vida na mesma terra
Não procede essa evasiva
Da foice, o machado a serra.
Raimundo Rodrigues de Araújo
Maranguape/CE
 
13º. Lugar:
Na floresta do sertão
No calar da madrugada
Ouço o vento qual canção
E canto da passarada.
Léa Campelo Rêgo
Pentecoste/CE
 
14º. Lugar:
No meu país há floresta
Rica de canto de amor
Com vida, bom humor e festa,
Cheia de glória e esplendor.
Antônio Andrade
Maranguape/CE
 
15º. Lugar:
O planeta bem contente
Também faz as suas festas
Filtra bem o ar ambiente
Bem replantando as florestas
Maria Florinda Dos Santos Moreira
Fortaleza/CE
 
16º. Lugar:
Colocar nossa floresta
Nas regras da "Integração"
Faz a nossa vida em festa:
Viva a civilização!
Maria Florinda dos Santos Moreira
Fortaleza/CE
 
17º. Lugar:
A floresta se ressente
Das atitudes do homem.
Nosso futuro e o presente
Na agonia se consomem.
Maria Ruth Bastos de Abreu Brandão
Maranguape/CE
 
18º. Lugar:
Nos disse assim a floresta:
– Um dia vais me perder,
Com tua meta funesta
Não pode retroceder?
Maria Ruth Bastos de Abreu Brandão
Maranguape/CE
 
19º. Lugar:
Crimes contra a natureza
As previsões são funestas
Pois acaba com a riqueza
De nossas lindas florestas.
Alzenira Rodrigues
Morada Nova/CE
 
20º. Lugar:
Encontrei uma floresta
Somente para nós dois.
Vai ser mês de muita festa
O resto? Conto depois!
Olga Rosália Silva Pedrosa
UBT-Maranguape/CE
 
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> 
 
Âmbito Estadual: Tema Macaquice  (Humorísticas)
 
1º. Lugar:
É mentira de quem disse,
que descendo do macaco!
eu não faço macaquice,
nem mijo fora do caco.
Hortêncio Pessoa
Fortaleza/CE
 
2º. Lugar:
Chegou depressa à velhice
E o velho que foi discreto
Se desmancha em macaquice
Só para agradar o neto.
Raimundo Rodrigues de Araújo
Maranguape/ CE
 
3º. Lugar:
Macaquice vira manha
Para quem colhe o cajú
Se não pega na castanha
Ele quebra o mucumbú
Maria Florinda Dos Santos Moreira
Fortaleza/CE
 
4º. Lugar:
Um palhaço a gargalhar
Fez macaquice a valer
Que a calça veio a rasgar
Viu-se o que não se quer ver.
Cléa Campêlo
Pentecoste/ CE
 
5º. Lugar:
Macaquice só tem graça
Em circo ou mesa de bar
Um ébrio na rua ou praça
Cantando: eu quero mamar.
Raimundo Rodrigues de Araújo
Maranguape/ CE...
 
6º. Lugar:
Era um garoto travesso,
Um mestre na peraltice:
virava tudo ao avesso,
era o rei da macaquice.
Haroldo Lyra
Fortaleza/CE
 
7º. Lugar:
Macaquice é um bom tema
Se o bicho sogra vem nela,
Que esconde qualquer problema
Se for da família dela.
Deusdedit Rocha
Fortaleza/ CE
 
8º. Lugar:
Trepando pra tirar coco
E fazendo macaquice,
O vô não caiu por pouco:
Esqueceu-se da velhice.
Maria Florinda Dos Santos Moreira
Fortaleza/CE
 
9º. Lugar:
A macaquice do Zé
Ninguém olhava, nem ria
Gritou na ponta do pé
Pulava igual uma gia.
Ana Luiza
Pentecoste/ CE
 
10º. Lugar:
A menina Doralice
É safada pra danar
Fazia só macaquice
E depois ia chorar.
Léa Campêlo Rêgo
Pentecoste/ CE
 
11º. Lugar:
Olha aqui, gritava o velho,
O povo olhava a velhice,
Desdentado mais zarelho,
Sorrindo. Que macaquice!
Sonia Nogueira
Fortaleza/CE
 
12º. Lugar:
O ébrio ao padre disse:
sem saber o que dizia,
“já vi muita macaquice
na porta da sacristia”.
Haroldo Lyra
Fortaleza/CE
 
13º. Lugar:
Tem humor os animais
Vejam quantas peraltices
O homem também é sagaz
Quando faz as macaquices
José Aureilson Cordeiro de Abreu
Maranguape/CE
 
14º. Lugar:
Já vi tanta macaquice
Feita pela a tua boca.
Me acostumei com a mesmice,
Desta aparência louca.
Maria Ruth Bastos de Abreu Brandão
Maranguape/CE
 
15º. Lugar:
Tua macaquice faz
Estátua gargalhar,
Olhar de lado, pra atrás
Correr, pular, se sentar.
Luiz Carlos de Abreu Brandão.
Maranguape/CE
 
16º. Lugar:
O homem disse: benzedeira,
Nasci com esta gaguice,
Estrabismo e bebedeira
Cura minha macaquice
Sonia Nogueira
Fortaleza/CE
 
17º. Lugar:
Olhando a minha vizinha
Eu relembrei a meninice
Dançava mesmo sozinha.
Era a pior macaquice.
Ana Luiza
Pentecoste/CE
 
18º. Lugar:
Meninos em peraltices
Verdadeiras palhaçadas
Um avô com macaquices
Crianças dando risadas.
José Aureilson Cordeiro de Abreu
Maranguape/CE
 
19º. Lugar:
O carnaval de outrora
Era muita macaquice
Mas na folia de agora
Só há brigas que burrice
Antônio Andrade
Maranguape/CE
 
20º. Lugar:
Que infernal macaquice
Na Justiça Federal,
Pois já furtaram a Eunice:
seu piso salarial.
Olga Rosália Silva Pedrosa
UBT-Maranguape/CE 
 
 
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> 
 
 
TROVAS CLASSIFICADAS   = ÂMBITO: MUNICIPAL
TEMA: SOL (Trovas líricas ou filosóficas)
 
 
1º. Lugar:
Nasce o sol de um novo dia
Pondo em tudo muita cor;
Trazendo mais poesia
Ao poeta sonhador.
João Osvaldo Soares (Vaval)
Maranguape/CE
 
2º. Lugar:
Fecha a cortina do dia
A noite acalenta o sol
A lua invejando espia
E faz das nuvens lençol.
Raimundo Rodrigues de Araújo
Maranguape/CE
 
3º. Lugar:
És como sol a brilhar
Mistério de meu calor
Fez meu corpo transpirar
Qual sereno sobre flor.
Olga Rosália Silva Pedrosa
UBT-Maranguape/CE
 
4º. Lugar:
Sol é estrela cadente
Do universo sideral
Aquece a vida da gente
Sem ele seria o mal.
José Aureilson Cordeiro de Abreu
Maranguape/CE
 
5. Lugar:
Já que o Sol é para todos,
Carece também dizer
Que ele aquece até os “lodos”
Que teimam sobreviver.
Maria Ruth Bastos de Abreu Brandão
Maranguape/CE
 
6º. Lugar:
“Ver o sol nascer quadrado”
É um dito popular
Se por ti sou apaixonado
É sina, praga, sei lá!
Luiz Carlos de Abreu Brandão.
Maranguape/CE
 
7º. Lugar:
Abre a porteira do dia
O sol faz sua carreira
Esmorece a tarde esfria
Vai dormir a noite inteira.
Raimundo Rodrigues de Araújo
Maranguape/CE
 
8º. Lugar:
Quando o sol enfim se deita
Para um pouco repousar
Busca então a sua eleita
Que feliz vai lhe ninar.
João Osvaldo Soares
Maranguape/CE
 
9º. Lugar:
O sol é nosso astro rei
E a nós todos ilumina
Dele muita coisa eu sei
Além de ser luz divina.
Luciano Pereira
Maranguape/CE
 
10º. Lugar:
Sendo você, o meu sol
Nada tenho a reclamar
Sou um lírio no arrebol
Que nasceu para te amar.
Luiz Carlos de Abreu Brandão.
Maranguape/CE
 
11º. Lugar:
O sol brilha alegremente
Nas manhãs de primavera
Brilha meu sol docemente
Rosa – estrela bem sincera.
Antônio Andrade
Maranguape/CE
 
12º. Lugar:
O sol com sua magia
É subIime portador
E nos traz muita alegria
Com seu belo resplendor
Luciano Pereira
Maranguape/CE
 
13º. Lugar:
Para o Sol fiz um pedido:
Aquece-me todo dia,
E para o meu amor querido
Deixe-lhe paz e alegria.
Maria Ruth Bastos de Abreu Brandão
Maranguape/CE
 
14º. Lugar:
Nossa terra sem o sol:
Que mundo mais boreal.
A vida sairia do rol
Para a zona glacial.
José Aureilson Cordeiro de Abreu
Maranguape/CE 
 
15º. Lugar:
O Sol aquece minha alma
No frio do meu verão
Vem dizer-me bem na calma:
Dias melhores virão.
Lucia de Fátima Mapurunga Batista
UBT-Maranguape/CE
 
>>>>>>>>>> 
TROVAS CLASSIFICADAS  = ÂMBITO: MUNICIPAL
TEMA: LOCUTOR (a, as, es)  - (Trovas humorísticas)
 
 
1º. Lugar:
Locutor preocupado
Com o pedido insistente
Meyre tinha debandado
Quem fugiu? Foi bicho ou gente.
Raimundo Rodrigues de Araújo
Maranguape/CE
 
2º. Lugar:
Locutor com muita graça
Com voz melosa anunciou
Eu falo para os gays da praça,
Pois da classe também sou.
José Aureilson Cordeiro de Abreu
Maranguape/CE
 
3º. Lugar:
O locutor já sabia
Que o microfone falhava.
E a mensagem se perdia
Se danava quem pagava.
Maria Ruth Bastos de Abreu Brandão
Maranguape/CE
 
4º. Lugar:
Eu possuí grande amigo
Um exímio trovador
Em segredo eu ti digo
Ele adora um locutor.
João Osvaldo Soares (Vaval)
Maranguape/CE
 
5º. Lugar:
Um locutor empolgado
Disse ao vivo o que não devia
Por pouco não foi linchado
Se salvou, na sacristia.
Luiz Carlos de Abreu Brandão.
Maranguape/CE
 
6º. Lugar:
Locutora apaixonada
Por alguém que não lhe quer
A pessoa desejada
Detesta o nome “mulher”.
Raimundo Rodrigues de Araújo
Maranguape/CE
 
7º. Lugar:
O locutor eloquente
Que pregava o fim do mundo
Claro que estava demente
Com um braseiro no fundo.
José Aureilson Cordeiro de Abreu
Maranguape/CE
 
8º. Lugar:
O locutor, Seu Augusto
Num morcego colidiu,
Então sofreu um grande susto:
Seu microfone engoliu.
Maria Ruth Bastos de Abreu Brandão
Maranguape/CE
 
9º. Lugar:
Caros ouvintes, bom dia!
Assim falou a locutora
Bem fanhosa que fazia
Tremer qualquer emissora.
Antônio Andrade
Maranguape/CE
 
10º. Lugar:
Locutor ou locutora
Fazem a comunicação
Cuidado na emissora
Com aquele palavrão...
Luiz Carlos de Abreu Brandão.
Maranguape/CE