ACADEMIA PEDRALVA - LETRAS E ARTES

TEMA: "CANTIGAS DE RODA"

TROVAS VENCEDORAS E SEUS AUTORES:

Meu Deus! Se agora pudesse
esquecer que envelhecia,
cantigas de roda, em prece,
com que prazer cantaria!
ALBERTO VIEIRA - São Gonçalo/RJ

No meu tempo de menina,
canções de roda eu cantei,
agora, choro em surdina...
É que cantar já não sei.
CARMEM DUMAS - Campos

Desce o luar... Das calçadas,
eflúvios sutis se evolam...
É quando, em paz, de mãos dadas,
as crianças cantarolam.
DAVID DE ARAÚJO - Santos

Ciranda - doce passado
cirandando na distância -
inda guardo o anel quebrado
que me deste na infância...
ELIANA DAGMAR - Amparo/SP

Lá vai a vida, girando.
Então, giremos também,
que a vida gira, levando
os sonhos que a gente tem.
JESY BARBOSA - Petrópolis

Bendito o dia em que entrei
na roda da criançada,
pois nunca mais me encontrei
assim, de amor, rodeada.
MARIA C. LEVY - RJ

Éramos tantas, cantando
de roda, ao entardecer...
Para onde fomos, rodando
na vida, quem vai saber?
MARIA MOURA COSTA - Niterói

Ciranda, minha ciranda,
que se perdeu na distância,
és a mais doce, a mais branda
lemrança de minha infância.
OSMAR DE GUEDES VAZ - Petrópolis

Cirandas, águas passadas...
Cirandas do meu caminho...
Tantas mãos entrelaçadas,
fiquei na roda sozinho...
PEDRO ALCÂNTARA WORMS - RJ

"Se esta rua fosse minha..."
Ouço cantar, à distância...
E era a riqueza que eu tinha:
- a rua - na minha infância!
V. C. SOARES DE SOUZA - Santos
---------------------------------------------------------------------
NOTA = esse material foi uma gentil contribuição do "Magnífico Trovador" IZO GOLDMAN, da UBT São Paulo/SP