XII JOGOS FLORAIS DE NITERÓI – 1982 = (1ª parte)

  

Trovas Líricas e Filosóficas (Nacional): tema DESPEDIDA

 

VENCEDORES

 

Nas despedidas sem fim,

buscando portos risonhos,

a vida já fez de mim

contrabandista de sonhos...

Cipriano Ferreira Gomes - São Paulo, SP

 

Tua alma, na despedida,

tanto à minha alma se uniu,

que no instante da partida

não sei qual de nós partiu.

Maria Helena - Portugal

 

Nem te pude dizer nada

na hora da despedida...

- Dor que se esconde calada,

é sempre a dor mais sentida...

Silvina Antunes Leal - Santos, SP

 

Vejo, em cada despedida,

amarga, triste e dolente,

alguma coisa da vida

que tenta escapar da gente!

Marlene M. do S. Menezes - Porangatu, GO

 

Não digas adeus! Vai seguindo...

Nesta ilusão que me embala,

deixe a saudade dormindo,

é cedo para acordá-la!

Cidoca da Silva Velho - Santos, SP

 

 

MENÇÕES HONROSAS

 

Velhinhos... lembram seus passos

a despedida chegando,

e a vida, a levar, nos braços,

duas saudades sonhando....

Helvécio Barros - Bauru, SP

 


A dor desse olhar aflito

que a despedida agiganta,

é prece, disfarce ou grito,

sufocado na garganta?

Durval F. do Amaral - Ribeirão Preto, SP

 

Meu coração, tem cuidado...

embora ilusões recolhas,

és como o arbusto cansado,

que se despede das folhas...

Carolina Ramos - Santos, SP

 

Mãos cruzadas, quatro círios,

para o céu a alma se solta...

Dor e rosas, pranto e lírios

na despedida sem volta.

Conceição A. Assis - Pouso Alegre, MG

 

Nada dissemos, querida,

mas, nunca falamos tanto,

quando em nossa despedida,

correu-nos na face o pranto.

J. Penha Ribeiro - Cambuí, MG

 

Entre tristezas e abraços,

pesava, na despedida,

a bagagem de fracassos

que juntei em minha vida.

Lila Ricciardi Fontes - São Paulo, SP

 

Agora já pouco importa

o momento da partida.

Quando a ilusão já está morta,

só nos resta a despedida.

Eneas de Castro - São Paulo, SP

 

A mão que de longe acena

num adeus em despedida,

quanto mais fica pequena,

mais se agarra à nossa vida!

Fernando Costa - São Paulo, SP

 


Sempre às horas do sol-posto,

num pranto mudo e covarde,

lembro teu beijo em meu rosto

como adeus num fim de tarde...

Vasques Filho - Fortaleza, CE

 

Por meus cabelos de neve,

ondeia a dor da saudade,

nascida de um "até breve"

com toque de eternidade.

Cícero Rocha - Juiz de Fora, MG

 

MENÇÕES ESPECIAIS

 

Não mudou o Tempo, em nada

as emoções desta vida:"

é sempre alegre a chegada,

sempre triste a despedida!

Eugênio Carvalho Jr. - João Pessoa, PB

 

Nem sempre uma despedida

mostra que tudo morreu:

- ausente da tua vida,

não és minha, mas sou teu!

Helvécio Barros - Bauru, SP

 

No instante da despedida,

a lágrima sem disfarce,

é como se a própria vida

viesse justificar-se...

Cipriano Ferreira Gomes - São Paulo, SP

 

Enganados pela vida,

meus olhos dentro dos teus,

prolongando a despedida,

não querem dizer adeus...

Cipriano Ferreira Gomes - São Paulo, SP

 

Se a despedida nos cobra

muita dor, muita ansiedade,

a gente paga e nos sobra

um saldo triste - a saudade.

Geraldo P. de Moraes - São Paulo, SP

 


A despedida, a mais leve,

fere mais do que punhais:

- Se me dizes: "Até breve",

eu cuido ouvir: "Nunca mais"...

Luiz C. Rabelo - Natal, RN

 

Parte o trem, e a tua mão,

acenando em despedida,

é a vida dizendo: "Não!"!

aos sonhos de minha vida...

Izo Goldman - São Paulo, SP

 

Na pressa de te deixar,

temendo mais um adeus,

esqueço, e deixo ficar,

meus olhos dentro dos teus...

Izo Goldman - São Paulo, SP

 

Adeus tem um "d"somente,

a saudade tem dois "des";

é por isto, certamente,

que a despedida tem três...

Izo Goldman - São Paulo, SP

 

Não fiques triste, querida,

se eu choro por ir-me embora;

é mais triste a despedida

quando quem parte não chora.

Alfredo de Castro - Pouso Alegre, MG

 

Na hora da despedida,

tu não levaste, meu bem,

apenas a tua vida,

levaste a minha também!...

Alfredo de Castro - Pouso Alegre, MG

 

Despedida... Eu não me iludo

ante esta troca malvada:

foi-se você, que era tudo

veio a saudade, que é nada.

Arlindo Tadeu Hagen - Juiz de Fora, MG

 


Partiste... eu sonho... tu sonhas

e nós seguimos mentindo:

nós somos dois sem-vergonhas

que vivem se despedindo!

Arlindo Tadeu Hagen - Juiz de Fora, MG

 

Como um Dom Quixote errante,

após cada despedida,

cavalgo meu Rocinante,

atrás dos sonhos da vida!

Sebas Sundfeld - Tambaú, SP

 

Todas as horas batidas

que um relógio vai marcando,

são horas de despedida

da vida... que vai passando...

Sebas Sundfeld - Tambaú, SP

 

Da saudade traiçoeira

ninguém consegue livrar-se.

despede-se e, sorrateira,

volta com novo disfarce.

Cícero Rocha - Juiz de Fora, MG

 

No amargo da despedida,

no fel de um adeus imenso,

todo o negro da partida

cabe no branco de um lenço.

Maria Helena - Portugal

 

Não digas adeus, eu rogo

numa voz molhada de ânsia:

quando se diz "até logo",

fica mais curta a distância.

Maria Helena - Portugal

 

Ficou-me apenas revolta

no adeus que você deixou.

Andorinha que não volta

- um novo ninho encontrou.

Argentina de M. e Silva - Curitiba, PR

 


Nunca juntei-me aos tristonhos,

jamais chorei despedidas.

Eu sou pescador de sonhos

nas enxurradas da vida.

Sebastião Soares - Natal, RN

 

Na hora da despedida,

me apertando nos teus braços,

bipartiste a minha vida,

mas levaste os dois pedaços.

Clóvis Maia - São Paulo, SP

 

 

Trovas Líricas e Filosóficas (Estadual): tema AQUARELA

 

VENCEDORES

 

Nas noites de serenata,

artista do céu, a lua

pinta aquarelas de prata

nas pedras de minha rua!

Aloísio Alves da Costa - Nova Friburgo, RJ

 

No céu contemplo a aquarela

da noturna procissão:

- cada estrelinha é uma vela

que um anjo leva na mão!

Joubert de Araújo Silva - Rio de Janeiro, RJ

 

Na aquarela azul cambiante

da tarde que envolve a terra,

o Sol é um rubi - gigante

no colo verde da serra!

Joubert de Araújo Silva - Rio de Janeiro, RJ

 

A vida é estranha aquarela

que, conforme a sorte pinta,

da vida e beleza à tela

ou somente espalha a tinta.

Maria Nascimento Santos - Rio de Janeiro, RJ

 


A noite se foi, e agora,

- aquarela sobre o monte -

explode em cores a aurora

na tela azul do horizonte!

Romeu Gonçalves da Silva - Rio de Janeiro, RJ

 

A casa ainda é aquela...

ainda é o mesmo portão...

na sala, a mesma aquarela

junto à mesma solidão!

Alcy Ribeiro Souto Maior - Rio de janeiro, RJ

 

 

MENÇÕES HONROSAS

 

É Deus quem enfeita a mata

de aquarelas encantadas

com crepúsculos de prata

e o róseo das alvoradas...

Elton Carvalho - Rio de Janeiro, RJ

 

O passado é uma criança

que, brincando sem maldade,

faz rabiscos de esperança

na aquarela da saudade...

João Freire Filho - Rio de Janeiro, RJ

 

Relembro... a estrada... a cancela...

os bois... a serra à distância...

e esta visão de aquarela

tem hoje um sabor de infância!

Joubert de Araújo Silva - Rio de Janeiro, RJ

 

Nuvens... e o sopro do vento,

dentro da noite, a rompê-las,

espalha no firmamento

uma aquarela de estrelas!

Antonio Rosalvo R. Accioly - Nova Friburgo, RJ

 

Manhã!... Abrindo as janelas,

ao mostrar os quadros seus,

o Sol - pintor de aquarelas -

usa sempre a Mão de Deus.

P. de Petrus - Rio de Janeiro, RJ

 

Bodas de ouro, que ventura!

O tempo agora retrata,

na aquarela da ternura,

nossos cabelos de prata...

Hedda de Moraes Carvalho - Nova Friburgo, RJ

 

Minha vida é um quadro exposto,

uma aquarela discreta

em que disfarço o desgosto

com mentiras de poeta!

Durval Mendonça - Rio de Janeiro, RJ

 

Nossa foto no coreto

mostra a infância que passou...

- Aquarela em branco-e-preto

que a vida não desbotou!

Octávio Venturelli - Nova Friburgo, RJ

 

Teu amor, na despedida,

pôs a mágoa em meus caminhos,

e eu pintei, com a própria vida,

a aquarela dos sozinhos...

Octávio Venturelli - Nova Friburgo, RJ

 

A aquarela esmaecida

que o nosso amor enfeitou,

tinha cores tão sem vida,

que nem o branco restou!

Almerinda Liporage - Rio de Janeiro, RJ

 

A lua pinta, retrata,

com seu tênue e lindo véu,

uma aquarela de prata,

na tela negra do céu.

Daniel de Carvalho - Nova Friburgo, RJ

 

Pintada numa aquarela,

com tal arte, tal magia,

a pobreza na favela

nem pobreza parecia...

Waldir Neves - Rio de Janeiro, RJ

 


MENÇÕES ESPECIAIS

 

Pelo rendado da rede,

penetra a Lua, a brilhar,

desenhando na parede

aquarelas de luar...

Carlos Guimarães  - Rio de Janeiro, RJ

 

Deus, quando inventou as flores,

dando o retoque final,

faz, enfeitando-as de cores,

a aquarela universal...

Carlos Guimarães - Rio de Janeiro, RJ

 

Pela imensidão dos campos,

num bailado que seduz,

há festa de pirilampos,

numa aquarela de luz...

Carlos Guimarães - Rio de Janeiro, RJ

 

Embaçada pela vida,

hoje é sombra, na distância,

a aquarela colorida

dos sonhos da minha infância.

Mário Peixoto - Rio de Janeiro, RJ

 

Aquarela de ilusão,

tu foste o "sim"do Passado...

Hoje és produto de um "não"

que permanece ao meu lado.

Antonia O. Castro - Rio de Janeiro, RJ

 

Aquarela desbotada,

és tudo o que nos restou...

Um tudo que agora é nada

e o nada é tudo o que sou!

Antonia O. Castro - Rio de Janeiro, RJ

 

No sertão, com sol a pino,

percorrendo a estrada a pé,

a imagem do peregrino

é uma aquarela de fé!

Octávio Venturelli - Nova Friburgo, RJ

 


Os barracos na favela,

que a miséria ornamentou,

são borrões de uma aquarela

que a sociedade pintou!

Octávio Venturelli - Nova Friburgo, RJ

 

Fim de noite... e em cor dourada

num quadro que nos seduz,

Deus na tela da alvorada

pinta aquarelas de luz!

Octávio Venturelli - Nova Friburgo, RJ

 

A aquarela esmaecida

que o nosso amor enfeitou,

tinha cores tão sem vida,

que nem o branco restou!

Aloísio Alves da Costa - Nova Friburgo, RJ

 

A esperança que ilumina

este amor que nos conduz,

faz de uma luz pequenina

uma aquarela de luz!

Aloísio Alves da Costa - Nova Friburgo, RJ

 

O meu barraco reluz

quando a lua, feiticeira,

numa aquarela de luz

vem brilhar na minha esteira!

Cyrlea Neves - Nova Friburgo,  RJ

 

A aquarela mais bonita

que já tive à minha frente

foi um vestido de chita

num corpinho adolescente!

Durval Mendonça - Rio de Janeiro, RJ

 

Retratada numa tela

minhas pobres ilusões

são cores de uma aquarela

que a vida encheu de borrões...

Waldir Neves - Rio de Janeiro, RJ

 


A ilusão é uma aquarela

que, aos golpes do dissabor,

vai desbotando na tela

até perder toda cor...

Maria Nascimento Santos - Rio de Janeiro, RJ

 

Mamãe preta da Senzala,

mãos de santa... olhar gentil,

teu negrume é festa e gala,

na Aquarela do Brasil!

José Carlos Santos Freire – São Gonçalo, RJ

 

Parti... e meio à viagem

sigo a senda dos tristonhos

pois não coube, na bagagem,

minha aquarela de sonhos!

Ângela M. de Azevedo Goes – Nova Friburgo, RJ

 

Com ternura e suavidade

numa aquarela ‘a distância,

vejo os balões da saudade

no céu longínquo da infância!

Joubert de Araújo Silva – Rio de Janeiro, RJ

 

Da mágoa, fiz uma tela,

da saudade, a inspiração,

dos meus sonhos, aquarela,

colorida de ilusão...

Hedda de Moraes Carvalho - Nova Friburgo, RJ

 

Eu vejo na alacridade

das cirandas infantis

aquarelas de saudade

da minha infância feliz.

Ivo dos Santos Castro – Rio de Janeiro, RJ

 

Alvorada tagarela!
Os passarinhos, em bando,

espargem tons na aquarela

que o Sol no céu vai traçando!

Jacy Pacheco - Niterói, RJ

 


Conservando a imagem bela

de um amor que não se esquece,

a saudade é uma aquarela

que nem o Tempo esmaece!

Elton Carvalho – Rio de Janeiro, RJ

 

Seja alegre ou seja triste,

seja vivaz ou dolente,

em toda aquarela existe

um gosto de antigamente.

Rangel Coelho – Rio de Janeiro, RJ

 

Gotas de luz pequeninas,

teus olhos verdes, criança,

são aquarelas – divinas,

iluminando a Esperança!

P. de Petrus – Rio de Janeiro, RJ

 

O Tempo, mestre em aguadas,

com tintas de realidade,

pinta cores desbotadas

na aquarela da saudade...

João Freire Filho – Rio de Janeiro, RJ

 

Nos teus olhos rasos d’água,

sem ser pintor, eu pintei

uma aquarela de mágoa

com as mágoas que te dei.

Alcy R. Souto Mayor – Rio de Janeiro, RJ

 

No mural da vida, eu ponho

quadros de amor e alegria;

faço aquarelas de sonho

com o pincel da fantasia.

Elíade Mont’Alverne – Rio de Janeiro, RJ

 

--------------------------------------------------------------


Crédito dessa matéria ao Poeta/Trovador Antonio de Oliveira, de Rio Claro/SP.