(seção municipal da UBT presidida por Valter Augusto Guimarães Rosa)

PARA TROVADORES DE BRASIL E PORTUGAL (exceto Rio de Janeiro) =  1º TEMA:  "FIDELIDADE"

VENCEDORES

IZO GOLDMAN - SP
Estranha fidelidade
na minha vida acontece:
eu não esqueço a saudade,
e a saudade não me esquece...

JOTAGÊ PIRES DE MELLO - Brasília/DF
Ressentimento. Partida.
Fim. Saudade. Outro começo.
Uma carta arrependida.
- Volta, amor, que eu não te esqueço...

MARIA TERESA GUIMARÃES NORONHA - SP
Sem queixas e sem alarde,
eu fui fiel, convencida
de que virás, mesmo tarde,
no crepúsculo da vida.

SILVINA ANTUNES LEAL - Santos
Juravas fidelidade
e, nessas juras, mentias...
Mas... como eu sinto saudade
das mentiras que dizias!...

WILSON CLÓVIS DE ANDRADE - Ribeirão Preto
Dos tesouros que a alma humana
pela vida busca a esmo,
talvez o que mais engana
é ser fiel a si mesmo.

MENÇÕES  HONROSAS:

ANNA CRISTINA PIRES DE MELLO - Brasília/DF
Seca. Êxodo. Incerteza.
Chão rude a ser palmilhado.
ao homem resta a nobreza
de um cão fiel ao seu lado...

CAROLINA RAMOS - Santos     (três trovas)
Sombra fiel de tua vida,
eu vou seguindo o teu passo
e és presença refletida
em cada gesto que eu faço!

Sempre fiel e sem receio,
alheia a quaisquer perigos,
guardei víboras no seio
e um dia as chamei de amigos!

Quando a vida desespera,
que alegria traz consigo,
sendo fiel e sincera,
uma palavra de amigo!

DIMAS LOPES DE ALMEIDA - Vila Nova de Gaia/Portugal
Sou fiel à companheira,
porque a velhice é cruel:
agora, mesmo que eu queira,
não posso ser infiel!

HELVÉCIO BARROS - Bauru     (três trovas)
Quem desdenha a própria vida,
já vive, no mundo, a esmo...
- Quem deixa a vida esquecida,
nem é fiel a si mesmo...

Se na vida sofro tanto,
sou fiel ao sonho meu!
- A ninguém cobro meu pranto!
- Quem sofre tudo sou eu!

Amor, sem fidelidade,
é um vento triste, soprando...
- Sendo tristeza, é saudade!...
- É desencanto, chorando!...

HUMBERTO LYRIO - Salvador/BA
Nos humanos não confio,
pois, mesmo em sonho, o homem peca!
Fiel é leito de rio:
se o rio foge... ele seca!

MARIA TERESA GUIMARÃES NORONHA     (duas trovas)
Companheira da saudade,
só vivo dias tristonhos
por guardar fidelidade
ao doce amor dos meus sonhos.

Espero, fiel, por ti,
e nestes anos tristonhos
vou vivendo por aí,
como pastora de sonhos...

NILTON DA COSTA TEIXEIRA - Ribeirão Preto
Fiel a tantos mistérios,
a noite vem, sem alarde,
no luto dos cemitérios,
dormir nos ombros da tarde!

OMAR CARVALHO - Salvador
Fidelidade consiste
em se amar forte, profundo;
é virtude que resiste
aos vendavais deste mundo.

SANTINHA SALLES GONTIJO - Varginha/MG
Fidelidade - eu mantenho,
embora sofra demais,
à mentira em que me empenho,
ao jurar-te: nunca mais!

SILVINA ANTUNES LEAL     (duas trovas)
Na minha humilde pobreza
tenho fartura de bens...
Pois é só minha a riqueza
do amor fiel que me tens...

O amor que não é fiel
tem vida mais passageira
que um brinquedo de papel
em mãos de criança arteira...
--------------------------------------------------------------

          2º TEMA = "ABRIGO"

VENCEDORES

HELVÉCIO BARROS - Bauru     (duas trovas)
Dois destinos abraçados,
dois abrigos de bonança...
Eu e tu - sonhos ligados
por dois laços laços de esperança!

Relembro a minha cidade,
abrigo da minha infância...
Ah!, como dói a saudade,
quando a saudade é distância!...

IZO GOLDMAN - SP
Entre mágoas e cansaços
pela vida eu me busquei
e no abrigo dos teus braços
finalmente me encontrei...

MARIA TERESA GUIMARÃES NORONHA - SP
Quando a vida me amargura
com festivais de fracassos,
eu só me sinto segura
na proteção de teus braços.

SILVINA ANTUNES LEAL - Santos     (duas trovas)
Pescador que em mar aberto
enfrentou mil temporais,
só deseja o abrigo certo
das velhas pedras do cais...

Para aumentar o castigo
deste amor que me levaste,
meu coração deu abrigo
às saudades que deixaste...

WALTER WAENY - Santos     (duas trovas)
Anciã, a madrugada,
mágoas chorando, em surdina,
protege a carne engelhada
com farrapos de neblina...

Sem termos abrigo ou teto,
do vento sofrendo o açoite,
o calor do nosso afeto
se opunha ao frio da noite!

MENÇÕES  HONROSAS:

CAROLINA RAMOS - Santos     (quatro trovas)
Esquece a tristeza, esquece,
que toda amargura é vã...
- Abriga a dor numa prece,
só pensa nela... amanhã...

Olha a ternura de um ninho
que se abriga na ramagem,
depois... prende um passarinho,
se ainda tiveres coragem!

Tuas frases de ternura
guardo em segredo comigo,
para em dias de amargura
fazer delas meu abrigo.

Solidão, serena amiga,
triste e sedenta, minha alma,
no teu oásis se abriga
buscando a fonte da calma.

ELIZABETH MARTHA NOTZ PASCHOAL     (duas trovas)
Fica esta noite comigo...
Tu me trarás a ventura
e eu te envolverei no abrigo
do meu manto de ternura.

Quanta tristeza me invade...
tu eras tudo o que sonhei;
hoje, és mais uma saudade,
nas saudades que abriguei...

IZO GOLDMAN
Sou tapera abandonada,
sem porta, janela e chão;
perdida à beira da estrada,
abrigando a solidão...

JOSÉ GOMES PIMENTA - Divinópolis/MG
Sem abrigo, em plena rua,
aquele cego me encanta,
cantando versos pra lua,
sem ver a lua que canta.

JOTAGÊ PIRES DE MELLO - Brasília/DF
Herodes. Pranto. Agonia.
Jesus em perigo. A fé.
A fuga. O amor de Maria.
A proteção de José.

ROSALINA ROSA LEITE - Santos
Relembro... eu era criança
e já dizia meu pai:
quem se abriga na esperança,
mesmo vencido não cai!

SARA MARIANY KANTER - SP
Há nos chás de caridade
muito fausto e ostentação,
e nas ruas da cidade,
crianças sem proteção.

SEVERINO UCHÔA - Aracaju     (três trovas)
Chove, é escuro o caminho,
acelero mais os passos,
buscando abrigo e carinho
no cachecol dos teus braços.

Nos momentos de perigo,
depois que faço uma prece,
o teu amor é um abrigo
onde a minha alma adormece.

Afugento o teu desgosto,
dissipo a tua aflição,
sempre que abrigo o teu rosto
na concha da minha mão.

SILVINA ANTUNES LEAL     (três trovas)
Meu coração, na certeza
no amor que nunca me quis,
pediu abrigo à tristeza,
e nunca mais foi feliz...

Sob o abrigo da Esperança
vive a Ventura, escondida...
Mas ninguém jamais a alcança,
por mais que espere na vida...

Fiz da saudade o abrigo
dos sonhos que já perdi...
Nele me encontro comigo,
para lembrar-me de ti...

WILSON DANTAS
Quisera fazer de mim
teu morno abrigo de lã,
para me sentir, assim,
tarde vestindo a manhã...
=================================

PARA TROVADORES DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO =  1º TEMA:  "ORGULHO"

VENCEDORES

ANTONIO CARLOS TEIXEIRA PINTO - Niterói
Quando em cismas eu mergulho,
dando um balanço na dor,
ponho na conta do orgulho
minha falência no amor!

ELTON CARVALHO - RJ
Sobre a bondade que faça,
evite alarde, barulho,
porque a bondade não passa
na mesma rua do orgulho...

MÁRIO PEIXOTO - RJ
Cântaro, barro sem nome,
fruto de humildes serões:
artesanato da fome,
para orgulho das mansões.

SÁVIO SOARES DE SOUSA - Niterói
No espelho das cotovias
devias mirar-te, irmão:
- sobrevoam serranias,
mas fazem ninhos no chão...

WALDIR NEVES - RJ
Quanta pose encomendada...
Quanto rosto carrancudo...
- Gente sem glória de nada,
com tanto orgulho de tudo!...

MENÇÕES  HONROSAS:

ANTONIO CARLOS TEIXEIRA PINTO
Eu hei de ouvir o marulho,
numa súplica sentida,
das ondas do teu orgulho,
no quebra-mar desta vida!

DURVAL MENDONÇA - RJ
Ao ver teus olhos em pranto,
sem a alegria travessa,
meu orgulho pesou tanto
que curvou minha cabeça...

ELTON CARVALHO - RJ
Sem me sentir abatido
pelo mal que a vaida fez,
tenho o orgulho do vencido
que quer lutar outra vez...

JACY PACHECO - Niterói
Eu e tu em doce arrulho,
há oito lustros... Que encanto!
Velhinhos... Mas quanto orgulho
de um amor que dura tanto!

JOSÉ CARLOS SANTOS FREITAS - São Gonçalo
Deixa o orgulho que atraiçoa,
não firas quem te maldiz:
- Quem é humilde e perdoa,
mesmo sofrendo é feliz!

JOSÉ COELHO DE BABO - Nova Friburgo
Quando as horas se consomem
nos males que o mundo tem,
eu tenho orgulho em ser homem
que às vezes chora também!

JOSÉ MARIA MACHADO DE ARAÚJO - RJ
Se o pressinto, por efeito
da adulação que me cobre,
eu dobro o orgulho no peito
antes que o orgulho me dobre!

JOUBERT DE ARAÚJO SILVA - RJ
Amei-te tanto... e,hoje, sós,
seguimos por dois caminhos,
com teu orgulho entre nós,
como uma cerca de espinhos!

MÁRIO PEIXOTO
Quando o clamor das batalhas
quase não se escuta mais,
resta o orgulho das medalhas
e restam filhos sem pais.

P. DE PETRUS - RJ
Sem orgulho, sempre amigas,
sob o sol ou sob o orvalho,
simples e dóceis formigas
dão-nos lições de trabalho.
--------------------------------------------------------------

          2º TEMA = "CANDELABRO"

VENCEDORES

ALOÍSIO ALVES DA COSTA - Nova Friburgo     (duas trovas)
Na tua ausência, a meu lado,
em cima de nossa mesa,
o candelabro apagado
mantém a saudade acesa!...

O tempo corre... e à medida
que as horas vão se passando,
no candelabro da vida
as velas vão se apagando!...

CARLOS GUIMARÃES - RJ
Vão fugindo os retirantes...
E os cardos, pelo sertão,
são candelabros gigantes,
enfeitando a solidão...

DURVAL MENDONÇA - RJ
A mentira, que difama
em medir distância ou meios,
é o sopro que apaga a chama
dos candelabros alheios.

ELTON CARVALHO - RJ     (duas trovas)
Candelabro é como a gente,
não importa a prataria...
O que vale é simplesmente
a luz que a gente irradia!

No vazio desta casa,
que tua ausência produz,
sou ave que não tem asa;
sou candelabro sem luz...

JACY PACHECO - Niterói
Candelabro, iluminaste
meus dias! Que glórias viste!
Agora és um velho traste
nas noites de um velho triste...

MENÇÕES  HONROSAS:

ALCY RIBEIRO SOUTO MAIOR - RJ
Tuas mãos, frágeis e belas,
são, no gesto encantador,
candelabro de dez velas,
acesas ao nosso amor!

ALICE ALVES NUNES - RJ
A-d-e-u-s: vidas separadas,
cinco letras sem valor,
cinco velas apagadas
no candelabro do amor.

ALOÍSIO ALVES DA COSTA
No meu barraco modesto,
candelabro é lamparina
que ilumina um quarto... O resto,
minha esperança ilumina!...

COLBERT RANGEL COELHO - RJ
Lá no morro, quando eu abro
minha esteira junto à dela,
tem a luz de um candelabro
qualquer toquinho de vela.

ELTON CARVALHO
A Lua, vestindo a mata
de imaculada brancura,
é um candelabro de prata
no teto da noite escura.

JOÃO RANGEL COELHO - RJ
Quando meus braços eu abro
aos pobres e aos pequeninos,
sou humano candelabro,
aceso em clarões divinos.

JOSÉ CARLOS SANTOS FREITAS - São Gonçalo
Seria bom se na Terra
o homem que é muito audaz,
no candelabro da guerra
pusesse vela de paz...

JOUBERT DE ARAÚJO SILVA - RJ     (três trovas)
Na tarde azul de aquarela
o Sol, na serra distante,
parece a última vela
de um candelabro gigante!

Viveu sem ter um amigo,
e, ao morrer, como vivera,
só o candelabro antigo
chorou lágrimas de cera!

Minh'alma, em triste ansiedade,
é um candelabro tristonho:
acende a luz da saudade,
sempre que morre a do sonho...

MILTON NUNES LOUREIRO - Niterói
Embora sempre tristonhos,
são os teus olhos, querida,
dois candelabros de sonhos
pondo luz em minha vida.

RODOLPHO ABBUD - Nova Friburgo
Um candelabro de enfeite
não me rouba da lembrança
a lamparina de azeite
dos meus tempos de criança!...
=============================================
NOTA = esse material foi uma gentil contribuição do "Magnífico Trovador" IZO GOLDMAN, da UBT São Paulo/SP