RESULTADOS DO XXII CONCURSO DE TROVAS DE PINDAMONHANGABA – 2012

ÂMBITO NACIONAL = TEMA “ATALHO”
(nomes dispostos em ordem alfabética dentro de cada segmento)
 
VENCEDORES
 
Caminho em que se aventuram,
minhas mãos fingem que esquecem
e no seu corpo procuram
atalhos que já conhecem...
Gilvan Carneiro da Silva – São Gonçalo/RJ
 
Este meu amor que sonha
não acredita em “depois”
e só quer que a vida ponha
um atalho entre nós dois.
Izo Goldman – São Paulo
 
Quero esquecer-te mas falho
porque a vida, por maldade,
faz da lembrança um atalho
entre a memória e a saudade...
Izo Goldman
 
Não fuja dos seus caminhos,
nem busque atalhos a esmo;
quem tem medo dos espinhos
não acha a flor em si mesmo.
Olympio Simões da Cruz Coutinho – Belo Horizonte
 
O tempo, com maestria,
fez, do riso e do desgosto,
um atalho, a cada dia,
nos “caminhos”... do meu rosto!
Therezinha Dieguez Brisolla – São Paulo-SP/Gramado-RS
 
 
MENÇÕES HONROSAS
 
Na vereda dos sozinhos,
atalho algum me restou,
pois cortei tantos caminhos
que não sei mais onde estou!
Ana Maria Motta – Nova Friburgo
 
Mais que os lucros do trabalho,
mais que as honras e os troféus,
o amor é o único atalho
que de fato leva aos céus.
Antonio Augusto de Assis – Maringá
 
Quando a ilusão o convida,
não apresse a caminhada...
certos atalhos na vida
não nos conduzem a nada...
Ercy Mª Marques de Faria – Bauru
 
Teu corpo tem mil caminhos
que eu adoro percorrer...
Considero os teus carinhos,
atalhos para o prazer...
Milton Souza – Porto Alegre
 
Sozinha, na caminhada,
fugindo ao mundo enfadonho,
troco os atalhos do nada
pelas veredas do sonho...
Wanda de Paula Mourthé – Belo Horizonte
 
 
MENÇÕES ESPECIAIS
 
De nosso amor, em retalhos,
eu vou juntando os pedaços,
tentando encontrar atalhos
para voltar aos teus braços...
Domitilla Borges Beltrame – São Paulo
 
Usei de “atalhos” escusos
para meus “fins” alcançar...
- E agora, os “meios” confusos
não me permitem voltar!...
Maria Madalena Ferreira – Magé
 
Farrapo, quase espantalho
a droga o desestrutura...
E seu cachimbo é um atalho
entre a “pedra” e a sepultura...
Pedro Mello – São Paulo
 
A conquista sempre escapa
a quem não quer ter trabalho,
não troque o rigor de um mapa
pela incerteza do atalho.
Sônia Sobreira da Silva – Rio de Janeiro
 
Nos caminhos percorridos
depois do adeus, a inconstância
fez, de outros sonhos vividos,
atalhos... sem importância!
Therezinha Dieguez Brisolla
 
--------------------------------------------------
 
ÂMBITO REGIONAL = TEMA “VOLTA”
(nomes dispostos em ordem alfabética dentro de cada segmento)
 
VENCEDORES
 
O teu regresso tardio
emoção nem me causou:
é que em teu olhar vazio,
quem me amava...não voltou !
Élbea Priscila de S. e Silva – Caçapava
 
- Não volto mais! O passado              
aos quatro cantos proclama,                
mas volta e busca o teu lado                
ao meu lado...em nossa cama !    
Élbea Priscila de S. e Silva
 
“Voltar” é unir novamente
dois sonhos, duas saudades.
É a solidão, descontente,
juntando as duas metades...
João Paulo Ouverney – Pindamonhangaba
 
Brigamos...e a solidão                            
desperta a minha revolta:                             
de que vale eu ter razão,                              
se ela não tem...mas não volta?
José Ouverney – Pindamonhangaba
 
Quando a lembrança escasseia         
e penso que renasci,                                 
este amor dá volta e meia,                      
e eu volto a morrer por ti...
José Ouverney
 
 
MENÇÕES HONROSAS
 
Tua volta é uma utopia
que o meu sonhar construiu.
Como voltar, quem, um dia,                         
sem dizer adeus, partiu?                            
BessanT – Pindamonhangaba
 
Por amor acreditei
em teu jurar insincero.
Prometeste  - Eu voltarei!
E, até hoje, ainda te espero...
BessanT
 
“ Volta... ” dois sons pequeninos,
orações que, se atendidas,
podem mudar dois destinos,
reconstruir duas vidas !
João Paulo Ouverney – Pindamonhangaba
 
-Volta!  diz o apelo ardente,
és minha vida,  o meu tudo!
Mas o “ tudo “,  indiferente,
insiste em manter-se mudo ...
João Paulo Ouverney
 
Enfrento a dor tão constante
deste sofrer que é demais:
quero a volta de um instante
que não volta nunca mais...
José Valdez de Castro Moura – Pindamonhangaba
 
 
MENÇÕES ESPECIAIS
 
Na volta, pagando o preço,                
eu cheguei à conclusão:                                                              
achei o seu endereço,
mas, não, o seu coração.      
Angélica Mª Vilella Santos – Taubaté
 
Disfarço a minha tristeza,
assim como os meus fracassos,
pois tenho a plena certeza
de tua volta aos meus braços.
Argemira Fernandes Marcondes- Taubaté
 
Quantas vezes nós choramos
num acesso de revolta
e por isso não lembramos
que o passado não tem volta!
José Raul Vinci – Pindamonhangaba
 
Ela voltou! Mas, em vão,
porque minh’alma reclama
da terrível sensação
de uma estranha em minha cama...
José Valdez de Castro Moura
 
Voltei feliz, eu suponho,
malgrado a alma cansada,
pois trouxe restos de um sonho
que larguei em minha estrada...
José Valdez de Castro Moura
=========================================================
XVIII JUVENTROVA
CONCURSO ESTUDANTIL DE TROVAS 2012
 
TEMA “PROVA”
 
Realização: UBT-Pindamonhangaba
Apoio Prefeitura Municipal e jornal Tribuna do Norte
 
TOTAL DE ESCOLAS PARTICIPANTES......................................................23
Nº DE TROVAS ENVIADAS AO CONCURSO ....................................... 2.283
TROVAS CLASSIFICADAS..............................................................................50
Coordenador: Altair Fernandes Carvalho
Avaliadores:  José Valdez de Castro Moura, Altair Fernandes Carvalho e Maurício Cavalheiro
 
1 - EE ALEXANDRINA GOMES DE ARAÚJO RODRIGUES
 
Do concurso Juventrova
eu quero participar.
Dessa vez o tema é PROVA,
quero ver se vou ganhar!
Marielle Silva Pena Firme - 6ª série – Ensino Fundamental
 
Uma prova vou fazer,
preciso me dedicar.
Nesta vida vou crescer
se bastante eu estudar.
Tainá Francine Cabral Ferraz - 5ª série – Ensino Fundamental
 
Ontem eu fiz uma prova
e sei que zero eu tirei,
não terei a bola nova,
de castigo ficarei...
Maicon David Dias Cesar - 5ª série – Ensino Fundamental
 
 
2 – EE ALFREDO PUJOL
 
Na minha terra eu sou fera,
onde é tudo inesperado.
Não importa o que espera,
sei trovar e está provado!
Matheus Yuri de Oliveira - 3º ano – Ensino Médio
 
Nas provas eu nem estudo,
faço tudo sem pensar.
Porém no final de tudo,
me dou mal... pra variar.
Caio Hirayama Guimarães - 2º ano – Ensino Médio
 
O meu modo de viver,
Certa prova irá mudar;
E, por isso, vou fazer
O que for para passar.
Victória Elisa de Sousa - 3º ano – Ensino Médio
 
 
3 - EE ANTONIO APPARECIDO FALCÃO
 
Nas estrofes de um soneto
ou nos versos de uma trova,
eu expresso meu afeto
e do meu amor dou prova.
Giovane Douglas da Silva - 2º EM –Ensino Médio
 
A prova que tu me deste
machucou meu coração.
E tu? Já me esqueceste?
Onde foi nossa paixão?
Miriam Correa da Silva - 2º EM – Ensino Médio
 
 
4 – EE CÉLIA KEIKO IKEDA
 
Aluno bom não reprova,
ele só sabe estudar.
Sempre tira dez na prova,
tem sonho a realizar.
Taís dos Santos M. Raymundo - 6º série – Ensino Fundamental
 
Quero ser bom estudante
Para na vida vencer.
A prova é muito importante
Pra quem gosta de aprender.
Ketiley Batista - 6ª série – Ensino Fundamental
 
 
5 - EE DIRCE APARECIDA PEREIRA MARCONDES
 
Eu rimo prova com trova
na ternura deste amor.
De você quero uma prova
de que seja um vencedor...
Ana Flávia - 8ª série – Ensino Fundamental
 
Quando minha flor murchar
e a prova de amor se for,
então vou me machucar,
pois lá se vai meu amor..
Brenda Brunieri Almeida - 7ª série – Ensino Fundamental
 
Prova é difícil demais,
as questões são de matar.
Mas tirar zero, jamais,
notas boas vou tirar.
Ramon Alencar Oliveira Correa da Silva - 8ª série – Ensino Fundamental
 
 
6 – EE DIRCE LEOPOLDINA CINTRA VILLAS BOAS
 
Meu coração machucado...
Foi o nosso professor
ao me deixar reprovado
por tantas provas de amor.
Maria Eduarda Cardoso da Conceição - 8ª série – Ensino Fundamental
 
Não gosto muito de prova,
mas eu preciso aprender.
Gosto muito mais de trova,
Pois eu tenho que entender...
Calyorrana Guedes de Paula - 8ª série – Ensino Fundamental
 
 
7 – EE EURÍPEDES BRAGA
 
Todos que temem a prova,
não têm motivo ou razão.
Se é difícil? Uma ova!
É só prestar atenção.
Maria Julia Melo de Godoi - 8ª B série – Ensino Fundamental
 
 
8- EE ESCOLÁSTICA ANTUNES SALGADO
 
Em toda prova escolar
Não é muito fácil não!
Não pode colar, falar
E nem fazer confusão.
Raquel Braga Santos - 5ª série – Ensino Fundamental
 
 
9 – EE ISMÊNIA MONTEIRO DE OLIVEIRA
 
Se teu amor eu mereço,
uma prova te darei!
Diga-me qual o teu preço
que eu por ele lutarei...
Thainá Rafaela de Jesus Pereira - 8ª série – Ensino Fundamental
 
Para fazer uma trova
há muita concentração,
para fazer uma prova
requer muita atenção!
Leonardo Aparecido Randes Baroni - 2º EM – Ensino Médio
 
Ao escrever esta trova
eu pensei em desistir,
mas coloquei-me à prova
para poder competir.
Luiz Felipe de Oliveira Santos - 3 ano – Ensino Médio
 
 
10 - EE IVONE NOGUEIRA DE AZEVEDO
 
É muito bom fazer prova,
mas eu tenho que estudar.
Melhor mesmo é fazer trova,
fortalece o meu pensar...
Amanda de O. Maria - 7ª série – Ensino Fundamental
 
Me dei muito mal na prova,
vamos ver no que vai dar.
Se o professor me reprova,
com certeza vou chorar...
Nátali Oliveira M. da Silva - 7ª série – Ensino Fundamental
 
 
11- ETEC JOÃO GOMES DE ARAÚJO
 
Para provar uma amizade
tem que ser um bom guerreiro.
Viver mais do que a metade
de um amor que seja inteiro
Raiane Ribeiro - 2º ano – Ensino Médio
 
Na trajetória da vida,
Tantas coisas a provar:
Desde a simples despedida
Até a razão pra amar...
Mariana Cecília - 3º ano– Ensino Médio
 
O sol invade a sacada...
é prova que amanheceu.
Venha, vamos minha amada,
um novo dia nasceu!
Jennyfer Alexandra Cardoso - 1º ano – Ensino Médio
 
 
12 - EE JOÃO PEDRO CARDOSO
 
Aquela prova de amor
foi a você dedicada:
Dei um beijo com sabor
naquela folha bordada...
Alana Cordeiro - 3ª série – Ensino Fundamental
 
A maior prova de amor
é a saudade no meu peito,
que machuca e causa dor,
é assim e não tem jeito.
Liliane G da Silva Lenes - 1ª série – Ensino Médio
 
 
13 – EE JOSÉ AYLTON FALCÃO
 
Ai, caramba! Hoje tem prova!
Por isso vou estudar.
Vou cavar a minha cova
se eu não me preparar.
Kennedy - 1º EM – Ensino Médio
 
Numa prova tirei zero,
Da ‘fessora’ Elisabete.
Tirar outro? Não, não quero
ficar mais sem internet.
Luiz Felipe Ramos Cortez - 1º ano – Ensino Médio
 
Seja na paz ou na guerra
Quer na alegria ou na dor
O maior poder da Terra
É a prova de um grande amor.
José Jair Galhardo - 1ª ano – Ensino Médio
 
 
14- EE JOSÉ PINTO PESTANA
 
O clima está muito tenso,
tem questões a resolver.
Refletindo, paro e penso
para a prova responder.
Marcelo de F. Dantas de Araújo - 2º EM – Ensino Médio
 
Escrevo agora esta trova
para expressar meu viver.
Nossa vida é uma prova,
temos sempre que aprender!
Catarina Maria S. Araújo - 2º EM – Ensino Médio
 
 
15 - EMEF MARIA AMÉLIA DO PATROCÍNIO – TREMEMBÉ
 
Está marcada uma prova
Estudei e vou passar
Depois quero fazer trova
Pra cabeça refrescar.
Priscila Correia Bento - 7º ano – Ensino Fundamental
 
Hoje tirei dez na prova!
Cheia de felicidade
Quero expressar nesta trova
Minha força de vontade.
Beatriz Feitoza de Brito - 6º Ano – Ensino Fundamental
 
Tenho uma boa razão
Pra, prova, não terminar:
Estou numa depressão...
Professor! Vem me ajudar.
Caio Alexandre Santos - 6º Ano – Ensino Fundamental
 
 
16 - EE MANUEL CABRAL – TREMEMBÉ
 
Por prova que estou passando
é difícil não chorar...
Às vezes fico pensando:
quando as lutas vão findar?
Pâmela Gabriele Izidoro da Conceição - 2º ano – Ensino Médio
 
 
17 - EE MONSENHOR JOÃO JOSÉ DE AZEVEDO
 
Fazer prova me magoa,
não gosto nem um pouquinho.
Mas se acaso a nota é boa,
lá em casa é só carinho.
Anderson Lúcio Conceição Chaves - 6ª série – Ensino Fundamental
 
 
18 – EE PEDRO SILVA
 
Eu queria um só momento
embora fosse ilusão,
morrer no teu pensamento
E ter prova de emoção.
Beatriz R. Oliveira - 1º ano – Ensino Médio
 
Nossa vida é uma prova,
recebemos galhardão;
viver uma vida nova
e ser sempre campeão!
Amanda Regina Fonseca Silva - 1º ano – Ensino Médio
 
Esta época é de prova,
todos devem ponderar;
a proposta é uma prova,
vamos todos trabalhar...
Vitória Lima de Campos - 6ª série – Ensino Fundamental
 
 
19 - EMI RYOITI YASSUDA
 
Tá chegando o dia da prova,
tô morrendo de estudar.
Nota vermelha? Uma ova!
Não consigo nem pensar.
Marinara Pereira Carvalho - 1º ano – Ensino Médio
 
Por que eu não gosto de prova?
Porque preciso estudar.
Eu prefiro fazer trova,
melhora o nosso pensar!
Monalisa Pereira Carvalho - 1º ano – Ensino Médio
 
Da matéria não sei nada,
e agora o que vou fazer?
Fiquei só com minha amada
e a prova... como vai ser?
Vitória Aparecida Oliva - 1º ano – Ensino Médio
 
 
20 – COLÉGIO SICILIANO
 
Prova é muito importante,
nota boa devo tirar.
Pra não ser ignorante,
este ano devo passar.
Rafael de Carvalho - 9º ano – Ensino Fundamental
 
 
21 – EE WILSON PIRES
 
Meu coração machucado
foi o pior professor,
ao me deixar reprovado
nas tantas provas de amor.
Juliana de Souza Goulart Cardoso - 3º ano – Ensino Médio
 
Faço versos, faço trova
que me vêm do coração;
essa é a maior prova
que a vida é uma canção...
Stéfane Tainá - 3º ano – Ensino Médio
 
 
22 – EE YOLANDA BUENO DE GODOY
 
Esta semana é de prova,
a galera tá no clima.
E na prova vai ter trova,
teremos que fazer rima.
Daiane Aparecida Leite Pinto - 7ª série – Ensino Fundamental
 
Todo mundo faz a prova,
basta a reza e a oração.
Difícil é fazer trova
Se não tem inspiração!
Gabriele de Oliveira Custódio - 8ª série – Ensino Fundamental
 
Diga não à prova em branco,
mostre seu conhecimento!
Deixe de ‘pegar no tranco’,
mostre também seu talento!
Daniele Ribeiro Mendes - 8ª série – Ensino Fundamental
 
 
23 – EE YONNE CÉSAR GUAYCURU DE OLIVEIRA
 
A prova de português
já tinha sido marcada,
nós estudamos inglês,
foi uma grande mancada!
Rafael Ribeiro Dias da Silva - 8ª série – Ensino Fundamental