www.falandodetrova.com.br

IV CONCURSO LITERÁRIO “CIDADE DE MARINGÁ” – 2008/09

 TEMA:  “ROÇA
 
VENCEDORES  (por ordem alfabética)

 

Sei que é heresia, Senhor:
o espantalho de mãos grossas
lembra um Cristo Redentor
protegendo as nossas roças!
ARLINDO TADEU HAGEN – Belo Horizonte
 
Luta inglória é essa nossa,
minha e da enxada, dois loucos,
tudo em nome de uma roça
que a seca mastiga... aos poucos...
DARLY O. BARROS – SP
 
Roça: mata, fogo, chão,
força, braço, homem,  dor;
plantas, flores, frutos, pão,
terra, vida, infância, amor!!!...
DOMINGOS FREIRE CARDOSO = Ílhavo / PT
 
Sou uma roça enflorada
quando ao sol de teu olhar,
me amanheço em alvorada
com meus sonhos a espigar!
EDNA VALENTE FERRACINI – SP
 
Quando a seca nos acossa
e o rio mostra seu leito,
a tristeza que há na roça
roça com força em meu peito.
FRANCISCO JOSÉ PESSOA – Fortaleza
 
O chão trincado e careca
e o céu vazio e distante...
- Tudo seco!... Só não seca
o pranto do retirante...
JOSÉ MESSIAS BRAZ – Juiz de Fora
 
Na roça não tive estudo
mas fiz – calejando as mãos –
dessa escassez de canudo
esta fartura de grãos!!!
JOSÉ OUVERNEY – Pindamonhangaba
 
Bruxo, nós dois sem saída,
temos a Sina da troça:
eu – espantalho da vida
e tu – palhaço da roça.
MARIA DE FÁTIMA SOARES DE OLIVEIRA – Juiz de Fora
 
As mãos grossas, sem aparas,
diferem meu manequim
nessas duas luvas, raras,
que a roça moldou em mim!...
NEIDE ROCHA PORTUGAL – Bandeirantes
 
Na roça e também na vida
quem com amor planta e rega
já fez a parte exigida...
do resto Deus se encarrega!
PEDRO ORNELLAS