TEMA NACIONAL - INTERNACIONAL: LUIZ OTÁVIO

VENCEDORAS

Luiz Otávio é tão patente
o teu trabalho fecundo,
que viraste o "remetente"
das trovas de todo mundo!
SÉRGIO BERNARDO - ( NOVA FRIBURGO - R.J.)

As Trovas que ele escreveu
têm valor... mas não têm preço.
Luiz Otávio não morreu
foi morar noutro endereço.
AURORA PIERRI ARTESE - ( SÃO PAULO - S.P.)

Na beleza dos seus versos
Luiz Otávio comprova
que cabem mil universos
nos quatro versos da trova!
IZO GOLDMAN - ( S.PAULO - S.P.)

Luiz Otávio, em teu reinado
onde o plágio não se aprova,
que bom fosses plagiado
em teu amor pela trova !
EDMAR JAPIASSÚ MAIA - ( RIO DE JANEIRO - R.J.)

Luiz Otávio - que dilema
a minha mente fervilha:
colocar o pai por tema
nos quatro versos da filha!
ALFREDO DE CASTRO - (POUSO ALEGRE - M.G.)

MENÇÕES HONROSAS

Luiz Otávio, não te importes
se o tempo esquecer teus traços...
Nós somos vestígios fortes,
dando provas dos teus passos.
SÉRGIO BERNARDO - (NOVA FRIBURGO - R.J.)

Quanta lembrança querida
de quem pintou céus risonhos:
Gilson de Castro... na Vida;
Luiz Otávio... nos Sonhos!
JOÃO FREIRE FILHO - ( RIO DE JANEIRO - R.J.)

Luiz Otávio... um instante.
Em que ponto estarei certo:
- Tu não moras tão distante,
ou o céu ficou mais perto ?!
ANTONIO CARLOS TEIXEIRA PINTO - ( NITERÓI - R.J. )

"Luiz Otávio" ?... Não conheço...
- Espere, me lembro agora.
- Foi a fagulha, o começo,
o raiar da nova aurora !
NEWTON MEYER DE AZEVEDO - ( POUSO ALEGRE - M.G.)

Porque a vida não tem fim,
num gesto puro e bonito,
Luiz Otávio, num jardim,
planta trovas no Infinito.
EUGÊNIA MARIA RODRIGUES - (RIO NOVO - M.G.)

MENÇÕES ESPECIAIS

Luiz Otávio, a saudade
da tua luz nos comprova:
és trova na Eternidade
e eternidade na Trova!
JOÃO FREIRE FILHO - ( RIO DE JANEIRO - R.J.)

Luiz Otávio, eu me lembro...
Friburgo em maio, como era:
- jamais esperou setembro,
para entrar na primavera !
ANTONIO CARLOS TEIXEIRA PINTO - ( NITERÓI - R.J. )

Luiz Otávio renova,
aprimorando o quarteto,
fazendo com que uma trova
contenha mais que um soneto!
DIVENEI BOSELI - ( S. PAULO - S.P.)

Luiz Otávio ficou;
nunca morreu de verdade:
em cada trova deixou
pedaços de eternidade.
RENATA PACCOLA - ( S. PAULO - S. P. )

Luiz Otávio, a trova rende
teu louvor a vida inteira,
pois, o ideal não se prende
nas rodas de uma cadeira !
EUGÊNIA MARIA RODRIGUES - (RIO NOVO - M. G. )
============================== = = = = = =

TEMA REGIONAL: TROVA

VENCEDORAS

Que a chamem de miniatura...
Mas, a trova, verso a verso,
quantas vezes configura
a grandeza do Universo!
OSCAR VIEIRA SOARES - (TAUBATÉ - S. P.)

Há um sentimento interior
de vida que se renova,
quando cantamos o amor
nos versos simples da Trova.
MARIA DE LOURDES P. QUINTANILHA - (TAUBATÉ-S.P.)

Pequenina, delicada,
na aparência a trova engana;
mas, mostra, ao ser declamada,
a força que dela emana !
ANGÉLICA MARIA V. R. SANTOS - ( TAUBATÉ - S.P.)

Enfrento a mais dura prova
que o destino apresentar,
ouvindo o cantar da trova
que é fonte do meu cantar.
JOSÉ VALDEZ DE CASTRO MOURA - (PINDAMONHANGABA - S.P.)

Se a trova é boa - é Cultura.
- Perene em sua existência.
É o frasco, que em miniatura,
contém a melhor essência.
CIDOCA DA SILVA VELHO - ( SÃO LUIZ DO PARAITINGA - S. P.)

MENÇÕES HONROSAS

No tédio do dia a dia,
entre achaques e cansaço,
são gotas de homeopatia
as trovas simples que eu faço.
OSCAR VIEIRA SOARES - (TAUBATÉ - S.P.)

Qual caixa de jóia antiga
que guarda imenso valor,
a pequena trova abriga
as jóias do trovador !
ANGÉLICA M. V. R. SANTOS - (TAUBATÉ - S.P.)

Trago sempre a alma em festa,
que importa se a noite é fria...
faço da trova seresta,
embalando a fantasia !
CIDOCA DA SILVA VELHO - (SÃO LUIZ DO PARAITINGA - S.P.)

Depois de difícil parto,
nasceu-me a trova, e a ternura
envolve em meu tosco quarto
criador e criatura ...
ÉLBEA PRISCILA DE S. E SILVA - (CAÇAPAVA - S.P.)

No falar sou indeciso,
mas isso não é ruim
porque, sempre que preciso
a trova fala por mim...
ARGEMIRA F. MARCONDES -
(TAUBATÉ - S.P.)

MENÇÕES ESPECIAL

Em pouco espaço eu consigo
pôr o mundo, tenho a prova:
quando tanta coisa eu digo
nas poucas linhas da trova!
ANGÉLICA MARIA V. R. SANTOS - ( TAUBATÉ - S.P )

Trova: noturna jangada
na qual a musa passeia
sonhando na madrugada,
nos braços da lua cheia.
ERNESTO TAVARES DE SOUZA - (PINDAMONHANGABA - S.P.)

Com humor ou romantismo,
ou mesmo a filosofar,
a Trova é o simples lirismo
da Cultura popular.
MARIA DE LOURDES P. QUINTANILHA - ( TAUBATÉ -S.P.)

Divagando no improviso
na busca da inspiração,
a trova vem sem aviso
da fonte do coração.
AUGUSTO COMES - (PINDAMONHANGABA -S.P.)

Em cada trova que eu leio
deste ou de outro trovador,
eu fico perdido e meio
no meio de tanto amor.
ANDRÉ E. B. ZANETTI - ( CAÇAPAVA -S.P )